Engenheiro Pesquisador (materiais) - Salário, piso salarial, o que faz e mercado de trabalho

Curso de manutenção Android e iPhone
CBO: 2032-25

Quanto ganha um Engenheiro Pesquisador (materiais) em 2024

Hoje um Engenheiro Pesquisador (materiais) ganha em média R$ 9.240,21 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais.

As informações são de acordo com pesquisa do Salario.com.br junto a dados oficiais do Novo CAGED, que reúne dados do CAGED, eSocial e Empregador Web com um total de 275 salários de profissionais admitidos e desligados pelas empresas nos últimos 12 meses.

Faixa salarial e piso salarial 2024

A faixa salarial do Engenheiro Pesquisador (materiais) fica entre R$ 8.560,00 salário mediana da pesquisa e o teto salarial de R$ 18.132,55, sendo que R$ 8.987,85 é a média do piso salarial 2024 de acordos coletivos levando em conta profissionais em regime CLT de todo o Brasil.

O perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 27 anos, formação superior em Engenharia Civil e/ou Engenharia de Minas, do sexo masculino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Fabricação de automóveis, camionetas e utilitários.

A cidade com mais ocorrências de contratações e por consequência com mais vagas de emprego para Engenheiro Pesquisador (materiais) é Betim - MG.

Salário de Engenheiro Pesquisador (materiais) - Série histórica

Salário de Engenheiro Pesquisador (materiais) por região do Brasil

Quanto ganha um Engenheiro Pesquisador (materiais) nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Engenheiro Pesquisador (materiais) na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 8.550,09 8.790,16 13.283,95 40,01 133
44 9.035,39 9.289,08 14.037,94 42,65 36
44 7.371,36 7.578,33 11.452,60 34,45 17
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

O que faz um Engenheiro Pesquisador (materiais)

  1. selecionar informações;
  2. desenvolver senso crítico;
  3. elaborar cronograma físico-orçamentário;
  4. coordenar seminários, congressos, cursos etc;
  5. identificar necessidades de aprimoramento de produtos, processos e métodos;
  6. projetar plantas-piloto;
  7. cultivar raciocínio indutivo;
  8. ver mais...

Algumas funções no exercício da profissão

  • executar projeto de pesquisa;
  • identificar oportunidade de pesquisa;
  • planejar projetos de pesquisa;
  • prestar consultoria técnica;
  • participar de atividades de qualificação, certificação e homologação (laboratórios, produtos etc);
  • desenvolver materiais, produtos, processos e métodos;
  • disseminar conhecimentos;
  • comunicar-se;
  • gerenciar informações de ciência e tecnologia (c & t);
  • demonstrar competências pessoais;
  • saiba mais...

Cálculo salarial para Engenheiro Pesquisador (materiais)

Divisões salariais com base no salário bruto no cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 8.988 107.854 2.247 41,43
Média Salarial 9.240 110.883 2.310 42,59
1º Quartil 5.296 63.549 1.324 24,41
Salário Mediana 8.560 102.720 2.140 39,46
3º Quartil 13.829 165.944 3.457 63,74
Teto Salarial 18.133 217.591 4.533 83,58
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Engenheiro Pesquisador (materiais) negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais no cargo de Engenheiro Pesquisador (materiais) da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para o cargo

Engenheiro Pesquisador (materiais) é um cargo que está com demanda restrita no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Dezembro de 2022 e Dezembro de 2023, tivemos uma queda de 59.09% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Engenheiro Pesquisador (materiais) pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Engenheiro Pesquisador (materiais) por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Engenheiro Pesquisador (materiais) na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 8.842,16 9.090,43 13.737,73 41,64 152
44 9.734,77 10.008,10 15.124,54 45,93 67
44 6.464,09 6.645,58 10.043,01 30,41 20
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
2910-7/01 Fabricação de automóveis, camionetas e utilitários 8.416,50 8.652,82 13.076,40
4511-1/03 Comércio por atacado de automóveis, camionetas e utilitários novos e usados 9.237,08 9.496,44 14.351,30
9411-1/00 Atividades de organizações associativas patronais e empresariais 13.180,91 13.551,00 20.478,68
2423-7/02 Produção de laminados longos de aço 13.271,37 13.644,00 20.619,22
2949-2/99 Fabricação de outras peças e acessórios para veículos automotores 5.828,74 5.992,40 9.055,89
0600-0/01 Extração de petróleo e gás natural 13.708,11 14.093,00 21.297,76
2522-5/00 Fabricação de caldeiras geradoras de vapor 21.071,56 21.663,20 32.738,08
7210-0/00 Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais 8.174,67 8.404,20 12.700,68
2422-9/02 Produção de laminados planos de aços especiais 12.344,59 12.691,20 19.179,32
2930-1/01 Fabricação de cabines, carrocerias e reboques para caminhões 2.311,76 2.376,67 3.591,69
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Engenheiro Pesquisador (materiais) por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 275 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Engenheiro Pesquisador (materiais) em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
233 44 220 8.965,37 40,75
31 40 200 11.939,19 59,70
4 42 210 4.486,75 21,37
2 43 215 12.740,00 59,26
1 20 100 1.964,00 19,64
1 36 180 8.900,00 49,44

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Um Engenheiro Pesquisador (materiais) Júnior ganha em média R$ 9.628,06, o nível pleno recebe cerca de R$ 10.891,54, já o Sênior tem uma média salarial de R$ 13.083,25 mensais de acordo com pesquisa do Salario.com.br junto aos dados oficiais do CAGED de profissionais demitidos no mercado de trabalho.

Metodologia: Salários de 118 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
Micro 9.391,33 10.023,07 11.118,92
Pequenas 10.227,06 10.858,80 11.954,66
Médias 9.237,47 9.869,22 10.965,07
Grandes Empresas 9.380,22 10.011,96 11.107,82
  • *Engenheiro Pesquisador (materiais) Júnior: até 4 anos;
  • *Engenheiro Pesquisador (materiais) Pleno: de 4 a 6 anos;
  • *Engenheiro Pesquisador (materiais) Sênior: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Engenheiro Pesquisador (materiais) pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Engenheiro Pesquisador (materiais)