Prateador - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 2.063,65/mês

Atualizado em

Hoje um Prateador ganha em média R$ 2.063,65 para uma jornada de trabalho de 44 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 4.787 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Prateador pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 2.007,29 e o teto salarial de R$ 3.411,10, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Prateador.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 24 anos, ensino médio completo, do sexo masculino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Serviços de tratamento e revestimento em metais de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Prateador é Limeira , SP.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Prateador, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Prateador CBO 7232-15

O Prateador prepara a galvanização de superfícies interpretando instruções de trabalho e selecionando peças para o processo, de acordo com a programação da produção Desengraxa as superfícies das peças, limpando-as por processos químicos e/ou mecânicos Submete as peças a banhos em solução química, contendo desengraxante alcalino, para retirar graxas e gorduras.

Lava as peças após cada operação química Inspeciona as condições dos banhos Decapa as peças, mergulhando-as em solução química de ácido, lavando-as sucessivamente em água fria ou quente, para obter a limpeza e possibilitar a galvanização Pode operar linha de produção de decapagem, manual ou automaticamente.

Galvaniza peças metálicas, por meio de processos diversificados Submerge a peça a ser recoberta no banho de solução eletrolítica, ligando-a ao polo negativo – catodo, para possibilitar seu recobrimento Pendura a placa de metal de revestimento, ligando-a ao polo positivo – anodo, para decompô-la e possibilitar o recobrimento galvânico da peça.

Controla tensão, corrente e resistência elétrica da carga, bem como o tempo de permanência das peças nos banhos de galvanização, manipulando os controles adequados, para recobrir a peça na espessura especificada Reposiciona peças nas gancheiras, para fixá-las durante o processo de galvanização Enxágua a peça, submergindo-a em recipiente de água, para remover resíduos do banho eletrolítico Enxuga a peça, empregando processo manual ou mecânico, para deixá-la em condições de utilização.

Monta material – tais como arames e fitas metálicas – em porta rolos, no processo contínuo de galvanização Realiza a galvanização a quente Executa o eletropolimento de aço inox Anodiza peças metálicas Realiza a passivação – cromatização – das superfícies das peças, para aumentar e garantir o potencial de resistência à corrosão.

Controla a camada depositada durante o processo, por meio de instrumentos, como micrômetro Controla o acabamento das peças, inspecionando-as visualmente Registra parâmetros do processo de galvanização.

Configura e opera equipamentos e linhas automatizadas de galvanização Pode realizar a galvanização de peças não metálicas Realiza a manutenção dos banhos, executando o tratamento e a filtragem, bem como corrigindo as condições químicas de sais e aditivos, a fim de obter as soluções para os banhos.

Corrige a condição física dos anodos e verifica as condições de catodos em sistemas rotativos Regula o nível dos líquidos e corrige o potencial hidrogeniônico (pH) Controla a temperatura do banho.

Ajusta instrumentos de medição eletroeletrônicos Pode recuperar os resíduos de metais preciosos que ficam nos banhos, após o término da operação Realiza conservação e manutenção básica dos recursos de trabalho Executa a limpeza de equipamentos e apetrechos utilizados nas atividades de galvanização, bem como dos barramentos, gancheiras e contatos elétricos dos banhos Colabora na redução de riscos e impactos socioambientais, desenvolvendo os trabalhos conforme procedimentos para tratamento de efluentes, para economia de metais, água e energia elétrica, e para redução da geração de resíduos sólidos.

Segue procedimentos e normas dos sistemas da qualidade, meio ambiente e outras convenções adotadas pela empresa, incluindo os sistemas relacionados à qualificação e à certificação na área de corrosão e técnicas anticorrosivas Mantém o local de trabalho limpo e organizado Realiza trabalho segundo normas de segurança, utilizando equipamentos de proteção individual e operando equipamentos de proteção coletiva, tais como extintores e exaustores Pode prestar ou providenciar primeiros socorros, quando necessário.

Algumas funções no exercício da profissão

  • galvanizar peças;
  • realizar trabalho segundo normas de segurança;
  • realizar manutenção dos banhos;
  • pintar superfícies;
  • preparar superfícies por processo mecânico;
  • decapar superfícies metálicas e não metálicas;
  • fosfatizar superfícies metálicas;
  • demonstrar competências pessoais;
  • galvanizar a quente;
  • ter senso tátil e visual;
  • limpar barramentos, gancheiras e contatos elétricos;
  • interpretar instruções de trabalho;
  • operar manualmente linha de produção;
  • controlar camada depositada com instrumento;
  • ver mais...

