Gerente de Planejamento e Estatística - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 5.666,44/mês

Atualizado em

Hoje um Gerente de Planejamento e Estatística ganha em média R$ 5.666,44 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 2.846 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Gerente de Planejamento e Estatística pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 5.511,69 e o teto salarial de R$ 14.670,52, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Gerente de Planejamento e Estatística.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Salário por cidade

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 35 anos, ensino superior completo, do sexo feminino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Gerente de Planejamento e Estatística é São Paulo.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Gerente de Planejamento e Estatística, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Gerente de Planejamento e Estatística CBO 1311-15

O Gerente de Planejamento e Estatística planeja, organiza, dirige, coordena, controla e avalia atividades das equipes de produção e operação de empresas, organizações, entidades e serviços públicos e privados no âmbito da cultura e das expressões culturais, garantindo que todas as tarefas, operações e processos sigam os procedimentos estabelecidos, com o objetivo de maximizar os resultados estabelecidos em metas Presta assistência à direção da empresa ou aos seus departamentos, durante a elaboração de plano estratégico e da negociação de metas de produção do planejamento tático Define estratégias operacionais e plano de divulgação, elabora programa anual de trabalho e realiza o planejamento, gestão e avaliação de recursos, cronograma estratégico financeiro e das atividades, assim como a alocação de recursos humanos, físicos e tecnológicos envolvidos nas atividades institucionais, incluindo a negociação com fornecedores e prestadores de serviços.

Conduz reuniões de trabalho e acompanha auditorias Estabelece interface com setores internos e com clientes e fornecedores externos Estabelece rede de relações institucionais, administrando, monitorando e avaliando projetos, ações e programas culturais promovidos e ou patrocinados pela organização, em diferentes aspectos, tais como logístico, operacional, financeiro, artístico etc, elaborando relatórios de resultados, quando necessário.

Define critérios de contratação de serviços e seleciona recursos humanos, participando da definição de cargos, salários e benefícios, responsabilizando-se pela implementação de estratégias e atividades de treinamento Administra pessoas, finanças, suprimentos, operações de produção e fornece meios para a garantia de segurança no trabalho, de saúde dos trabalhadores e de preservação ambiental Estabelece canais, espaços e momentos de compartilhamento de informações com a equipe de trabalho, organizando reuniões de avaliação, acompanhamento e planejamento, bem como zelando pelas condições de exercício profissional.

Coordena atividades de trabalho voluntário, eventos e ações na área social, desenvolvendo ações de relacionamento com a comunidade, incluindo a organização de atividades comunitárias, campanhas de conscientização e de mobilização social Administra, analisa e zela pela conservação de acervos culturais e artísticos, organizando catálogos e prospectos, definindo prioridades de aquisição, reutilização e descarte de artefatos, obras, peças, equipamentos etc Participa do planejamento e supervisiona eventos, mostras, exposições, atividades e ações relativas a manifestações culturais e artísticas de diferentes vertentes, tendências e épocas, tais como música, teatro, rituais religiosos, exposições fotográficas e audiovisuais, exposições de artes e artefatos técnicos e tecnológicos, acervos museológicos, danças, folclore, festas populares, tradições, língua falada e escrita, mitos, hábitos alimentares, arquitetura, invenções, pensamentos, formas de organização social etc Gerencia contratos e projetos, observando conformidade de especificações e de prazos.

Orienta e elabora projetos e propostas de eventos, atividades e manifestações culturais e artísticas para submissão a órgãos e editais de fomento e captação de recursos, promovidos por entidades públicas, privadas e ou do terceiro setor, definindo objetivos, escopo, público-alvo, detalhamento de ações e dimensionamento do trabalho, análise de viabilidade do projeto cultural e artístico, orçamento, bem como estabelecendo indicadores de avaliação e parceiros e potenciais financiadores necessários à implementação da iniciativa Promove o desenvolvimento tecnológico e as inovações para o incremento da produtividade Atua considerando princípios de ética profissional e normas técnicas e legais, assim como normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de conservação ambiental .

Algumas funções no exercício da profissão

  • coordenar equipes de trabalho;
  • fomentar ações culturais na comunidade;
  • planejar atividades;
  • demonstrar competências pessoais;
  • administrar projetos sociais e culturais;
  • administrar acervos;
  • orientar a elaboração de projetos;
  • definir política de recursos humanos;
  • definir política institucional;
  • captar recursos para projetos culturais e sociais;
  • demonstrar capacidade de relacionamento interpessoal;
  • demonstrar clareza de expressão verbal;
  • tomar decisão;
  • coordenar eventos;
  • estabelecer metodologias;
  • definir estratégias operacionais;
  • planejar agenda de reuniões;
  • ver mais...

Salário de Gerente de Planejamento e Estatística CBO 1311-15 - Série histórica

Quanto ganha um Gerente de Planejamento e Estatística por região do Brasil

Quanto ganha um Gerente de Planejamento e Estatística nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Gerente de Planejamento e Estatística na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
São Paulo, SP 42 6.118,65 6.290,45 9.506,32 29,70 784
Rio de Janeiro, RJ 33 5.713,50 5.873,92 8.876,85 35,43 513
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a nossa Pesquisa Salarial.

