CBO 1311-15 - Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 1311-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais que pertence ao grupo dos diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, de educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais CBO 1311-15 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 1311-15

  • Membros superiores do poder público, dirigentes de organizações de interesse público e de empresas, gerentes.
    • Diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, da educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais.
      • Diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, de educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais.
        • Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais.

Descrição dos cargos da categoria Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais

Os Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais CBO 1311-15 definem política institucional, planejam atividades, administram e captam recursos para projetos sociais e culturais. Fomentam ações culturais na comunidade, administram acervos, orientam a elaboração de projetos, coordenam equipes de trabalho e definem política de recursos humanos.

Condições de trabalho

Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais exercem suas funções em instituições, associações e empresas dos ramos de atividades culturais, sociais, recreativas, de saúde e serviços sociais. São contratados na condição de empregados com carteira e também atuam como autônomos. Trabalham em equipe, sob supervisão ocasional, em ambientes fechados, no período diurno. Em algumas de suas atividades podem trabalhar sob pressão, levando-os à situação de estresse.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se curso superior. O exercício pleno das funções ocorre após o período de cinco anos de experiência profissional.

Funções dos Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais CBO 1311-15

Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais devem:

  • administrar acervos;
  • definir política institucional;
  • fomentar ações culturais na comunidade;
  • planejar atividades;
  • captar recursos para projetos culturais e sociais;
  • definir política de recursos humanos;
  • coordenar equipes de trabalho;
  • orientar a elaboração de projetos;
  • demonstrar competências pessoais;
  • administrar projetos sociais e culturais;
  • Atividades dos cargos CBO 1311-15

    Entre as principais atribuições dos Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais CBO 1311-15 estão as de:

    • elaborar relatórios técnicos;
    • organizar logística;
    • negociar com fornecedores de serviços;
    • orçar projeto;
    • participar na definição de cargos e salários;
    • coordenar ações na área social;
    • definir público alvo;
    • estabelecer rede de relações institucionais;
    • selecionar recursos humanos;
    • estabelecer canais de comunicação interna;
    • delegar responsabilidades;
    • coordenar eventos;
    • zelar pelas condições de trabalho;
    • apresentar soluções criativas;
    • implementar atividades de treinamento;
    • agir com iniciativa;
    • ponderar opiniões divergentes;
    • administrar conflitos;
    • estabelecer critérios de contratação de serviços;
    • definir mostras e exposições;
    • atualizar-se tecnicamente;
    • redimensionar atividades;
    • monitorar projetos em comunidades;
    • participar na seleção de peças para exposições e amostras;
    • liderar equipe;
    • promover a organização de campanhas de conscientização;
    • demonstrar motivação;
    • estabelecer indicadores de avaliação de projeto;
    • tomar decisão;
    • enquadrar projetos na legislação vigente;
    • definir objetivos do projeto;
    • planejar agenda de reuniões;
    • demonstrar clareza de expressão verbal;
    • definir estratégias operacionais;
    • definir a organização de catálogos e prospectos;
    • definir prioridades na aquisição de acervos;
    • zelar pela conservação do acervo;
    • elaborar relatórios de resultados do projeto;
    • definir plano de divulgação;
    • demonstrar capacidade de persuasão;
    • definir políticas de descarte e reutilização de acervo;
    • trabalhar com determinação;
    • priorizar atividades;
    • demonstrar capacidade de relacionamento interpessoal;
    • definir benefícios;
    • alocar recursos;
    • compartilhar informações com equipe de trabalho;
    • elaborar cronograma de atividades;
    • organizar reuniões de avaliação, acompanhamento e planejamento;
    • demonstrar sociabilidade;
    • promover a organização de atividades comunitárias;
    • definir escopo de projeto;
    • dimensionar equipe de trabalho;
    • promover a organização de campanhas de mobilização social;
    • identificar necessidades de tratamento do acervo;
    • estabelecer metodologias;
    • analisar viabilidade do projeto;
    • coordenar atividades de trabalho voluntário;
    • objetivar comunicação;
    • demonstrar capacidade de discernimento;
    • avaliar execução do projeto;
    • estabelecer parceiros na implementação do projeto;
    • disponibilizar acervos;
    • avaliar desempenho da equipe;
    • elaborar programa anual de trabalho;
    • avaliar execução do cronograma físico-financeiro;
    • agir com dinamismo;
    • identificar potenciais financiadores;

