Está querendo saber mais sobre áreas que podem oferecer bons salários e ótimas condições de trabalho tanto no presente quanto num futuro próximo? Então você precisa conferir algumas das profissões e carreiras em alta no mercado de trabalho 2020 e que serão tendência no futuro.

As evoluções tecnológicas e econômicas vêm gerando mudanças em diversos segmentos de atuação.

Profissões que existiam por anos estão tendo cada vez menos espaço. Já outras estão surgindo e crescendo no mesmo ritmo acelerado das novas tecnologias.

Por conta disso é importante ficar atento a todas essas mudanças tanto para agora quanto para um futuro próximo.

Nesse completíssimo guia de carreiras e profissões, você ficará por dentro das principais mudanças e tendências que vêm ocorrendo no mercado de trabalho brasileiro, além de salários atualizados das top 20 carreiras e profissões do futuro que certamente já serão tendência no mercado em 2020.

Quem sabe alguma delas não se encaixa em seu perfil profissional e, com isso, passa a ser uma boa aposta para potencializar sua carreira em 2020 e num futuro próximo.

Os salários das profissões

Todos os salários das carreiras e profissões presentes nos links da lista são extraídos pelo Salario.com.br junto aos dados oficiais do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE).

Os salários são atualizados mensalmente a medida em que são disponibilizados pelo Governo Federal e compilados pela equipe do Salario.com.br.

Para saber mais sobre os levantamentos de dados salariais do Salario.com.br acesse este link.

Agora confira a lista:

Mudanças no mercado de trabalho e profissões do futuro que já estão em alta hoje

A falta de oportunidade em áreas consideradas tradicionais do mercado de trabalho fez surgir novos segmentos de atuação que estão crescendo rapidamente e tem tudo para ser uma grande tendência no futuro.

Além disso, é preciso levar em conta, também, que os jovens que se preparam para entrar no mercado de trabalho já possuem uma mentalidade totalmente diferente.

O tradicional modelo de atuação de 8 horas diárias, de segunda a sexta-feira, com a pessoa tendo que se deslocar até um escritório tem se tornado cada vez menos comum. Hoje em dia, outras alternativas têm ganhado espaço, tais como:

Além de mais flexibilidade no trabalho, existem opções de carreira hoje em dia que oferecem melhores salários e até mesmo benefícios adicionais que otimizam não só o ambiente de trabalho do profissional, mas também a sua qualidade de vida.

Se você pensar em dar um up na sua carreira e, para isso, pretende investir em uma área promissora, confira a lista a seguir que separamos com as principais carreiras e profissões que estarão em alta em 2020.

1. Designer Especialista em UX

Designer de UX

Com as tendências digitais cada vez mais em alta, o Designer Especialista em UX é um dos profissionais que irá bombar em 2020.

O que faz um Designer Especialista em UX

O Designer Especialista em UX tem como função projetar interfaces virtuais (como sites e apps) que atendam as necessidades dos usuários e proporcionem uma boa experiência.

Perfil da vaga

O Designer Especialista em UX precisa ter experiências diversificada em várias áreas. Também é necessário conhecimento em tecnologia e ter vontade de se aperfeiçoar constantemente.

Onde estudar

Para se estudar um profissional do gênero é necessária formação em designer gráfico. E entre as instituições que oferecem esse curso, as mais recomendadas são:

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Cruzeiro do Sul Virtual (a distância);
  • FMU (a distância);
  • Universidade Anhembi Morumbi (a distância).

Salário médio

O salário de um Designer Especialista em UX gira entre R$ 2.500 e R$ 6.200, podendo chegar a mais de 10 mil dependendo do tamanho da empresa, área de atuação, nível de experiência do profissional ou se ele trabalha por conta própria, prestando serviços para outras empresas.

2. Gerente de planejamento financeiro

Gerente Financeiro salários e mercado de trabalho

Todo negócio precisa planejar suas despesas e investimentos. Por conta disso que o Gerente de planejamento financeiro terá espaço garantido no mercado de trabalho em 2020

O que faz um Gerente de Planejamento Financeiro

O Gerente de planejamento financeiro é responsável pela elaboração orçamentária de um negócio, bem como por planejar investimentos.

Perfil da vaga

O profissional dessa área precisa ter domínio sobre rotinas financeiras básicas, como balanços e transmissão de dados financeiros para órgãos reguladores. Também precisa estar por dentro das tendências de economia e ter capacidade de relacionamento.

