Médico Oftalmologista - Piso Salarial 2024, O Que Faz, Salário Medicina com Especialização em Oftalmologia

R$ 6.071,17/mês

Atualizado em

Hoje um Médico Oftalmologista ganha em média R$ 6.071,17 para uma jornada de trabalho de 15 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 389 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Médico Oftalmologista pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 5.905,36 e o teto salarial de R$ 11.835,24, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Médico Oftalmologista.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 34 anos, formação superior em Medicina com Especialização em Oftalmologia, do sexo feminino que trabalha 11h semanais em empresas do segmento de Atividades de atenção ambulatorial de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Médico Oftalmologista é Rio de Janeiro , RJ.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Médico Oftalmologista, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Médico Oftalmologista CBO 2252-65

O Médico Oftalmologista planeja a realização de atividades relacionadas à oftalmologia, para atendimento de crianças, adolescentes e adultos, em consultório, clínica e hospital Seleciona instrumentos e equipamentos e testa seu funcionamento Orienta a execução de assepsia do ambiente.

Recepciona paciente e, se for o caso, acompanhante em consulta Faz anamnese, perguntando sobre identificação de paciente, queixa principal, história da doença atual (início e evolução do quadro), antecedentes familiares (com foco em problemas oftalmológicos, como casos de estrabismo, glaucoma, catarata e retinopatias) e história pessoal (com levantamento de hábitos de vida, alimentação, tratamentos oculares anteriores, doenças sistêmicas e uso de medicações) Realiza exames, tais como avaliação da acuidade visual, reflexos pupilares e exame de fundo de olho Requisita exames, como ultrassonografia do globo ocular, ressonância magnética das órbitas oculares, campimetria computadorizada, mapeamento de retina, topografia de córnea, biomicroscopia ultrassônica, entre outros.

Realiza diagnóstico e prognóstico de alteração ou doença, como glaucoma, catarata, miopia, retinopatia diabética, ou outra Conversa com paciente e/ou acompanhante sobre alteração ou doença, suas implicações e o plano de tratamento Realiza o planejamento e execução de procedimentos terapêuticos não cirúrgicos de acordo com alteração ou doença e com as características de paciente.

Prescreve óculos de grau ou lentes corretivas (como em casos de astigmatismo e miopia) e uso de colírios lubrificantes (para tratar síndrome do olho seco) Realiza o planejamento do procedimento cirúrgico, atuando com equipe multidisciplinar Seleciona seus auxiliares, estabelecendo o número e a qualificação da equipe para realização da cirurgia Presta instruções pré-operatórias para paciente.

Efetua cirurgias, como vitrectomia para o tratamento de descolamento da retina, hemorragia causada por retinopatia diabética ou outros problemas oculares, cirurgia robótica de catarata, com incisões feitas de forma precisa e rápida por “laser”, cirurgia para tratar tumores primários da órbita, na maioria benignos, cirurgia em tumor maligno de pálpebra, para retirada da lesão, entre outras Pode realizar transplante de tecidos oculares, como a córnea e a esclera No pós-operatório, participa na monitorização de paciente, identificando e tratando complicações, tais como dor, secreção ocular, alteração da visão ou outras mudanças no quadro clínico Avalia as condições de paciente para receber alta Presta orientações a serem seguidas após a alta - mas ainda no período de recuperação da cirurgia -, como manter os olhos lubrificados com lágrimas artificiais, evitar exercícios e esportes de contato, proteger os olhos da água corrente do banho enquanto eles cicatrizam, entre outras.

Atende e reabilita paciente com alteração, atrofia ou perdas oculares, paciente cego, e paciente com baixa visão Participa de equipe multidisciplinar – com fonoaudiólogo, assistente social, psicólogo, entre outros profissionais – para promover a inclusão social do deficiente visual Pode realizar a adaptação de prótese ocular.

Registra procedimentos efetuados em prontuário do paciente Elabora documentos médicos, tais como relato de ato cirúrgico e parecer Atua no Sistema Único de Saúde (SUS), realizando atividades na Atenção Básica à Saúde, nas Unidades de Atenção Especializada em Oftalmologia e nos Centros de Referência em Oftalmologia.

Divulga informações sobre hábitos de vida – tais como prática de exercícios físicos, alimentação balanceada, e uso de óculos com proteção ultravioleta - que podem melhorar a saúde ocular, garantindo mais qualidade e conforto para a visão Mantém-se atualizado na sua área de atuação, avaliando inovações tecnológicas Supervisiona equipe, avaliando e orientando seu desempenho.

Efetua pesquisas em oftalmologia, divulgando resultados em congressos e em artigos publicados em periódicos especializados.

