CBO 2616-15 - Editor de mídia eletrônica - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos editores

O profissional no cargo de Editor de mídia eletrônica CBO 2616-15 Produz e aprimora conteúdo digital e material bruto, como vídeos, áudios e imagens Aplica técnicas de corte, montagem, mixagem, correção de cor, adição de efeitos visuais e sonoros, e de ajustes precisos na criação de narrativas coerentes.

Aplica princípios estéticos e de composição visual, tendo em vista o impacto do conteúdo digital conforme o projeto eletrônico ou digital Organiza e gerencia arquivos com grande quantidade de ativos de mídia, de acordo com sistemas de codificação e decodificação (Codecs) e especificações relacionadas à mídia digital Utiliza múltiplas linguagens digitais para refinar o conteúdo.

Supervisiona, coordena e orienta equipe sobre os objetivos do projeto Cumpre legislação específica de direitos autorais, de classificação etária da mídia, de normas técnicas e regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de conservação ambiental

CBO 2616-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de editores que pertence ao grupo dos comunicadores, artistas e religiosos, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Editor de mídia eletrônica, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Editores CBO 2616-15 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2616-15

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Editores.
      • Comunicadores, artistas e religiosos.

O que faz um Editor de mídia eletrônica

O Editor de mídia eletrônica CBO 2616-15 edita áudio, vídeo e imagens, utilizando ferramentas avançadas e específicas, tais como computadores de alto desempenho, monitores de alta definição, mesas digitalizadoras, câmeras de vídeo, microfones de captação refinada, discos rígidos externos, fones de ouvido, superfícies de edição, entre outros, aplicando cortes precisos, ajustes de cor, transições suaves e efeitos visuais de forma a aprimorar a qualidade e o impacto do conteúdo de mídias eletrônicas e digitais Aplica princípios estéticos na composição de narrativas audiovisuais para mídias eletrônicas e digitais, atuando em empresas de produção audiovisual, de mídia e entretenimento, de comunicação e jornalismo, de aprendizado e treinamento por mídia eletrônica (e-learning), agências de publicidade e marketing e em estúdios de design e animação.

Editora e edita conteúdo eletrônico e digital, tais como filmes, vídeos, comerciais, animações, vídeos corporativos, comerciais de tv, documentários, séries de televisão, vídeos promocionais, anúncios, conteúdo para mídias sociais, programas de tv, filmes, videoclipes e conteúdo para plataformas digitais, conteúdo multimídia para reportagens, notícias online, vídeos educacionais, tutoriais e conteúdo interativo.

Aplica técnicas e princípios de composição visual, como enquadramento, iluminação, cores e composição de cena, estruturando o conteúdo de forma a criar uma experiência coerente para o público-alvo do projeto Utiliza diferentes tipos de mídia e de linguagens, tendo em vista a compatibilidade e qualidade corretas ao exportar, importar e compartilhar conteúdo digital e suas especificações técnicas de formatação, codificação, decodificação, resolução e taxas de quadros.

Organiza e gerencia arquivos e grandes quantidades de ativos de mídia, nomeando, classificando e armazenando os arquivos de forma coerente, para facilitar o acesso e localização posterior e garantindo fluxo de trabalho fluido Realiza mixagem de áudio e edição de som, ajustando volumes, removendo ruídos indesejados, adicionando trilhas sonoras e efeitos sonoros adequados, garantindo a qualidade geral do áudio no conteúdo.

Resolve problemas e enfrenta desafios de forma inovadora durante o processo de edição, tais como soluções para problemas técnicos, melhoria da estética do conteúdo e na aplicação de princípios estéticos para composição de formas originais de contar histórias por meio da edição.

Pesquisa e estuda tendências, atualizando-se sobre acontecimentos relevantes em sua área de atuação, estudando demandas e preferências do público-alvo, adaptando o conteúdo de acordo com o projeto audiovisual e identificando e respondendo rapidamente a eventos atuais na produção de conteúdo relevante e oportuno Gerencia recursos, orçamentos e cronogramas, garantindo a eficiência da operação, administrando orçamentos, negociando contratos de edição e prestação de serviços, supervisionando cumprimento de contratos.

Auxilia a equipe a cumprir prazos e vencer gargalos do processo.

Utiliza sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS), ferramentas de análise de dados, plataformas de publicação e distribuição digital, automação e inteligência artificial, ferramentas de verificação de fatos, plataformas de mídia social e ferramentas de edição e produção de conteúdo Utiliza legislações pertinentes, tendo em vista a liberdade de expressão e seus limites, leis de proteção às pessoas, de privacidade e proteção de dados, direitos autorais e propriedade intelectual, bem como o código de ética jornalística Cumpre legislação específica, normas técnicas, normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de conservação ambiental.

