CBO 4222-15 - Operadores de telefonia - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 4222-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de operadores de telefonia que pertence ao grupo dos trabalhadores de informações ao público, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Operadores de telefonia CBO 4222-15 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 4222-15

  • Trabalhadores de serviços administrativos.
    • Trabalhadores de atendimento ao público.
      • Trabalhadores de informações ao público.
        • Operadores de telefonia.

Descrição dos cargos da categoria Operadores de telefonia

Os Operadores de telefonia CBO 4222-15 operam equipamentos, atendem, transferem, cadastram e completam chamadas telefônicas locais, nacionais e internacionais, comunicando- se formalmente em português e/ou línguas estrangeiras. Auxiliam o cliente, fornecendo informações e prestando serviços gerais. Podem treinar funcionários e avaliar a qualidade de atendimento do operador, identificando pontos de melhoria.

Condições de trabalho

Operadores de telefonia os trabalhadores dessas ocupações têm vínculo de trabalho assalariado, com carteira assinada. Atuam, predominantemente, em empresas de saúde, serviços sociais, correios e telecomunicações. Trabalham com supervisão, em ambientes fechados, revezamento de turnos, com compromisso de manter sigilo. O trabalho é exercido sob pressão e exposto a ruído intenso, levando a situação de estresse. Os trabalhadores estão sujeitos a lesões buco-maxilar-auditivas e por esforços repetitivos. A transferência de funções de telefonistas para sistemas automatizados de mensagens, bem como a migração para outras ocupações, como telemarketing, tendem a diminuir o emprego nessa ocupação.

Exigências do mercado de trabalho

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com escolaridade de nível médio, exceto a telefonista para a qual é requerido, no mínimo, o ensino fundamental. A formação profissional ocorre com a prática de um a dois anos, no local de trabalho.

Funções dos Operadores de telefonia CBO 4222-15

Operadores de telefonia devem:

  • prestar serviços;
  • cadastrar informações;
  • demonstrar competências pessoais;
  • monitorar atendimentos;
  • elaborar escalas de trabalho;
  • operar equipamentos;
  • fornecer informações;
  • comunicar-se;
  • atender o cliente;
  • treinar funcionários;
  • Atividades dos cargos CBO 4222-15

    Entre as principais atribuições dos Operadores de telefonia CBO 4222-15 estão as de:

    • remanejar dias e turnos de trabalho conforme fluxo de ligações;
    • otimizar distribuição de operadores;
    • conservar equipamentos de trabalho;
    • documentar serviços prestados;
    • enviar correio eletrônico;
    • identificar-se (nome do atendente);
    • responder a questionários de avaliação interna;
    • responder questionários mensais sobre procedimentos operacionais;
    • pronunciar-se claramente;
    • registrar reclamações de trote;
    • verificar diariamente correio eletrônico;
    • replicar informações da empresa aos funcionários;
    • saudar o cliente;
    • atualizar código de grupo;
    • atentar para comunicados na tela do computador;
    • atualizar cadastro;
    • elaborar revezamento;
    • demonstrar prontidão;
    • demonstrar paciência;
    • higienizar equipamentos de trabalho;
    • demonstrar autocontrole;
    • transmitir normas de atendimento padrão;
    • permutar dias e turnos de trabalho;
    • consultar código de grupo;
    • preencher livros de ocorrências diárias;
    • pesquisar banco de dados telefônico;
    • encaminhar reclamações ao supervisor;
    • identificar pontos de melhoria;
    • demonstrar imparcialidade;
    • demonstrar capacidade de assimilação;
    • dominar o idioma inglês;
    • falar formalmente;
    • direcionar cliente a outros serviços;
    • consultar banco de dados de procedimentos via internet;
    • fazer monitoria ativa;
    • manter sigilo;
    • orientar funcionários sobre mudanças de procedimento;
    • demonstrar segurança;
    • escutar atentamente (saber ouvir);
    • adequar o tom de voz;
    • monitorar tempo de atendimento;
    • completar chamadas nacionais e internacionais;
    • monitorar tempo de pausa;
    • consultar terminal de informações;
    • viabilizar descanso de onze horas;
    • elaborar gráficos de desempenho;
    • analisar fluxo diário de ligações;
    • retornar contato com cliente;
    • cadastrar números de telefones;
    • transmitir informações corretamente;
    • identificar tipo de chamada;
    • orientar novos funcionários sobre normas internas da empresa;
    • propor medidas corretivas;
    • avaliar qualidade de atendimento do operador;
    • demonstrar agilidade;
    • sugerir agenda de folgas;
    • acompanhar execução dos trabalhos;
    • digitar teclados;
    • verificar cumprimento das normas de atendimento;
    • demonstrar cordialidade;
    • redimensionar escala de trabalho para feriados e datas especiais;
    • elaborar relatórios mensais;
    • atualizar painel de procedimentos;
    • demonstrar pontualidade;
    • instruir funcionários sobre sistemas operacionais;
    • reorientar práticas de trabalho (reciclagem);
    • simular situações reais;
    • demonstrar respeito com o cliente;
    • demonstrar objetividade;
    • comunicar-se em outros idiomas;
    • ouvir o cliente;
    • demonstrar entusiasmo;
    • relatar informações de troca de turno;
    • difundir alerta aos funcionários;
    • participar de cursos específicos;
    • informar códigos de área nacionais e internacionais;
    • controlar frequência de funcionários;