Onde estudar

Para se tornar um Gerente de planejamento financeiro é necessária formação Administração de Empresas, Economia / Ciências Econômicas ou Ciências Contábeis. Confira abaixo algumas instituições que oferecem esse tipo de formação:

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Cruzeiro do Sul Educacional;
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais;
  • Faculdade das Américas (FAM) – em São Paulo;
  • FGV EAESP – São Paulo;
  • UFPR – Paraná.

Salário médio

O salário do Gerente de planejamento financeiro gira entre R$ 5 mil e R$ 18 mil, dependendo do porte do empreendimento.

3. Cientista/Engenheiro de dados

Com a Era Digital, milhares de informações passaram a ser geradas diariamente. E para lidar com todas elas, é necessário um Cientista de Dados ou Engenheiro de Dados. Por isso essa é uma das profissões para 2020.

O que faz um Cientista/Engenheiro de dados

O Cientista/Engenheiro de Dados é responsável por captar e analisar informações e com base nelas desenvolver soluções que possam acelerar o crescimento de um empreendimento.

Perfil da vaga

Quem deseja atuar nessa profissão precisa ter facilidade para lidar com as áreas de exatas, e principalmente com algoritmos complexos. Também precisa estar atento às atualizações referentes a Big Data.

Onde estudar

Geralmente o Cientista/Engenheiro de dados é formado em Engenharia de software, análise de sistemas, ciências da computação ou áreas correlatas. Confira abaixo algumas instituições de ensino superior que oferecem esse tipo de formação:

  • Universidade Federal de São Carlos;
  • Universidade Estadual de Campinas;
  • Universidade Federal de Viçosa;
  • Universidade Federal de Santa Catarina;
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA).

Salário médio

O Cientista/Engenheiro de dados tem um salário médio que varia entre R$ 6 mil e R$ 18 mil, mas há registros de profissionais com salários acima de 30 mil reais mensais, sendo que os maiores salários são reservados para pessoas inovadoras e profissionais experientes.

4. Desenvolvedor Mobile

Desenvolvedor Mobile Salario

Mais uma das profissões que estará em alta em 2020 é a de Desenvolvedor Mobile. Isso se deve ao crescimento cada vez maior do uso de aplicativos para dispositivos móveis.

O que faz um Desenvolvedor Mobile

O Desenvolvedor Mobile planeja, programa e até mesmo recupera aplicativos para dispositivos móveis. Ele pode atuar em várias áreas, desde apps financeiros, até games.

Perfil da vaga

O Desenvolvedor Mobile precisa ter facilidade em lidar com programação e também com novas tecnologias, uma vez que apps sempre utilizam inovações como sensores, identificação por voz e até IA.

Onde estudar

Para atuar nessa profissão você precisa ser formado em engenharia da computação ou em áreas correlatas. Entre as instituições de ensino que oferecem esse tipo de formação estão:

  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica;
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro;
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Universidade Estadual de Campinas;
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR);
  • Cruzeiro do Sul Educacional.

Salário médio

O salário médio de um Desenvolvedor Mobile pode variar entre R$ 4 mil e R$ 8 mil, mas há registros de salários de mais de 15 mil reais mensais dependendo do tipo de app que ele desenvolve e o tipo de projeto em que ele atua dentro de empresas.

5. Analista de BI (Business Intelligence)

Analista de BI Business Intelligence salario e mercado de trabalho

O Analista de BI (Business Intelligence) é um profissional que também tem ganhado espaço no mercado de trabalho. Isso porque, ele pode ajudar na elaboração de soluções para promover o crescimento de negócios.

O que faz um Analista de BI (Business Intelligence)

Esse profissional é responsável por coletar e analisar os dados de uma empresa, identificar padrões de consumo e com base nisso indicar melhorias no funcionamento dela. Seja na produção, atendimento e até marketing.

Perfil da vaga

Quem deseja atuar como Analista de BI (Business Intelligence) precisa ter muita facilidade em lidar com números e, principalmente, apresentar dados de modo que outras pessoas consigam entender.

Onde estudar

Para atuar nessa profissão geralmente o profissional precisa ter formação em sistemas de informação e outras áreas ligadas a essa. Veja abaixo algumas das melhores faculdades/universidades que oferecem o curso:

  • Universidade Federal de Santa Catarina;
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie;
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul;
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Universidade Anhembi Morumbi (a distância).

