Analista de Planejamento e Orçamento - Apo - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 4.481,42/mês

Atualizado em

Hoje um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo ganha em média R$ 4.481,42 para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 4.912 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Analista de Planejamento e Orçamento - Apo pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 4.359,03 e o teto salarial de R$ 9.507,47, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Salário por cidade

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 27 anos, ensino superior completo, do sexo masculino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Serviços de engenharia de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Analista de Planejamento e Orçamento - Apo é São Paulo.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Analista de Planejamento e Orçamento - Apo, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo CBO 1115-10

O Analista de Planejamento e Orçamento - Apo conduz ou orienta pesquisas socioeconômicas e estudos técnicos, analisando cenários e diagnosticando problemas relacionados à realidade nacional e às políticas públicas Analisa e interpreta a legislação econômico-fiscal e orçamentária, de pessoal e encargos sociais, com vistas à adequação da política orçamentária ao desenvolvimento econômico Coordena o planejamento governamental, projetando cenários, organizando ou subsidiando a definição de objetivos estratégicos de governo e setoriais.

Verifica consistência dos objetivos setoriais com os objetivos estratégicos Identifica prioridades e analisa opções de solução para a tomada de decisão, propondo alternativas estratégicas, linhas de ação e regramentos jurídicos Modela planos governamentais Coordena a definição de metas, programas e ações.

Desenvolve sistema de indicadores Consolida o plano plurianual e realiza o desdobramento do planejamento Projeta o cenário fiscal e os parâmetros macroeconômicos, para elaboração do orçamento.

Analisa o comportamento das despesas, projeta receitas, projeta despesas obrigatórias e estabelece valores para as despesas discricionárias (não obrigatórias) Estabelece os limites orçamentários Executa, coordena e supervisiona atividades referentes ao detalhamento da programação orçamentária, consolidando o orçamento Subsidia a elaboração das diretrizes orçamentárias e da política fiscal.

Faz o acompanhamento e a revisão de diretrizes de política fiscal e outros instrumentos legais de planejamento e orçamento, tais como o Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) Elabora proposta de veto, quando necessário, após votação das matérias relacionadas ao planejamento e ao orçamento no legislativo Promove o desenvolvimento - de uma perspectiva sistêmica - da gestão governamental, buscando a integração das funções de planejamento e orçamento com as de coordenação de governo Utiliza instrumentos compatíveis com a gestão estratégica das organizações públicas e com as funções de coordenação e controle e avaliação de resultados Seleciona e desenvolve ferramentas de gestão.

Realiza a administração do orçamento, monitorando implementação do plano plurianual e a execução orçamentária, revisando parâmetros, receitas, despesas e cenário fiscal Verifica a sustentabilidade da despesa Prepara Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias (RARDP) para os poderes legislativo e judiciário.

Propõe a distribuição de recursos Monitora, avalia e revisa plano plurianual, programas e ações, e processo orçamentário Propõe alterações orçamentárias.

Gerencia equipes de trabalho e atividades Orienta e supervisiona auxiliares Atua com diferentes níveis de organizações governamentais, da sociedade civil e do setor privado, a fim de monitorar e intensificar o impacto das ações de governo.

Acompanha discussão e tramitação do orçamento e do plano plurianual no legislativo e realiza sua análise após aprovação Elabora proposta de veto, quando necessário Assessora autoridades no processo de tomada de decisões, elaborando pareceres, notas técnicas e informativas Orienta autoridades para participação em eventos, reuniões e colegiados Pode representar autoridades em eventos, reuniões e colegiados.

Mantém-se atualizado em sua área de atuação, levantando inovações tecnológicas, avaliando novas técnicas de gestão orçamentária e realizando interlocução com especialistas de diferentes áreas na busca de solução de problemas complexos Pode fazer uso de plataformas digitais e sistemas integrados na administração pública federal Atua no processo de modernização e informatização de sistemas para elaboração e gestão do planejamento e do orçamento Valoriza práticas democráticas, em suas atividades Participa na promoção do desenvolvimento sustentável, com transparência, responsabilidade fiscal e social, e ações de proteção ao meio ambiente.

Algumas funções no exercício da profissão

  • gerenciar a implementação de políticas;
  • assessorar autoridades;
  • administrar orçamento;
  • coordenar planejamento governamental;
  • elaborar orçamento;
  • demonstrar competências pessoais;
  • formular políticas públicas;
  • avaliar políticas públicas;
  • propor regramentos jurídicos;
  • verificar consistência dos objetivos setoriais com os objetivos estratégicos;
  • gerenciar equipes e atividades;
  • promover a realização de parcerias e acordos;
  • avaliar programas e ações;
  • consolidar orçamento;
  • demonstrar liderança;
  • revisar plano plurianual;
  • trabalhar sob pressão;
  • ver mais...

