CBO 2235-45 - Enfermeiro obstétrico - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos enfermeiros

O profissional no cargo de Enfermeiro obstétrico CBO 2235-45 presta assistência de enfermagem à gestante, acolhendo-a, avaliando suas condições clínicas e as do feto, aplicando Protocolo de Classificação de Risco em Obstetrícia, e realizando atendimento humanizado no pré-natal, durante consultas de enfermagem Presta assistência ao parto normal de evolução fisiológica (sem distocia) e encaminha mulher e/ou recém-nascido com fatores de risco para nível de assistência mais complexo.

Pode atuar como Responsável Técnico de Centro de Parto Normal ou Casa de Parto Pode participar na Coordenação Médica e de Enfermagem da Obstetrícia Faz ações educativas em saúde.

Supervisiona trabalho de equipe Atua com base em princípios de ética profissional e de responsabilidade social Cumpre legislação, normas técnicas, normas higiênico-sanitárias e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de biossegurança e de preservação ambiental.

CBO 2235-45 é o Código Brasileiro da Ocupação de enfermeiros que pertence ao grupo dos profissionais das ciências biológicas, da saúde, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Enfermeiro obstétrico, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Enfermeiros CBO 2235-45 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2235-45

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Enfermeiros.
      • Profissionais das ciências biológicas, da saúde.

O que faz um Enfermeiro obstétrico

O Enfermeiro obstétrico CBO 2235-45 elabora plano de assistência a ser prestada pela equipe de enfermagem a gestantes, diagnosticando as suas necessidades e estabelecendo modelo de assistência, centrado na mulher, no parto e no nascimento Examina o local da assistência de enfermagem, providenciando condições adequadas de limpeza e esterilização.

Verifica a disponibilidade de materiais e confere a adoção de procedimentos para seu manuseio.

Testa o funcionamento de aparelhos utilizados na área de enfermagem, solicitando, quando necessário, serviços de manutenção Adota medidas relacionadas à prevenção e ao controle sistemático da infecção hospitalar e de doenças transmissíveis em geral.

Acolhe gestante e seus familiares ou acompanhantes, ouvindo suas queixas, medos, dúvidas, preocupações e expectativas, e prestando-lhes informações e orientações No caso de mulheres vítimas de violência, preenche as fichas apropriadas e procede ao tratamento segundo protocolo específico.

Pode fazer a articulação com outros serviços de saúde para a continuidade da assistência, quando necessário.

Coleta dados da gestante, tais como idade, doenças pregressas, número de gestações, uso de medicações, entre outras Avalia as condições clínicas da gestante e do feto.

Verifica os sinais vitais aferidos.

Pode adotar Protocolo de Classificação de Risco em Obstetrícia - ferramenta de apoio à decisão clínica – para fazer a pronta identificação da paciente crítica ou mais grave Estabelece o fluxo e o tempo para atendimento de cada gestante, de acordo com a sua classificação de risco Registra, em prontuário, de forma clara, objetiva e completa, as informações coletadas, a classificação de risco da gestante e as atividades realizadas no processo de cuidar.

Realiza atendimento humanizado à mulher no pré-natal, durante consultas de enfermagem Emite laudo de autorização de internação hospitalar para o procedimento de parto normal sem distocia Presta assistência ao parto normal de evolução fisiológica (sem distocia) e a recém-nascido.

Avalia a evolução do trabalho de parto e as condições maternas e fetais, adotando tecnologias apropriadas na assistência e na tomada de decisão Encaminha mulher e/ou recém-nascido a um nível de assistência mais complexo, caso sejam detectados fatores de risco ou complicações que justifiquem.

Após o parto, incentiva o contato pele-a-pele imediato da mãe com bebê, estimula o início precoce do aleitamento materno, e mantém o respeito pelas especificidades étnico-culturais, como formas de estabelecer vínculo efetivo entre recém-nascido e família Faz acompanhamento obstétrico da mulher e de recém-nascido, sob seus cuidados, da internação até a alta Supervisiona o trabalho de equipe de enfermagem, avaliando seu desempenho e promovendo programas de treinamento.

Emite a Declaração de Nascido Vivo e notifica óbitos maternos e neonatais, conforme as normas vigentes Pode atuar como Responsável Técnico de Centro de Parto Normal ou Casa de Parto, gerenciando o centro e supervisionando a equipe multiprofissional sob sua responsabilidade Pode participar na Coordenação Médica e de Enfermagem da Obstetrícia, organizando os processos de trabalho, estimulando as ações articuladas e complementares das equipes, e promovendo a gestão centrada nas necessidades da paciente e da família.

