Tecnólogo em Sistemas Biomédicos - Piso Salarial 2024, O Que Faz, Salário Sistemas Biomédicos

R$ 4.698,07/mês

Atualizado em

Hoje um Tecnólogo em Sistemas Biomédicos ganha em média R$ 4.698,07 para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 153 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Tecnólogo em Sistemas Biomédicos pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 4.569,76 e o teto salarial de R$ 9.663,25, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Tecnólogo em Sistemas Biomédicos.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 26 anos, formação superior em Sistemas Biomédicos, do sexo feminino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Atividades de atendimento hospitalar de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Tecnólogo em Sistemas Biomédicos é São Paulo , SP.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Tecnólogo em Sistemas Biomédicos, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Tecnólogo em Sistemas Biomédicos CBO 1427-10

O Tecnólogo em Sistemas Biomédicos elabora planejamento da área de manutenção de sistemas biomédicos, que incluem equipamentos médico-assistenciais e elementos de sua infraestrutura, bem como instalações Verifica inventário de equipamentos e analisa relatórios de inspeção de máquinas, equipamentos e instalações, para mapear problemas potenciais de manutenção Colabora na definição da política de manutenção.

Elabora plano de manutenção, selecionando estratégias e técnicas Define força de trabalho, recursos financeiros, metas e indicadores de desempenho Supervisiona elaboração de orçamentos para manutenção Avalia obsolescência de equipamentos.

Planeja o descomissionamento de equipamentos e o comissionamento de novos Elabora planos de incorporação de equipamentos Pesquisa inovações tecnológicas, analisando novos produtos na área de sistemas biomédicos.

Identifica melhores ofertas, verificando relações entre custo e benefício de aquisição, de locação, de comodato ou de outra forma de incorporação Elabora pareceres para introdução de inovações na área de manutenção Prepara especificações técnicas dos equipamentos Avalia e solicita adequação de infraestrutura para instalação de sistemas biomédicos.

Supervisiona instalação de equipamentos Confere especificação técnica e funcionamento dos equipamentos Treina e capacita profissionais da saúde na operação de equipamentos Assessora equipes técnicas na incorporação de novas tecnologias, tais como recursos de automação nos equipamentos e sistemas biomédicos de diagnóstico, tecnologias digitais, guiamento por imagens para terapias menos invasivas, e medicina de precisão Orienta o uso de equipamentos capazes de alimentar sistemas com grandes quantidades de dados (“big data”) gerados em saúde e supervisiona a aplicação de inteligência artificial para aproveitar o vasto universo de dados, produzindo novas abordagens, inclusive no melhoramento de processos de manutenção de sistemas biomédicos.

Elabora instruções de manutenção e procedimentos técnicos e normativos relacionados à assistência técnica e à garantia da usabilidade dos equipamentos Implanta, mantém e avalia rotinas de garantia da funcionalidade de equipamentos, com qualidade e redução de riscos Gerencia, coordena e supervisiona procedimentos de manutenções preditivas, preventivas e corretivas de sistemas biomédicos.

Assegura cumprimento do plano de manutenção e de orçamento Avalia resultados Integra equipes de projetos e de pesquisas aplicadas na área de tecnologia de sistemas biomédicos.

Interpreta necessidades do cliente interno ou externo, descreve escopos e define recursos para as atividades Acompanha desenvolvimento de projetos Gerencia serviços contratados.

Desenvolve e qualifica fornecedores Realiza a gestão de recursos materiais e financeiros, requisitando compras, otimizando uso de recursos financeiros e minimizando perdas Avalia orçamentos Gerencia estoques de manutenção de sistemas biomédicos Supervisiona equipes de trabalho.

Seleciona pessoas para contratação Elabora programa de capacitação da equipe Orienta equipe para o alcance de resultados Avalia desempenho da equipe Incentiva o surgimento de novas ideias Estabelece normas para cumprimento das políticas de segurança, saúde, meio ambiente e qualidade Adapta máquinas, equipamentos e instalações às normas Realiza ações para segurança e eficácia dos equipamentos biomédicos Presta informações sobre eventos adversos com sistemas biomédicos à tecnovigilância da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para adoção de medidas que garantam a proteção e a promoção da saúde da população Participa do gerenciamento de riscos da empresa ou instituição Gerencia documentação técnica dos equipamentos Pode realizar vistorias, perícias, avaliações e emitir laudo e parecer técnico na área de tecnologia de sistemas biomédicos Redige relatórios.

