CBO 1426-05 - Gerentes de pesquisa e desenvolvimento - Salário, o que faz, descrição do cargo

CBO 1426-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de gerentes de pesquisa e desenvolvimento que pertence ao grupo dos gerentes de Áreas de apoio, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Gerentes de pesquisa e desenvolvimento CBO 1426-05 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 1426-05

  • Membros superiores do poder público, dirigentes de organizações de interesse público e de empresas, gerentes.
    • Gerentes.
      • Gerentes de Áreas de apoio.
        • Gerentes de pesquisa e desenvolvimento.

Descrição dos cargos da categoria Gerentes de pesquisa e desenvolvimento

Os Gerentes de pesquisa e desenvolvimento CBO 1426-05 responsabilizam-se por prover soluções tecnológicas para produtos, processos e serviços e promover a transferência dos mesmos para o setor produtivo. Participam das decisões da diretoria de pesquisa e desenvolvimento e operacionalizam-nas, desenvolvem novos produtos/ otimizam o desempenho da área de pesquisa e desenvolvimento, disseminam resultados e atividades, captam recursos e monitoram a proteção da propriedade intelectual da instituição.

Condições de trabalho

Gerentes de pesquisa e desenvolvimento o trabalho é exercido em instituições de pesquisa pública e em departamentos de pesquisa e desenvolvimento (p&d) de empresas privadas que se ocupam, fundamentalmente, do desenvolvimento de produtos, processos e serviços tecnológicos. O trabalho é exercido com equipe de um departamento ou área de pesquisa e/ou no gerenciamento de projetos interdepartamentais.

Exigências do mercado de trabalho

Estas ocupações são exercidas por pessoas com formação universitária, geralmente pós-graduadas, com no mínimo cinco anos de exercício profissional na área de pesquisa.

Funções dos Gerentes de pesquisa e desenvolvimento CBO 1426-05

Gerentes de pesquisa e desenvolvimento devem:

  • proteger propriedade intelectual da instituição;
  • promover a transferência de soluções tecnológicas para o setor produtivo;
  • captar recursos para p&d;
  • prover soluções tecnológicas para produtos, processos e serviços;
  • implementar decisões de p&d;
  • otimizar desempenho da Área de p&d;
  • demonstrar competências pessoais;
  • gerenciar recursos de p&d;
  • disseminar resultados e atividades;
  • validar novas tecnologias, novos produtos e serviços;
  • Atividades dos cargos CBO 1426-05

    Entre as principais atribuições dos Gerentes de pesquisa e desenvolvimento CBO 1426-05 estão as de:

