CBO 5101-15 - Supervisor de andar - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios

O profissional no cargo de Supervisor de andar CBO 5101-15 supervisiona os serviços de limpeza, arrumação e organização de apartamentos (ou quartos) e de áreas sociais de andar de hotel, controlando o suprimento de produtos e materiais para a execução dos trabalhos, monitorando o funcionamento dos equipamentos, verificando o estado de conservação das instalações, coordenando e supervisionando o desempenho da equipe de trabalho, examinando a qualidade dos serviços realizados, e verificando o nível de satisfação dos hóspedes Elabora relatórios de operação e de avaliação.

Promove atividades de capacitação da equipe de trabalho Cumpre procedimentos estabelecidos pelo hotel e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 5101-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios que pertence ao grupo dos trabalhadores dos serviços, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Supervisor de andar, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios CBO 5101-15 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 5101-15

  • Trabalhadores dos serviços, vendedores do comércio em lojas e mercados.
    • Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios.
      • Trabalhadores dos serviços.

O que faz um Supervisor de andar

O Supervisor de andar CBO 5101-15 planeja as rotinas de trabalho da equipe de camareiras em hotel, definindo as funções da equipe de trabalho e descrevendo os procedimentos para a execução dos serviços Estabelece o horário para realização das tarefas, conforme plano de trabalho e ocupação dos apartamentos ou quartos.

Atende hóspedes, recepcionando-os, registrando e encaminhando seus pedidos ao setor competente do hotel, examinando o fundamento de suas reclamações e verificando o seu nível de satisfação com os serviços.

Controla o suprimento de produtos e materiais necessários para a execução do trabalho no andar, monitorando o consumo e solicitando reposição Executa o controle de roupas de cama e banho e de utensílios existentes nos apartamentos (ou quartos) e no depósito do andar.

Realiza triagem de peças de roupa e utensílios, para descarte ou reparo Supervisiona a organização de carrinhos, copas e rouparia.

Monitora o funcionamento dos equipamentos usados no andar, providenciando pequenos reparos.

Lança no sistema ordens de serviço de manutenção corretiva dos equipamentos, quando necessário Pode sugerir atualização de equipamentos à gerência do hotel.

Verifica o estado de conservação das instalações do andar, providenciando pequenos reparos.

Encaminha solicitação de manutenção, quando constatados problemas maiores, acompanhando a execução e verificando o resultado dos serviços Monitora a realização dos serviços de dedetização Examina a qualidade da limpeza, da arrumação e da organização nos apartamentos (ou quartos) e nas áreas sociais, com o uso de formulário de checagem (“checklist”).

Pode realizar ações corretivas Coordena a equipe de trabalho, dimensionando pessoal, atribuindo tarefas, delegando responsabilidades e orientando a execução dos serviços Controla o uso de uniformes e a higiene pessoal da equipe.

Adequa equipe a situações atípicas Soluciona situações de conflito na equipe.

Intermedeia informações entre equipe e superiores Administra recursos humanos, participando da seleção de pessoal, controlando absenteísmo e estabelecendo escala de horários e folgas Estabelece rotinas de passagem de turnos.

Supervisiona a equipe de trabalho, determinando parâmetros para avaliação de execução de tarefas e coletando dados sobre desempenho Examina tempo de execução e qualidade na realização de tarefas Realiza reuniões de avaliação da equipe.

Avalia cada membro da equipe para promoções Levanta as necessidades de treinamento e providencia as atividades de capacitação Instrui a equipe sobre normas e regras do hotel.

Organiza treinamento para execução de novos serviços e para uso de novos equipamentos e produtos Simula atividades para aprendizagem Propõe programa de treinamento externo para a equipe Acompanha a aprendizagem da equipe Elabora relatórios de operação e de avaliação, apresentando dados sobre situação de reserva e ocupação de apartamentos (ou quartos) do andar, expondo o consumo de produtos e materiais em um período, preparando informações sobre quebra e reposição de utensílios e materiais, registrando ocorrências nos setores, e apresentando o nível de satisfação dos hóspedes.

Controla desperdícios, com o reaproveitamento do material, sempre que possível Orienta o descarte de resíduos de acordo com as regras estabelecidas pelo hotel Zela pela segurança das pessoas, assegurando o cumprimento das normas, identificando e eliminando as condições inseguras, orientando e conscientizando a equipe para o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Funções do cargo

O funcionário CBO 5101-15 deve verificar manutenção de instalações, equipamentos e utensílios, planejar rotinas de trabalho em restaurantes, hotéis, transportes e administração de edifícios, demonstrar competências pessoais, elaborar relatórios de operação e de avaliação, avaliar desempenho de funcionários, treinar funcionários em hospedagem, alimentação e transportes, atender clientes em bilheterias, hotéis e restaurantes, coordenar equipe de trabalho, avaliar execução de serviços.

Condições de trabalho dessas profissões

Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios trabalham em empresas de transporte, turismo, hotelaria, alimentação, condomínios de edifícios e em departamentos de serviços de apoio de empresas públicas e privadas, dentre outras. São trabalhadores assalariados, com carteira assinada, atuam em ambientes fechados, a céu aberto ou em veículos, em subterrâneos, em rodízio de turnos e horários irregulares, sob supervisão ocasional. Em algumas das atividades podem estar expostos a ruído intenso e sujeitos à pressão ocasionadora de estresse.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 5101-15

O exercício dessas ocupações requer, no mínimo, escolaridade de nível médio incompleto e curso qualificação profissional de duzentas a quatrocentas horas-aula. O acesso à função de supervisão ocorre após um ou dois anos de experiência na área.

