Tecnólogo em Produção Musical - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 2.913,28/mês

Atualizado em

Hoje um Tecnólogo em Produção Musical ganha em média R$ 2.913,28 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 25 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Tecnólogo em Produção Musical pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 2.833,72 e o teto salarial de R$ 6.965,91, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Tecnólogo em Produção Musical.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 21 anos, ensino médio completo, do sexo masculino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Produção musical de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Tecnólogo em Produção Musical é São Paulo , SP.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Tecnólogo em Produção Musical, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Tecnólogo em Produção Musical CBO 2621-30

O Tecnólogo em Produção Musical conceitua, projeta e produz paisagens sonoras, manipulação de som e sequenciamento musical de projetos e roteiros fonográficos e de sonorização para produções em cinema, rádio, televisão, internet, circo, teatro, entre outros eventos, considerando público-alvo e objetivos da produção Atua em projetos de sonorização para cinema, TV ou internet, responsabilizando-se pela inclusão, programação e sincronização de músicas, trilhas (peças orquestrais, instrumentais ou corais), diálogos e efeitos sonoros Coordena transmissões ao vivo de programas, em diferentes mídias e plataformas, zelando pela qualidade do produto e dos processos.

Pesquisa tendências, concebe conceito do projeto fonográfico e verifica exigências legais e normativas da produção, considerando características das plataformas analógicas ou digitais de veiculação Seleciona e reúne documentação para registro do projeto nos órgãos competentes locais, estaduais e nacionais Conduz e realiza pré-produção de projetos fonográficos e de sonorização, empreendendo estudo e decupagem técnica do roteiro, bem como identificação de condições técnicas e materiais para execução do projeto Elabora e gerencia mapa de produção, cronograma de gastos e investimentos em infraestrutura e recursos humanos, plano de execução de etapas e atividades, bem como fluxograma financeiro (administração de estoque, aplicação de recursos, captação de recursos, comunicação financeira, controle do fluxo de caixa, controle patrimonial, demonstração de resultados e faturamento).

Distribui tarefas e monitora o desenvolvimento do projeto, sugerindo e coordenando equipes técnicas e artísticas, em conformidade com especificidades da produção Organiza ensaios e sugere adequações em conceito musical, escolha de repertório, edição, mixagem e processos de operação de estúdio, considerando meios de distribuição, veiculação e público-alvo da produção Contrata equipes técnicas de pré-produção, produção e pós-produção (produção, direção, gravação/captação, edição, mixagem, montagem e finalização), equipes artísticas (músicos, arranjadores, locutores e atores/elenco), bem como equipamentos e espaços para captação/gravação de áudios (como estúdios, casas de espetáculos, teatros etc.

), além de outros serviços necessários ao desenvolvimento da produção (transporte, alimentação, hospedagem, seguros etc) Realiza, contrata e ou supervisiona equipe e serviços de finalização e pós-finalização da produção fonográfica, coordenando atividades de edição, correção de áudio e efeitos, mixagem e montagem em diferentes mídias e para diferentes plataformas, analógicas ou digitais, conforme roteiro estabelecido Analisa qualidade e adequação técnica, artística e mercadológica da produção, conferindo a atribuição de créditos à equipe, elenco, apoiadores, colaboradores e patrocinadores, viabilizando condições de divulgação da obra e distribuição dos produtos.

Elabora e ou executa projetos para captação de recursos públicos e privados, empreendendo ações de captação de recursos, benefícios e apoios para produção, bem como prestando contas relativas ao projeto realizado Organiza e aplica rotinas de trabalho, registrando ocorrências e medidas de contingenciamento, comunicando intercorrências e ou ajustes aos diferentes setores envolvidos nos processos de trabalho, e produzindo relatórios, quando necessário Estabelece redes profissionais em sua área ou áreas correlatas, por meio de cursos, eventos, seminários, congressos, intercâmbios etc, podendo participar de entidades representativas do setor e de discussões sobre políticas para cinema, tv, rádio, teatro, música e internet Atua considerando princípios de ética profissional e normas técnicas e legais que regem o setor, como legislações que regulam direitos autorais, classificação indicativa, direitos humanos, direitos da infância e da adolescência, entre outros, assim como normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental.

.

Algumas funções no exercício da profissão

  • finalizar produção;
  • demonstrar competências pessoais;
  • gerir recursos financeiros do projeto;
  • pré-produzir projetos cênicos, audiovisuais e multimídia;
  • criar propostas de projetos cênicos, audiovisuais e multimídia;
  • implementar projetos de produção de espetáculos cênicos, audiovisuais e multimídia;
  • comunicar-se;
  • masterizar áudio;
  • monitorar desenvolvimento do projeto;
  • captar recursos, benefícios e apoios para a produção;
  • contratar equipamentos;
  • dialogar com equipes técnicas;
  • definir identidade visual do projeto;
  • acompanhar ensaios;
  • ver mais...

Salário de Tecnólogo em Produção Musical CBO 2621-30 - Série histórica

Quanto ganha um Tecnólogo em Produção Musical por região do Brasil

Quanto ganha um Tecnólogo em Produção Musical nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Tecnólogo em Produção Musical na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Tecnólogo em Produção Musical CBO 2621-30 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Tecnólogo em Produção Musical por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Tecnólogo em Produção Musical na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
41 3.108,15 3.195,42 4.829,01 15,72 12
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
9001-9/02 Produção musical 3.825,76 3.933,18 5.943,94
9001-9/02 Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - supermercados 1.337,64 1.375,20 2.078,24
7490-1/04 Atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral 1.945,38 2.000,00 3.022,46
6010-1/00 Atividades de rádio 2.091,28 2.150,00 3.249,14
5611-2/03 Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares 2.600,97 2.674,00 4.041,03
9493-6/00 Atividades de organizações associativas ligadas à cultura e à arte 1.939,54 1.994,00 3.013,39
9491-0/00 Atividades de organizações religiosas 2.951,14 3.034,00 4.585,07
8513-9/00 Ensino fundamental 2.579,57 2.652,00 4.007,78
4789-0/03 Comércio varejista de objetos de arte 2.431,72 2.500,00 3.778,08
8800-6/00 Serviços de assistência social sem alojamento 2.784,81 2.863,00 4.326,65
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Tecnólogo em Produção Musical por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 25 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Tecnólogo em Produção Musical CBO 2621-30 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
13 44 220 2.407,69 10,94
5 40 200 1.503,20 7,52
3 36 180 8.119,00 45,11
1 18 90 2.652,00 29,47
1 30 150 2.150,00 14,33
1 34 170 2.863,00 16,84

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Tecnólogo em Produção Musical

  • Salário Base: R$ 2.913,28
  • Salário-educação (3%): R$ 87,40
  • Sistema S (2%): R$ 58,27
  • INSS Patronal (20%): R$ 582,66
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 29,13
  • FGTS (8%): R$ 233,06
  • Férias 1/12: R$ 242,77
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 582,66
  • Periculosidade (30%): R$ 873,98
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 80,92
  • 13º Salário: R$ 242,77
  • FGTS sobre Férias: R$ 19,42
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 6,47
  • FGTS sobre 13º: R$ 19,42
  • Aviso Prévio: R$ 242,77
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 19,42
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 242,77

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Tecnólogo em Produção Musical pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Tecnólogo em Produção Musical