Modelador de Ferramentaria - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 2.466,53/mês

Atualizado em

Hoje um Modelador de Ferramentaria ganha em média R$ 2.466,53 para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 965 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Modelador de Ferramentaria pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 2.399,17 e o teto salarial de R$ 4.934,56, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Modelador de Ferramentaria.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 24 anos, ensino médio completo, do sexo masculino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Fundição de ferro e aço de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Modelador de Ferramentaria é Venâncio Aires , RS.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Modelador de Ferramentaria, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Modelador de Ferramentaria CBO 7211-15

O Modelador de Ferramentaria planeja o processo de construção, utilizando normas técnicas e especificações e analisando desenhos de projeto Segue desenhos e desenvolve protótipos Visualiza e calcula dimensões, tamanhos, formas e tolerâncias de montagens, com base nas especificações.

Define a sequência de operações, seleciona máquinas e ferramentas e identifica o material a ser utilizado na construção Seleciona os metais e ligas a serem usados com base em propriedades como dureza ou tolerância ao calor Identifica novos materiais empregados na confecção de moldes metálicos reutilizáveis, para aplicação no desenvolvimento de projetos Verifica o emprego de itens padronizados, estima tempos das etapas e segue o cronograma do processo de construção.

Durante o planejamento, pode identificar incorreções no projeto e realizar modificações, para correção Pode auxiliar no desenvolvimento e no projeto de novos moldes e modelos, usando software de design e manufatura auxiliados por computador Constrói modelos e moldes metálicos para fundição, projetando caixa de machos, coquilhas e modelos.

Copia modelos utilizando escâneres industriais tridimensionais e outras máquinas especiais similares Conforma modelos e moldes a quente Usina canais de alimentação e respiro Confecciona guias.

Ajusta fechamento de coquilhas Organiza a distribuição do material, consultando catálogos técnicos, utilizando parâmetros de corte e definindo a sequência de montagem e construção Elabora croqui de peças e modifica projetos Mede, marca e escreve sobre material metálico para definir a disposição da usinagem, usando instrumentos como transferidores, micrômetros, marcadores e réguas Afia ferramentas de corte.

Utiliza ferramentas manuais Configura e opera máquinas-ferramentas convencionais ou a comando numérico computadorizado (CNC) de múltiplos eixos – como tornos, fresadoras, retificadoras ou centros de usinagem – para cortar, furar, retificar ou modelar peças de acordo com as dimensões e acabamentos prescritos Pode configurar e operar máquinas de impressão 3D para construção de modelos por manufatura aditiva.

Configura e opera prensas para perfurar e fazer orifícios nas peças para montagem Corta, modela e apara material metálico para obter dimensões ou formas especificadas, usando serras e tesouras elétricas e ferramentas manuais Executa o tratamento térmico de materiais, controlando a temperatura dos fornos, alimentando ou colocando peças, ferramentas ou conjunto nos fornos para endurecer.

Conforma a quente utilizando equipamentos oxiacetilênicos Solda peças e conjuntos Instala circuitos hidráulicos e pneumáticos.

Dá acabamento na superfície de machos e matrizes e faz o ajuste final (try-out) Executa manutenção preventiva e corretiva, identificando falhas e avaliando os desgastes nos modelos e moldes Inspeciona matrizes acabadas quanto à uniformidade das superfícies, conformidade do contorno e defeitos Recupera peças e utiliza o plano de produção para modificar modelos e moldes Administra tempos de execução das etapas da manutenção.

Realiza testes para garantir que as peças atendam às especificações, fazendo os ajustes necessários Faz controle dimensional, utilizando equipamentos de medição como pinças, blocos de medida, paquímetros e micrômetros Traça material a ser usinado Mede dureza de componentes submetidos a tratamento térmico Controla peças usinadas e produtos acabados, verificando dimensões, alinhamentos e folgas quanto à conformidade com as especificações e fazendo ajustes quando necessário Pode configurar e operar máquinas de medição tridimensional por coordenadas Conserva o local de trabalho limpo e organizado Atua na prevenção de acidentes.

Algumas funções no exercício da profissão

  • demonstrar competências pessoais;
  • desenvolver ferramentas para máquinas;
  • executar manutenção preventiva e corretiva;
  • planejar o processo de construção;
  • construir ferramentas e dispositivos;
  • construir modelos e moldes metálicos para fundição;
  • construir moldes de sopro, de injeção e de eletroerosão;
  • trabalhar com segurança;
  • fazer controle dimensional;
  • administrar tempo de execução da manutenção;
  • seguir desenho de produto ou protótipo;
  • obedecer ás normas internas de segurança e da iso 14000;
  • trabalhar em equipe;
  • manter o local de trabalho limpo e organizado;
  • traçar material a ser usinado;
  • conformar a quente modelos e moldes;
  • ver mais...