    Cargos e salários CBO 4222-15 - Operadores de telefonia

    Salário Monitor de Apoio Ao Teleatendimento

    Monitor de Apoio Ao Teleatendimento: Brasil

    • 4.960
    • Brasil
    • 1.599 - 3.088
    • 41h
    O profissional no cargo de Monitor de Apoio Ao Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.599 e 3.088 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 4.960 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Telefonista-líder

    Telefonista-líder: Brasil

    • 4.960
    • Brasil
    • 1.599 - 3.088
    • 41h
    O profissional no cargo de Telefonista-líder CBO 4222-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.599 e 3.088 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 4.960 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Telefonista-monitor

    Telefonista-monitor: Brasil

    • 4.960
    • Brasil
    • 1.599 - 3.088
    • 41h
    O profissional no cargo de Telefonista-monitor CBO 4222-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.599 e 3.088 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 4.960 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento

    Monitor de Teleatendimento: Brasil

    • 4.960
    • Brasil
    • 1.599 - 3.088
    • 41h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.599 e 3.088 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 4.960 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Curitiba

    Monitor de Teleatendimento: Curitiba, PR

    • 274
    • Curitiba, PR
    • 1.438 - 2.308
    • 40h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 1.438 e 2.308 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 274 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento

    Monitor de Teleatendimento: São Paulo

    • 2.432
    • São Paulo
    • 1.756 - 1.844
    • 41h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.756 e 1.844 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 2.432 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Rio de Janeiro

    Monitor de Teleatendimento: Rio de Janeiro, RJ

    • 123
    • Rio de Janeiro, RJ
    • 1.731 - 3.177
    • 41h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.731 e 3.177 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 123 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Guarulhos

    Monitor de Teleatendimento: Guarulhos, SP

    • 50
    • Guarulhos, SP
    • 1.741 - 3.193
    • 42h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Guarulhos - SP, ganha entre 1.741 e 3.193 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 50 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento São Paulo

    Monitor de Teleatendimento: São Paulo, SP

    • 1.484
    • São Paulo, SP
    • 1.852 - 3.462
    • 40h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.852 e 3.462 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 1.484 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Vitoria

    Monitor de Teleatendimento: Vitoria, ES

    • 43
    • Vitoria, ES
    • 1.648 - 2.527
    • 41h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Vitoria - ES, ganha entre 1.648 e 2.527 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 43 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Uberlândia

    Monitor de Teleatendimento: Uberlândia, MG

    • 28
    • Uberlândia, MG
    • 1.619 - 2.920
    • 40h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Uberlândia - MG, ganha entre 1.619 e 2.920 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 28 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Belo Horizonte

    Monitor de Teleatendimento: Belo Horizonte, MG

    • 144
    • Belo Horizonte, MG
    • 1.432 - 2.351
    • 40h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Belo Horizonte - MG, ganha entre 1.432 e 2.351 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 144 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Niterói

    Monitor de Teleatendimento: Niterói, RJ

    • 5
    • Niterói, RJ
    • 1.237 - 1.852
    • 44h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Niterói - RJ, ganha entre 1.237 e 1.852 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 5 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Campo Grande

    Monitor de Teleatendimento: Campo Grande, MS

    • 32
    • Campo Grande, MS
    • 1.289 - 1.926
    • 42h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Campo Grande - MS, ganha entre 1.289 e 1.926 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 32 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Recife

    Monitor de Teleatendimento: Recife, PE

    • 148
    • Recife, PE
    • 1.316 - 1.955
    • 42h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Recife - PE, ganha entre 1.316 e 1.955 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 148 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento São José dos Campos

    Monitor de Teleatendimento: São José dos Campos, SP

    • 26
    • São José dos Campos, SP
    • 1.402 - 2.416
    • 39h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em São José dos Campos - SP, ganha entre 1.402 e 2.416 para uma jornada de trabalho média de 39h semanais de acordo com dados salariais de 26 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Fortaleza

    Monitor de Teleatendimento: Fortaleza, CE

    • 109
    • Fortaleza, CE
    • 1.364 - 2.218
    • 41h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Fortaleza - CE, ganha entre 1.364 e 2.218 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 109 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.
    Salário Monitor de Teleatendimento Porto Alegre

    Monitor de Teleatendimento: Porto Alegre, RS

    • 61
    • Porto Alegre, RS
    • 1.526 - 2.706
    • 41h
    O profissional no cargo de Monitor de Teleatendimento CBO 4222-15 trabalhando em Porto Alegre - RS, ganha entre 1.526 e 2.706 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 61 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4222-15.