CBO 5101-10 - Administrador de edifícios - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios

O profissional no cargo de Administrador de edifícios CBO 5101-10 administra edifícios e condomínios, atendendo condôminos, supervisionando a conservação predial, monitorando o funcionamento dos equipamentos, fazendo a gestão de suprimentos e materiais, supervisionando a limpeza e a organização das áreas comuns, coordenando e supervisionando equipe de trabalho, e controlando recursos financeiros Elabora relatórios de operação e de avaliação.

Promove atividades de capacitação da equipe de trabalho Atua de acordo com a convenção do condomínio e cumpre norma da ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas referente a reformas em edificações e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 5101-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios que pertence ao grupo dos trabalhadores dos serviços, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Administrador de edifícios, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios CBO 5101-10 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 5101-10

  • Trabalhadores dos serviços, vendedores do comércio em lojas e mercados.
    • Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios.
      • Trabalhadores dos serviços.

O que faz um Administrador de edifícios

O Administrador de edifícios CBO 5101-10 planeja rotinas de trabalho em administração de edifícios e condomínios, elaborando cronogramas de execução de tarefas, definindo as funções da equipe de trabalho e programando o uso de equipamentos Descreve procedimentos para execução dos serviços, levando em consideração normas do condomínio.

Atende condôminos, verificando a pertinência de reclamações, registrando solicitações e solucionando os problemas apresentados.

Atua para promover a integração dos condôminos Estabelece a grade de horário da portaria, estabelecendo os turnos de trabalho.

Orienta e avalia o comportamento dos porteiros com os moradores Pode substituir a presença de porteiros por serviços de portaria remota, cumprindo decisão de assembleia condominial.

Supervisiona a conservação predial, verificando o estado das instalações e providenciando os pequenos reparos necessários.

Em caso de reforma, realiza a parte que lhe compete, no cumprimento da norma da ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas, que estabelece como as obras no edifício – inclusive no interior de uma unidade residencial ou de um conjunto comercial - devem ser acompanhadas, planejadas e executadas Monitora o funcionamento dos equipamentos, providenciando reparos e contratando serviços de manutenção corretiva, quando necessário.

Pode apresentar proposta de atualização de equipamentos.

Supervisiona a limpeza e a organização das áreas comuns do edifício Verifica os resultados dos serviços de dedetização Controla o consumo de produtos e materiais, realizando a aquisição para reposição no estoque.

Controla os recursos financeiros, verificando as despesas e as receitas previstas e realizadas Coordena a equipe de trabalho, dimensionando pessoal para cada setor, atribuindo tarefas, delegando responsabilidades e orientando a execução dos serviços Controla conflitos na equipe.

Administra recursos humanos, participando da seleção de pessoal, controlando absenteísmo e estabelecendo escala de horários e folgas Supervisiona a equipe de trabalho, avaliando o desempenho e identificando o potencial das pessoas.

Controla tempo e qualidade na realização de tarefas Pode solicitar autoavaliação de cada membro da equipe Realiza reuniões de avaliação da equipe.

Levanta as necessidades de treinamento, providenciando as atividades de capacitação Instrui a equipe sobre regulamento do condomínio e organiza treinamento para execução de novos serviços e para uso de novos equipamentos e produtos Simula atividades para aprendizagem.

Elabora relatórios de operação e de avaliação, preparando informações sobre quebra e reposição de materiais, registrando ocorrências nos setores e apresentando o nível de satisfação dos condôminos Participa de reuniões e assembleias de condomínios Pode elaborar atas e relatórios de prestação de contas.

Controla desperdícios, com o reaproveitamento do material, sempre que possível Orienta o descarte de resíduos de acordo com as normas ambientais Zela pela segurança das pessoas, assegurando o cumprimento das normas, identificando e eliminando as condições inseguras, orientando e conscientizando a equipe para o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC).

Funções do cargo

O funcionário CBO 5101-10 deve demonstrar competências pessoais, coordenar equipe de trabalho, planejar rotinas de trabalho em restaurantes, hotéis, transportes e administração de edifícios, avaliar execução de serviços, atender clientes em bilheterias, hotéis e restaurantes, elaborar relatórios de operação e de avaliação, avaliar desempenho de funcionários, treinar funcionários em hospedagem, alimentação e transportes, verificar manutenção de instalações, equipamentos e utensílios.

