Salário líquido – Veja como calcular seu salário e os descontos

O salário líquido é o valor do salário já descontado todos os impostos e porcentagens de benefícios. Em geral os maiores descontos são para o imposto de renda retido na fonte e o INSS.

Ao começar um novo emprego, é natural que as pessoas fiquem ansiosas, recebam propostas salarias ou até mesmo um aumento e não se atentem aos valores líquidos a serem recebidos. Mas é também muito importante saber calcular os descontos.

Neste caso, o primeiro salário dentro de uma empresa, ou após um aumento, muitas vezes pode se tornar algo decepcionante, devido ao fato de que dentro dos ganhos combinados estão entre os rendimentos brutos, não se levando em consideração os descontos.

Saiba como calcular os descontos do salário e tenha uma previsão de quanto irá receber de salário líquido.

Aprenda como calcular o valor do salário líquido

A concepção de salário no Brasil

A concepção de salário no Brasil está embasada no valor pago pelo trabalho, sendo que, os empregados que prestam seu serviço possuem o devido registro em suas Carteiras de Trabalho.

O salário é regido pela Consolidação da Leis Trabalhistas – CLT, e por Lei maior, não pode haver diminuição do mesmo.

Entretanto, todos os trabalhadores pagam impostos e recolhem taxas a fim de suprir as necessidades da sociedade como um todo, e também com o intuito de possuir benefícios adquiridos de diversas maneiras, sejam em uma situação de aposentadoria, doença, ou até mesmo em caso de gravidez.

Todos estes benefícios são concedidos aos trabalhadores contribuintes da Previdência Social, vale ressaltar de que no Brasil é regido pelo trinômio da Seguridade Social, dividida por três pilares que visam atender a sociedade, dois deles não são pagos, neste caso: Saúde e Assistência Social, e o terceiro pilar é o da Previdência Social, e só usufrui seus benefícios a quem a ela contribuir.

Portanto, ao receber o pagamento, devidamente registrado em Carteira de Trabalho, o trabalhador passa a contribuir para o INSS para que possa então ter direito a todos dos benefícios acima elencados.

Outro desconto que também encontramos, é o do Imposto de Renda ou IRRF, havendo um teto mínimo salarial para que imposto seja descontado.

Por isso, aprender a calcular os descontos de seu salário é fundamental.

Aprenda a calcular os descontos do seu salário

Ao receber o salário, o trabalhador recebe em mãos também o holerite, que visa demonstrar o que está sendo pago e o que está sendo descontado de seu salário.

Existem outros descontos que podem haver no resultado final, tais como convênios e alimentação.

Ao receber o holerite pode-se perceber que existem duas especificações, as de salário bruto, que inclui:

  • O salário combinado no contrato de trabalho;
  • Gratificações legais como adicional noturno, insalubridade e periculosidade;
  • Horas extras
  • Comissões pagas;
  • Auxilio Alimentação.

No que diz respeito aos descontos pertinentes ao INSS, este possuem taxas de acordo com o teto recebido pelo trabalhador, que estão vigentes no ano de 2018 abaixo discriminadas:

Veja as porcentagens

  • Em salários até R$ 1693,72, o desconto do INSS será de 8%;
  • Em salários a partir de R$ 1693, 72 a R$ 2882,91 o desconto do INSS será de 9%;
  • Em salários a partir de R$ 2882,91 a R$ 5645, 80 o desconto será de 11%;
  • Acima de R$ 5654,80 o desconto será de R$ 621,04.

Suponhamos neste caso, que uma pessoa receba um salário bruto de R$ 1500,00, neste caso, a conta é simples, haverá um desconto de 8% do salário bruto que resultará na seguinte conta:

R$ 1500,00 – 8% = 1380,00.

Contudo já o cálculo do Imposto de renda é diferente, todo ano existe um limite de salário cujo qual a pessoa está isenta do Imposto de Renda que é de R$ 1903,98.

No entanto, valores acima disso podem ter alguns descontos, isso é chamado de imposto retido na fonte, que é um procedimento pelo qual o empregador retém uma determinada quantidade de dinheiro.

Existe um cálculo para isso, neste caso é:

Salário Bruto – Contribuição para o INSS-  pensão alimentícia- número de dependentes x 189,50

A partir deste cálculo o trabalhador paga imposto da faixa onde se localiza que varia entre 7,5 % e 27,5%.

Para exemplificar, teremos o seguinte caso:

Suponhamos que um trabalhador ganhe um salário bruto de R$ 2000,00. Ou seja, ele já não é mais isento do Imposto de Renda. Neste caso fictício este trabalhador tenha dois filhos e uma esposa que também é sua dependente, vamos às contas

  • Salário Bruto: R$ 2000,00;
  • Desconto INSS: R$ 2000, 00 – 9 % = R$1820,00;
  • Número de Dependentes: 3 X 189,00 = 567,00;
  • R$ 1820,00 – R$ 567,00 = R$ 1253,00 para a base do cálculo.

Dedução de Impostos

Assim, para saber qual é dedução do Imposto de Renda devemos analisar as regras vigentes do ano de 2018.

Veja o que a lei determina:

  1. Estão isentos do pagamento do Imposto de Renda aqueles que recebem até R$ 1903,98;
  2. De R$ 2826, 65, a R$ 3751,05, alíquota de 15% , dedução de R$ 354,80;
  3. De R$ 1903, 98 a R$ 2826, 65, alíquota de 7,5%, dedução de R$ 142,80;
  4. De R$ 3751,05 a R$ 4664,68 alíquota de 22,5%, dedução de R$ 636,13;
  5. Acima de R$ 4664,68, alíquota de 27 %, dedução de 869,36.

Contudo cabe ressaltar que podem haver mais descontos na folha salarial do trabalhador. Caso a empresa possua outros tipos de convênios.

Comente sobre Salário líquido – Veja como calcular seu salário e os descontos

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

1 comentário em Salário líquido – Veja como calcular seu salário e os descontos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Please enter your name here