Médico em Medicina Intensiva - Piso Salarial 2024, O Que Faz, Salário Medicina

R$ 9.278,35/mês

Atualizado em

Hoje um Médico em Medicina Intensiva ganha em média R$ 9.278,35 para uma jornada de trabalho de 26 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 1.158 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Médico em Medicina Intensiva pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 9.024,95 e o teto salarial de R$ 18.394,76, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Médico em Medicina Intensiva.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Salário por cidade

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 31 anos, formação superior em Medicina, do sexo masculino que trabalha 24h semanais em empresas do segmento de Atividades de apoio à gestão de saúde de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Médico em Medicina Intensiva é Rio de Janeiro.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Médico em Medicina Intensiva, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Médico em Medicina Intensiva CBO 2251-50

O Médico em Medicina Intensiva planeja o atendimento de pacientes em estado crítico ou com alta necessidade de cuidados, em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou em Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) Separa e analisa o prontuário de cada paciente a ser atendido, verificando seus dados, obtendo sua história, interpretando suas variáveis fisiológicas e avaliando resultados de seus exames laboratoriais e demais exames complementares, como ecocardiografia (transtorácica/ transesofágica), ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, eletroencefalografia, exames de hemodinâmica, entre outros Interpreta o sistema de pontuação utilizado na Unidade de Terapia Intensiva, para avaliação da gravidade da doença de paciente.

Realiza visita a cada paciente, para avaliar a sua situação Executa os primeiros cuidados de paciente, para estabilização imediata das vias respiratórias e da circulação Define o plano terapêutico, efetuando ações de acordo com a estratificação de risco, o diagnóstico e o prognóstico de paciente Ao prescrever medicamentos, leva em conta a possibilidade da ocorrência de interações farmacológicas (IF), prevenindo eventos adversos medicamentosos.

Coordena as ações médicas de equipes interprofissionais e multiprofissionais no atendimento de paciente Avalia a evolução de paciente no tratamento Mantém bom relacionamento com pacientes, familiares e demais acompanhantes, comunicando-lhes as decisões sobre o cuidado e o tratamento.

Administra situações de urgência e emergência, realizando ressuscitação, intubação, ultrassonografia no leito (ultrassom hemodinâmico com avaliação cardíaca, da veia cava e pulmonar), traqueostomia, inserção de drenos, entre outros procedimentos Presta cuidados perioperatórios de pacientes de alto risco, em especial gestantes e enfermos que realizam cirurgia cardíaca e transplante de órgão sólido Avalia diariamente a necessidade de permanência na Unidade de Terapia Intensiva ou na Unidade de Cuidados Intermediários, transferindo paciente para setor hospitalar com nível menor de cuidados quando a condição fisiológica se estabiliza e a monitorização não é mais necessária Assegura a continuidade do cuidado por meio da passagem detalhada e efetiva das informações clínicas aos profissionais da área que recebe paciente.

Conduz tratamento paliativo, promovendo a qualidade de vida e aliviando os sintomas de sofrimento de paciente Presta suporte aos familiares, atuando como um elo entre eles e a equipe de saúde Nos períodos de exacerbação ou descompensação da doença, intensifica o cuidado que busca a cura ou o controle da enfermidade e, também, o cuidado paliativo Presta cuidados de final de vida Realiza a admissão de novo paciente na unidade, verificando se preenche os requisitos necessários (pacientes graves ou potencialmente graves), de acordo com os critérios preestabelecidos.

Registra os procedimentos executados em prontuário e preenche documentação de forma clara e precisa Coordena a gestão dos processos administrativos, para garantir a qualidade e a segurança da assistência médica Participa na gestão dos processos na Unidade de Terapia Intensiva ou na Unidade de Cuidados Intermediários, aplicando normas e rotinas, monitorando orçamento, controlando riscos e demais aspectos de segurança, e verificando indicadores de qualidade.

Supervisiona equipes, avaliando seu desempenho e executando programas de qualificação para aperfeiçoamento contínuo das ações Mantém-se atualizado em sua área de atuação, analisando inovações tecnológicas e novas estratégias de atendimento em situações de urgência e emergência Realiza pesquisas na área de medicina intensiva, utilizando o método adequado de investigação.

Divulga os resultados da pesquisa, apresentando-os em congresso médico e em revista científica.

Algumas funções no exercício da profissão

  • realizar consulta e atendimento médico;
  • efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas;
  • implementar ações de promoção da saúde;
  • elaborar documentos médicos;
  • coordenar programas e serviços em saúde;
  • tratar pacientes e clientes;
  • demonstrar competências pessoais;
  • difundir conhecimentos médicos;
  • prescrever medidas higiênico-dietéticas;
  • demonstrar altruísmo;
  • solicitar interconsultas;
  • especificar insumos;
  • demonstrar empatia;
  • redigir trabalhos científicos;
  • realizar anamnese;
  • ministrar tratamentos preventivos;
  • realizar atendimento em consultório;
  • avaliar conhecimento de especialistas;
  • assistir parto;
  • praticar psicoterapia;
  • ver mais...