Administra problemas e conflitos inerentes ao cotidiano do trabalho em equipe Faz reuniões periódicas de avaliação, com levantamento coletivo dos problemas e com sugestões de soluções Atua com responsabilidade social, considerando as necessidades de recém-nascido e apoiando sua família.

Encaminha a família para Serviço Social, ao tomar conhecimento de sua situação de vulnerabilidade Planeja e realiza ações de educação em saúde, atuando na prevenção de doenças e na proteção da saúde, conforme contexto e demandas da população Mantém-se atualizado em relação às inovações tecnológicas em sua área de atuação Pode participar em projetos de pesquisa sobre melhores práticas nas ações de saúde.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2235-45 deve coordenar serviços de enfermagem e/ou perfusão e/ou obstetrícia, implementar ações para promoção da saúde, realizar pesquisas em enfermagem e/ou perfusão e/ou obstetrícia, auditorar serviços de enfermagem e/ou perfusão e/ou obstetrícia, prestar assistência ao paciente/cliente, demonstrar competências pessoais, planejar ações de enfermagem e/ou perfusão e/ou obstetrícia.

Condições de trabalho dessas profissões

Enfermeiros atuam nas áreas de saúde e serviços sociais. Exercem atividades em empresas públicas e privadas. A grande maioria dos enfermeiros possui registro em carteira, ao passo que os perfusionistas podem também atuar como autônomos e empregadores. Ambos trabalham em equipe, em ambientes fechados. Os enfermeiros se revezam por turnos (diurno/noturno), exceto os profissionais que atuam na Estratégia de Saúde da Família, que trabalham somente em horário diurno e com carga determinada em portaria específica. Os perfusionistas trabalham em horários irregulares. Os profissionais de enfermagem são predominantemente do sexo feminino, porém o número de profissionais do sexo masculino tem aumentado nos anos recentes. São expostos a riscos biológicos e - com exceção dos Enfermeiros Sanitaristas e do Trabalho - a materiais tóxicos, radiações, contaminação por materiais pérfuro-cortantes e estresse decorrente de lidar com vida humana. Os perfusionistas trabalham em posições desconfortáveis durante longos períodos e sob supervisão constante.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2235-45

A formação requerida para os enfermeiros é a de bacharelado e registro no Corem já para os perfusionistas requer-se formação em curso superior nas áreas de ciências biológicas ou da saúde e curso de especialização de 1400 horas. O exercício pleno das atividades, para os enfermeiros, ocorre após um a dois anos de experiência profissional, exceção feita àqueles que atuam na Estratégia de Saúde da Família, onde não há exigência de experiência anterior. Para ser um especialista na área, é recomendável que o profissional passe primeiramente por diferentes áreas de trabalho e posteriormente se especialize em uma delas. No caso dos perfusionistas, o exercício pleno das atividades ocorre após três a quatro anos de experiência profissional.