Condições de trabalho dessas profissões

Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios trabalham em empresas de transporte, turismo, hotelaria, alimentação, condomínios de edifícios e em departamentos de serviços de apoio de empresas públicas e privadas, dentre outras. São trabalhadores assalariados, com carteira assinada, atuam em ambientes fechados, a céu aberto ou em veículos, em subterrâneos, em rodízio de turnos e horários irregulares, sob supervisão ocasional. Em algumas das atividades podem estar expostos a ruído intenso e sujeitos à pressão ocasionadora de estresse.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 5101-10

O exercício dessas ocupações requer, no mínimo, escolaridade de nível médio incompleto e curso qualificação profissional de duzentas a quatrocentas horas-aula. O acesso à função de supervisão ocorre após um ou dois anos de experiência na área.

Atividades exercidas por um Administrador de edifícios CBO 5101-10

Um Administrador de edifícios (ou sinônimo) deve participar de programas de treinamento, orientar pedido do cliente, demonstrar atitudes inovadoras, atribuir tarefas aos funcionários, providenciar reparos de equipamentos e instalações, simular atividades para aprendizagem, programar uso de equipamentos em hotéis e restaurantes, elaborar relatório sobre quebra e reposição de materiais, verificar resultado dos serviços de manutenção, dedetização e desratização, distribuir a utilização de equipamentos em bilheterias, hotéis e restaurantes, controlar recebimento de mercadorias e valores, verificar estado das instalações, dimensionar equipe de trabalho, determinar parâmetros de avaliação de comportamento de funcionários, programar abastecimento dos setores, tratar clientes e subordinados com cortesia, detectar necessidades de treinamento ou reciclagem, acompanhar visitações, manter-se atualizado, registrar ocorrências nos setores, coletar dados sobre desempenho de funcionários, controlar uso de uniformes e equipamentos de proteção individual, avaliar funcionários para promoções, sugerir produtos ou serviços de acordo com a clientela, elaborar normas para treinamento de funcionários, analisar opiniões dos clientes sobre produtos e serviços, realizar reuniões de avaliação de funcionários, gerar relatório sobre procedimentos de bilheterias, elaborar cronogramas de execução de tarefas, realizar triagem de peças de roupas e utensílios para descarte ou reparo, manter boa postura pessoal, coletar dados sobre venda de bilhetes, estabelecer escala de horários e folgas de funcionários, implementar sanções disciplinares, aplicar normas do condomínio, solicitar auto-avaliação dos funcionários, registrar pedido do cliente, delegar responsabilidade aos funcionários, motivar funcionários, coletar dados sobre operação de reservas, acomodar clientes, supervisionar horários de portaria, demonstrar bom senso, avaliar tempo, qualidade na entrega dos produtos e serviços aos clientes, executar trabalho de subordinados, avaliar novos equipamentos e utensílios, organizar treinamento para execução de novos serviços, supervisionar segurança do prédio, organizar treinamento para uso de novos equipamentos e produtos, distribuir funcionários em setores, demonstrar iniciativa na resolução de problemas, elaborar relatório sobre nível de satisfação do cliente, verificar funcionamento de equipamentos, sugerir atualização de equipamentos, elaborar relatório sobre situação de ocupação do quarto, adequar equipe a situações atípicas, supervisionar locais de armazenamento e acondicionamento dos produtos, providenciar atividades de capacitação, descrever procedimentos de execução dos serviços, propor treinamento externo para funcionários, controlar consumo de matérias-primas e insumos, supervisionar higiene pessoal dos funcionários, liderar equipe, supervisionar guarda de valores, avaliar tempo e qualidade na realização de tarefas, acompanhar a aprendizagem dos novos funcionários, demonstrar senso de organização, examinar produtos, segundo validade de utilização, instruir funcionário sobre normas e regulamentos da empresa, examinar preparação de ambientes - quartos, salão de atendimento de restaurantes e outros, estabelecer rotinas de passagem de turnos, intermediar informações entre equipe e superiores, atender reclamações, avaliar comportamento do funcionário com o cliente, orientar execução dos serviços, manter bons hábitos de higiene, definir funções da equipe de trabalho, encaminhar clientes, demonstrar agilidade, operacionalizar a grade horária de transportes, bilheterias e portaria, recepcionar clientes, finalizar atendimento ao cliente, determinar parâmetros para avaliação de execução de tarefas, avaliar comportamento dos porteiros com os moradores.