Salário de Modelador de Ferramentaria CBO 7211-15 - Série histórica

Quanto ganha um Modelador de Ferramentaria por região do Brasil

Quanto ganha um Modelador de Ferramentaria nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Modelador de Ferramentaria na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 1.781,52 1.831,54 2.767,88 8,33 71
44 2.435,60 2.503,98 3.784,09 11,51 68
43 2.009,40 2.065,82 3.121,94 9,50 38
44 1.571,57 1.615,69 2.441,69 7,34 36
36 1.516,80 1.559,39 2.356,59 8,61 34
44 3.134,81 3.222,82 4.870,43 14,65 33
43 1.552,72 1.596,31 2.412,40 7,47 32
44 2.028,07 2.085,01 3.150,93 9,48 20
43 1.486,44 1.528,18 2.309,43 7,10 17
44 1.958,38 2.013,36 3.042,66 9,15 17
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

Tabela salarial para Modelador de Ferramentaria

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 2.399 28.790 600 11,04
Média Salarial 2.467 29.598 617 11,35
1º Quartil 1.705 20.465 426 7,84
Salário Mediana 2.000 24.000 500 9,20
3º Quartil 3.763 45.160 941 17,31
Teto Salarial 4.935 59.215 1.234 22,70
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Modelador de Ferramentaria negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 7211-15 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para o cargo

Modelador de Ferramentaria é um cargo que está com demanda restrita no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Maio de 2023 e Abril de 2024, tivemos uma queda de 53.33% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Modelador de Ferramentaria CBO 7211-15 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Modelador de Ferramentaria por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Modelador de Ferramentaria na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 2.823,18 2.902,45 4.386,26 13,30 365
42 1.838,79 1.890,42 2.856,86 9,00 164
44 2.170,98 2.231,94 3.372,97 10,15 163
44 2.463,84 2.533,02 3.827,98 11,52 119
44 1.629,42 1.675,17 2.531,57 7,66 47
44 2.576,26 2.648,59 4.002,64 12,10 44
44 1.637,44 1.683,41 2.544,02 7,68 17
43 3.380,46 3.475,38 5.252,09 16,06 11
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
2451-2/00 Fundição de ferro e aço 2.347,70 2.413,61 3.647,52
2452-1/00 Fundição de metais não-ferrosos e suas ligas 1.962,72 2.017,83 3.049,41
2751-1/00 Fabricação de fogões, refrigeradores e máquinas de lavar e secar para uso doméstico 1.775,01 1.824,85 2.757,77
4744-0/01 Comércio varejista de ferragens e ferramentas 1.869,49 1.921,99 2.904,56
2411-3/00 Produção de ferro-gusa 1.542,12 1.585,42 2.395,94
2593-4/00 Fabricação de artigos de metal para uso doméstico e pessoal 1.987,30 2.043,10 3.087,59
2543-8/00 Fabricação de ferramentas 2.723,93 2.800,41 4.232,07
2539-0/01 Serviços de usinagem, tornearia e solda 2.737,94 2.814,81 4.253,83
2229-3/02 Fabricação de artefatos de material plástico para usos industriais 3.062,21 3.148,19 4.757,63
3102-1/00 Fabricação de móveis com predominância de metal 2.191,97 2.253,52 3.405,59
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Modelador de Ferramentaria por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 965 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Modelador de Ferramentaria CBO 7211-15 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
841 44 220 2.424,15 11,02
40 40 200 4.486,53 22,43
33 36 180 1.548,07 8,60
29 42 210 2.151,45 10,24
7 43 215 1.896,57 8,82
2 41 205 1.606,00 7,83

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Metodologia: Salários de 516 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Nível I Nível II Nível III
Micro 2.492,52 2.661,16 2.953,68
Pequenas 2.709,27 2.877,90 3.170,42
Médias 2.489,45 2.658,09 2.950,61
Grandes Empresas 2.812,69 2.981,32 3.273,84
  • *Modelador de Ferramentaria Nível I: até 4 anos;
  • *Modelador de Ferramentaria Nível II: de 4 a 6 anos;
  • *Modelador de Ferramentaria Nível III: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Modelador de Ferramentaria

  • Salário Base: R$ 2.466,53
  • Salário-educação (3%): R$ 74,00
  • Sistema S (2%): R$ 49,33
  • INSS Patronal (20%): R$ 493,31
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 24,67
  • FGTS (8%): R$ 197,32
  • Férias 1/12: R$ 205,54
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 493,31
  • Periculosidade (30%): R$ 739,96
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 68,51
  • 13º Salário: R$ 205,54
  • FGTS sobre Férias: R$ 16,44
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 5,48
  • FGTS sobre 13º: R$ 16,44
  • Aviso Prévio: R$ 205,54
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 16,44
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 205,54

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Modelador de Ferramentaria pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Modelador de Ferramentaria