Algumas funções no exercício da profissão

  • administrar serviços de saúde;
  • praticar intervenções cirúrgicas;
  • realizar consulta e atendimento médico;
  • implementar ações para promoção da saúde;
  • tratar paciente - como ser biopsicossocial;
  • elaborar documentos médicos;
  • difundir conhecimentos médicos;
  • demonstrar competências pessoais;
  • demonstrar capacidade de administrar o tempo;
  • levantar hipóteses diagnósticas;
  • preencher formulários de notificação compulsória;
  • promover atividades educativas;
  • selecionar órteses, próteses e materiais especiais;
  • distribuir tarefas;
  • emitir receitas;
  • redigir trabalhos científicos;
  • estabelecer plano de ações em saúde;
  • demonstrar altruísmo;
  • demonstrar capacidade de adequar linguagem;
  • ver mais...

Salário de Médico Oftalmologista CBO 2252-65 - Série histórica

Quanto ganha um Médico Oftalmologista por região do Brasil

Quanto ganha um Médico Oftalmologista nas principais cidades

Clique em uma cidade para ver a pesquisa salarial completa para Médico Oftalmologista na localidade
Cidade Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
13 5.106,88 5.250,27 7.934,36 83,26 175
24 10.082,14 10.365,23 15.664,24 84,69 46
16 4.081,79 4.196,40 6.341,72 54,15 22
12 7.573,98 7.786,65 11.767,41 132,85 18
7 2.724,85 2.801,36 4.233,50 83,44 14
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada uma das cidades da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outras cidades além dessas utilize a Busca Salarial.

Tabela salarial para Médico Oftalmologista

Tabela salarial referentes ao salário base do cargo e na remuneração por períodos
Período Salário Mensal Salário Anual Salário Semanal Salário/Hora
Piso Salarial 5.905 70.864 1.476 76,98
Média Salarial 6.071 72.854 1.518 79,15
1º Quartil 3.731 44.777 933 48,64
Salário Mediana 5.456 65.472 1.364 71,13
3º Quartil 9.026 108.313 2.257 117,67
Teto Salarial 11.835 142.023 2.959 154,29
  • Piso Salarial: Média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos com menções ao cargo de Médico Oftalmologista negociados por sindicatos e registrados no MTE;
  • Média Salarial: A soma de todos os salários dividido pelo total de salários de profissionais CBO 2252-65 da amostragem. Cálculo de média aritmética simples;
  • 1° Quartil: Primeiro quartil é o cálculo que separa 25% dos menores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Salário Mediana: Mediana é o valor que mostra o salário bem ao centro da amostragem. o cálculo separa os dados de modo que 50% dos salários informados são superiores a esse nível e 50% são inferiores;
  • 3º Quartil: Cálculo que separa 25% dos maiores salários e obtém a média salarial entre eles;
  • Teto Salarial: Corresponde aos maiores salários no cargo, observando-se ponderações e filtros exclusivos do nosso algoritmo de pesquisa salarial.

Demanda no mercado de trabalho para Medicina com Especialização em Oftalmologia

Médico Oftalmologista é um cargo que está com demanda restrita no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses.

No comparativo entre os meses de Abril de 2023 e Março de 2024, tivemos uma queda de 37.5% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Dentro da pesquisa, logo abaixo, você pode conferir um gráfico completo mês a mês com o número de contratações e demissões de Médico Oftalmologista CBO 2252-65 pelo mercado de trabalho brasileiro segundo levantamento estatístico do Salario.com.br junto a dados salariais oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web nos últimos 12 meses.

Quanto ganha um Médico Oftalmologista por estado

Clique em um estado para ver a pesquisa salarial completa para Médico Oftalmologista na localidade
UF Jornada Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial Salário/Hora Total
13 5.095,17 5.238,23 7.916,17 83,21 176
11 5.187,59 5.333,25 8.059,76 95,45 57
24 10.082,14 10.365,23 15.664,24 84,69 46
16 4.081,79 4.196,40 6.341,72 54,15 22
15 3.854,52 3.962,75 5.988,63 52,62 16
25 7.561,82 7.774,14 11.748,51 61,44 13
Para ver a pesquisa salarial completa para o cargo em cada um dos estados da tabela, clique nos links das localidades da lista. Para ver o salário em outros estados além desses utilize a Busca Salarial.

Tipos de empresas que mais contratam

Salários por setores de empresas
CNAE Segmento da Empresa Piso Salarial Média Salarial Teto Salarial
8630-5/99 Atividades de atenção ambulatorial 5.539,41 5.694,95 8.606,38
8660-7/00 Atividades de apoio à gestão de saúde 9.286,45 9.547,20 14.428,01
8610-1/01 Atividades de atendimento hospitalar 4.576,67 4.705,18 7.110,61
8610-1/02 Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências 5.249,50 5.396,89 8.155,95
8690-9/99 Outras atividades de atenção à saúde humana 3.515,98 3.614,70 5.462,65
8411-6/00 Administração pública em geral 4.219,97 4.338,46 6.556,41
8630-5/03 Atividade médica ambulatorial restrita a consultas 3.871,54 3.980,25 6.015,07
8630-5/02 Atividade médica ambulatorial com recursos para realização de exames complementares 3.809,87 3.916,84 5.919,25
8550-3/02 Atividades de apoio à educação 11.733,80 12.063,26 18.230,35
8800-6/00 Serviços de assistência social sem alojamento 7.186,96 7.388,75 11.166,10
CNAE (Classificação Nacional das Atividades Econômicas). Para ver a pesquisa salarial completa para o segmento, clique nas empresas da lista. Para ver outros segmentos e pesquisas em estados e cidades específicas, utilize a nossa Pesquisa Salarial e filtre a busca por CNAE.