Cargos e salários CBO 5101-10 - Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios

Salário Administrador de Edifícios

Administrador de Edifícios: Brasil

  • 5.190
  • Brasil
  • 2.697 - 5.646
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.697 e 5.646 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.190 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Chefe de Portaria (edifício)

Chefe de Portaria (edifício): Brasil

  • 5.190
  • Brasil
  • 2.697 - 5.646
  • 43h
O profissional no cargo de Chefe de Portaria (edifício) CBO 5101-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.697 e 5.646 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.190 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Encarregado de Edifício

Encarregado de Edifício: Brasil

  • 5.190
  • Brasil
  • 2.697 - 5.646
  • 43h
O profissional no cargo de Encarregado de Edifício CBO 5101-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.697 e 5.646 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.190 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Síndico (edifícios)

Síndico (edifícios): Brasil

  • 5.190
  • Brasil
  • 2.697 - 5.646
  • 43h
O profissional no cargo de Síndico (edifícios) CBO 5101-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.697 e 5.646 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.190 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios

Administrador de Edifícios: Bahia

  • 729
  • Bahia
  • 2.472 - 4.174
  • 44h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Bahia, ganha entre 2.472 e 4.174 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 729 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios São Paulo

Administrador de Edifícios: São Paulo, SP

  • 1.007
  • São Paulo, SP
  • 4.039 - 7.948
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 4.039 e 7.948 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.007 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios Teresina

Administrador de Edifícios: Teresina, PI

  • 28
  • Teresina, PI
  • 1.998 - 3.881
  • 44h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Teresina - PI, ganha entre 1.998 e 3.881 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 28 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios

Administrador de Edifícios: São Paulo

  • 1.534
  • São Paulo
  • 3.599 - 7.133
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em São Paulo, ganha entre 3.599 e 7.133 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.534 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios Brasília

Administrador de Edifícios: Brasília, DF

  • 77
  • Brasília, DF
  • 3.265 - 5.689
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Brasília - DF, ganha entre 3.265 e 5.689 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 77 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios Recife

Administrador de Edifícios: Recife, PE

  • 114
  • Recife, PE
  • 2.213 - 3.589
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Recife - PE, ganha entre 2.213 e 3.589 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 114 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios Rio de Janeiro

Administrador de Edifícios: Rio de Janeiro, RJ

  • 631
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 2.238 - 4.300
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 2.238 e 4.300 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 631 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios

Administrador de Edifícios: Paraná

  • 482
  • Paraná
  • 2.047 - 3.225
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Paraná, ganha entre 2.047 e 3.225 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 482 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios Fortaleza

Administrador de Edifícios: Fortaleza, CE

  • 224
  • Fortaleza, CE
  • 2.121 - 3.467
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Fortaleza - CE, ganha entre 2.121 e 3.467 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 224 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios Curitiba

Administrador de Edifícios: Curitiba, PR

  • 430
  • Curitiba, PR
  • 2.001 - 3.044
  • 42h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 2.001 e 3.044 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 430 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Administrador de Edifícios Salvador

Administrador de Edifícios: Salvador, BA

  • 554
  • Salvador, BA
  • 2.539 - 4.278
  • 43h
O profissional no cargo de Administrador de Edifícios CBO 5101-10 trabalhando em Salvador - BA, ganha entre 2.539 e 4.278 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 554 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Chefe de Portaria (edifício)

Chefe de Portaria (edifício): São Paulo

  • 1.534
  • São Paulo
  • 3.599 - 7.133
  • 43h
O profissional no cargo de Chefe de Portaria (edifício) CBO 5101-10 trabalhando em São Paulo, ganha entre 3.599 e 7.133 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.534 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Chefe de Portaria (edifício) São Paulo

Chefe de Portaria (edifício): São Paulo, SP

  • 1.007
  • São Paulo, SP
  • 4.039 - 7.948
  • 43h
O profissional no cargo de Chefe de Portaria (edifício) CBO 5101-10 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 4.039 e 7.948 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.007 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.
Salário Chefe de Portaria (edifício) Curitiba

Chefe de Portaria (edifício): Curitiba, PR

  • 430
  • Curitiba, PR
  • 2.001 - 3.044
  • 42h
O profissional no cargo de Chefe de Portaria (edifício) CBO 5101-10 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 2.001 e 3.044 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 430 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 5101-10.