Algumas funções no exercício da profissão

  • coordenar atividades de planejamento e programação da manutenção;
  • gerir recursos;
  • coordenar projetos;
  • administrar equipes;
  • implementar atividades de manutenção;
  • assessorar aquisição de novas tecnologias;
  • aprimorar condições de segurança, saúde, meio ambiente e qualidade;
  • demonstrar competências pessoais;
  • capacitar equipe;
  • otimizar uso de recursos financeiros;
  • escolher técnicas de manutenção;
  • descrever escopo do projeto;
  • promover rotação de postos de trabalho;
  • tomar decisões;
  • examinar projetos;
  • realizar ações para segurança e eficácia dos equipamentos;
  • participar na definição de novos projetos;
  • delegar atividades;
  • ver mais...

Salário de Tecnólogo em Sistemas Biomédicos CBO 1427-10 - Série histórica

Quanto ganha um Tecnólogo em Sistemas Biomédicos por região do Brasil

Quanto ganha um Tecnólogo em Sistemas Biomédicos nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Tecnólogo em Sistemas Biomédicos na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
39 5.305,43 5.454,39 8.242,84 27,86 62
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

Tabela salarial para Tecnólogo em Sistemas Biomédicos

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 4.570 54.837 1.142 22,49
Média Salarial 4.698 56.377 1.175 23,12
1º Quartil 2.927 35.125 732 14,41
Salário Mediana 4.589 55.068 1.147 22,59
3º Quartil 7.370 88.435 1.842 36,27
Teto Salarial 9.663 115.959 2.416 47,56
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Tecnólogo em Sistemas Biomédicos negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 1427-10 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para Sistemas Biomédicos

Tecnólogo em Sistemas Biomédicos é um cargo que está com altíssima demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Junho de 2023 e Maio de 2024, tivemos um aumento de 50% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Tecnólogo em Sistemas Biomédicos CBO 1427-10 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Tecnólogo em Sistemas Biomédicos por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Tecnólogo em Sistemas Biomédicos na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
40 5.143,23 5.287,64 7.990,84 26,50 89
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
8610-1/01 Atividades de atendimento hospitalar 5.369,74 5.520,51 8.342,76
4645-1/01 Comércio atacadista de instrumentos e materiais para uso médico, cirúrgico, hospitalar e de laboratórios 4.102,96 4.218,17 6.374,62
8640-2/02 Laboratórios clínicos 3.220,31 3.310,73 5.003,27
8610-1/02 Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências 4.781,13 4.915,38 7.428,26
9602-5/02 Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza 2.552,34 2.624,00 3.965,47
8690-9/99 Outras atividades de atenção à saúde humana 4.132,29 4.248,32 6.420,18
8630-5/03 Atividade médica ambulatorial restrita a consultas 5.471,57 5.625,20 8.500,97
8630-5/04 Atividade odontológica com recursos para realização de procedimentos cirúrgicos 1.327,72 1.365,00 2.062,83
7112-0/00 Serviços de engenharia 5.435,06 5.587,66 8.444,24
8660-7/00 Atividades de apoio à gestão de saúde 3.367,45 3.462,00 5.231,88
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganham profissionais de Sistemas Biomédicos por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 153 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Tecnólogo em Sistemas Biomédicos CBO 1427-10 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
66 44 220 4.095,73 18,62
38 36 180 4.714,61 26,19
31 40 200 5.686,45 28,43
2 42 210 10.001,00 47,62
1 30 150 2.646,00 17,64
1 43 215 2.700,00 12,56

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por porte da empresa e nível profissional

Metodologia: Salários de 75 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
Micro 4.605,08 4.926,28 5.483,45
Pequenas 4.337,06 4.658,26 5.215,43
Médias 5.277,47 5.598,67 6.155,84
Grandes Empresas 5.170,53 5.491,74 6.048,91
  • *Tecnólogo em Sistemas Biomédicos Júnior: até 4 anos;
  • *Tecnólogo em Sistemas Biomédicos Pleno: de 4 a 6 anos;
  • *Tecnólogo em Sistemas Biomédicos Sênior: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Tecnólogo em Sistemas Biomédicos

  • Salário Base: R$ 4.698,07
  • Salário-educação (3%): R$ 140,94
  • Sistema S (2%): R$ 93,96
  • INSS Patronal (20%): R$ 939,61
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 46,98
  • FGTS (8%): R$ 375,85
  • Férias 1/12: R$ 391,51
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 939,61
  • Periculosidade (30%): R$ 1.409,42
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 130,50
  • 13º Salário: R$ 391,51
  • FGTS sobre Férias: R$ 31,32
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 10,44
  • FGTS sobre 13º: R$ 31,32
  • Aviso Prévio: R$ 391,51
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 31,32
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 391,51

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Tecnólogo em Sistemas Biomédicos pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Tecnólogo em Sistemas Biomédicos