Quanto ganha um Médico Oftalmologista concursado

Profissionais com formação superior em Medicina com Especialização em Oftalmologia contratados para exercer o cargo de Médico Oftalmologista também podem almejar um emprego público através de concurso.

O salário de Médico Oftalmologista concursado é de R$ 4.338,46 para uma jornada de 18 horas semanais, segundo dados de 15 profissionais contratados por concúrso público para órgãos municipais, estaduais ou federais.

Seguir uma carreira concursada de Médico Oftalmologista não parece ser uma boa idéia, já que a remuneração no setor público é cerca de 29% menor do que a média salarial do setor privado. Talvez compense pela estabilidade e jornada de trabalho menor, mas precisaria pesar bem os prós e contras.

Quanto ganham profissionais de Medicina com Especialização em Oftalmologia por jornada de trabalho

Relação jornada de trabalho/salário. Filtro de amostragem com 389 profissionais admitidos e desligados. A relação abrange somente Médico Oftalmologista CBO 2252-65 em regime integral de trabalho.

Cálculo de acordo com a carga horária mensal e salário
Total Jornada Ref. Salário Mensal Salário Hora
147 11 55 5.560,02 101,09
50 24 120 9.926,49 82,72
39 12 60 5.292,55 88,21
25 10 50 4.263,40 85,27
21 20 100 7.629,66 76,30
14 22 110 3.906,00 35,51

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no contrato de trabalho. A lei exige que fique clara, por escrito, a duração do trabalho que esse profissional terá de cumprir.

Salários por porte da empresa e nível profissional

Metodologia: Salários de 129 profissionais demitidos pelas empresas.
Porte da Empresa Júnior Pleno Sênior
Micro 7.066,33 7.481,41 8.201,43
Pequenas 5.571,50 5.986,58 6.706,60
Médias 5.877,02 6.292,10 7.012,12
Grandes Empresas 7.082,66 7.497,74 8.217,76
  • *Médico Oftalmologista Júnior: até 4 anos;
  • *Médico Oftalmologista Pleno: de 4 a 6 anos;
  • *Médico Oftalmologista Sênior: acima de 6 anos na empresa até sua demissão;

Gráficos de pesquisa

Simulador de gastos da empresa com o salário mensal de um Médico Oftalmologista

  • Salário Base: R$ 6.071,17
  • Salário-educação (3%): R$ 182,14
  • Sistema S (2%): R$ 121,42
  • INSS Patronal (20%): R$ 1.214,23
  • RAT - Risco Ambiental do Trabalho (1%): R$ 60,71
  • FGTS (8%): R$ 485,69
  • Férias 1/12: R$ 505,93
  • Auxílio Transporte: R$ 220,00
  • Auxílio Alimentação: R$ 440,00
  • Adicional Noturno (20%): R$ 1.214,23
  • Periculosidade (30%): R$ 1.821,35
  • Insalubridade (20%): R$ 288,00
  • Plano de Saúde: R$ 300,00
  • 1/3 de Férias: R$ 168,64
  • 13º Salário: R$ 505,93
  • FGTS sobre Férias: R$ 40,47
  • FGTS sobre 1/3 de Férias: R$ 13,49
  • FGTS sobre 13º: R$ 40,47
  • Aviso Prévio: R$ 505,93
  • FGTS sobre Aviso Prévio: R$ 40,47
  • Multa Rescisória FGTS: R$ 505,93

Os valores referem-se somente a uma simulação de gastos mensais proporcionais e médios do mercado de trabalho. Alguns benefícios não são pagos ao mesmo tempo. Procure seu contador para maiores detalhes.

Fique por dentro dos seus direitos trabalhistas

Gostou da pesquisa e deseja utilizá-la?

Toda essa pesquisa salarial para Médico Oftalmologista pode ser utilizada para fins acadêmicos, empresariais estratégicos e matérias em portais, sites, blogs e redes sociais desde que seja citada a fonte com um link para o site Salario.com.br.

Ainda tem dúvidas sobre a origem dos dados salariais do Salario.com.br? Leia aqui e veja também onde os dados do Salario.com.br estão sendo utilizados.

Salário e mercado de trabalho para Médico Oftalmologista