CBO 1312-10 - Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde - Salário 2020, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 1312-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde que pertence ao grupo dos diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, de educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Neste página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde CBO 1312-10 em todos os estados e cidades do Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 1312-10

  • Membros superiores do poder público, dirigentes de organizações de interesse público e de empresas, gerentes.
    • Diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, da educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais.
      • Diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, de educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais.
        • Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde.

Descrição dos cargos da categoria Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde

Os Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde CBO 1312-10 planejam, coordenam e avaliam ações de saúde, definem estratégias para unidades e/ou programas de saúde, realizam atendimento biopsicossocial, administram recursos financeiros, gerenciam recursos humanos e coordenam interfaces com entidades sociais e profissionais.

Condições de trabalho

Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde os cargos dessa família CBO podem exercer suas funções em empresas públicas ou privadas de atividades da saúde e serviços sociais. São empregados na condição de assalariado com carteira assinada, organizam-se em equipe e atuam com supervisão ocasional ou sem supervisão, trabalham em ambientes fechados e em períodos noturnos e diurnos. Em algumas atividades podem trabalhar sob pressão, levando-os à situação de estresse constante.

Exigências do mercado de trabalho

Essas ocupações são exercidas por pessoas com ensino superior completo, acrescida de cursos de especialização, com carga horária de duzentas a quatrocentas horas para o Diretor e Gerente de Serviços de Saúde e o Tecnólogo em Gestão Hospitalar. Para exercer a ocupação de sanitarista o profissional deve possuir graduação em nível bacharel na área de saúde pública/coletiva ou então ter o terceiro grau completo em qualquer área, porém um curso de especialização/pós- graduação na área de saúde pública/coletiva. Nenhuma experiência profissional é exigida do Gerontólogo. O exercício pleno das atividades para os demais profissionais ocorre após o período de um a dois anos de experiência profissional.

Funções dos Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde CBO 1312-10

Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde devem:

  • coordenar ações de saúde;
  • avaliar ações de saúde;
  • definir estratégias para unidades e/ou programas de saúde;
  • coordenar interfaces com entidades sociais e profissionais;
  • planejar ações de saúde;
  • gerenciar recursos humanos;
  • demonstrar competências pessoais;
  • administrar recursos financeiros;
  • Atividades dos cargos CBO 1312-10

    Entre as principais atribuições dos Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde CBO 1312-10 estão as de:

    • conciliar interesses dos usuários de serviços de saúde;
    • demonstrar capacidade de comunicação;
    • acompanhar resultados de ação de saúde;
    • monitorar cumprimento de normas técnicas, administrativas e legais;
    • gerenciar serviços de assistência à saúde;
    • avaliar desempenho dos profissionais;
    • gerenciar risco em farmacovigilância;
    • acompanhar processos de ação de saúde;
    • gerenciar risco em hemoderivados;
    • demonstrar criatividade;
    • identificar perfis profissionais, de acordo com as necessidades;
    • demonstrar capacidade de administrar conflitos;
    • operacionalizar campanhas de saúde;
    • organizar fluxo de atendimento aos usuários;
    • definir instruções de serviços internos;
    • demonstrar iniciativa;
    • viabilizar captação de recursos;
    • elaborar estudos de viabilidade técnica e econômica;
    • estabelecer critérios para otimização de atendimento;
    • dimensionar necessidade de contratação;
    • acompanhar processos de assistência à saúde;
    • demonstrar capacidade de comunicação não verbal;
    • evidenciar capacidade crítica;
    • evidenciar acessibilidade;
    • demonstrar capacidade de trabalhar em equipe;
    • levantar custo da prestação de serviços;
    • estabelecer metas administrativas, técnicas e financeiras;
    • estabelecer níveis de responsabilidade dos profissionais de saúde;
    • implementar ações de saúde e segurança do trabalhador;
    • gerenciar risco em tecnovigilância;
    • estabelecer protocolos de atendimento;
    • demonstrar capacidade de administrar o tempo;
    • identificar necessidades de capacitação e qualificação;
    • demonstrar capacidade analítica;
    • contornar situações adversas;
    • promover atividades científicas;
    • operacionalizar ações e normas de autoridades sanitárias;
    • demonstrar capacidade de negociação;
    • avaliar ações de vigilância de saúde;
    • implementar programas de saúde;
    • avaliar o impacto das ações de saúde;
    • analisar indicadores sociodemográficos;
    • demonstrar capacidade de estabelecer vínculos;
    • liderar pessoas;
    • demonstrar capacidade retórica;
    • levantar custo por departamento;
    • dimensionar rede própria e/ou credenciada de serviços de saúde;
    • delegar funções;
    • demonstrar capacidade de tomar decisão;
    • estabelecer critérios de avaliação;
    • aplicar as normas legais referentes ao funcionamento das unidades assistenciais e/ou atenção à saúde (farmácia, casa de apoio...);
    • analisar indicadores de saúde;
    • promover programa de qualidade de vida no trabalho;
    • adequar funcionamento da unidade assistencial às normas;
    • calcular custo de tratamentos;
    • demonstrar capacidade de observação;
    • estabelecer normas técnicas de funcionamento da unidade assistencial;
    • avaliar resultados de campanhas;
    • demonstrar capacidade de escuta;
    • demonstrar empatia;
    • avaliar desempenho dos equipamentos de saúde;

