Supervisor de Operações Turísticas - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 2.254,15/mês

Atualizado em

Hoje um Supervisor de Operações Turísticas ganha em média R$ 2.254,15 para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 5.827 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Supervisor de Operações Turísticas pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 2.192,59 e o teto salarial de R$ 4.226,04, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Supervisor de Operações Turísticas.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Salário por cidade

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 23 anos, ensino médio completo, do sexo feminino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Agências de viagens de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Supervisor de Operações Turísticas é São Paulo.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Supervisor de Operações Turísticas, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Supervisor de Operações Turísticas CBO 3548-10

O Supervisor de Operações Turísticas pesquisa destinos e oportunidades turísticas, conforme solicitação e necessidades de diferentes perfis de clientes ou grupos de clientes, atuando de forma autônoma ou vinculado a diferentes tipos de agências de turismo Opera sistemas de busca e reserva de destinos, roteiros e itinerários, atrativos e oportunidades turísticas Busca, também, empresas para prestação de serviços, tais como hospedagem, alimentação e espaços para visitação.

Pode realizar visitas prévias de avaliação dos serviços turísticos Comercializa produtos e serviços turísticos nacionais e internacionais Pode vender pacotes de agências de turismo ou contratar diretamente prestadores de serviços – como fornecedores de transporte, hospedagem e alimentação -, calculando custo e preços Pode preparar documentos para formalização de contratos.

Pode realizar cancelamento de produtos turísticos e traslados Orienta turista ou grupo sobre normas e legislações existentes nos países ou regiões dos roteiros ou itinerários, bem como regras dos locais e dos serviços utilizados, informando-os com clareza e objetividade Esclarece dúvidas sobre a necessidade de vistos e documentações, assim como fornece outras informações referentes às especificidades das experiências turísticas.

Presta assistência no embarque Atua na intermediação entre turistas, empresas e prestadores de serviços turísticos, assistindo o cliente - ou grupo de clientes - na solução de eventuais intercorrências durante a viagem ou experiência turística Verifica satisfação dos clientes, no final do roteiro Interage com empresas da cadeia produtiva do turismo de diferentes áreas - como financeira, administrativa e vendas -, com guias turísticos e com fornecedores.

Elabora conteúdo promocional e utiliza recursos tecnológicos para divulgação de atrativos e destinos turísticos Mantém e atualiza cadastro de público-alvo, em sistema informatizado.

Algumas funções no exercício da profissão

  • montar pacotes de turismo;
  • organizar eventos;
  • auxiliar no planejamento das atividades de turismo;
  • coordenar realização de eventos;
  • planejar eventos;
  • reservar serviços turísticos;
  • comunicar-se;
  • demonstrar competências pessoais;
  • contratar fornecedores de serviços;
  • vender serviços turísticos;
  • promover serviços turísticos;
  • coordenar equipes executivas - equipes de recepção;
  • elaborar relatórios;
  • providenciar reserva de serviços;
  • sugerir nichos de mercado;
  • verificar qualidade do serviço prestado;
  • ver mais...

Salário de Supervisor de Operações Turísticas CBO 3548-10 - Série histórica

Quanto ganha um Supervisor de Operações Turísticas por região do Brasil

Quanto ganha um Supervisor de Operações Turísticas nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Supervisor de Operações Turísticas na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
São Paulo, SP 42 2.744,00 2.821,04 4.263,24 13,31 1.291
Rio de Janeiro, RJ 43 2.482,97 2.552,69 3.857,70 11,85 508
Belo Horizonte, MG 42 2.018,81 2.075,49 3.136,54 9,78 282
Curitiba, PR 39 1.905,41 1.958,91 2.960,36 10,05 264
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a nossa Pesquisa Salarial.

Tabela salarial para Supervisor de Operações Turísticas

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 2.193 26.311 548 10,20
Média Salarial 2.254 27.050 564 10,49
1º Quartil 1.554 18.651 389 7,23
Salário Mediana 1.989 23.867 497 9,26
3º Quartil 3.223 38.675 806 15,00
Teto Salarial 4.226 50.712 1.057 19,67
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Supervisor de Operações Turísticas negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 3548-10 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para o cargo

Supervisor de Operações Turísticas é um cargo que está com baixíssima demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Abril de 2023 e Março de 2024, tivemos uma queda de 10.24% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Supervisor de Operações Turísticas CBO 3548-10 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Supervisor de Operações Turísticas por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Supervisor de Operações Turísticas na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
43 2.602,87 2.675,95 4.043,98 12,50 2.056
43 2.282,78 2.346,88 3.546,67 10,91 710
43 1.757,60 1.806,95 2.730,72 8,39 667
41 2.060,89 2.118,76 3.201,93 10,26 547
44 1.791,76 1.842,07 2.783,78 8,44 406
44 2.143,28 2.203,46 3.329,94 10,07 286
44 2.112,35 2.171,66 3.281,87 9,94 282
43 1.590,43 1.635,09 2.470,99 7,55 117
44 1.601,10 1.646,06 2.487,57 7,53 104
44 1.916,13 1.969,93 2.977,01 8,98 97
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
7911-2/00 Agências de viagens 2.298,37 2.362,90 3.570,89
5510-8/02 Hotéis 2.013,78 2.070,32 3.128,74
7912-1/00 Operadores turísticos 2.819,30 2.898,46 4.380,24
7820-5/00 Locação de mão-de-obra temporária 1.999,04 2.055,17 3.105,84
8112-5/00 Condomínios prediais 2.349,40 2.415,37 3.650,18
7990-2/00 Serviços de reservas e outros serviços de turismo 1.906,63 1.960,17 2.962,27
5611-2/01 Restaurantes e similares 1.941,98 1.996,51 3.017,19
8211-3/00 Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 1.680,87 1.728,06 2.611,50
7490-1/04 Atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral 2.807,32 2.886,15 4.361,63
9321-2/00 Parques de diversão e parques temáticos 1.787,60 1.837,79 2.777,32
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Supervisor de Operações Turísticas por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 5.827 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Supervisor de Operações Turísticas CBO 3548-10 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
4.654 44 220 2.227,97 10,13
476 40 200 2.532,44 12,66
340 36 180 2.093,10 11,63
73 43 215 2.287,46 10,64
69 42 210 2.638,56 12,56
24 38 190 2.342,92 12,33

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Metodologia: Salários de 2.673 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Nível I Nível II Nível III
Micro 2.265,09 2.419,20 2.686,54
Pequenas 2.289,88 2.443,99 2.711,33
Médias 2.415,78 2.569,89 2.837,23
Grandes Empresas 2.445,75 2.599,87 2.867,20
  • *Supervisor de Operações Turísticas Nível I: até 4 anos;
  • *Supervisor de Operações Turísticas Nível II: de 4 a 6 anos;
  • *Supervisor de Operações Turísticas Nível III: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Supervisor de Operações Turísticas

  • Salário Base: R$ 2.254,15
  • Salário-educação (3%): R$ 67,62
  • Sistema S (2%): R$ 45,08
  • INSS Patronal (20%): R$ 450,83
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 22,54
  • FGTS (8%): R$ 180,33
  • Férias 1/12: R$ 187,85
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 450,83
  • Periculosidade (30%): R$ 676,24
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 62,62
  • 13º Salário: R$ 187,85
  • FGTS sobre Férias: R$ 15,03
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 5,01
  • FGTS sobre 13º: R$ 15,03
  • Aviso Prévio: R$ 187,85
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 15,03
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 187,85

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Supervisor de Operações Turísticas pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Supervisor de Operações Turísticas