CBO 1311-05 - Diretor de serviços culturais - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais

O profissional no cargo de Diretor de serviços culturais CBO 1311-05 Administra serviços culturais em empresas, organizações, entidades e serviços públicos e privados no âmbito da cultura e das expressões culturais, considerando missão, objetivos e metas institucionais, bem como tendências de mercado, demandas sociais e culturais locais, regionais, nacionais e internacionais Elabora, implementa e ou avalia projetos e propostas relativas a manifestações culturais e artísticas de diferentes vertentes, tendências e épocas, em formatos variados, inclusive em ambientes digitais.

Seleciona, organiza, administra, avalia e faz curadoria de acervos culturais e artísticos Coordena equipes de trabalho, organizando e delegando atribuições, funções e responsabilidades Atua considerando princípios de ética profissional e normas técnicas e legais que regem o setor, assim como normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de conservação ambiental.

CBO 1311-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais que pertence ao grupo dos diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, da educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Diretor de serviços culturais, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais CBO 1311-05 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 1311-05

  • Membros superiores do poder público, dirigentes de organizações de interesse público e de empresas, gerentes.
    • Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais.
      • Diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, da educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais.

O que faz um Diretor de serviços culturais

O Diretor de serviços culturais CBO 1311-05 define e atualiza missão, objetivos e metas institucionais para empresas, organizações, entidades e serviços públicos e privados no âmbito da cultura e das expressões culturais, em articulação com diferentes atores da comunidade interna e externa, considerando tendências de mercado, demandas sociais e culturais, assim como perspectivas locais, regionais, nacionais e internacionais Estabelece redes de relacionamentos com as comunidades interna e externa, engajando-as conforme os objetivos, missão e metas institucionais, mapeando as demandas locais e regionais, alinhando as expectativas e possibilidades de promoção e gestão de serviços culturais.

Desenvolve e implementa critérios e ações de avaliação de metas e objetivos institucionais, estabelecendo métricas e rotinas de acompanhamento e aferição de resultados.

Define estratégia de marketing, em articulação com outros profissionais envolvidos, com o objetivo de alcançar metas de divulgação, construção e consolidação da imagem institucional, a partir de ações que proporcionem visibilidade à marca para que a empresa seja reconhecida como autoridade no nicho em que atua Planeja e coordena eventos mostras, exposições, atividades e ações relativas a manifestações culturais e artísticas de diferentes vertentes, tendências e épocas, tais como música, teatro, rituais religiosos, exposições fotográficas e audiovisuais, exposições de artes e artefatos técnicos e tecnológicos, acervos museológicos, danças, folclore, festas populares, tradições, língua falada e escrita, mitos, hábitos alimentares, arquitetura, invenções, pensamentos, formas de organização social etc.

Seleciona, organiza, administra, avalia e faz curadoria de acervos culturais e artísticos, definindo e implementando políticas e prioridades de aquisição, reutilização e descarte de artefatos, obras, peças, equipamentos etc Propõe e elabora projetos e propostas de eventos, atividades e manifestações culturais e artísticas, participando da organização e divulgação, fomentando campanhas de conscientização e mobilização social a respeito do desenvolvimento e consumo de arte e cultura.

Define estratégia de captação de recursos, considerando potenciais financiadores, parceiros e características do mercado, orienta a elaboração de projetos culturais para submissão a órgãos e editais de fomento, promovidos por entidades públicas, privadas e ou do terceiro setor, reunindo as informações necessárias para definição de objetivos, escopo, público-alvo, detalhamento de ações e análise de viabilidade do projeto cultural e artístico, estabelecendo indicadores de avaliação e parceiros necessários à implementação da iniciativa.

Coordena equipes de trabalho, organizando e delegando atribuições, funções e responsabilidades, propondo e executando métricas e criando oportunidades de planejamento coletivo, assim como de orientação, acompanhamento e avaliação de atividades Define política de contratação e treinamento de recursos humanos, considerando objetivos e possibilidades institucionais em termos de plano de carreira, cargos, salários e benefícios, criando estratégias e mecanismos de incentivo para desenvolvimento profissional da equipe.

Organiza e aplica rotinas de trabalho, registrando ocorrências e medidas de contingenciamento, comunicando intercorrências e ou ajustes aos diferentes setores envolvidos nos processos de trabalho, e produzindo relatórios, quando necessário.

Estabelece redes profissionais em sua área ou áreas correlatas, por meio de cursos, eventos, seminários, congressos, intercâmbios etc, podendo participar de entidades representativas do setor e de discussões sobre políticas de cultura Atua considerando princípios de ética profissional e normas técnicas e legais, como legislações que regulam direitos autorais, classificação indicativa, direitos humanos, direitos da infância e da adolescência, entre outros, assim como normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de conservação ambiental.

