Início Cargos CBO 239405

CBO 2394-05 - Programadores, avaliadores e orientadores de ensino - Salário 2020, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 2394-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de programadores, avaliadores e orientadores de ensino que pertence ao grupo dos outros profissionais do ensino não classificados anteriormente, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Programadores, avaliadores e orientadores de ensino CBO 2394-05 em todos os estados e cidades do Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2394-05

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Profissionais do ensino.
      • Outros profissionais do ensino não classificados anteriormente.
        • Programadores, avaliadores e orientadores de ensino.

Descrição dos cargos da categoria Programadores, avaliadores e orientadores de ensino

Os Programadores, avaliadores e orientadores de ensino CBO 2394-05 implementam, avaliam, coordenam e planejam o desenvolvimento de projetos pedagógicos/instrucionais nas modalidades de ensino presencial e/ou a distância, aplicando metodologias e técnicas para facilitar o processo de ensino e aprendizagem. Atuam em cursos acadêmicos e/ou corporativos em todos os níveis de ensino para atender as necessidades dos alunos, acompanhando e avaliando os processos educacionais. Viabilizam o trabalho coletivo, criando e organizando mecanismos de participação em programas e projetos educacionais, facilitando o processo comunicativo entre a comunidade escolar e as associações a ela vinculadas.

Condições de trabalho

Programadores, avaliadores e orientadores de ensino atuam em atividades de ensino nas esferas públicas e privadas. São estatutários ou empregados com carteira assinada, trabalham tanto individualmente como em equipe interdisciplinar, com supervisão ocasional, em ambientes fechados e em horários diurno e noturno. Em algumas atividades podem trabalhar sob pressão, levando-os à situação de estresse.

Exigências do mercado de trabalho

O exercício dessas ocupações requer curso superior na área de educação ou áreas correlatas. O desempenho pleno das atividades ocorre após três ou quatro anos de exercício profissional.

Funções dos Programadores, avaliadores e orientadores de ensino CBO 2394-05

Programadores, avaliadores e orientadores de ensino devem:

  • viabilizar o trabalho coletivo;
  • coordenar a (re) construção do projeto pedagógico/instrucional;
  • implementar a execução do projeto pedagógico/instrucional;
  • demonstrar competências pessoais;
  • promover a formação contínua dos profissionais;
  • avaliar o desenvolvimento do projeto pedagógico/instrucional;
  • comunicar-se;
  • Atividades dos cargos CBO 2394-05

    Entre as principais atribuições dos Programadores, avaliadores e orientadores de ensino CBO 2394-05 estão as de:

    • construir sistema de avaliação;
    • buscar assessoria para viabilizar o projeto pedagógico/instrucional;
    • criar e recriar normas de convivência e procedimentos de trabalho coletivo;
    • expressar-se com clareza;
    • estimular o senso de justiça;
    • caracterizar o perfil dos alunos;
    • propor soluções para problemas educacionais detectados;
    • criar espaços para o exercício da diversidade;
    • analisar o desempenho das classes;
    • trabalhar em equipe;
    • administrar recursos de trabalho;
    • dimensionar os problemas;
    • estimular a participação dos diferentes sujeitos;
    • estimular a participação nas instituições associativas;
    • demonstrar proatividade;
    • administrar conflitos disciplinares entre professores e alunos;
    • valorizar experiências pedagógicas significativas;
    • estudar continuamente;
    • fornecer subsídios teóricos;
    • atualizar-se continuamente;
    • levantar necessidades educacionais e sociais;
    • analisar a execução do plano de ensino e outros regimes escolares;
    • interagir com os pais;
    • acompanhar o desenvolvimento do trabalho docente/autor;
    • sugerir mudanças no projeto pedagógico;
    • estimular o respeito mútuo;
    • desenvolver a autoestima;
    • assessorar o trabalho docente;
    • estimular a transparência na condução dos trabalhos;
    • selecionar bibliografia;
    • demonstrar criatividade;
    • formar-se continuamente;
    • acompanhar a trajetória escolar do aluno;
    • detectar eventuais problemas educacionais;
    • avaliar a instituição escolar;
    • criar espaços de participação/interação;
    • demonstrar versatilidade;
    • traçar objetivos educacionais;
    • avaliar o desempenho das classes/turmas;
    • estimular a criatividade;
    • fiscalizar o cumprimento da legislação e do projeto pedagógico;
    • criar mecanismos de participação/interação;
    • contextualizar historicamente a escola;
    • participar das avaliações externas;
    • elaborar relatórios;
    • avaliar a implementação de projetos educacionais;
    • participar da elaboração e reelaboração de regimentos escolares;
    • planejar reuniões com equipes de trabalho;
    • aprofundar a reflexão sobre as teorias da aprendizagem;
    • articular a ação conjunta da escola com as instituições de proteção à criança e ao adolescente;
    • planejar ações de operacionalização;
    • aprofundar a reflexão sobre currículos e metodologias de ensino;
    • possibilitar a avaliação da escola pela comunidade;
    • verificar o cumprimento das metas;
    • participar da avaliação proposta pela instituição;
    • pesquisar os avanços do conhecimento científico, artístico, filosófico e tecnológico;
    • administrar tempo;
    • pesquisar práticas educativas;
    • participar de cursos, seminários e congressos;
    • demonstrar capacidade de observação;
    • coletar diferentes propostas de coordenação, supervisão e orientação como subsídios;
    • estabelecer sintonia entre a política educacional do país e o projeto pedagógico da escola;
    • analisar as reuniões de conselho de classe e de escola;
    • assegurar-se da consonância da concepção de avaliação com os princípios do projeto pedagógico;
    • estimular o senso crítico;
    • organizar os espaços e os mecanismos de participação/interação;
    • fornecer subsídios para reflexão das mudanças sociais, políticas, tecnológicas e culturais;
    • promover trocas de experiências;
    • valorizar a participação das famílias e dos alunos no projeto pedagógico;
    • elaborar textos de orientação;
    • entrevistar;
    • olhar com intencionalidade pedagógica;
    • observar o processo de trabalho em salas de aula;
    • participar de fóruns: acadêmicos, políticos e culturais;
    • coordenar reuniões;
    • auto avaliar-se;
    • respeitar as diversidades;
    • dominar a língua portuguesa;
    • orientar atividades interdisciplinares;
    • formar equipes de trabalho;
    • respeitar a autoria do educador;
    • articular a ação da escola com outras instituições;
    • divulgar experiências pedagógicas;
    • estimular valores estéticos;
    • observar o desempenho das classes;
    • compreender o contexto;
    • organizar encontros, congressos e seminários;
    • produzir material de apoio pedagógico;
    • acompanhar a produção dos alunos;
    • avaliar o desempenho profissional dos educadores;
    • registrar a produção do conhecimento sobre a prática educacional;
    • demonstrar flexibilidade;
    • publicar experiências pedagógicas;
    • divulgar deliberações;
    • organizar reuniões com equipes de trabalho;
    • administrar a demanda por vagas;
    • coordenar projetos e atividades de recuperação da aprendizagem;
    • equalizar informações;
    • avaliar o processo de ensino e de aprendizagem;
    • estimular a solidariedade;
    • sistematizar registros administrativos e pedagógicos;
    • reunir-se com conselhos de classe;
    • socializar informações;
    • respeitar a autonomia do educador;
    • estruturar os tempos pedagógicos;
    • aprofundar a reflexão sobre o desenvolvimento de crianças, jovens e adultos;
    • administrar conflitos;
    • organizar grupos de estudos;
    • organizar encontro de educandos;
    • intermediar conflitos entre a escola e a família;
    • construir instrumentos de avaliação;
    • aplicar sanções disciplinares em consonância com o regimento escolar;
    • respeitar a alteridade;
    • traçar metas educacionais;
    • divulgar resultados de avaliação;
    • observar conselhos de classe e de escola;
    • emitir pareceres;
    • estimular a cooperação;
    • selecionar referencial teórico;
    • contribuir para que as decisões expressem o coletivo;
    • intervir na aplicação de medidas disciplinares;
    • criar clima favorável de trabalho;
    • promover cursos, oficinas e orientação técnica na escola e inter escolas;

    Cargos e salários CBO 2394-05 - Programadores, avaliadores e orientadores de ensino

    Salário Coordenador Pedagógico

    Coordenador Pedagógico: Brasil

    • 15.180
    • Brasil
    • 2.894 - 4.793
    • 38h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.894 e 4.793 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 15.180 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Auxiliar de Coordenação de Ensino Fundamental de Primeira a Quarta Séries

    Auxiliar de Coordenação de Ensino Fundamental de Primeira a Quarta Séries: Brasil

    • 15.180
    • Brasil
    • 2.894 - 4.793
    • 38h
    O profissional no cargo de Auxiliar de Coordenação de Ensino Fundamental de Primeira a Quarta Séries CBO 2394-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.894 e 4.793 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 15.180 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Auxiliar de Curso