    Cargos e salários CBO 1311-15 - Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais

    Salário Gerente de Ong (organização Não-governamental)

    Gerente de Ong (organização Não-governamental): Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Ong (organização Não-governamental) CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Planejamento e Estatística

    Gerente de Planejamento e Estatística: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Planejamento e Estatística CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Superintendente de Seção de Estudos e Programação

    Superintendente de Seção de Estudos e Programação: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Superintendente de Seção de Estudos e Programação CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Superintendente de Seção de Estudos Especiais

    Superintendente de Seção de Estudos Especiais: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Superintendente de Seção de Estudos Especiais CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Serviços Culturais

    Gerente de Serviços Culturais: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços Culturais CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Administrador de Instituições Culturais

    Administrador de Instituições Culturais: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Administrador de Instituições Culturais CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Coordenador de Eventos

    Coordenador de Eventos: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Coordenador de Eventos CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Coordenador Executivo

    Coordenador Executivo: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Coordenador Executivo CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Departamento de Planejamento e Análise

    Gerente de Departamento de Planejamento e Análise: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Departamento de Planejamento e Análise CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Departamento de Planejamento e Pesquisa

    Gerente de Departamento de Planejamento e Pesquisa: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Departamento de Planejamento e Pesquisa CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Divisão de Pesquisas e Análise

    Gerente de Divisão de Pesquisas e Análise: Brasil

    • 2.386
    • Brasil
    • 4.884 - 13.251
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Divisão de Pesquisas e Análise CBO 1311-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.884 e 13.251 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 2.386 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Serviços Culturais

    Gerente de Serviços Culturais: São Paulo

    • 939
    • São Paulo
    • 6.261 - 6.572
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços Culturais CBO 1311-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 6.261 e 6.572 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 939 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Serviços Culturais São Paulo

    Gerente de Serviços Culturais: São Paulo, SP

    • 658
    • São Paulo, SP
    • 6.832 - 16.726
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços Culturais CBO 1311-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 6.832 e 16.726 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 658 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Serviços Culturais Belo Horizonte

    Gerente de Serviços Culturais: Belo Horizonte, MG

    • 90
    • Belo Horizonte, MG
    • 4.683 - 10.101
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços Culturais CBO 1311-15 trabalhando em Belo Horizonte - MG, ganha entre 4.683 e 10.101 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 90 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Serviços Culturais Rio de Janeiro

    Gerente de Serviços Culturais: Rio de Janeiro, RJ

    • 174
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 5.064 - 11.761
    • 39h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços Culturais CBO 1311-15 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 5.064 e 11.761 para uma jornada de trabalho média de 39h semanais de acordo com dados salariais de 174 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Serviços Culturais Brasília

    Gerente de Serviços Culturais: Brasília, DF

    • 70
    • Brasília, DF
    • 5.099 - 12.040
    • 42h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços Culturais CBO 1311-15 trabalhando em Brasília - DF, ganha entre 5.099 e 12.040 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 70 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Gerente de Serviços Culturais

    Gerente de Serviços Culturais: Rio de Janeiro

    • 289
    • Rio de Janeiro
    • 4.314 - 4.528
    • 40h
    O profissional no cargo de Gerente de Serviços Culturais CBO 1311-15 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 4.314 e 4.528 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 289 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.
    Salário Administrador de Instituições Culturais

    Administrador de Instituições Culturais: São Paulo

    • 939
    • São Paulo
    • 6.261 - 6.572
    • 42h
    O profissional no cargo de Administrador de Instituições Culturais CBO 1311-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 6.261 e 6.572 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 939 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-15.