Salário de Médico em Medicina Intensiva CBO 2251-50 - Série histórica

Quanto ganha um Médico em Medicina Intensiva por região do Brasil

Quanto ganha um Médico em Medicina Intensiva nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Médico em Medicina Intensiva na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
Rio de Janeiro, RJ 29 7.542,95 7.754,74 11.719,19 54,32 331
Porto Alegre, RS 36 10.739,01 11.040,54 16.684,79 61,34 131
Recife, PE 22 8.187,15 8.417,03 12.720,06 75,38 69
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a nossa Pesquisa Salarial.

Tabela salarial para Médico em Medicina Intensiva

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 9.025 108.299 2.256 69,32
Média Salarial 9.278 111.340 2.320 71,27
1º Quartil 4.483 53.791 1.121 34,43
Salário Mediana 9.217 110.604 2.304 70,79
3º Quartil 14.029 168.344 3.507 107,75
Teto Salarial 18.395 220.737 4.599 141,29
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Médico em Medicina Intensiva negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 2251-50 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para Medicina

Médico em Medicina Intensiva é um cargo que está com demanda restrita no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Abril de 2023 e Março de 2024, tivemos uma queda de 48.15% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Médico em Medicina Intensiva CBO 2251-50 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Médico em Medicina Intensiva por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Médico em Medicina Intensiva na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
28 7.565,50 7.777,92 11.754,23 54,63 338
35 10.313,12 10.602,69 16.023,11 60,47 168
22 7.284,29 7.488,82 11.317,32 68,50 119
23 13.900,29 14.290,58 21.596,36 124,85 111
24 11.600,00 11.925,70 18.022,48 98,47 99
16 6.422,29 6.602,61 9.978,06 81,76 79
22 10.003,54 10.284,42 15.542,12 93,19 70
21 7.730,10 7.947,15 12.009,97 74,33 34
20 6.917,92 7.112,16 10.748,11 69,91 26
23 5.827,43 5.991,05 9.053,86 51,86 19
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
8660-7/00 Atividades de apoio à gestão de saúde 8.316,21 8.549,72 12.920,59
8610-1/01 Atividades de atendimento hospitalar 10.802,83 11.106,15 16.783,94
8610-1/02 Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências 7.988,13 8.212,42 12.410,85
8411-6/00 Administração pública em geral 6.494,37 6.676,72 10.090,06
8630-5/99 Atividades de atenção ambulatorial 14.735,06 15.148,79 22.893,30
8412-4/00 Regulação das atividades de saúde, educação, serviços culturais e outros serviços sociais 8.842,63 9.090,91 13.738,45
8690-9/99 Outras atividades de atenção à saúde humana 6.656,84 6.843,75 10.342,48
8211-3/00 Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 8.355,62 8.590,23 12.981,81
4321-5/00 Instalação e manutenção elétrica 6.440,88 6.621,73 10.006,96
9602-5/02 Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza 1.459,03 1.500,00 2.266,85
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Médico em Medicina Intensiva concursado

Profissionais com formação superior em Medicina contratados para exercer o cargo de Médico em Medicina Intensiva também podem almejar um emprego público através de concurso.

O salário de Médico em Medicina Intensiva concursado é de R$ 7.159,56 para uma jornada de 20 horas semanais, segundo dados de 55 profissionais contratados por concúrso público para órgãos municipais, estaduais ou federais.

Seguir uma carreira concursada de Médico em Medicina Intensiva não parece ser uma boa idéia, já que a remuneração no setor público é cerca de 23% menor do que a média salarial do setor privado. Talvez compense pela estabilidade e jornada de trabalho menor, mas precisaria pesar bem os prós e contras.

Quanto ganham profissionais de Medicina por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 1.158 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Médico em Medicina Intensiva CBO 2251-50 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
326 24 120 9.691,67 80,76
196 12 60 4.826,89 80,45
153 40 200 9.260,58 46,30
96 30 150 13.305,16 88,70
89 36 180 12.482,78 69,35
63 44 220 10.549,83 47,95

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por porte da empresa e nível profissional

Metodologia: Salários de 544 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
Micro 9.460,20 10.094,55 11.194,93
Pequenas 9.689,30 10.323,65 11.424,03
Médias 9.586,48 10.220,83 11.321,20
Grandes Empresas 9.518,64 10.153,00 11.253,37
  • *Médico em Medicina Intensiva Júnior: até 4 anos;
  • *Médico em Medicina Intensiva Pleno: de 4 a 6 anos;
  • *Médico em Medicina Intensiva Sênior: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Médico em Medicina Intensiva

  • Salário Base: R$ 9.278,35
  • Salário-educação (3%): R$ 278,35
  • Sistema S (2%): R$ 185,57
  • INSS Patronal (20%): R$ 1.855,67
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 92,78
  • FGTS (8%): R$ 742,27
  • Férias 1/12: R$ 773,20
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 1.855,67
  • Periculosidade (30%): R$ 2.783,51
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 257,73
  • 13º Salário: R$ 773,20
  • FGTS sobre Férias: R$ 61,86
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 20,62
  • FGTS sobre 13º: R$ 61,86
  • Aviso Prévio: R$ 773,20
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 61,86
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 773,20

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Médico em Medicina Intensiva pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Médico em Medicina Intensiva