Salário médio

Um Analista de BI (Business Intelligence) pode ganhar, em média de 5 mil a R$ 9 mil por mês, podendo chegar a 15 mil em grandes empresas.

6. Engenheiro ambiental e sanitário

Engenheiro Ambiental Salario

Cada vez mais as empresas têm se preocupado em minimizar o impacto de suas atividades no meio-ambiente. Por conta disso, o Engenheiro ambiental e sanitário também é um profissional em alta em 2020.

O que faz um Engenheiro Ambiental e Sanitário

O Engenheiro ambiental e sanitário tem como função administrar e garantir a manutenção de todas as atividades de uma empresa que envolvam o meio-ambiente. Desde o uso de água, por exemplo, até o descarte de lixo.

Perfil da vaga

Esse profissional precisa ter um amplo conhecimento sobre soluções de minimização de dados ambientes. Além disso, precisa se atualizar constantemente em relação a parâmetros ecológicos.

Onde estudar

Confira abaixo algumas das melhores intuições que oferecem formação em engenharia ambiental e sanitária:

  • Universidade Federal de Ouro Preto;
  • Universidade Estadual Paulista;
  • Universidade Federal de Viçosa;
  • Universidade de São Paulo;
  • Universidade Federal Rural da Amazônia;
  • Centro Universitário Serra dos Órgãos;
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Salário médio

O salário de um Engenheiro ambiental e sanitário pode variar entre R$ 7 mil e R$ 10 mil podendo chegar a 14 mil em grandes empresas e grandes projetos.

7. Técnico em telemedicina

Técnico em Telemedicina salario e mercado de trabalho

Com a telemedicina se tornando cada vez mais utilizada em diferentes áreas da saúde, até na pública, o Técnico em telemedicina é um profissional que estará em alta em 2020 e que certamente terá muita demanda por profissionais qualificados. Essa é uma das profissões do futuro que já estão virando tendência.

O que faz um Técnico em Telemedicina

O Técnico em Telemedicina é responsável pelo suporte remoto ou local no uso de equipamentos médicos. Este profissional também pode fornecer treinamento para outros profissionais da área de saúde.

Perfil da vaga

Precisa ter um amplo conhecimento no uso de novos recursos tecnológicos como videoconferências e equipamentos de uso remoto, além de conhecimento básico sobre a área de medicina.

Onde estudar

Não existe uma graduação específica em Técnico em telemedicina. Geralmente o profissional precisa ser formado em um curso das áreas de informática, telecomunicações ou áreas correlatas e se especializar. Veja abaixo algumas instituições para estudar e atuar nessa profissão.

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Cruzeiro do Sul Educacional (presencial) – em São Paulo;
  • FMU (a distância);
  • Universidade Anhembi Morumbi (a distância).

Salário médio

Em média o salário do Técnico em telemedicina varia entre R$ 5 mil e R$ 12 mil, dependendo da sua especialidade de atuação.

8. Programador front-end

Programador Front-End Salario

Outra carreira que estará em alta no próximo ano e que também representa uma boa oportunidade de crescimento profissional é a de programador front-end.

O que faz um programador front-end

O Programador front-end é responsável por projetar e programar todo o conteúdo, design e funcionalidades da chamada Camada Frontal de um site, que é área na qual o usuário geral tem acesso.

Perfil da vaga

O profissional não precisa necessariamente ter uma formação na área. Contudo, é essencial amplo conhecimento sobre linguagens de programação, responsividade e outras inovações relacionadas a experiência de usuário.

Onde estudar

Não existe uma formação específica para Programador front-end, mas existem alguns cursos de especialização para quem já atua com programação. Também é recomendada uma graduação em Ciências da Computação. Confira abaixo algumas das melhores instituições que oferecem essa formação:

  • Alura;
  • Senac;
  • Nextu;
  • Codeacademy;
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Universidade Anhembi Morumbi (a distância);
  • Cruzeiro do Sul Virtual (a distância);
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais.

Salário médio

Um Programador front-end ganha em média de R$ 3 mil a R$ 7 mil, sendo que as melhores empresas chegam a pagar até 15 mil reais mensais dependendo do porte da empresa onde atua ou se trabalha oferecendo serviços terceirizados.

9. Business Partner Sênior (RH)

Business Partner Salario

As empresas estão compreendendo cada vez mais que o setor de Recursos Humanos influencia diretamente no funcionamento do negócio de maneira geral. Por isso, o Business Partner Sênior (RH), tem ganhado espaço dentro do mercado de trabalho.

O que faz um Business Partner Sênior (RH)

O Business Partner Sênior (RH) tem como principal função gerenciar práticas, conversas e criar estratégias que possam otimizar o trabalho do departamento de Recursos Humanos, bem como garantir que as políticas da empresa sejam atendidas.

Perfil da vaga

O profissional dessa área precisa ter habilidades de comunicação excelentes. Também precisa ter capacidade de gerenciar conflitos e ter uma visão estratégica sobre o mercado.

Onde estudar

Quem deseja atuar como Business Partner Sênior (RH) pode ser formar nas áreas de Psicologia ou Administração de empresas. Confira abaixo algumas instituições de ensino que ofertam esses cursos:

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID);
  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL);
  • Universidade de Franca (UNIFRAN);
  • Universidade Estácio de Sá (UNESA).

Salário médio

Em média um Business Partner Sênior (RH) pode ganhar de R$ 6 mil até R$ 9.500, podendo ultrapassar 12 mil mensais dependendo da empresa onde atua.

10. Advogado digital

Advogado Digital Salario

Com o mundo digital apresentando cada vez mais regras e leis, o Advogado digital é uma das profissões que vem conquistando espaço no mercado de trabalho. Principalmente no que diz respeito a defesa de vítimas de cibercrimes.

O que faz um Advogado Digital

O Advogado digital tem como função atuar na defesa ou acusação de pessoas/instituições que de alguma forma se viram ligadas às leis digitais. Entre as causas que ele pode pegar estão:

  • Divulgação de vídeos íntimos sem autorização;
  • Roubo de dados;
  • Disseminação de fake News.

Perfil da vaga

Além da formação na área de direito tradicional, o Advogado digital precisa ter um amplo conhecimento sobre as leis do mundo digital.

Onde estudar

Para atuar como Advogado digital, o profissional precisa ser graduado em Direito e posteriormente fazer uma especialização na área de Direito Eletrônico/Digital. Veja algumas das melhores instituições onde esse tipo de curso é oferecido:

  • FGV Direito SP;
  • CERS;
  • PUCPR.

Salário médio

Em média um Advogado digital pode ganhar entre R$ 6 mil e R$ 25 mil. Tudo vai depender do tipo de causa que ele irá pegar e escritório de atuação.

11.Analista de Trade Marketing

Analista de Trade Marketing Salario

Apesar do comércio eletrônico está crescendo, os pontos de venda físicos ainda registram excelentes resultados, quando bem planejados. E por isso o Analista de Trade Marketing é um dos profissionais em alta no mercado.

O que faz um Analista de Trade Marketing

O Analista de Trade Marketing é responsável por definir o posicionamento da marca nos PDVs por meio de pesquisas e estratégias. O objetivo dele é gerar os melhores resultados para a empresa.

Perfil da vaga

O profissional dessa área está sempre por dentro das tendências promocionais e inovações para pontos de venda. Também precisa ter muito controle sobre budget e saber lidar com a concorrência.

Onde estudar

Para atuar como Analista de Trade Marketing, é necessário formação na área de Administração de Empresas, Publicidade e Propaganda ou áreas correlatas. Confira abaixo algumas das melhores instituições que oferecem os cursos de Administração de Empresas, Publicidade e Propaganda:

  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Escola Superior de Propaganda E Marketing (ESPM);
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP).

Salário médio

O Analista de Trade Marketing ganha em média de R$ 7 mil a R$ 10 mil por mês, podendo chegar a 15 mil em grandes empresas.

12.Advogado Especialista em Recuperação Judicial

Advogado especialista em recuperação judicial salario e mercado de trabalho

Infelizmente com a crise econômica muitas empresas têm se obrigado a fechar as portas. E com isso, a demanda por Advogado Especialista em Recuperação Judicial tem crescido muito nos últimos anos.

O que faz um Advogado Especialista em Recuperação Judicial

O Advogado Especialista em Recuperação Judicial tem como função principal mediar as negociações entre a empresa que vai fechar as portas, os credores e a justiça, garantindo um acordo satisfatório para o cliente.

Perfil da vaga

Quem deseja atuar nessa área precisa de um amplo conhecimento na Lei de Falências e Recuperação de Empresa. Além disso, também precisa ter uma excelente capacidade de negociação.

Onde estudar

Além da formação em direito, o profissional que deseja atuar nessa área também precisa ter uma especialização em Recuperação Judicial ou em Falências e Recuperação de Empresa. Veja algumas das melhores instituições onde esse tipo de curso é oferecido:

  • FGV Online;
  • PUC-SP;
  • Insper.

Salário médio

Em média um Advogado Especialista em Recuperação Judicial ganha entre R$ 5 mil e R$ 12 mil, dependendo do tipo de causa que pegar.

13.Designer Especialista em UI

Designer de UI

A experiência do usuário está sendo cada vez mais valorizada, uma vez que já ficou provado que ela interfere nos resultados do negócio. Por conta disso que o Designer Especialista em UI tem ganhado espaço no mercado.

O que faz um Designer Especialista em UI

O Designer Especialista em UI tem como função pensar em toda a parte de interação entre o cliente e o design físico de um ponto de venda ou virtual de um app, site ou e-commerce. O objetivo é otimizar a experiência do usuário.

Perfil da vaga

Para atuar nessa área o profissional precisa de um amplo conhecimento sobre os comportamentos do consumidor e as alternativas de interação no momento. Também precisa se manter sempre atualizado sobre as novidades do setor.

Onde estudar

Quem deseja ser um Designer Especialista em UI precisa de uma formação na área de Design ou Comunicação. Além disso, também precisa de uma especialização em UI. Veja algumas das melhores instituições onde esse tipo de curso é oferecido:

  • Udemy;
  • PUC Campinas;
  • ESPM;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFSP).

Salário médio

Um Designer Especialista em UI ganha em média por mês entre R$ 2.500 e R$ 6.200, podendo chegar a mais de 10 mil dependendo do tamanho da empresa, área de atuação, nível de experiência do profissional.

14.Analista de Search Engine Optimization (SEO)

Analista de SEO

Todo mundo quer estar na primeira página dos mecanismos de busca como o Google. E é justamente nisso que o Analista de Search Engine Optimization (SEO) irá ajudar.

O que faz um Analista SEO

O Analista de SEO visa otimizar o posicionamento de uma empresa ou pessoa dentro da web, por meio de investimentos em marketing de performance.

Perfil da vaga

Quem deseja atuar nessa profissão precisa ter um amplo conhecimento sobre marketing digital, algoritmos e também das técnicas de Search Engine Optimization (SEO). Também precisa se atualizar constantemente para ficar por dentro das tendências do setor.

Onde estudar

De maneira geral o Analista de SEO deve ter formação na área do Comunicação Social, juntamente com uma especialização na área de marketing digital ou SEO. Confira algumas das melhores instituições onde esse tipo de curso é oferecido:

  • Academia do Marketing;
  • Rock Content;
  • Opet;
  • ESPM;
  • Puc Minas.

Salário médio

Um Analista de Search Engine Optimization (SEO) pode ganhar em média de R$ 2 mil e R$ 8 mil por mês, podendo facilmente ultrapassar os 10 mil mensais dependendo de metas atingidas.

15. Analista de supply chain

Analista de Supply Chain

Toda empresa precisa dar atenção especial a área de operacional e de logística, de forma a otimizar os resultados. Por isso que contar com um um Analista de supply chain é tão importante para os empreendimentos em geral.

O que faz um Analista de supply chain

O Analista de supply chain é responsável por gerenciar toda a parte logística e operacional de um produto ou serviço. Isso engloba desde a chegada da matéria-prima até o transporte final para o cliente.

Perfil da vaga

Para atuar nessa área é necessário um amplo conhecimento em todas as questões operacionais e logísticas. Além disso o profissional precisa se manter atento às inovações que podem otimizar essas questões.

Onde estudar

Quem deseja atuar como Analista de supply chain precisa de formação na área de Logística ou Administração de Empresas. Veja abaixo algumas instituições que oferecem esse tipo de curso:

  • Universidade de Brasília (UNB);
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR);
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS);
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE).

Salário médio

O salário médio de um Analista de supply chain gira em torno de R$ 3 mil a R$ 5.000, podendo ultrapassar os 7 mil reais em alguns setores da economia.

16.Designer de games

Designer de Games

O mercado de jogos eletrônicos se mostra cada vez mais lucrativo e grandioso. Por conta disso, mais uma das profissões e carreiras em alta no mercado de trabalho em 2020 é a de Designer de games.