Atividades exercidas por um Enfermeiro obstétrico CBO 2235-45

Um Enfermeiro obstétrico (ou sinônimo) deve submeter resultados de pesquisa para publicação, demonstrar capacidade de percepção sensorial, orientar participação da comunidade em ações educativas, acionar equipe multiprofissional de saúde, coletar dados e amostras, prescrever medicamentos e/ou curativos, padronizar normas e procedimentos de enfermagem e/ou perfusão e/ou obstetrícia, organizar grupos de estudos, avaliar resultados, colaborar com entidades de ensino e pesquisa, confrontar situação com as informações da legislação e normas, demonstrar capacidade de escuta qualificada, levantar necessidades e problemas, prescrever ações de enfermagem e/ou obstetrícia, demonstrar capacidade de administrar o tempo, orientar equipe para controle de infecção nas unidades de saúde, participar de trabalhos de equipes multidisciplinares, demonstrar capacidade de atentar a detalhes, demonstrar capacidade de negociação, demonstrar capacidade de avaliação, identificar áreas de risco, demonstrar capacidade de comunicação, analisar prontuários, diagnosticar situação, aplicar métodos para avaliação de qualidade, selecionar materiais e equipamentos, elaborar trabalhos técnicos e científicos, demonstrar capacidade de trabalhar em equipe, participar de programas e campanhas de saúde do trabalhador, demonstrar auto-controle, demonstrar capacidade de efetuar atendimento humanizado, participar da elaboração de projetos e políticas de saúde, demonstrar capacidade de imparcialidade, acompanhar processo seletivo de profissionais de enfermagem e/ou perfusão e/ou obstetrícia, demonstrar organização, captar recursos para pesquisas, averiguar coerência do registro de enfermagem com patologia, estabelecer prioridades, averiguar irregularidades relativas a assistência prestada, demonstrar capacidade de atenção, demonstrar capacidade de criar vínculo e empatia, demonstrar flexibilidade, desenvolver programas de educação continuada/permanente, analisar dados, demonstrar rapidez de raciocínio, atender pacientes/clientes em domicílio, solicitar exames, elaborar material educativo, elaborar projetos de ação, demonstrar sensibilidade, definir estratégias de promoção da saúde para situações e grupos específicos, monitorar evolução clínica de pacientes, demonstrar capacidade de adaptar-se às situações adversas, realizar consultas de enfermagem e/ou obstetrícia, demonstrar capacidade de liderança, definir métodos de avaliação de qualidade, avaliar desempenho de pessoal subordinado e de pares, realizar procedimentos de maior complexidade, prestar assistência direta a pacientes graves, participar de campanhas de combate aos agravos da saúde, monitorar processo de trabalho, demonstrar destreza manual, analisar a assistência prestada pela equipe de enfermagem, estabelecer metas.

Cargos e salários CBO 2235-45 - Enfermeiros

Salário Enfermeiro Obstétrico

Enfermeiro Obstétrico: Brasil

  • 1.675
  • Brasil
  • 5.251 - 10.123
  • 37h
O profissional no cargo de Enfermeiro Obstétrico CBO 2235-45 trabalhando no Brasil, ganha entre 5.251 e 10.123 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 1.675 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.
Salário Enfermeira Parteira

Enfermeira Parteira: Brasil

  • 1.675
  • Brasil
  • 5.251 - 10.123
  • 37h
O profissional no cargo de Enfermeira Parteira CBO 2235-45 trabalhando no Brasil, ganha entre 5.251 e 10.123 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 1.675 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.
Salário Enfermeiro Obstétrico

Enfermeiro Obstétrico: São Paulo

  • 930
  • São Paulo
  • 6.053 - 10.282
  • 37h
O profissional no cargo de Enfermeiro Obstétrico CBO 2235-45 trabalhando em São Paulo, ganha entre 6.053 e 10.282 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 930 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.
Salário Enfermeiro Obstétrico São Paulo

Enfermeiro Obstétrico: São Paulo, SP

  • 376
  • São Paulo, SP
  • 7.400 - 11.502
  • 36h
O profissional no cargo de Enfermeiro Obstétrico CBO 2235-45 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 7.400 e 11.502 para uma jornada de trabalho média de 36h semanais de acordo com dados salariais de 376 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.
Salário Enfermeiro Obstétrico Rio de Janeiro

Enfermeiro Obstétrico: Rio de Janeiro, RJ

  • 65
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 3.785 - 5.444
  • 32h
O profissional no cargo de Enfermeiro Obstétrico CBO 2235-45 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 3.785 e 5.444 para uma jornada de trabalho média de 32h semanais de acordo com dados salariais de 65 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.
Salário Enfermeira Parteira São Paulo

Enfermeira Parteira: São Paulo, SP

  • 376
  • São Paulo, SP
  • 7.400 - 11.502
  • 36h
O profissional no cargo de Enfermeira Parteira CBO 2235-45 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 7.400 e 11.502 para uma jornada de trabalho média de 36h semanais de acordo com dados salariais de 376 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.
Salário Enfermeira Parteira Rio de Janeiro

Enfermeira Parteira: Rio de Janeiro, RJ

  • 65
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 3.785 - 5.444
  • 32h
O profissional no cargo de Enfermeira Parteira CBO 2235-45 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 3.785 e 5.444 para uma jornada de trabalho média de 32h semanais de acordo com dados salariais de 65 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.
Salário Enfermeira Parteira

Enfermeira Parteira: São Paulo

  • 930
  • São Paulo
  • 6.053 - 10.282
  • 37h
O profissional no cargo de Enfermeira Parteira CBO 2235-45 trabalhando em São Paulo, ganha entre 6.053 e 10.282 para uma jornada de trabalho média de 37h semanais de acordo com dados salariais de 930 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2235-45.