CBO 8415-05 - Trabalhador de tratamento do leite e fabricação de laticínios e afins - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos trabalhadores na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios

O profissional no cargo de Trabalhador de tratamento do leite e fabricação de laticínios e afins CBO 8415-05 trata o leite, fazendo sua análise – por meio de coleta de amostras e interpretação dos resultados de análise laboratorial, definindo a proporção dos compostos químicos a serem a ele adicionados, e realizando processos de pasteurização, desnatamento, esterilização e envasamento Produz queijos, manteiga, iogurte e outros laticínios, em processo industrial.

Limpa e sanitiza os equipamentos e o ambiente de produção Registra os dados de produção, emitindo relatórios Cumpre normas técnicas, normas de segurança e higiene de alimentos, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental.

CBO 8415-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios que pertence ao grupo dos trabalhadores da fabricação de alimentos, bebidas e fumo, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Trabalhador de tratamento do leite e fabricação de laticínios e afins, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Trabalhadores na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios CBO 8415-05 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8415-05

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios.
      • Trabalhadores da fabricação de alimentos, bebidas e fumo.

O que faz um Trabalhador de tratamento do leite e fabricação de laticínios e afins

O Trabalhador de tratamento do leite e fabricação de laticínios e afins CBO 8415-05 recebe o leite, descarregando-o, realizando a medição volumétrica ou a pesagem do leite e registrando os dados obtidos Bombeia o leite para estocagem, controlando a temperatura.

Coleta amostras do leite para realização de análise laboratorial, interpretando seus resultados.

Faz a inspeção visual e analisa o índice de gordura do leite Divulga os resultados das análises para o setor de produção, justificando uma eventual reprovação do leite em análise de rotina.

Com base nos resultados das análises, define a proporção dos compostos químicos a serem adicionados ao leite Controla as variáveis ao longo do processo de tratamento do leite, verificando a pressão do homogeneizador, examinando a temperatura do resfriador e monitorando a temperatura do pasteurizador.

Regula a pressão da padronizadora e controla o teor de gordura na desnatadeira.

Regula a pressão e a temperatura do esterilizador Pasteuriza o leite, bombeando-o para a padronizadora.

Estabiliza a temperatura do pasteurizador, com água quente ou automaticamente.

Faz a leitura do painel de instrumentos da padronizadora, registrando as informações Constata, no painel de instrumentação, o término da pasteurização Desnata o leite, bombeando-o para a desnatadeira.

Registra as informações do painel da desnatadeira Constata, no painel de instrumentação, o término do desnatamento Desmonta a desnatadeira.

Esteriliza o leite, abastecendo o esterilizador Aciona o esterilizador, registrando as informações do seu painel.

Faz a leitura do painel de instrumentação, verificando o término do processo de esterilização Envasa o leite em embalagens plásticas ou em caixas Bombeia o leite para a máquina envasadora, controlando seu escoamento.

Fecha e sela as embalagens Imprime o lote e as datas de fabricação e de validade do produto Adiciona insumos ao leite para fabricar queijos, manteigas, iogurtes e outros laticínios.

Identifica e requisita os insumos, definindo suas quantidades, de acordo com a receita do tipo de laticínio a ser fabricado Fabrica queijos em escala industrial, operando os equipamentos para preparar, mexer, dessorar, pré-prensar e cortar a coalhada Enforma a massa e prensa os queijos, controlando sua secagem e sua maturação.

Realiza testes sensoriais Opera embaladora e rotuladora, para embalar, identificar os produtos e registrar as informações – tais como lote, data de produção e prazo de validade - dos queijos prontos Fabrica manteigas, iogurtes e outros laticínios em escala industrial, operando equipamentos para preparar, homogeneizar e envasar os produtos Realiza testes sensoriais Envasa e embala os laticínios, colocando rótulos com as informações dos produtos, dos lotes e das datas de produção e validade.

Registra os dados referentes ao tratamento de leite e à fabricação de laticínios, emitindo relatórios Executa a limpeza e realiza os procedimentos de sanitização do ambiente de produção Realiza a limpeza e a sanitização de tubulações e equipamentos, enxaguando-os com água e efetuando sua limpeza química Destina os efluentes e os resíduos do processo de limpeza e sanitização de acordo com os procedimentos ambientais adotados pela empresa Conserva máquinas e equipamentos em perfeito estado de funcionamento Solicita serviço de manutenção de máquinas e equipamentos, quando necessário Zela pelas condições de segurança, analisando riscos no ambiente de trabalho, prevenindo acidentes e utilizando os equipamentos de proteção individual.

Funções do cargo

O funcionário CBO 8415-05 deve analisar o leite, recepcionar o leite, demonstrar competências pessoais, pasteurizar o leite, desnatar o leite, controlar variáveis do processo, esterilizar o leite, realizar procedimentos de sanitização.

Condições de trabalho dessas profissões

Trabalhadores na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios atuam na pecuária e atividades afins e na fabricação de produtos alimentares e bebidas como empregados com carteira assinada. O trabalho é presencial, realizado em equipe, sob supervisão ocasional, em ambiente fechado e no horário diurno. No desenvolvimento de algumas atividades podem permanecer expostos a ruído intenso.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 8415-05

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino fundamental concluído e curso básico de qualificação profissional de duzentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre com até um ano de experiência profissional.

