Entenda as diferenças entre o salário inicial (ingresso) e o piso salarial

Você já ouviu que o piso salarial é OBRIGATÓRIO para todas as categorias? Que é necessário que o salário em carteira atinja o mínimo previsto para aquela categoria profissional?

E sobre as novas composições salariais e o salário para novos contratados, você já ouviu falar?

Diante das mudanças da reforma trabalhista de 2017 surgem muitas dúvidas e uma delas faz com que patrão e trabalhador tenha que se preparar para as novas formas de remuneração.

Salário ingresso e piso salarial… como será que isso funciona na prática?

É legal perante a reforma receber um salário menor que o piso de uma categoria?

E quais são as regras salariais para os trabalhadores ingressos?

E no que o salário ingresso se diferencia do piso salarial?

Calma, nós sabemos quantas dúvidas surgem todos os dias no mundo profissional e por isso resolvemos trazer esclarecimento sobre o tema para que você entenda e se prepare para todas as mudanças.

Portanto, convidamos você a acompanhar o nosso texto e entender particularidades e diferenças do salário ingresso e piso salarial.

Como é definido o piso salarial
A definição do piso salarial se dá por instrumentos de negociação coletiva como acordos e convenções coletivas, além do dissídio em casos que necessitem da Justiça do Trabalho para mediação de conflitos.

Salário Inicial ou ingresso

Com a reforma trabalhista, foram aprovadas novas configurações salariais dentre elas a possibilidade de contratar um colaborador com um salário inicial registrado em carteira menor que o da categoria, contudo, com prêmios garantidos.

Para ficar mais fácil vamos exemplificar:

Um trabalhador é registrado com salário de R$ 1.000 em carteira, contudo, tem garantido R$2.000 de premiação, isso é possível mesmo que o seu piso seja de R$1.200.

Mas o que significa isso para trabalhador e para empregador?

Para o empregador significa pagar tributos apenas sobre o valor registrado em carteira, ou seja, o bônus pago, irá compor a remuneração, mas não entrará na conta de FGTS, férias e 13º salário.

Para o empregado isso pode ser bem vantajoso, já que terá deduzido da folha de pagamento apenas o equivalente ao registrado em carteira, contudo, é importante lembrar que isso terá reflexo lá na frente quando for sacar o seu FGTS e receber seus benefícios.

Portanto, tanto empregados, quanto empregadores devem avaliar bem essa possibilidade antes de firmar um acordo.

Para os patrões a nossa dica é para que firmem contratos claros e objetivos sobre a questão, dessa forma não haverá complicações e para os trabalhadores, reserve uma pequena quantia para que possa estar resguardado de qualquer contratempo!

De comum acordo e dentro da lei essa pode ser uma forma de todos se beneficiarem.

Qual a diferença entre piso salarial e salário ingresso?

Piso salarial conceitos

Para você entender a diferença, antes precisamos te explicar dois conceitos, o de salário e o de remuneração.

De uma forma bem simples

Salário é aquele registrado em carteira e a remuneração é o que você recebe como um todo, incluindo, bônus, vale refeição, vale transporte, adicionais, entre outros benefícios.

O piso salarial é o valor mínimo estipulado para várias profissões dentro de uma mesma atividade econômica, por exemplo, categoria dos professores, profissionais da saúde, etc.

Antes da reforma era OBRIGATÓRIO, que o empregador pagasse esse mínimo, podendo haver acordos para compor a remuneração com salário e bônus até chegar ao valor.

Contudo, a partir de novembro de 2017 essa regra mudou! Ou seja, aqueles contratados a partir da implementação da lei 13.467/2017 da nova reforma, podem receber um salário menor que o piso.

A grande diferença é que ao receber o piso salarial você estará com TODO o valor expresso em carteira e ao ser contratado com salário ingresso terá uma composição entre salário em CLT e mais bônus, que pode ser garantido ou por produção.

Por fim, o ponto mais importante é que a remuneração não precisa mais chegar ao piso mínimo, desde que, exista um acordo entre colaboradores e patrão.

Fique de olho nas regras e por dentro da lei!

Comente sobre Entenda as diferenças entre o salário inicial (ingresso) e o piso salarial

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Please enter your name here