Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos - Salário, O Que Faz, Piso Salarial 2024

R$ 3.200,29/mês

Atualizado em

Hoje um Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos ganha em média R$ 3.200,29 para uma jornada de trabalho de 36 horas semanais de acordo com pesquisa do Portal Salario junto a dados de 19 profissionais admitidos e desligados em regime CLT nos últimos 12 meses divulgados pelo Novo CAGED.

Em 2024 a remuneração para Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos pode variar entre o piso salarial mínimo de R$ 3.112,88 e o teto salarial de R$ 6.018,28, dependendo do segmento da empresa, localidade, formação, experiência na função e política de cargos e salários da empresa.

Você pode conferir logo abaixo na tabela salarial, mais dados da pesquisa como piso salarial 2024, salário mediana, salário por hora, mensal e anual para saber exatamente quanto ganha um Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos.

Tópicos dessa pesquisa salarial:

Perfil Profissional

De acordo com nosso levantamento o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 25 anos, ensino superior completo, do sexo feminino que trabalha 44h semanais em empresas do segmento de Fabricação de outros produtos alimentícios de todo o Brasil.

A cidade com mais ocorrências de contratações no estado e por consequência com mais vagas de emprego para Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos é Mesquita , RJ.

Metodologia

Essa pesquisa salarial leva em consideração somente o salário base de Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos, não entram no cálculo nenhum adicional salarial como bônus, comissões, horas extras, adicional noturno, periculosidade, insalubridade nem nada do tipo. Somente o salário base registrado em carteira e no contrato de trabalho entram na amostragem.

Os dados salariais são atualizados mensalmente de acordo com divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O que faz um Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos

Profissionais no cargo de Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos realizam ações específicas de dispensação de produtos e serviços farmacêuticos. Podem produzir esses produtos e serviços em escala magistral e industrial. Também realizam ações de controle de qualidade de produtos e serviços farmacêuticos, gerenciando o armazenamento, distribuição e transporte desses produtos. Desenvolvem produtos e serviços farmacêuticos, podem coordenar políticas de assistência farmacêutica e atuam na regulação e fiscalização de estabelecimentos, produtos e serviços farmacêuticos. Realizam análises clínicas, toxicológicas, físico-químicas, biológicas, microbiológicas e bromatológicas. Podem realizar pesquisa sobre os efeitos de medicamentos e outras substâncias sobre órgãos, tecidos e funções vitais dos seres humanos e dos animais.

Condições de trabalho

Farmacêuticos trabalham em instituições públicas ou privadas, em farmácias e redes de distribuição de remédios, nas indústrias de produtos farmacêuticos e correlatos, nas indústrias de produtos alimentares, de cosméticos, dentre outras. Trabalham majoritariamente com carteira assinada, mas também podem trabalhar por conta própria ou como empregador.

Exigências do mercado de trabalho para Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos

O exercício do cargo de Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos requer curso superior em Farmácia. Atualmente a formação é única, substituindo as duas formações anteriores: a de farmácia e a de bioquímica.

Funções do cargo de Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos

  1. programar produção industrial;
  2. manipular alimentos e cosméticos;
  3. definir logística de distribuição;
  4. realizar estudo de estabilidade do produto;
  5. monitorar processos;
  6. elaborar procedimento operacional padrão;
  7. supervisionar processo de produção;
  8. validar produtos, processos, áreas e equipamentos;
  9. gerenciar documentação;
  10. analisar indicadores de qualidade;
  11. captar recursos;
  12. montar equipe;
  13. diagnosticar áreas de interesse;
  14. administrar recursos humanos, financeiros e materiais;
  15. demonstrar destreza manual;
  16. implantar política de serviço farmacêutico;
  17. demonstrar criatividade;
  18. instituir normas de fiscalização;
  19. ver mais...

Quanto ganha um Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos

De acordo com o Novo CAGED, eSocial e Empregador Web, não houveram contratações nem demissões de profissionais no cargo de Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos CBO 223420 no período de Abril de 2023 a Março de 2024.

Acesse essa página regularmente pois assim que houver dados disponibilizados pelo Ministério do Trabalho atualizaremos essa página com as informações salariais do cargo de Farmacêutico em Pesquisa e Desenvolvimento de Alimentos.

Enquanto isso confira a tabela salarial completa com todos os cargos e salários. Ou vá para a página inicial.