Atividades exercidas por um Trabalhador de tratamento do leite e fabricação de laticínios e afins CBO 8415-05

Um Trabalhador de tratamento do leite e fabricação de laticínios e afins (ou sinônimo) deve preparar solução para limpeza e sanitização, constatar no painel de instrumentação o término do processo de esterelização, controlar a pressão do homogeneizador, montar desnatadeiras, envasar leite em embalagens plásticas, desmontar desnatadeiras, constatar no painel de instrumentação o término da pasteurização, descarregar o leite recebido, efetuar limpeza química dos equipamentos e tubulações, estimar volume de leite, acionar o esterilizador, regular a pressão da padronizadora, controlar a temperatura do pasteurizador, realizar medição ou pesagem do material - leite, analisar as informações do painel de instrumentos, controlar o volume e a velocidade do agitador, controlar a temperatura do leite, enxaguar equipamentos - com água, demonstrar sendo de organização, controlar o teor de gordura na desnatadeira, interpretar o cronograma de coleta de amostras, bombear o leite para a desnatadeira, demonstrar autocrítica, demonstrar iniciativa, bombear o leite para a padronizadora, controlar o estresse, divulgar resultado das análises para o setor de produção, analisar painel de instrumentos da padronizadora, registrar as informações do painel do esterilizador, definir proporção da mistura de agentes químicos, controlar o escoamento do leite, controlar a desnatação do leite, registrar as informações do painel da pasteurizadora, analisar o índice de gordura do leite, envasar leite em caixas, abastecer o esterilizador com leite, estabilizar a temperatura do pasteurizador, com água quente ou automaticamete, inspecionar visualmente o leite, drenar água quente, interpretar resultado da análise laboratorial, limpar a desnatadeira, resistir a pressão, demonstrar sociabilidade, constatar no painel de instrumentação o término da desnatação, verificar as condições de higiene dos equipamentos, demonstrar responsabilidade, justificar reprovação do leite em análise de rotina, registrar as informações do painel da desnatadeira, realizar serviços com qualidade, bombear o leite para estocagem - balão ou silo, bombear o leite para envasadora, controlar a temperatura do resfriador, coletar amostras para análise laboratorial, registrar dados do leite, limpar o ambiente de produção, resfriar o leite, regular a pressão e a temperatura do esterilizador.

Cargos e salários CBO 8415-05 - Trabalhadores na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios

Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: Brasil

  • 23.892
  • Brasil
  • 1.683 - 2.738
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.683 e 2.738 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 23.892 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins)

Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins): Brasil

  • 23.892
  • Brasil
  • 1.683 - 2.738
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins) CBO 8415-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.683 e 2.738 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 23.892 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Máquina de Laticínios

Operador de Máquina de Laticínios: Brasil

  • 23.892
  • Brasil
  • 1.683 - 2.738
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Máquina de Laticínios CBO 8415-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.683 e 2.738 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 23.892 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Pasteurizador

Operador de Pasteurizador: Brasil

  • 23.892
  • Brasil
  • 1.683 - 2.738
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Pasteurizador CBO 8415-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.683 e 2.738 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 23.892 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador da Fabricação de Laticínio

Trabalhador da Fabricação de Laticínio: Brasil

  • 23.892
  • Brasil
  • 1.683 - 2.738
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador da Fabricação de Laticínio CBO 8415-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.683 e 2.738 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 23.892 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: Goiás

  • 2.182
  • Goiás
  • 1.634 - 2.452
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em Goiás, ganha entre 1.634 e 2.452 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 2.182 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: Paraná

  • 3.378
  • Paraná
  • 1.756 - 2.400
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em Paraná, ganha entre 1.756 e 2.400 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.378 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins Rio de Janeiro

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: Rio de Janeiro, RJ

  • 32
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 2.152 - 4.021
  • 44h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 2.152 e 4.021 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 32 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins São Paulo

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: São Paulo, SP

  • 43
  • São Paulo, SP
  • 3.194 - 7.185
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 3.194 e 7.185 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 43 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: Rio Grande do Sul

  • 3.544
  • Rio Grande do Sul
  • 1.791 - 2.503
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em Rio Grande do Sul, ganha entre 1.791 e 2.503 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.544 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins Juiz de Fora

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: Juiz de Fora, MG

  • 61
  • Juiz de Fora, MG
  • 1.716 - 2.943
  • 42h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em Juiz de Fora - MG, ganha entre 1.716 e 2.943 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 61 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: Minas Gerais

  • 5.917
  • Minas Gerais
  • 1.581 - 2.429
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.581 e 2.429 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.917 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins

Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins: São Paulo

  • 2.151
  • São Paulo
  • 1.986 - 2.845
  • 44h
O profissional no cargo de Trabalhador de Tratamento do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins CBO 8415-05 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.986 e 2.845 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 2.151 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins)

Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins): Paraná

  • 3.378
  • Paraná
  • 1.756 - 2.400
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins) CBO 8415-05 trabalhando em Paraná, ganha entre 1.756 e 2.400 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.378 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins)

Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins): São Paulo

  • 2.151
  • São Paulo
  • 1.986 - 2.845
  • 44h
O profissional no cargo de Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins) CBO 8415-05 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.986 e 2.845 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 2.151 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins)

Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins): Minas Gerais

  • 5.917
  • Minas Gerais
  • 1.581 - 2.429
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Desnatadeira (fabricação de Laticínios e Afins) CBO 8415-05 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.581 e 2.429 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 5.917 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Máquina de Laticínios Juiz de Fora

Operador de Máquina de Laticínios: Juiz de Fora, MG

  • 61
  • Juiz de Fora, MG
  • 1.716 - 2.943
  • 42h
O profissional no cargo de Operador de Máquina de Laticínios CBO 8415-05 trabalhando em Juiz de Fora - MG, ganha entre 1.716 e 2.943 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 61 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.
Salário Operador de Máquina de Laticínios

Operador de Máquina de Laticínios: Paraná

  • 3.378
  • Paraná
  • 1.756 - 2.400
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Máquina de Laticínios CBO 8415-05 trabalhando em Paraná, ganha entre 1.756 e 2.400 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.378 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8415-05.