Salário de Prateador CBO 7232-15 - Série histórica

Quanto ganha um Prateador por região do Brasil

Quanto ganha um Prateador nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Prateador na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 2.179,04 2.240,22 3.385,49 10,19 535
42 1.984,79 2.040,52 3.083,69 9,69 284
44 1.991,51 2.047,43 3.094,13 9,39 262
44 2.165,67 2.226,48 3.364,72 10,16 195
44 1.683,47 1.730,74 2.615,54 7,87 140
44 2.121,27 2.180,83 3.295,74 9,93 128
44 1.862,38 1.914,68 2.893,52 8,70 113
44 2.035,98 2.093,15 3.163,23 9,51 107
44 2.035,10 2.092,24 3.161,85 9,51 96
44 1.958,42 2.013,41 3.042,73 9,17 83
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

Tabela salarial para Prateador

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 2.007 24.087 502 9,21
Média Salarial 2.064 24.764 516 9,47
1º Quartil 1.717 20.605 429 7,88
Salário Mediana 1.962 23.544 491 9,00
3º Quartil 2.601 31.217 650 11,94
Teto Salarial 3.411 40.933 853 15,65
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Prateador negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 7232-15 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para o cargo

Prateador é um cargo que está com altíssima demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Maio de 2023 e Abril de 2024, tivemos um aumento de 20.35% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Prateador CBO 7232-15 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Prateador por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Prateador na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 2.095,56 2.154,40 3.255,79 9,83 2.035
44 2.093,09 2.151,86 3.251,96 9,81 642
44 2.067,56 2.125,61 3.212,29 9,72 612
43 2.033,07 2.090,15 3.158,70 9,75 560
43 1.781,43 1.831,45 2.767,73 8,55 385
44 1.719,02 1.767,28 2.670,77 8,05 169
43 1.566,82 1.610,81 2.434,31 7,56 136
44 1.555,18 1.598,85 2.416,23 7,27 81
44 1.457,76 1.498,69 2.264,87 6,81 39
43 1.656,53 1.703,04 2.573,69 7,90 23
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
2539-0/02 Serviços de tratamento e revestimento em metais 2.013,99 2.070,54 3.129,06
2539-0/01 Serviços de usinagem, tornearia e solda 1.913,68 1.967,41 2.973,21
3212-4/00 Fabricação de bijuterias e artefatos semelhantes 2.182,91 2.244,20 3.391,51
2599-3/99 Fabricação de outros produtos de metal 1.955,46 2.010,36 3.038,12
7830-2/00 Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros 1.987,06 2.042,86 3.087,23
2542-0/00 Fabricação de artigos de serralheria 1.755,22 1.804,50 2.727,02
2511-0/00 Fabricação de estruturas metálicas 1.834,00 1.885,49 2.849,41
7820-5/00 Locação de mão-de-obra temporária 1.990,06 2.045,94 3.091,88
3211-6/02 Fabricação de artefatos de joalheria e ourivesaria 2.189,35 2.250,82 3.401,51
2731-7/00 Fabricação de aparelhos e equipamentos para distribuição e controle de energia elétrica 2.139,41 2.199,48 3.323,93
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Prateador por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 4.787 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Prateador CBO 7232-15 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
4.194 44 220 2.065,22 9,39
343 42 210 2.061,35 9,82
83 40 200 1.863,29 9,32
57 36 180 2.239,06 12,44
32 43 215 2.198,01 10,22
17 37 185 1.967,01 10,63

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Metodologia: Salários de 2.402 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Nível I Nível II Nível III
Micro 2.104,36 2.245,45 2.490,19
Pequenas 2.094,00 2.235,09 2.479,83
Médias 2.103,77 2.244,86 2.489,60
Grandes Empresas 2.152,00 2.293,09 2.537,83
  • *Prateador Nível I: até 4 anos;
  • *Prateador Nível II: de 4 a 6 anos;
  • *Prateador Nível III: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Prateador

  • Salário Base: R$ 2.063,65
  • Salário-educação (3%): R$ 61,91
  • Sistema S (2%): R$ 41,27
  • INSS Patronal (20%): R$ 412,73
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 20,64
  • FGTS (8%): R$ 165,09
  • Férias 1/12: R$ 171,97
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 412,73
  • Periculosidade (30%): R$ 619,10
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 57,32
  • 13º Salário: R$ 171,97
  • FGTS sobre Férias: R$ 13,76
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 4,59
  • FGTS sobre 13º: R$ 13,76
  • Aviso Prévio: R$ 171,97
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 13,76
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 171,97

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Prateador pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Prateador