O que faz um Designer de games

O Designer de games é responsável pode planejar e desenvolver jogos eletrônicos para diferentes plataformas. Desde jogos de computador até consoles.

Perfil da vaga

Quem deseja atuar nessa área precisa ter conhecimento em várias áreas da tecnologia. Além disso, também precisa conhecer inovações do setor de games e demandas do mercado.

Onde estudar

Para atuar como Designer de games, é necessária formação na área de design de games ou jogos digitais (podendo ser bacharelado ou tecnólogo). Veja abaixo algumas instituições que oferecem esse tipo de curso:

  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL);
  • Centro Universitário Senac (SENAC SP);
  • Universidade Estácio de Sá (UNESA);
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC SP);
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR).

Salário médio

Um Designer de games pode ganhar entre R$ 3.800 e R$ 8 mil, podendo chegar a mais de 15 mil. O salário dependerá diretamente do porte da desenvolvedora de games, ou se ele trabalha como terceirizado, pois nesse último caso, o rendimento costuma variar bastante de acordo com cada região..

17.Coordenador de compras

Coordenador de compras Salario

Toda empresa precisa otimizar a compra de insumos de modo a garantir itens de qualidade, mas com custos baixos. E por isso Coordenador de compras é uma das profissões e carreiras em alta no mercado de trabalho em 2020.

O que faz um Coordenador de Compras

O Coordenador de compras é responsável por toda a parte de planejamento e compra de matéria-prima e insumos de uma empresa. É ele que negocia e garante que o empreendimento tenha tudo o que precisa.

Perfil da vaga

Quem deseja atuar nessa área precisa ter um amplo conhecimento em processos de compra bem como negociação. Além disso, precisa saber gerenciar insumos e matérias-primas de diferentes tipos.

Onde estudar

Quem deseja atuar na profissão de Coordenador de compras precisa de formação na área de Administração de empresas. Veja abaixo algumas instituições que oferecem esse tipo de curso:

  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV-EAESP);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Salário médio

O salário médio do Coordenador de compras gira entre R$ 4 mil e R$ 10 mil, sendo que em em grandes empresas pode facilmente ultrapassar os 15 mil mensais dependendo do porte da empresa de atuação do profissional.

18.Analista de Desenvolvimento Humano Organizacional

Analista de Desenvolvimento Humano Organizacional Salario

Garantir que os colaboradores alcancem o melhor desempenho dentro da empresa nem sempre é uma tarefa fácil. E por isso a profissão de Analista de Desenvolvimento Humano Organizacional tem crescido tanto dentro do mercado de trabalho.

O que faz um Analista de Desenvolvimento Humano Organizacional

O Analista de desenvolvimento Humano Organizacional é responsável por gerenciar candidatos e colaboradores, de modo que o quadro de funcionários alcance todo o seu potencial. Para isso, realiza desde pesquisas, até eventos de integração.

Perfil da vaga

Quem deseja atuar nessa profissão precisa ter facilidade para lidar com pessoas e identificar talentos. Precisa também ter uma excelente capacidade de comunicação e de gerenciamento de conflitos.

Onde estudar

Quem deseja atuar como Analista de desenvolvimento Humano Organizacional precisa ser formado na área de Psicologia. Confira abaixo algumas instituições de ensino que oferecem esse tipo de formação:

  • Universidade de Brasília (UNB);
  • Universidade Feevale (FEEVALE);
  • Universidade Positivo (UP);
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA);
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

Salário médio

O salário médio de um Analista de desenvolvimento Humano Organizacional varia entre R$ 3 mil e R$ 5.500, ultrapassando os 8 mil mensais em alguns casos dependendo das funções desempenhadas pelo profissional.

19.Técnico em Mecatrônica

Técnico em Manutenção Mecatrônica CBO 300105 Salario

Muitos maquinários têm se tornado automatizados, e com isso a profissão de Técnico em Mecatrônica ganha cada vez mais espaço, sendo uma das que estará em alta no mercado de trabalho em 2020.

O que faz um Técnico em Mecatrônica

O Técnico em Mecatrônica é responsável pela manutenção e conserto de maquinários automatizados que melhoram a eficiência de processos produtivos de empresa. Também pode atuar na criação desses equipamentos.

Perfil da vaga

Precisa ter amplo conhecimento nas áreas de mecânica, eletrônica e informática. Além disso, também precisa se atualizar constantemente para sempre ficar por dentro das tendências do setor.