.

Funções do cargo

O funcionário CBO 1311-05 deve fomentar ações culturais na comunidade, demonstrar competências pessoais, definir política institucional, definir política de recursos humanos, coordenar equipes de trabalho, administrar acervos, orientar a elaboração de projetos, planejar atividades, administrar projetos sociais e culturais, captar recursos para projetos culturais e sociais.

Condições de trabalho dessas profissões

Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais exercem suas funções em instituições, associações e empresas dos ramos de atividades culturais, sociais, recreativas, de saúde e serviços sociais. São contratados na condição de empregados com carteira e também atuam como autônomos. Trabalham em equipe, sob supervisão ocasional, em ambientes fechados, no período diurno. Em algumas de suas atividades podem trabalhar sob pressão, levando-os à situação de estresse.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 1311-05

Para o exercício dessas ocupações requer-se curso superior. O exercício pleno das funções ocorre após o período de cinco anos de experiência profissional.

Atividades exercidas por um Diretor de serviços culturais CBO 1311-05

Um Diretor de serviços culturais (ou sinônimo) deve definir prioridades na aquisição de acervos, estabelecer indicadores de avaliação de projeto, demonstrar sociabilidade, compartilhar informações com equipe de trabalho, representar a instituição, demonstrar motivação, participar na divulgação de espetáculos, sugerir políticas públicas, definir políticas de contratação, promover a organização de campanhas de mobilização social, definir estratégia de captação de recursos, definir objetivos da instituição, liderar equipe, analisar viabilidade do projeto, formar acervos, agir com dinamismo, definir benefícios, definir objetivos do projeto, demonstrar capacidade de persuasão, trabalhar com determinação, definir público alvo, selecionar projeto para financiamento, apresentar soluções criativas, coordenar eventos, atualizar missão da instituição, demonstrar capacidade de discernimento, delegar responsabilidades, identificar potenciais financiadores, organizar reuniões de avaliação, acompanhamento e planejamento, definir demandas sociais e culturais, definir políticas de treinamento, definir estratégia de marketing, atualizar-se tecnicamente, objetivar comunicação, definir mostras e exposições, promover a organização de campanhas de conscientização, definir políticas de descarte e reutilização de acervo, negociar com financiadores, criar incentivos para desenvolvimento profissional dos funcionários, analisar propostas teatrais, estabelecer parceiros na implementação do projeto, propor atividades de incentivo cultural e social, estabelecer parcerias, tomar decisão, ponderar opiniões divergentes, estabelecer rede de relações institucionais, administrar conflitos, participar na definição de cargos e salários, demonstrar capacidade de relacionamento interpessoal, obter informações para subsídio do projeto, avaliar desempenho da equipe, promover a organização de atividades comunitárias, definir metas da instituição, definir escopo de projeto, avaliar resultados do projeto, estabelecer canais de comunicação interna, agir com iniciativa, participar na seleção de peças para exposições e amostras, definir plano de divulgação, promover políticas de incentivos e promoções, selecionar projetos sociais, selecionar propostas teatrais, demonstrar clareza de expressão verbal, estabelecer critérios de avaliação das metas e objetivo da instituição.

Cargos e salários CBO 1311-05 - Diretores e gerentes de operações em empresa de serviços pessoais, sociais e culturais

Salário Diretor de Biblioteca

Diretor de Biblioteca: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor de Biblioteca CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Diretor de Museu

Diretor de Museu: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor de Museu CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Diretor de Ong (organização Não-governamental)

Diretor de Ong (organização Não-governamental): Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor de Ong (organização Não-governamental) CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Diretor de Organização Social e Interesse Público

Diretor de Organização Social e Interesse Público: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor de Organização Social e Interesse Público CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Diretor de Pesquisa

Diretor de Pesquisa: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor de Pesquisa CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Diretor de Relações Interinstitucionais

Diretor de Relações Interinstitucionais: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor de Relações Interinstitucionais CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Diretor Executivo de Instituições Culturais

Diretor Executivo de Instituições Culturais: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor Executivo de Instituições Culturais CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Superintendente de Relações Institucionais

Superintendente de Relações Institucionais: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Superintendente de Relações Institucionais CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Superintendente de Serviços Culturais

Superintendente de Serviços Culturais: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Superintendente de Serviços Culturais CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.
Salário Diretor de Serviços Culturais

Diretor de Serviços Culturais: Brasil

  • 304
  • Brasil
  • 10.843 - 35.076
  • 40h
O profissional no cargo de Diretor de Serviços Culturais CBO 1311-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 10.843 e 35.076 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 304 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 1311-05.