    Coordenador Auxiliar de Curso: Brasil

    • 15.180
    • Brasil
    • 2.894 - 4.793
    • 38h
    O profissional no cargo de Coordenador Auxiliar de Curso CBO 2394-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.894 e 4.793 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 15.180 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador de Disciplina e Área de Estudo

    Coordenador de Disciplina e Área de Estudo: Brasil

    • 15.180
    • Brasil
    • 2.894 - 4.793
    • 38h
    O profissional no cargo de Coordenador de Disciplina e Área de Estudo CBO 2394-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.894 e 4.793 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 15.180 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador de Ensino

    Coordenador de Ensino: Brasil

    • 15.180
    • Brasil
    • 2.894 - 4.793
    • 38h
    O profissional no cargo de Coordenador de Ensino CBO 2394-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.894 e 4.793 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 15.180 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Escolar

    Coordenador Escolar: Brasil

    • 15.180
    • Brasil
    • 2.894 - 4.793
    • 38h
    O profissional no cargo de Coordenador Escolar CBO 2394-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.894 e 4.793 para uma jornada de trabalho média de 38h semanais de acordo com dados salariais de 15.180 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Caruaru

    Coordenador Pedagógico: Caruaru, PE

    • 23
    • Caruaru, PE
    • 2.683 - 4.443
    • 40h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Caruaru - PE, ganha entre 2.683 e 4.443 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 23 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Boa Vista

    Coordenador Pedagógico: Boa Vista, RR

    • 21
    • Boa Vista, RR
    • 1.963 - 3.251
    • 37h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Boa Vista - RR, ganha entre 1.963 e 3.251 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 21 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Goiânia

    Coordenador Pedagógico: Goiânia, GO

    • 298
    • Goiânia, GO
    • 2.716 - 4.497
    • 42h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Goiânia - GO, ganha entre 2.716 e 4.497 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 298 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Araraquara

    Coordenador Pedagógico: Araraquara, SP

    • 20
    • Araraquara, SP
    • 2.900 - 4.802
    • 39h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Araraquara - SP, ganha entre 2.900 e 4.802 para uma jornada de trabalho média de 39h semanais de acordo com dados salariais de 20 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Teresina

    Coordenador Pedagógico: Teresina, PI

    • 82
    • Teresina, PI
    • 2.537 - 4.201
    • 40h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Teresina - PI, ganha entre 2.537 e 4.201 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 82 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Mogi das Cruzes

    Coordenador Pedagógico: Mogi das Cruzes, SP

    • 50
    • Mogi das Cruzes, SP
    • 3.672 - 6.081
    • 36h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Mogi das Cruzes - SP, ganha entre 3.672 e 6.081 para uma jornada de trabalho média de 36h semanais de acordo com dados salariais de 50 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Caxias do Sul

    Coordenador Pedagógico: Caxias do Sul, RS

    • 55
    • Caxias do Sul, RS
    • 2.310 - 3.825
    • 28h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Caxias do Sul - RS, ganha entre 2.310 e 3.825 para uma jornada de trabalho média de 28h semanais de acordo com dados salariais de 55 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Palmas

    Coordenador Pedagógico: Palmas, TO

    • 32
    • Palmas, TO
    • 2.388 - 3.954
    • 41h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Palmas - TO, ganha entre 2.388 e 3.954 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 32 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Uberlândia

    Coordenador Pedagógico: Uberlândia, MG

    • 88
    • Uberlândia, MG
    • 2.609 - 4.321
    • 40h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Uberlândia - MG, ganha entre 2.609 e 4.321 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 88 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Belém

    Coordenador Pedagógico: Belém, PA

    • 136
    • Belém, PA
    • 2.964 - 4.908
    • 40h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Belém - PA, ganha entre 2.964 e 4.908 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 136 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Guarulhos

    Coordenador Pedagógico: Guarulhos, SP

    • 119
    • Guarulhos, SP
    • 3.149 - 5.213
    • 39h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Guarulhos - SP, ganha entre 3.149 e 5.213 para uma jornada de trabalho média de 39h semanais de acordo com dados salariais de 119 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.
    Salário Coordenador Pedagógico Rio Branco

    Coordenador Pedagógico: Rio Branco, AC

    • 32
    • Rio Branco, AC
    • 3.153 - 5.221
    • 34h
    O profissional no cargo de Coordenador Pedagógico CBO 2394-05 trabalhando em Rio Branco - AC, ganha entre 3.153 e 5.221 para uma jornada de trabalho média de 34h semanais de acordo com dados salariais de 32 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2394-05.