Graduação em Economia: Conheça o curso para se tornar um economista de sucesso

A graduação em Economia, também conhecida como Ciências Econômicas, é uma opção cada vez mais buscada por brasileiros. Isso porque, essa formação pode abrir portas para diversas áreas, além de oferecer várias oportunidades de crescimento e expansão na carreira.

O economista é um profissional responsável pelas finanças e economia de uma empresa ou instituição. Ele também pode atuar dentro de departamentos econômicos de órgãos públicos.

graduação em economia

Entre as principais funções desse tipo de profissional pode citar:

  • Avaliar a saúde financeira de instituições;
  • Valorização patrimonial;
  • Capacidade de expansão de empresas.

Além disso o economista também tem o conhecimento necessário para fazer adequações orçamentárias necessárias. Por isso, esse tipo de profissional tem uma alta demanda não apenas no setor privado, mas também no setor público.

Continue lendo esse post e confira tudo sobre o curso de Economia, desde a grade curricular até o preço do curso, bem como as expectativas para o mercado de trabalho.

Graduação em Economia e a Grade curricular

A grade curricular do curso de economia é bastante ampla. Na primeira fase da formação o foco é em disciplinas mais gerais, como a História da Economia Geral e Brasileira.

Em seguida o foco vai para as teorias econômicas, bem como a evolução das escolas teóricas da área. Mais para a metade do curso para o final o foco da grade curricular é apresentar matérias mais práticas para o aluno, como economia aplicada.

Assim todos os conhecimentos adquiridos nos primeiros semestres são direcionados.

O nome das disciplinas bem como a ordem varia muito de instituição para a instituição. Além disso, é preciso ter em mente que a dinâmica de aprendizado também varia muito conforme o curso.

Duração do curso

A duração da graduação em Economia é de 4 a 5 anos, dependendo da instituição de ensino. A maior parte do curso é mais teórica.

Isso porque o estudante precisa obter todo o embasamento teórico necessário para exercer a profissão. Além das disciplinas, os alunos também precisam cumprir uma carga de atividades complementares. Elas podem envolver desde estágios supervisionados até palestras.

Além disso, para obter o diploma o estudante da graduação em economia também precisa entregar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ao final da formação. Ele deve ser apresentado para uma banca avaliadora.

Preço médio das faculdades

A graduação em Economia pode ser realizada a distância (EAD). Inclusive, essa é uma alternativa para estudantes que procuram mensalidades mais acessivas.

graduação em economia

Contudo, é importante que antes de escolher uma instituição de ensino superior a distância, você verifique se o curso é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Confira abaixo a média de mensalidades em algumas faculdades/universidades a distância e presenciais.

  • Unicesumar (a Distância): preço médio das mensalidades R$ 246,29;
  • Unisa (a Distância): mensalidades a partir de R$ 158,00 (dependendo do polo de referência);
  • Laureate (a distância): preço médio das mensalidades R$ 531,67 (sem bolsas ou descontos aplicados pela instituição;
  • PUC-PR (presencial): preço médio da primeira mensalidade R$ 1.271,99. Demais valores dependem da parcela fixa mais créditos de disciplinas;
  • Universidade Anhembi Morumbi (presencial, campus Mocca, período noturno): preço médio das mensalidades R$ 1.124,00;
  • UniChapecó (presencial, campus Chapecó, período noturno): preço médio das mensalidades R$ 709,14.

Como você pôde ver a variação de preço de mensalidades de cursos de Economia é bem grande. Por isso, é preciso levar em conta outros fatores além do preço.

Coisas como grade curricular, quadro de docentes e projetos de extensão também precisam ser levadas em conta.

No caso dos cursos a distância, é primordial que você verifique que tipo de suporte é oferecido pela instituição. Além disso, também verifique se o espaço das videoaulas e os materiais complementares fornecidos.

Áreas de atuação no mercado de trabalho

A área de atuação no mercado para quem deseja obter a graduação em Economia é bastante ampla. Isso porque qualquer empreendimento, independentemente do porte ou segmento precisa de um profissional do gênero para dar suporte.

