Educação Física: Conheça o curso e veja como se tornar um Preparador Físico

Um dos maiores atrativos do curso de Educação Física é o seu mercado de trabalho. Quem optar por seguir carreira nessa área, poderá escolher várias áreas e públicos para trabalhar.

Isso mesmo! Um profissional de Educação física pode atuar tanto em academias, quanto em salas de aula. E também pode trabalhar com um público diversificado, que vai desde crianças, até adultos, idosos e também portadores de necessidades especiais.

Mas, para que isso seja possível, é preciso que ele faça o curso de Educação Física e conquiste a sua graduação, que pode ser tanto na categoria bacharelado, quanto em licenciatura. Além disso, para seguir carreira nessa área, o profissional também precisa ter registro no Conselho Regional de Educação Física.

Curso de educação física

Educação física: Grade curricular

A grade do curso de educação física é bem diversa, mas prevalecem as matérias de Ciências Biológicas. Além disso, o curso conta com aulas teóricas e práticas, sendo que a parte prática costuma ocupar a maior parte do currículo de graduação desse curso.

São algumas das matérias do primeiro período na modalidade de bacharel:

  • Anatomia;
  • História da Educação Física;
  • Introdução à Educação Física;
  • Bases Biológicas e Bioquímicas;
  • Noções de Desenvolvimento e Aprendizagem Motora;
  • Psicologia do Desenvolvimento Humano.

Nos períodos iniciais são estudadas algumas disciplinas especificas relacionadas à Educação Física, como Recreação e Lazer, Esporte Coletivo e Esporte Individual, Medidas de Avaliação de Educação física, Educação Física Adaptada e Fundamentos Metodológicos de Ecoesporte.

É no quarto e último período do bacharelado em Educação Física que deve ser desenvolvido o TCC-Trabalho de Conclusão de Curso para adquirir o titulo de graduação.

A modalidade de Licenciatura do curso possui algumas matérias em comuns com o bacharelado, umas das disciplinas diferentes exploradas no primeiro período são: matérias de Didática, Ginástica e Políticas Educacionais, Legislação e Organização da Educação Física.

Mas, a partir do segundo período, algumas matérias distintas são incorporadas a grade curricular do curso de Educação física, como Psicologia da Educação, Tecnologias Educacionais, Língua Brasileira de Sinais-LIBRA, Corpo e Movimento na Escola. Nessa fase, também iniciam-se os estágios supervisionados.

No terceiro e último período  da Licenciatura têm o estágio supervisionado em educação de ensino médio.

Veja também:

Duração do curso

Graduação em educação física

O curso de Educação Física no formato de licenciatura dura em média de 3 a 5 anos com a carga horária útil de 3.600 h/aula. Já no formato bacharelado a duração varia de 4 a 6 anos com a carga horária de 3.840 h/aula.

Vale lembrar que além de ter diploma de ensino superior, é obrigatório o registro no Conselho Regional de Educação Física (CREF).

Preço médio das faculdades

Hoje em dia é possível cursar Educação Física gratuitamente, à distância ou de forma presencial, mas caso não tenha interesse em entrar em uma universidade pública terá que dispor em media de R$ 300,00 a 1500,00 por mês para custear esse curso.

Confira algumas opções de faculdades e a faixa media dos preços:

Presenciais:

  • Faculdade de Pitágoras-Minas Gerais custo médio de R$ 1200,00
  • PUC-Minas-Pontifícia Universidade Católica – custo médio de R$ 1543,00
  • Unipar-Universidade Paranaense- custo médio de R$964,00

EAD:

  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) custo médio de R$ 550,00
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) custo médio de R$ 850,00
  • UNINTER-Centro Universitário Internacional – custo médio R$ 370,00

Áreas de atuação no mercado

O profissional de Educação Física pode escolher a carreira acadêmica e ser professor nas redes municipais e estaduais de ensino, além da rede privada.

educação física

Outra opção são as academias de ginásticas, onde esse profissional pode trabalhar como instrutor, auxiliando os clientes da academia, organizando treinos aeróbicos e anaeróbicos.

O profissional que deseja atuar como educador físico também pode exercer atividades especificas com fins lucrativos e separado da academia, como é o caso do Personal Trainer, que foca mais no trabalho individual cliente a cliente.

Os profissionais da área de Educação Física também podem atuar em ambientes corporativos, como instrutores de ginástica laboral, ensinando exercícios de relaxamento, postural, dentre outras coisas para a equipe em geral.

O profissional pode trabalhar também em hospitais, desenvolvendo e coordenando a evolução motora dos pacientes, aliado ao fisioterapeuta. Também pode atuar nos CAPS-Centros de Atenção Psicossocial, CREAS-Centros de Referência Especializado de Assistência Social.

Expectativa de carreira

A perspectiva para o profissional que atua nessa área é a melhor possível, já que ela é uma das que possui uma grande demanda e em diferentes setores. A região Sul emprega mais profissionais em academias de ginásticas. Já outras regiões, como a região Nordeste, emprega mais nos setores de turismo e recreação.

Resumindo, se você deseja seguir uma carreira versátil e que oferece boas oportunidades de crescimento profissional, então fazer um curso para ingressar na área de Educação Física com certeza é a melhor pedida para você.

Mas, não basta estar informado sobre o mercado de trabalho ou a grade curricular exigida pelo curso. Nesse caso, para se destacar em meio a concorrência é preciso buscar um aperfeiçoamento constante. Somente dessa forma, você estará preparado para ter um futuro brilhante, seja nessa ou em qualquer outra área.

Comente sobre Educação Física: Conheça o curso e veja como se tornar um Preparador Físico

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Please enter your name here