Atividades exercidas por um Supervisor de andar CBO 5101-15

Um Supervisor de andar (ou sinônimo) deve manter-se atualizado, orientar pedido do cliente, avaliar novos equipamentos e utensílios, liderar equipe, providenciar reparos de equipamentos e instalações, demonstrar bom senso, organizar treinamento para execução de novos serviços, analisar opiniões dos clientes sobre produtos e serviços, demonstrar iniciativa na resolução de problemas, simular atividades para aprendizagem, orientar execução dos serviços, providenciar atividades de capacitação, supervisionar higiene pessoal dos funcionários, encaminhar clientes, coletar dados sobre operação de reservas, tratar clientes e subordinados com cortesia, distribuir funcionários em setores, registrar ocorrências nos setores, realizar reuniões de avaliação de funcionários, recepcionar clientes, sugerir produtos ou serviços de acordo com a clientela, registrar pedido do cliente, detectar necessidades de treinamento ou reciclagem, executar trabalho de subordinados, examinar produtos, segundo validade de utilização, coletar dados sobre desempenho de funcionários, definir funções da equipe de trabalho, acompanhar visitações, avaliar tempo, qualidade na entrega dos produtos e serviços aos clientes, demonstrar agilidade, instruir funcionário sobre normas e regulamentos da empresa, atribuir tarefas aos funcionários, avaliar comportamento do funcionário com o cliente, determinar parâmetros de avaliação de comportamento de funcionários, propor treinamento externo para funcionários, delegar responsabilidade aos funcionários, acomodar clientes, realizar triagem de peças de roupas e utensílios para descarte ou reparo, organizar treinamento para uso de novos equipamentos e produtos, intermediar informações entre equipe e superiores, atender reclamações, avaliar tempo e qualidade na realização de tarefas, solicitar auto-avaliação dos funcionários, manter bons hábitos de higiene, distribuir a utilização de equipamentos em bilheterias, hotéis e restaurantes, controlar recebimento de mercadorias e valores, determinar parâmetros para avaliação de execução de tarefas, elaborar relatório sobre nível de satisfação do cliente, gerar relatório sobre procedimentos de bilheterias, manter boa postura pessoal, supervisionar locais de armazenamento e acondicionamento dos produtos, adequar equipe a situações atípicas, estabelecer rotinas de passagem de turnos, elaborar cronogramas de execução de tarefas, participar de programas de treinamento, elaborar relatório sobre quebra e reposição de materiais, elaborar relatório sobre situação de ocupação do quarto, verificar estado das instalações, verificar funcionamento de equipamentos, coletar dados sobre venda de bilhetes, demonstrar senso de organização, sugerir atualização de equipamentos, controlar consumo de matérias-primas e insumos, operacionalizar a grade horária de transportes, bilheterias e portaria, avaliar funcionários para promoções, acompanhar a aprendizagem dos novos funcionários, estabelecer escala de horários e folgas de funcionários, motivar funcionários, examinar padrão de arrumação dos quartos, demonstrar atitudes inovadoras, programar abastecimento dos setores, dimensionar equipe de trabalho, finalizar atendimento ao cliente, elaborar normas para treinamento de funcionários, programar uso de equipamentos em hotéis e restaurantes, descrever procedimentos de execução dos serviços, examinar preparação de ambientes - quartos, salão de atendimento de restaurantes e outros, controlar uso de uniformes e equipamentos de proteção individual, verificar resultado dos serviços de manutenção, dedetização e desratização.

Cargos e salários CBO 5101-15 - Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios

Salário Supervisor de Andar

Supervisor de Andar: Brasil

  • 2.137
  • Brasil
  • 2.228 - 4.033
  • 43h
O profissional no cargo de Supervisor de Andar CBO 5101-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.228 e 4.033 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 2.137 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-15.
Salário Encarregado de Andar

Encarregado de Andar: Brasil

  • 2.137
  • Brasil
  • 2.228 - 4.033
  • 43h
O profissional no cargo de Encarregado de Andar CBO 5101-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.228 e 4.033 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 2.137 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-15.
Salário Supervisor de Andar São Paulo

Supervisor de Andar: São Paulo, SP

  • 537
  • São Paulo, SP
  • 2.370 - 3.939
  • 43h
O profissional no cargo de Supervisor de Andar CBO 5101-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 2.370 e 3.939 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 537 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-15.
Salário Supervisor de Andar

Supervisor de Andar: São Paulo

  • 776
  • São Paulo
  • 2.376 - 3.941
  • 44h
O profissional no cargo de Supervisor de Andar CBO 5101-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 2.376 e 3.941 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 776 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-15.
Salário Supervisor de Andar Rio de Janeiro

Supervisor de Andar: Rio de Janeiro, RJ

  • 229
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 2.204 - 3.777
  • 42h
O profissional no cargo de Supervisor de Andar CBO 5101-15 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 2.204 e 3.777 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 229 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-15.
Salário Encarregado de Andar São Paulo

Encarregado de Andar: São Paulo, SP

  • 537
  • São Paulo, SP
  • 2.370 - 3.939
  • 43h
O profissional no cargo de Encarregado de Andar CBO 5101-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 2.370 e 3.939 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 537 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-15.
Salário Encarregado de Andar

Encarregado de Andar: São Paulo

  • 776
  • São Paulo
  • 2.376 - 3.941
  • 44h
O profissional no cargo de Encarregado de Andar CBO 5101-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 2.376 e 3.941 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 776 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-15.