Além de atuar na área privada, o economista também te a possibilidade de trabalhar no terceiro setor e no setor público.

Entre as principais funções que podem ser exercida por um formado em economia estão: assessoria de planos de negócio, pesquisa, planejamento estratégico para empresas ou órgãos públicos, análise econômica e docência.

A pesquisa é uma excelente área para quem deseja se formar em Economia. Nela, você vai estudar diversos tipos de fenômenos relacionados à produção e ao consumo de bens e serviços.

O economista que ingressa na área de pesquisa também poderá desenvolver estudos que visam melhorar o direcionamento de verbas públicas, ou até mesmo que analisam o comportamento de ações no mercado e dos próprios consumidores.

Uma possibilidade que tem se tornado cada vez comum entre profissionais do segmento é a prestação de serviços. Ao invés de estar vinculado apenas a uma empresa, o profissional passa a trabalhar prestando serviços para diferentes empreendimentos,

Com isso os ganhos podem ser bem maiores. Confira a média salarial de um Economista de acordo com o porte da empresa e nível profissional:

Fonte: Salario.com.br / CAGED – Confira os dados salariais completos.

Porte da EmpresaTraineeJúniorPlenoSêniorMaster
MEI e Micro empresa
(Até 4 funcionários)
3.358,005.887,9012.550,332.764,0014.187,25
Micro empresa
(5 a 9 funcionários)
4.209,784.826,386.028,677.949,006.558,00
Micro empresa
(10 a 19 funcionários)
3.322,443.539,113.568,009.187,001.848,00
Pequena empresa
(20 a 49 funcionários)
4.307,357.389,328.753,433.927,0010.204,63
Pequena empresa
(50 a 99 funcionários)
4.089,824.352,773.179,009.914,009.670,00
Média empresa
(100 a 249 funcionários)
5.499,925.563,695.761,2915.019,71
Média empresa
(250 a 499 funcionários)
5.153,124.787,084.935,306.618,1810.309,84
Grande empresa
(500 a 999 funcionários)
5.274,686.806,0011.416,254.940,0011.539,00
Grande empresa
(1000 ou mais funcionários)
7.803,336.830,005.740,0011.114,5020.974,06

Confira alguns cargos para quem tem graduação em Economia

Você pode ver todos os aspectos gerais do salário e mercado de trabalho de cada um dos cargos na lista.

Expectativa de Carreira

As expectativas para a carreira de economista são as melhores. Principalmente para quem se especializar nas tendências que estão em alta.

Uma coisa que os estudantes que visam essa graduação precisam ter em mente é que a atualização constante é fundamental para uma boa carreira. Isso porque um economista precisa sempre estar antenado no que há de novo no mercado.

Além disso, dependendo da área de atuação, outros conhecimentos além da graduação podem ser exigidos. No caso do setor público, por exemplo, uma especialização em gestão pública pode fazer toda a diferença.

Caso o profissional queira atuar prestando serviços, ele também precisará ter um amplo conhecimento em diversos segmentos. Isso sem contar em toda a questão de administração financeira para tocar o seu próprio negócio.

De modo geral as regiões centrais do Brasil são as que oferecem mais oportunidades para esse tipo de profissional. Contudo, elas também são as com maiores demandas.

Regiões como o Norte e Nordeste podem ser boas alternativas para quem deseja focar nas áreas de indústria e tecnologia. Isso porque, por conta do incentivo fiscal, várias empresas têm se instalado nessas localidades.

Conclusão

A graduação em Economia pode ser uma excelente alternativa para alunos que desejam ter uma profissão com alta demanda no mercado. Contudo, é preciso ter em mente que essa formação é apenas o primeiro passo. Se você realmente quiser garantir o seu lugar no mercado de trabalho, terá que se especializar.

Comente sobre Graduação em Economia: Conheça o curso para se tornar um economista de sucesso

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Please enter your name here