Tecnólogo em Produção Industrial - Salário, piso salarial, o que faz e mercado de trabalho em Gestão da Produção Industrial

CBO: 2149-30

O que faz

O Tecnólogo em Produção Industrial executa atividades de manuseio e operação de máquinas e equipamentos para produção, realização de manutenções e configurações, testes de revisão, presta assessoria técnica em todo o processo produtivo, documentação de todos os procedimentos efetuados, além de inspecionar os materiais utilizados nas etapas de produção industrial.

Mercado de trabalho

O Tecnólogo em Produção Industrial está presente em indústrias e prestadores de serviços, pela alta demanda de profissionais qualificados no mercado existe um grande número de vagas de emprego disponíveis para essa atividade. O Tecnólogo em Produção Industrial deve possuir formação superior completa como Tecnólogo além de registro junto ao conselho.

Atividades e funções mais comuns para a profissão

  • Demonstrar raciocínio matemático;
  • Mapear equipe de trabalho;
  • Avaliar desempenho de equipe de trabalho;
  • Pesquisar tecnologias;
  • Prestar assessorias técnicas;
  • Divulgar resultados e planos de trabalho;
  • Auditorar processos, produtos e serviços;
  • ver mais...

Quanto ganha um Tecnólogo em Produção Industrial em 2024

Hoje um Tecnólogo em Produção Industrial ganha em média R$ 4.068,77 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais.

As informações são de acordo com pesquisa do Salario.com.br junto a dados oficiais do Novo CAGED, que reúne dados do CAGED, eSocial e Empregador Web com um total de 472 salários de profissionais admitidos e desligados pelas empresas nos últimos 12 meses.

Faixa salarial e piso salarial 2024

A faixa salarial do Tecnólogo em Produção Industrial fica entre R$ 2.800,00 salário mediana da pesquisa e o teto salarial de R$ 9.859,33, sendo que R$ 3.957,64 é a média do piso salarial 2024 de acordos coletivos levando em conta profissionais em regime CLT de todo o Brasil.

O perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 19 anos, formação superior em Gestão da Produção Industrial, do sexo masculino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Fabricação de açúcar em bruto.

A cidade com mais ocorrências de contratações e por consequência com mais vagas de emprego para Tecnólogo em Produção Industrial é Conceição das Alagoas - MG.

Salário de Tecnólogo em Produção Industrial - Série histórica

Salário de Tecnólogo em Produção Industrial por região do Brasil

Quanto ganha um Tecnólogo em Produção Industrial nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Tecnólogo em Produção Industrial na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
44 1.413,22 1.452,90 2.195,67 6,60 57
43 2.763,96 2.841,57 4.294,26 13,22 54
43 6.116,19 6.287,92 9.502,50 29,51 23
44 7.237,52 7.440,73 11.244,66 34,03 15
44 1.623,57 1.669,15 2.522,47 7,59 15
42 2.385,27 2.452,25 3.705,91 11,76 14
43 7.064,94 7.263,31 10.976,53 33,97 13
44 5.123,85 5.267,72 7.960,74 23,94 13
41 3.597,37 3.698,38 5.589,10 17,97 12
44 2.584,97 2.657,55 4.016,16 12,08 11
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

Cálculo salarial para Tecnólogo em Produção Industrial

Divisões salariais com base no salário bruto no cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 3.958 47.492 989 18,29
Média Salarial 4.069 48.825 1.017 18,81
1º Quartil 1.697 20.362 424 7,84
Salário Mediana 2.800 33.600 700 12,94
3º Quartil 7.519 90.230 1.880 34,76
Teto Salarial 9.859 118.312 2.465 45,57
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Tecnólogo em Produção Industrial negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais no cargo de Tecnólogo em Produção Industrial da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para Gestão da Produção Industrial

Tecnólogo em Produção Industrial é um cargo que está com demanda restrita no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Dezembro de 2022 e Dezembro de 2023, tivemos uma queda de 33.33% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Tecnólogo em Produção Industrial pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Tecnólogo em Produção Industrial por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Tecnólogo em Produção Industrial na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
43 4.513,10 4.639,82 7.011,83 21,59 148
44 1.801,35 1.851,93 2.798,69 8,45 104
43 4.449,60 4.574,53 6.913,17 21,16 66
43 5.757,77 5.919,44 8.945,63 27,72 28
44 3.006,22 3.090,63 4.670,65 14,09 17
43 4.518,02 4.644,88 7.019,48 21,49 17
44 7.237,52 7.440,73 11.244,66 34,03 15
42 2.385,27 2.452,25 3.705,91 11,76 14
44 4.666,48 4.797,51 7.250,14 21,93 12
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
1071-6/00 Fabricação de açúcar em bruto 1.491,29 1.533,16 2.316,95
2631-1/00 Fabricação de equipamentos transmissores de comunicação, peças e acessórios 2.634,35 2.708,32 4.092,89
1412-6/01 Confecção de peças do vestuário 3.977,51 4.089,19 6.179,71
3839-4/01 Usinas de compostagem 2.272,28 2.336,08 3.530,35
7120-1/00 Testes e análises técnicas 7.255,38 7.459,09 11.272,40
7020-4/00 Atividades de consultoria em gestão empresarial 1.986,27 2.042,04 3.086,00
1721-4/00 Fabricação de papel 11.060,49 11.371,04 17.184,26
7112-0/00 Serviços de engenharia 6.958,40 7.153,78 10.811,01
7311-4/00 Agências de publicidade 4.017,34 4.130,14 6.241,60
1813-0/99 Impressão de material para outros usos 7.221,94 7.424,71 11.220,45
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganham profissionais de Gestão da Produção Industrial por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 472 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Tecnólogo em Produção Industrial em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
396 44 220 3.547,20 16,12
44 40 200 7.930,50 39,65
6 42 210 6.546,50 31,17
5 43 215 5.314,20 24,72
2 17 85 6.306,00 74,19
2 25 125 3.235,00 25,88

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por porte da empresa e nível profissional

Um Tecnólogo em Produção Industrial Nível I ganha em média R$ 4.239,55, o Nível II recebe cerca de R$ 4.795,90, já o Nível III tem uma média salarial de R$ 5.760,98 mensais de acordo com pesquisa do Salario.com.br junto aos dados oficiais do CAGED de profissionais demitidos no mercado de trabalho.

Metodologia: Salários de 218 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Nível I Nível II Nível III
Micro 3.909,76 4.187,94 4.670,48
Pequenas 4.332,96 4.611,13 5.093,67
Médias 4.527,87 4.806,05 5.288,59
Grandes Empresas 4.079,43 4.357,61 4.840,15
  • *Tecnólogo em Produção Industrial Nível I: até 4 anos;
  • *Tecnólogo em Produção Industrial Nível II: de 4 a 6 anos;
  • *Tecnólogo em Produção Industrial Nível III: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Tecnólogo em Produção Industrial

  • Salário Base: R$ 4.068,77
  • Salário-educação (3%): R$ 122,06
  • Sistema S (2%): R$ 81,38
  • INSS Patronal (20%): R$ 813,75
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 40,69
  • FGTS (8%): R$ 325,50
  • Férias 1/12: R$ 339,06
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 813,75
  • Periculosidade (30%): R$ 1.220,63
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 113,02
  • 13º Salário: R$ 339,06
  • FGTS sobre Férias: R$ 27,13
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 9,04
  • FGTS sobre 13º: R$ 27,13
  • Aviso Prévio: R$ 339,06
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 27,13
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 339,06

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhiistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Tecnólogo em Produção Industrial pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Tecnólogo em Produção Industrial