    • elaborar propostas de projetos de pesquisa;
    • prestar consultoria técnica para produção em escala industrial;
    • comprovar eficiência de novos processos produtivos;
    • acompanhar elaboração de pedidos de proteção a propriedade intelectual;
    • aprovar emissão de laudos técnicos;
    • rastrear resultados;
    • avaliar desempenho da área de p&d;
    • coordenar equipes de pesquisa;
    • coordenar projetos;
    • participar da elaboração da política da qualidade;
    • demonstrar habilidade e memória sensorial (olfativa, paladar);
    • demonstrar capacidade de desenvolver equipes;
    • buscar parcerias;
    • fornecer cláusulas de sigilo;
    • corrigir planejamento;
    • coordenar testes das plantas-piloto, protótipos e novos serviços e processos;
    • formar parcerias;
    • elaborar relatórios;
    • demonstrar capacidade de análise;
    • formalizar contratos;
    • assessorar diretoria na área de p&d;
    • adaptar tecnologias à realidade nacional;
    • demonstrar criatividade;
    • compatibilizar recursos materiais;
    • negociar com a equipe de p&d condições e prioridades de projetos;
    • identificar linhas de financiamento;
    • identificar indicadores de desempenho;
    • analisar artigos para publicação;
    • direcionar aprimoramento profissional da equipe;
    • demonstrar capacidade de adaptação;
    • definir ações de melhoria;
    • demonstrar capacidade de trabalho interdisciplinar;
    • identificar potenciais detentores de tecnologia de interesse para a instituição;
    • implementar ações de melhoria;
    • coordenar elaboração dos projetos de plantas-piloto, protótipos e novos serviços e processos;
    • aprovar documentação técnica;
    • demonstrar poder de síntese;
    • promover treinamento de equipes de produção da nova tecnologia;
    • liderar equipes;
    • compatibilizar recursos humanos;
    • demonstrar capacidade de reconhecimento de aptidões;
    • prestar assessoria ´ad hoc´;
    • definir especificações de produtos;
    • acompanhar produção de lote piloto;
    • divulgar atividades e resultados nos meios de comunicação;
    • promover eventos técnicos;
    • acreditar tecnologias de terceiros;
    • articular convênios e cooperação com universidades, institutos de pesquisa e órgãos governamentais;
    • verificar conformidades técnicas e legais;
    • prospectar tecnologia;
    • participar de congressos, feiras e visitas técnicas;
    • definir perfis profissionais;
    • licenciar tecnologias desenvolvidas;
    • examinar documentos;
    • integrar diferentes áreas de atuação da empresa;
    • compatibilizar recursos econômicos;
    • fornecer subsídios para exame técnico de proteção à propriedade intelectual;
    • coordenar montagem de plantas-piloto, protótipos e novos serviços e processos;
    • contestar concessão de pedidos de terceiros conflitantes com os interesses da instituição;
    • pesquisar mercado;
    • promover condições de segurança e saúde no ambiente de trabalho;
    • participar da implementação das normas de qualidade;
    • identificar órgãos de fomento;
    • fazer contratos de cooperação com a iniciativa privada;
    • elaborar planejamento;
    • negociar com a diretoria condições e prioridades de projetos;
    • pesquisar necessidades do cliente;
    • vender serviços;
    • comprovar eficiência da tecnologia;
    • delinear solicitações de pesquisa e serviços tecnológicos;
    • implementar sistema da qualidade na área de p&d;
    • avaliar desempenho da equipe;
    • definir especificações de equipamentos;
    • participar do processo de seleção de pessoal;
    • monitorar depósito de novos pedidos de terceiros para proteção a propriedade intelectual da instituição;
    • negociar propostas de projetos de pesquisa;
    • acompanhar caducidade da proteção da propriedade intelectual de terceiros;
    • demonstrar persistência;
    • publicar artigos;
    • comissionar produtos, processos e serviços;
    • revisar publicações técnicas;
    • comprovar eficácia de novos produtos;
    • compatibilizar serviços;
    • identificar potenciais receptores da nova tecnologia;
    • demonstrar senso de oportunidade;
    • monitorar planejamento;
    • avaliar novas tecnologias;
    • monitorar indicadores de desempenho;
    • comprovar reprodutibilidade da tecnologia;
    • demonstrar capacidade de negociação;
    • elaborar procedimentos operacionais;
    • demonstrar perspicácia;

    Cargos e salários CBO 1426-05 - Gerentes de pesquisa e desenvolvimento

    Cargo/Profissão Local
    Gerente de Pesquisa (tecnologia) Brasil
    Gerente de Pesquisas Técnicas Brasil
    Gerente de Pesquisas Tecnológicas Brasil
    Gerente de Planejamento e Novos Projetos Brasil
    Gerente de Projeto de Pesquisa Brasil
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Brasil
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos Brasil
    Gerente de Desenvolvimento (tecnologia) Brasil
    Gerente de Divisão de Desenvolvimento de Novos Produtos Brasil
    Gerente de Estudos e Projetos Brasil
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Paraná
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Santa Catarina
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Belo Horizonte, MG
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Londrina, PR
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Rio Grande do Sul
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Campinas, SP
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) São Paulo
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Rio de Janeiro
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) São Paulo, SP
    Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Rio de Janeiro, RJ
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos Curitiba, PR
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos Belo Horizonte, MG
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos Guarulhos, SP
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos São Paulo
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos São Paulo, SP
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos Campinas, SP
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos Paraná
    Chefe de Desenvolvimento de Novos Produtos Rio de Janeiro, RJ
    Gerente de Desenvolvimento (tecnologia) Brasília, DF
    Gerente de Desenvolvimento (tecnologia) São José dos Campos, SP
    Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial