Marcador de Toras - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 1.515,67/mês

Atualizado em

Hoje um Marcador de Toras ganha em média R$ 1.515,67 para uma jornada de trabalho de 44 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 975 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Marcador de Toras pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 1.474,28 e o teto salarial de R$ 2.391,41, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Marcador de Toras.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 22 anos, ensino médio completo, do sexo masculino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Marcador de Toras é Grajau , MA.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Marcador de Toras, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Marcador de Toras CBO 6321-05

O Marcador de Toras classifica árvores de florestas diversas – plantadas, renováveis, nativas e manejadas -, em matas, locais de derrubada e estaleiramento (ou esplanada) Identifica as espécies das árvores e descreve suas características Pode sinalizar árvores selecionadas.

Fiscaliza o recebimento da madeira nos pátios de estocagem, organizando as atividades de descarga e estaleiramento e confrontando registros para certificar-se da correção dos procedimentos e do bom estado do material Classifica e examina a madeira recebida, verificando sua espécie, qualidade, volume e correspondência às especificações indicadas pelos serviços de tombamento Classifica e mede pilhas de toras e toretes, registrando dados quantitativos e qualitativos, tais como espécie, diâmetro e comprimento Registra as medidas, usando convencionalmente hipsômetros ou outros instrumentos de medida, como paquímetro e fita dendométrica.

Pode usar instrumentos digitais Em pátios de recebimento de indústrias de tecnologias não convencionais, opera equipamento-esteira (log sorter) para classificação e medição - feitas por sensores e escâner e registradas em meios digitais -, além do transporte de toras e toretes Utiliza softwares de entrada de dados, de sistema de classificação e medição e de controle do transportador de toras e toretes.

Acondiciona e expede toras e toretes, organizando as atividades de embarque Indica o valor econômico da madeira, com base na espécie, na qualidade e no volume Controla volume e estoques de madeiras Organiza o local de trabalho.

Mantém equipamentos, ferramentas e instrumentos de medidas organizados, acondicionados e em plenas condições de uso e funcionamento Zela pela segurança, identificando áreas com riscos de incêndios e de ataques por animais, sinalizando locais com risco de acidentes, e utilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para evitar cortes e ferimentos com as ferramentas de trabalho Pode apagar incêndios em florestas Pode prestar primeiros socorros.

Algumas funções no exercício da profissão

  • inventariar florestas;
  • demonstrar competências pessoais;
  • condicionar solo para plantio;
  • realizar medições;
  • extrair madeira;
  • transportar Árvores, toras e toretes;
  • empregar medidas de segurança;
  • reflorestar Áreas;
  • baldear toras e toretes de campo para estrada;
  • treinar colegas de trabalho;
  • conferir inclinação de árvores;
  • empilhar árvores, toras e toretes;
  • ver mais...

Salário de Marcador de Toras CBO 6321-05 - Série histórica

Quanto ganha um Marcador de Toras por região do Brasil

Quanto ganha um Marcador de Toras nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Marcador de Toras na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 1.317,00 1.353,98 2.046,18 6,15 111
44 1.299,79 1.336,29 2.019,44 6,07 77
44 1.549,11 1.592,60 2.406,79 7,25 75
44 1.409,62 1.449,20 2.190,07 6,59 48
44 1.289,79 1.326,00 2.003,89 6,07 37
44 1.307,43 1.344,14 2.031,30 6,11 34
44 1.323,43 1.360,59 2.056,16 6,18 34
44 1.300,62 1.337,14 2.020,73 6,08 28
44 1.346,72 1.384,54 2.092,35 6,29 28
44 1.644,38 1.690,56 2.554,82 7,68 27
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

Tabela salarial para Marcador de Toras

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 1.474 17.691 369 6,73
Média Salarial 1.516 18.188 379 6,92
1º Quartil 1.318 15.817 330 6,02
Salário Mediana 1.412 16.944 353 6,44
3º Quartil 1.824 21.885 456 8,32
Teto Salarial 2.391 28.697 598 10,92
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Marcador de Toras negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 6321-05 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para o cargo

Marcador de Toras é um cargo que está com baixíssima demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Abril de 2023 e Março de 2024, tivemos uma queda de 14.29% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Marcador de Toras CBO 6321-05 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Marcador de Toras por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Marcador de Toras na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 1.320,07 1.357,13 2.050,94 6,18 251
44 1.512,07 1.554,53 2.349,25 7,08 244
43 1.348,85 1.386,73 2.095,66 6,38 103
44 1.446,20 1.486,80 2.246,90 6,76 63
44 1.612,14 1.657,40 2.504,71 7,53 51
44 1.692,45 1.739,97 2.629,49 7,91 50
44 1.795,42 1.845,83 2.789,47 8,39 44
44 1.653,40 1.699,82 2.568,82 7,74 41
44 1.380,47 1.419,24 2.144,79 6,45 34
44 1.788,09 1.838,30 2.778,09 8,36 34
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
0142-3/00 Produção de mudas e outras formas de propagação vegetal, certificadas 1.307,32 1.344,03 2.031,13
0230-6/00 Atividades de apoio à produção florestal 1.494,66 1.536,63 2.322,20
0161-0/03 Serviço de preparação de terreno, cultivo e colheita 1.319,85 1.356,91 2.050,61
0210-1/08 Produção de carvão vegetal - florestas plantadas 1.330,19 1.367,54 2.066,67
0210-1/07 Extração de madeira em florestas plantadas 1.422,30 1.462,24 2.209,78
8299-7/99 Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas 1.370,49 1.408,97 2.129,28
0151-2/01 Criação de bovinos para corte 1.383,14 1.421,97 2.148,93
4681-8/03 Comércio atacadista de combustíveis de origem vegetal 1.348,73 1.386,60 2.095,47
0220-9/01 Extração de madeira em florestas nativas 1.545,56 1.588,96 2.401,28
2342-7/02 Fabricação de artefatos de cerâmica e barro cozido para uso na construção 1.408,63 1.448,18 2.188,54
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Marcador de Toras por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 975 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Marcador de Toras CBO 6321-05 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
930 44 220 1.517,41 6,90
44 40 200 1.473,32 7,37
1 43 215 1.760,00 8,19

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por nível profissional e porte da empresa

Metodologia: Salários de 490 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Nível I Nível II Nível III
Micro 1.568,21 1.671,83 1.851,58
Pequenas 1.533,21 1.636,84 1.816,59
Médias 1.547,57 1.651,20 1.830,95
Grandes Empresas 789,65 893,27 1.073,02
  • *Marcador de Toras Nível I: até 4 anos;
  • *Marcador de Toras Nível II: de 4 a 6 anos;
  • *Marcador de Toras Nível III: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Marcador de Toras

  • Salário Base: R$ 1.515,67
  • Salário-educação (3%): R$ 45,47
  • Sistema S (2%): R$ 30,31
  • INSS Patronal (20%): R$ 303,13
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 15,16
  • FGTS (8%): R$ 121,25
  • Férias 1/12: R$ 126,31
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 303,13
  • Periculosidade (30%): R$ 454,70
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 42,10
  • 13º Salário: R$ 126,31
  • FGTS sobre Férias: R$ 10,10
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 3,37
  • FGTS sobre 13º: R$ 10,10
  • Aviso Prévio: R$ 126,31
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 10,10
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 126,31

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Marcador de Toras pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Marcador de Toras