Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 3.469,76/mês

Atualizado em

Hoje um Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura ganha em média R$ 3.469,76 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 19 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 3.375,00 e o teto salarial de R$ 9.394,85, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 28 anos, ensino médio completo, do sexo masculino que trabalha 40h semanais em empresas do segmento de Atividades de museus e de exploração de lugares e prédios históricos e atrações similares de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura é Rio de Janeiro , RJ.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura

Profissionais no cargo de Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura executam projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico em agricultura, pesca, aqüicultura, zootecnia e ciências florestais, implantando experimentos e unidades de observação, acompanhando a execução das atividades, realizando medições, pesagens, contagens e diagnósticos. Organizam e analisam os dados coletados. Elaboram e planejam projetos de pesquisa e divulgam informações. Formam recursos humanos, podem prestar serviços de assessoria, de consultoria e ministrar aulas.

Condições de trabalho

Pesquisadores das ciências da agricultura trabalham nas esferas pública e privada, em instituições de pesquisa, empresas e universidades, principalmente nos setores agropecuário, de pesca e aqüicultura e silvicultura, inseridos em equipe multidisciplinar, cujos membros podem estar vinculados a diferentes empresas ou instituições de pesquisa. Na esfera privada, a relação de trabalho mais comum é com vínculo empregatício. Na esfera pública, o acesso é por concurso, na condição de celetista ou estatutário. Podem trabalhar em condições especiais, dependendo do projeto de pesquisa que estejam desenvolvendo, expostos aos efeitos de materiais tóxicos e a águas contaminadas e poluídas durante o exercício de algumas atividades.

Exigências do mercado de trabalho para Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura

A escolaridade mínima exigida é a formação superior completa na área, sendo frequente profissionais com cursos de pós-graduação. De uma forma geral, o ingresso na carreira pode se dar como auxiliar ou assistente de pesquisador, podendo alcançar a titularidade com cinco anos de experiência. É comum o ingresso e a progressão na carreira por intermédio de concursos, no caso de pesquisadores vinculados à área pública.

Funções do cargo de Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura

  1. avaliar viabilidade técnica e econômica do uso da tecnologia;
  2. descrever material e métodos;
  3. desenvolver senso crítico;
  4. definir linhas de treinamento;
  5. expressar liderança;
  6. consultar centros de excelência em pesquisa, ensino e extensão, usuários e produtores;
  7. prestar assistência técnica a produtores e empresários rurais;
  8. desenvolver raciocínio dedutivo;
  9. cultivar curiosidade;
  10. orientar estudantes de pós-graduação;
  11. definir linhas de pesquisa;
  12. evidenciar organização;
  13. apontar resultados esperados;
  14. revisar artigos técnicos e científicos;
  15. produzir bens e insumos selecionados;
  16. ver mais...

Quanto ganha um Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura

De acordo com o Novo CAGED, eSocial e Empregador Web, não houveram contratações nem demissões de profissionais no cargo de Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura CBO 203410 no período de Maio de 2023 a Abril de 2024.

Acesse essa página regularmente pois assim que houver dados disponibilizados pelo Ministério do Trabalho atualizaremos essa página com as informações salariais do cargo de Pesquisador em Ciências da Pesca e Aquicultura.

Enquanto isso confira a tabela salarial completa com todos os cargos e salários. Ou vá para a página inicial.