Salário de Analista de Planejamento e Orçamento - Apo CBO 1115-10 - Série histórica

Quanto ganha um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo por região do Brasil

Quanto ganha um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Analista de Planejamento e Orçamento - Apo na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
São Paulo, SP 43 4.736,65 4.869,64 7.359,15 22,68 1.157
Belo Horizonte, MG 43 4.522,13 4.649,11 7.025,87 21,49 407
Rio de Janeiro, RJ 42 6.109,68 6.281,23 9.492,38 29,90 238
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a nossa Pesquisa Salarial.

Tabela salarial para Analista de Planejamento e Orçamento - Apo

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 4.359 52.308 1.090 20,24
Média Salarial 4.481 53.777 1.120 20,81
1º Quartil 2.691 32.288 673 12,50
Salário Mediana 3.838 46.050 959 17,82
3º Quartil 7.251 87.010 1.813 33,67
Teto Salarial 9.507 114.090 2.377 44,15
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Analista de Planejamento e Orçamento - Apo negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 1115-10 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para o cargo

Analista de Planejamento e Orçamento - Apo é um cargo que está com altíssima demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Maio de 2023 e Abril de 2024, tivemos um aumento de 22.8% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Analista de Planejamento e Orçamento - Apo CBO 1115-10 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Analista de Planejamento e Orçamento - Apo na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
43 4.401,38 4.524,96 6.838,25 21,01 2.236
43 4.317,37 4.438,59 6.707,73 20,47 734
42 5.666,47 5.825,57 8.803,77 27,86 375
44 3.852,66 3.960,83 5.985,73 18,19 263
43 3.725,99 3.830,61 5.788,93 17,70 146
43 3.721,67 3.826,17 5.782,22 17,66 123
43 3.757,21 3.862,70 5.837,44 17,94 115
43 4.473,65 4.599,26 6.950,54 21,39 110
43 3.818,87 3.926,10 5.933,24 18,07 100
43 4.318,56 4.439,82 6.709,59 20,78 80
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
7112-0/00 Serviços de engenharia 4.795,23 4.929,87 7.450,16
4120-4/00 Construção de edifícios 4.429,23 4.553,59 6.881,52
7820-5/00 Locação de mão-de-obra temporária 4.644,46 4.774,87 7.215,92
7020-4/00 Atividades de consultoria em gestão empresarial 3.629,95 3.731,87 5.639,71
4930-2/02 Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 3.810,39 3.917,38 5.920,06
8211-3/00 Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 4.715,66 4.848,07 7.326,54
8220-2/00 Atividades de teleatendimento 2.976,78 3.060,36 4.624,90
4399-1/01 Administração de obras 5.786,95 5.949,44 8.990,97
6204-0/00 Consultoria em tecnologia da informação 5.497,67 5.652,03 8.541,51
4292-8/02 Obras de montagem industrial 3.560,92 3.660,90 5.532,46
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo concursado

Profissionais com ensino superior completo contratados para exercer o cargo de Analista de Planejamento e Orçamento - Apo também podem almejar um emprego público através de concurso.

O salário de Analista de Planejamento e Orçamento - Apo concursado é de R$ 9.473,67 para uma jornada de 38 horas semanais, segundo dados de 16 profissionais contratados por concúrso público para órgãos municipais, estaduais ou federais.

Sem dúvidas seguir uma carreira concursada de Analista de Planejamento e Orçamento - Apo é uma ótima pedida, já que o salário no setor público é cerca de 53% maior do que a média salarial do setor privado.

Quanto ganha um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 4.912 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Analista de Planejamento e Orçamento - Apo CBO 1115-10 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
3.760 44 220 4.249,80 19,32
886 40 200 5.499,84 27,50
53 42 210 5.606,06 26,70
37 36 180 2.266,30 12,59
21 43 215 3.987,57 18,55
12 30 150 3.066,58 20,44

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Metodologia: Salários de 2.207 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
Micro 4.450,43 4.756,82 5.288,30
Pequenas 4.426,25 4.732,64 5.264,12
Médias 4.716,92 5.023,31 5.554,79
Grandes Empresas 4.918,61 5.225,00 5.756,48
  • *Analista de Planejamento e Orçamento - Apo Júnior: até 4 anos;
  • *Analista de Planejamento e Orçamento - Apo Pleno: de 4 a 6 anos;
  • *Analista de Planejamento e Orçamento - Apo Sênior: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Analista de Planejamento e Orçamento - Apo

  • Salário Base: R$ 4.481,42
  • Salário-educação (3%): R$ 134,44
  • Sistema S (2%): R$ 89,63
  • INSS Patronal (20%): R$ 896,28
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 44,81
  • FGTS (8%): R$ 358,51
  • Férias 1/12: R$ 373,45
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 896,28
  • Periculosidade (30%): R$ 1.344,43
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 124,48
  • 13º Salário: R$ 373,45
  • FGTS sobre Férias: R$ 29,88
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 9,96
  • FGTS sobre 13º: R$ 29,88
  • Aviso Prévio: R$ 373,45
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 29,88
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 373,45

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Analista de Planejamento e Orçamento - Apo pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Analista de Planejamento e Orçamento – Apo