Analista Tributário (economista) - Piso Salarial 2024, O Que Faz, Salário Administração e/ou Economia

R$ 4.320,98/mês

Atualizado em

Hoje um Analista Tributário (economista) ganha em média R$ 4.320,98 para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 5.257 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Analista Tributário (economista) pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 4.202,97 e o teto salarial de R$ 8.598,72, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Analista Tributário (economista).

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Salário por cidade

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 31 anos, formação superior em Administração e/ou Economia, do sexo feminino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Atividades de contabilidade de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Analista Tributário (economista) é São Paulo.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Analista Tributário (economista), não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Analista Tributário (economista) CBO 2512-25

O Analista Tributário (economista) realiza análise econômica, com ênfase em macroeconomia, investigando conjunturas e cenários, atuando em organizações do setor público nas esferas federal, estadual e municipal, na administração direta e indireta, como bancos públicos e de desenvolvimento, órgãos de governo, secretarias, autarquias, institutos de pesquisa econômica e organizações similares Analisa tendências setoriais e regionais, de curto, médio e longo prazos, considerando o ambiente político-institucional, analisa funções do Estado - alocativa, distributiva e estabilizadora da economia - para propor instrumentos de política monetária e fiscal, tais como estabilidade de preços, equilíbrio da balança de pagamentos, manutenção do nível de emprego elevado e crescimento econômico Elabora previsões.

Gerencia banco de dados, produzindo e analisando informações Analisa contas nacionais, déficit público, balança comercial e de pagamentos, políticas de juros, de crédito e de câmbio, política macroeconômica e índices de preços Utiliza formulações matemáticas, estatísticas e de modelagem, na análise dos fenômenos socioeconômicos Em instituições públicas de financiamento, elabora projetos de pesquisa, analisando mercados e realizando estudos de viabilidade econômico-financeira.

Delimita problema de pesquisa, objeto, justificativa e fontes de informação Define metodologia, bibliografia, instrumento de coleta de dados, cronograma, e perguntas a serem respondidas Dimensiona equipe de trabalho, recursos físicos e financeiros do projeto, promovendo negociações com parceiros e fornecedores.

Realiza estudos mercadológicos para análise de viabilidade e de impacto econômico-social de projetos a serem financiados, relacionados ao meio ambiente, ao desenvolvimento sustentável e aos recursos naturais Executa e coordena projetos no campo das ciências econômicas, desenvolvendo instrumentos de coleta e indicadores Recruta, seleciona e treina equipes Coleta, processa e critica dados, interpreta resultados e propõe ações e diretrizes.

Participa de elaboração de planos de governo e de planejamento estratégico e de curto e médio prazos de instituições públicas Identifica estrutura de mercado, oportunidades e ameaças oriundas do ambiente e projeções de demanda por serviços públicos Analisa mercado financeiro, de capitais e derivativos e sua regulamentação Analisa e prevê atuação das instituições e faz estimativas de custos, resultados, rentabilidade, viabilidade econômico-financeira e impactos sociais e ambientais Enumera alternativas de ação, planeja investimentos e seleciona fontes de financiamento.

Avalia políticas de impacto coletivo promovidas por organizações governamentais e não governamentais Presta apoio quando da implementação de políticas tributária, orçamentária, fiscal, monetária, cambial e creditícia, bem como de planos, programas e projetos de natureza econômica e de finanças públicas, nas esferas municipal, estadual e federal Acompanha indicadores de mercado e execução de orçamentos públicos, além da avaliação de seus resultados.

Apoia a formulação de políticas comerciais e realiza o apreçamento de produtos e serviços Subsidia formulação de normas, regulamentos e contratos Representa interesses em negociações nacionais e internacionais, analisa vantagens comparativas e possíveis barreiras comerciais e legais.

Fiscaliza o cumprimento de normas Escreve artigos, livros, boletins econômicos e relatórios Ministra palestras e cursos, dialoga com a mídia e apresenta comunicações em eventos.

Presta assessoria e consultoria a instituições para a realização de pesquisas econômico-financeiras Pode realizar estudos e cálculos atuariais nos âmbitos previdenciário e de seguros Exerce a profissão com base na conduta pautada em princípios e valores éticos, prezando pela justiça social, liberdade, humanidade e compromisso com o desenvolvimento profissional e intelectual da pessoa humana e com o progresso da sociedade.

Algumas funções no exercício da profissão

  • executar projetos - pesquisa econômica, de mercados, viabilidade econômica etc;
  • gerir programação econômico-financeira;
  • avaliar políticas de impacto coletivo - governo, ongs, outras organizações;
  • participar do planejamento estratégico e de curto prazo;
  • exercer mediação, perícia e arbitragem;
  • elaborar projetos - pesquisa econômica, de mercados, viabilidade econômica etc;
  • demonstrar competências pessoais;
  • analisar ambiente econômico;
  • comunicar-se;
  • atuar nos mercados internos e externos;
  • negociar projetos;
  • estimar custos privados;
  • planejar investimentos - orçamentos de capital;
  • analisar ambiente político-institucional;
  • estimar resultados;
  • orçar projetos;
  • justificar projeto;
  • ver mais...