    Cargos e salários CBO 1312-10 - Gestores e especialistas de operações em empresas, secretarias e unidades de serviços de saúde

    Salário Gerente de Enfermagem

    Gerente de Enfermagem: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente de Enfermagem CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Programas de Saúde

    Gerente de Programas de Saúde: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente de Programas de Saúde CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Pronto-socorro

    Gerente de Pronto-socorro: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente de Pronto-socorro CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde

    Gerente de Serviços de Saúde: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Administrador de Ambulatório

    Administrador de Ambulatório: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Administrador de Ambulatório CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Chefe de Serviços de Saúde

    Chefe de Serviços de Saúde: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Chefe de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente da Área de Saúde Mental

    Gerente da Área de Saúde Mental: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente da Área de Saúde Mental CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Ambulatório

    Gerente de Ambulatório: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente de Ambulatório CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Apoio e Diagnóstico de Saúde

    Gerente de Apoio e Diagnóstico de Saúde: Brasil

    • 3.944
    • Brasil
    • 6.111 - 16.817
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente de Apoio e Diagnóstico de Saúde CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 6.111 e 16.817 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 3.944 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde Salvador

    Gerente de Serviços de Saúde: Salvador, BA

    • 81
    • Salvador, BA
    • 5.978 - 13.045
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando em Salvador - BA, ganha entre 5.978 e 13.045 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 81 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde

    Gerente de Serviços de Saúde: Brasil

    • 1.480
    • Brasil
    • 7.844 - 8.595
    • 40h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 7.844 e 8.595 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 1.480 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde Belo Horizonte

    Gerente de Serviços de Saúde: Belo Horizonte, MG

    • 103
    • Belo Horizonte, MG
    • 4.498 - 10.344
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando em Belo Horizonte - MG, ganha entre 4.498 e 10.344 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 103 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde Porto Alegre

    Gerente de Serviços de Saúde: Porto Alegre, RS

    • 145
    • Porto Alegre, RS
    • 7.557 - 16.113
    • 38h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando em Porto Alegre - RS, ganha entre 7.557 e 16.113 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 145 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde Rio de Janeiro

    Gerente de Serviços de Saúde: Rio de Janeiro, RJ

    • 336
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 6.710 - 14.372
    • 40h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 6.710 e 14.372 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 336 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde Curitiba

    Gerente de Serviços de Saúde: Curitiba, PR

    • 52
    • Curitiba, PR
    • 5.099 - 13.256
    • 40h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 5.099 e 13.256 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 52 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Gerente de Serviços de Saúde São Paulo

    Gerente de Serviços de Saúde: São Paulo, SP

    • 749
    • São Paulo, SP
    • 9.984 - 24.294
    • 41h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços de Saúde CBO 1312-10 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 9.984 e 24.294 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 749 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Administrador de Ambulatório São Paulo

    Administrador de Ambulatório: São Paulo, SP

    • 749
    • São Paulo, SP
    • 9.984 - 24.294
    • 41h
    O profissional no cargo de Administrador de Ambulatório CBO 1312-10 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 9.984 e 24.294 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 749 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.
    Salário Administrador de Ambulatório Salvador

    Administrador de Ambulatório: Salvador, BA

    • 81
    • Salvador, BA
    • 5.978 - 13.045
    • 42h
    O profissional no cargo de Administrador de Ambulatório CBO 1312-10 trabalhando em Salvador - BA, ganha entre 5.978 e 13.045 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 81 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1312-10.