.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2616-15 deve coordenar o processo de edição, demonstrar competências pessoais, pesquisar projetos editoriais, gerir editoria, definir planejamento editorial e pauta, selecionar textos e imagens para publicação, editar livros, jornais e resvistas impressos e eletrônicos, divulgar a obra.

Condições de trabalho dessas profissões

Editores trabalham em jornais, revistas de grande circulação, revistas científicas, editoras de livros, na mídia eletrônica, no ensino etc. Podem ser encontrados em empresas, fundações e instituições de caráter público ou privado, religioso ou leigo, predominantemente como empregados com carteira assinada. Desenvolvem seu trabalho em equipes, tanto em horário diurno como noturno, com supervisão ocasional. Em algumas das suas atividades, podem trabalhar sob pressão por prazos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2616-15

O exercício do trabalho requer formação de nível superior. A experiência profissional anterior desejável para os titulares das ocupações gira entre quatro e cinco anos.

Atividades exercidas por um Editor de mídia eletrônica CBO 2616-15

Um Editor de mídia eletrônica (ou sinônimo) deve procurar autores e articulistas, demonstrar capacidade de negociação com diversos profissionais, promover treinamento para equipe editorial, demonstrar conhecimento de língua estrangeira, demonstrar domínio da língua portuguesa, demonstrar capacidade de trabalho em equipe, dominar estética da imagem, garantir a adequação da publicação às normas editoriais, elaborar a primeira página de jornal ou capa da revista, aprovar imagens selecionadas, selecionar originais, artigos e reportagens, realizar análise de retorno financeiro, encomendar projetos editoriais temáticos, informar departamento comercial sobre publicações, elaborar projetos editoriais, participar de seminários, contratar tradução, pesquisar temas para projetos editoriais, considerar público alvo, participar do plano de divulgação e vendas, analisar textos de autores, articulistas e repórteres, pautar repórteres, selecionar equipe editorial, dominar tecnologias de edição e produção, acompanhar a produção dos concorrentes, negociar contratos de edição e prestação de serviços, selecionar textos e imagens por tipo de público, sugerir originais para publicação, demonstrar capacidade de administração de cronogramas, administrar orçamentos, criar títulos para reportagens, realizar palestras, acompanhar projeto gráfico, sugerir pauta de imagens, encomendar originais, demonstrar habilidade de pesquisar em outras mídias, sugerir temas para reportagens, demonstrar capacidade de organização de atividades, acompanhar revisão do texto, utilizar recursos visuais para despertar interesse dos leitores, participar na definição da política editorial, encomendar pesquisas de mercado, responsabilizar-se pela publicação, demonstrar habilidade de avaliação, utilizar recursos retóricos para despertar interesse dos leitores, pesquisar temas para elaborar pauta e programação editorial, conferir informação jornalística com as partes envolvidas, acompanhar desempenho de vendas, detectar lacunas no mercado editorial, detectar tendências editoriais, aprovar reportagens, estabelecer o texto final, acompanhar preparação do texto, captar informações em outras mídias, participar da diagramação, analisar sugestões de pauta e release, garantir veracidade da informação, adequar títulos para publicação, supervisionar cumprimento de contratos, demonstrar capacidade de delegar atividades, aprovar originais, encomendar textos aos autores e articulistas, participar da hierarquização das reportagens e artigos, solicitar pareceres técnicos, supervisionar o trabalho do produtor gráfico, demonstrar habilidade de leitura, encomendar reportagens, definir diagramação, aprovar tradução, definir projeto gráfico, demonstrar capacidade de liderança, elaborar releases, examinar propostas de projetos e textos, orientar colaboradores, participar de eventos - feiras, congressos, apurar informação recebida.

Cargos e salários CBO 2616-15 - Editores

Salário Editor de Mídia Eletrônica

Editor de Mídia Eletrônica: Brasil

  • 816
  • Brasil
  • 2.664 - 5.987
  • 42h
O profissional no cargo de Editor de Mídia Eletrônica CBO 2616-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.664 e 5.987 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 816 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2616-15.
Salário Editor de Mídia Eletrônica São Paulo

Editor de Mídia Eletrônica: São Paulo, SP

  • 94
  • São Paulo, SP
  • 4.144 - 9.471
  • 41h
O profissional no cargo de Editor de Mídia Eletrônica CBO 2616-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 4.144 e 9.471 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 94 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2616-15.
Salário Editor de Mídia Eletrônica

Editor de Mídia Eletrônica: São Paulo

  • 247
  • São Paulo
  • 3.369 - 7.431
  • 42h
O profissional no cargo de Editor de Mídia Eletrônica CBO 2616-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 3.369 e 7.431 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 247 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2616-15.