Onde estudar

Quem deseja atuar como Técnico em Mecatrônica precisa de formação técnica na área, cuja a duração média é de 2 anos. Confira abaixo algumas instituições de ensino que oferecem esse tipo de formação:

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais;
  • Fiep;
  • Senai;
  • TecPuc;
  • FieMG.

Salário médio

O salário médio do Técnico em Mecatrônica varia entre R$ 2 mil e R$ 5 mil, podendo superar os 7 mil em grandes empresas.

20. Biotecnólogo

Biotecnólogo salario e mercado de trabalho na biotecnologia

O Biotecnólogo também é um dos profissionais que deve estar em alta em 2020 e nos próximos anos, uma vez que pode auxiliar no processo de produção de alimentos, bebidas e até vacinas.

O que faz um Biotecnólogo

O Biotecnólogo desenvolve e aplica diferentes tecnologias para o desenvolvimento de produtos e soluções em diferentes áreas, desde alimentícia até de saúde. Assim, é possível criar alimentos, vacinas e outros produtos mais eficientes e mais seguros.

Perfil da vaga

O Biotecnólogo precisa gostar e ter amplo conhecimento na área de ciências biológicas bem como na de tecnologia e correlatas.

Onde estudar

Quem deseja atuar como Biotecnólogo precisa ter formação na área de Biotecnologia. Veja abaixo algumas instituições que oferecem esse tipo de curso:

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA);
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais;
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) – a distância.

Salário médio

O salário de um Biotecnólogo pode variar entre R$ 3.600 mil e R$ 7 mil, chegando a mais de 10 mil para profissionais sênior dependendo do tipo de empresa e atuação.

Confira também outros levantamentos salariais:

Dicas para quem deseja ingressar em uma nova carreira no futuro

Se você deseja mudar de área no próximo ano, além de saber mais sobre as profissões e carreiras em alta no mercado de trabalho 2020, também é necessário colocar algumas dicas em prática. É por meio delas que será possível ter sucesso no novo segmento de atuação.

Confira abaixo!

Mantenha-se atualizado

A primeira grande dica para quem deseja ingressar em uma nova área em 2020 é se manter atualizado. Praticamente todas as profissões que estarão em alta no próximo ano exigem que o profissional sempre esteja por dentro das tendências.

Já passou o tempo que um cargo exigia que a pessoa fizesse exatamente a mesma coisa por anos. Hoje os métodos e funções evoluem constantemente. E para garantir o seu lugar, você também precisa evoluir no mesmo ritmo.

Converse com profissionais da área que deseja ingressar

Mais uma das dicas para quem deseja ingressar em uma nova área em 2020 é conversar com profissionais do segmento de interesse. É por meio desse tipo de aproximação que é possível conhecer mais a fundo a carreira de interesse.

Muita gente foca apenas no salário, mas é essencial saber mais sobre outras questões, como tipo de jornada para aquela função, tipo de conhecimento necessário, benefícios entre outras informações. Assim, você consegue ter uma visão mais ampla e realizar sobre o segmento que almeja.

Participe de eventos de profissões

É muito comum que jovens que estão pensando em ingressar no mercado de trabalho participem desse tipo de evento. Contudo, essa é uma dica válida também para quem deseja mudar de área.

É nesse tipo de ocasião que você consegue ter mais facilidade para conhecer diferentes áreas de atuação. Mais do que isso, você já consegue ficar por dentro sobre o tipo de formação e/ou especialização necessária para ingressar na profissão que deseja.

Sem contar que esse tipo de evento é ideal para quem deseja criar um bom networking.

Planeje-se

Essa é uma das dicas mais importantes para quem deseja trocar ou ingressar em qualquer área. O planejamento é essencial, pois, é por meio dele que você consegue saber exatamente o que precisa para alcançar a profissão almejada.

No caso de quem vai mudar de segmento, por exemplo, ele irá ajudar você a garantir estabilidade financeira durante o processo de transição. Já para quem vai entrar pela primeira vez no mercado de trabalho, ele é útil para saber que tipos de investimentos são necessários para atuar na profissão.

Conclusão

Essas são algumas das profissões e carreiras em alta no futuro bem próximo. Se você deseja garantir uma carreira de sucesso, com um salário adequado e condições de trabalho excelentes, vale à pena saber mais sobre essas alternativas.

Comente sobre Guia de carreiras e profissões do futuro que estarão em alta no mercado de trabalho já em 2020

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Please enter your name here