Salário de Analista Tributário (economista) CBO 2512-25 - Série histórica

Quanto ganha um Analista Tributário (economista) por região do Brasil

Quanto ganha um Analista Tributário (economista) nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Analista Tributário (economista) na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
São Paulo, SP 43 5.028,47 5.169,66 7.812,54 24,22 1.528
Rio de Janeiro, RJ 42 4.846,64 4.982,72 7.530,04 23,64 209
Curitiba, PR 43 3.874,13 3.982,91 6.019,09 18,45 102
Porto Alegre, RS 44 3.773,57 3.879,52 5.862,85 17,81 78
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a nossa Pesquisa Salarial.

Tabela salarial para Analista Tributário (economista)

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 4.203 50.436 1.051 19,49
Média Salarial 4.321 51.852 1.080 20,04
1º Quartil 2.904 34.853 726 13,47
Salário Mediana 3.800 45.600 950 17,62
3º Quartil 6.558 78.693 1.639 30,41
Teto Salarial 8.599 103.185 2.150 39,87
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Analista Tributário (economista) negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 2512-25 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para Administração e/ou Economia

Analista Tributário (economista) é um cargo que está com muita demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Junho de 2023 e Maio de 2024, tivemos um aumento de 6.4% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Analista Tributário (economista) CBO 2512-25 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Analista Tributário (economista) por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Analista Tributário (economista) na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
43 4.622,02 4.751,80 7.181,06 22,09 2.900
43 3.549,12 3.648,77 5.514,13 16,84 527
42 4.649,47 4.780,02 7.223,70 22,54 278
44 3.717,92 3.822,31 5.776,39 17,54 251
43 3.553,96 3.653,75 5.521,65 16,82 235
43 3.785,90 3.892,20 5.882,01 17,96 216
43 3.023,67 3.108,57 4.697,76 14,42 163
43 3.312,87 3.405,89 5.147,08 15,73 111
44 4.122,92 4.238,68 6.405,62 19,31 88
44 3.416,03 3.511,95 5.307,36 16,00 76
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
6920-6/01 Atividades de contabilidade 3.256,71 3.348,15 5.059,83
8211-3/00 Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 4.429,55 4.553,93 6.882,03
7820-5/00 Locação de mão-de-obra temporária 4.461,30 4.586,57 6.931,36
6462-0/00 Holdings de instituições não-financeiras 5.254,29 5.401,82 8.163,39
7020-4/00 Atividades de consultoria em gestão empresarial 4.331,66 4.453,28 6.729,94
4930-2/02 Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 3.394,40 3.489,71 5.273,75
8219-9/99 Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo 3.703,46 3.807,44 5.753,92
6203-1/00 Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não-customizáveis 4.264,42 4.384,16 6.625,47
4511-1/01 Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos 3.801,06 3.907,79 5.905,57
4639-7/02 Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral 3.359,84 3.454,18 5.220,06
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Analista Tributário (economista) concursado

Profissionais com formação superior em Administração e/ou Economia contratados para exercer o cargo de Analista Tributário (economista) também podem almejar um emprego público através de concurso.

O salário de Analista Tributário (economista) concursado é de R$ 6.750,99 para uma jornada de 40 horas semanais, segundo dados de 9 profissionais contratados por concúrso público para órgãos municipais, estaduais ou federais.

Sem dúvidas seguir uma carreira concursada de Analista Tributário (economista) é uma ótima pedida, já que o salário no setor público é cerca de 36% maior do que a média salarial do setor privado.

Quanto ganham profissionais de Administração e/ou Economia por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 5.257 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Analista Tributário (economista) CBO 2512-25 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
4.047 44 220 4.067,03 18,49
906 40 200 5.452,37 27,26
136 42 210 4.123,92 19,64
51 43 215 3.982,54 18,52
26 41 205 4.424,97 21,59
8 30 150 7.735,88 51,57

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por porte da empresa e nível profissional

Metodologia: Salários de 2.591 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
Micro 4.179,76 4.475,18 4.987,63
Pequenas 4.322,01 4.617,43 5.129,88
Médias 4.614,07 4.909,49 5.421,94
Grandes Empresas 4.845,28 5.140,70 5.653,15
  • *Analista Tributário (economista) Júnior: até 4 anos;
  • *Analista Tributário (economista) Pleno: de 4 a 6 anos;
  • *Analista Tributário (economista) Sênior: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Analista Tributário (economista)

  • Salário Base: R$ 4.320,98
  • Salário-educação (3%): R$ 129,63
  • Sistema S (2%): R$ 86,42
  • INSS Patronal (20%): R$ 864,20
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 43,21
  • FGTS (8%): R$ 345,68
  • Férias 1/12: R$ 360,08
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 864,20
  • Periculosidade (30%): R$ 1.296,29
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 120,03
  • 13º Salário: R$ 360,08
  • FGTS sobre Férias: R$ 28,81
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 9,60
  • FGTS sobre 13º: R$ 28,81
  • Aviso Prévio: R$ 360,08
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 28,81
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 360,08

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Analista Tributário (economista) pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Analista Tributário (economista)