Tabela salarial para Gerente de Planejamento e Estatística

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 5.512 66.140 1.378 27,52
Média Salarial 5.666 67.997 1.417 28,29
1º Quartil 2.426 29.117 607 12,11
Salário Mediana 3.850 46.200 963 19,22
3º Quartil 11.188 134.260 2.797 55,86
Teto Salarial 14.671 176.046 3.668 73,24
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Gerente de Planejamento e Estatística negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 1311-15 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para o cargo

Gerente de Planejamento e Estatística é um cargo que está com baixíssima demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Junho de 2023 e Maio de 2024, tivemos uma queda de 10.28% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Gerente de Planejamento e Estatística CBO 1311-15 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Gerente de Planejamento e Estatística por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Gerente de Planejamento e Estatística na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
42 6.007,46 6.176,13 9.333,56 29,26 1.099
35 5.144,02 5.288,45 7.992,07 30,30 698
41 5.069,12 5.211,45 7.875,69 25,41 187
44 3.749,58 3.854,86 5.825,58 17,69 94
42 9.987,83 10.268,27 15.517,71 48,91 94
44 3.543,57 3.643,07 5.505,52 16,64 80
42 3.919,91 4.029,97 6.090,22 19,01 77
33 5.349,23 5.499,43 8.310,90 33,54 67
42 5.240,79 5.387,94 8.142,41 25,94 55
43 4.731,98 4.864,84 7.351,89 22,60 34
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
8230-0/01 Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas 3.762,75 3.868,40 5.846,04
9430-8/00 Atividades de associações de defesa de direitos sociais 8.031,30 8.256,81 12.477,93
4321-5/00 Instalação e manutenção elétrica 3.086,82 3.173,49 4.795,87
9493-6/00 Atividades de organizações associativas ligadas à cultura e à arte 4.375,00 4.497,84 6.797,27
7020-4/00 Atividades de consultoria em gestão empresarial 3.029,18 3.114,23 4.706,32
5510-8/02 Hotéis 2.936,33 3.018,77 4.562,06
7220-7/00 Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências sociais e humanas 4.585,43 4.714,18 7.124,21
8599-6/04 Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial 5.145,77 5.290,25 7.994,79
5611-2/01 Restaurantes e similares 2.830,99 2.910,48 4.398,40
5620-1/02 Serviços de alimentação para eventos e recepções - bufê 8.666,72 8.910,06 13.465,15
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Gerente de Planejamento e Estatística concursado

Profissionais com ensino superior completo contratados para exercer o cargo de Gerente de Planejamento e Estatística também podem almejar um emprego público através de concurso.

O salário de Gerente de Planejamento e Estatística concursado é de R$ 4.021,04 para uma jornada de 35 horas semanais, segundo dados de 11 profissionais contratados por concúrso público para órgãos municipais, estaduais ou federais.

Seguir uma carreira concursada de Gerente de Planejamento e Estatística não parece ser uma boa idéia, já que a remuneração no setor público é cerca de 29% menor do que a média salarial do setor privado. Talvez compense pela estabilidade e jornada de trabalho menor, mas precisaria pesar bem os prós e contras.

Quanto ganha um Gerente de Planejamento e Estatística por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 2.846 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Gerente de Planejamento e Estatística CBO 1311-15 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
1.648 44 220 4.998,51 22,72
638 40 200 7.464,83 37,32
73 16 80 5.214,97 65,19
56 8 40 5.994,26 149,86
37 10 50 8.181,89 163,64
37 30 150 4.225,99 28,17

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Metodologia: Salários de 1.353 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
Micro 5.314,35 5.701,76 6.373,77
Pequenas 5.670,56 6.057,97 6.729,99
Médias 7.783,17 8.170,58 8.842,60
Grandes Empresas 6.123,32 6.510,73 7.182,75
  • *Gerente de Planejamento e Estatística Júnior: até 4 anos;
  • *Gerente de Planejamento e Estatística Pleno: de 4 a 6 anos;
  • *Gerente de Planejamento e Estatística Sênior: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Gerente de Planejamento e Estatística

  • Salário Base: R$ 5.666,44
  • Salário-educação (3%): R$ 169,99
  • Sistema S (2%): R$ 113,33
  • INSS Patronal (20%): R$ 1.133,29
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 56,66
  • FGTS (8%): R$ 453,32
  • Férias 1/12: R$ 472,20
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 1.133,29
  • Periculosidade (30%): R$ 1.699,93
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 157,40
  • 13º Salário: R$ 472,20
  • FGTS sobre Férias: R$ 37,78
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 12,59
  • FGTS sobre 13º: R$ 37,78
  • Aviso Prévio: R$ 472,20
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 37,78
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 472,20

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Gerente de Planejamento e Estatística pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Gerente de Planejamento e Estatística