Serviço Social: Saiba tudo sobre o curso e o mercado de trabalho

Se você deseja se tornar um(a) Assistente Social, fazer o curso de Serviço Social é indispensável. É essa formação que irá garantir que você tenha todo o embasamento necessário para atuar na área.

Graduação em serviço social

O profissional que se forma nessa área tem como principal objetivo trabalhar a coletividade e integração de indivíduos na sociedade. Além disso, ele também visa combater todos os tipos de desigualdades da sociedade.

O profissional de Assistência Social também pode propor soluções de modo a melhorar a condição de vida de crianças, adolescentes, adultos e idosos. Esse profissional pode atuar em diferentes áreas e instruções da sociedade. Tanto em domínios privados, governamentais e não governamentais.

Um ponto importante sobre o curso de Serviço Social é que ele precisa ser feito, obrigatoriamente, em uma instituição de ensino superior com aprovação do MEC. Caso contrário o profissional não poderá exercer a sua função.

Além da formação, o profissional também precisará se registrar no Conselho Regional de sua região para poder trabalhar.

Serviço Social e a Grade Curricular

A grade curricular do curso de Serviço Social é bastante extensa e diversificada. Isso porque o profissional precisa obter conhecimentos das mais diversas áreas ligadas a sua atuação.

serviço social

Entre as principais disciplinas do curso estão: Assessoria e Consultoria em Serviço Social; Desenvolvimento Local e Territorialização; Direitos Humanos; Ética Profissional; Formação Social, Econômica e Política no Brasil; Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS); Movimentos Sociais; Pesquisa em Serviço Social; Planos e Projetos de Intervenção Social; Política de Atenção à Criança, Adolescente e Idoso; Responsabilidade Social e Meio Ambiente entre outras.

Dependendo da instituição financeira a nomenclatura das disciplinas pode variar.

Duração do curso

O curso de Serviço Social possui uma duração média de quatro anos. Ele é oferecido na modalidade de bacharelado e grande parte dele consiste em disciplina teóricas. Mas, além disso o estudante também irá realizar vários trabalhos de campo.

A instituição poderá promover atividades em sindicatos, ONGs, associações, cooperativas, escolas, creches e outras instituições do gênero. Essas ações têm como principal objetivo demonstrar ao aluno o dia a dia do Assistente Social.

Em várias instituições de ensino superior, além das dinâmicas práticas, o estudante pode ter que realizar atividades complementares e também um estágio obrigatório.

Além disso, os estudantes de Serviço Social também precisarão realizar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e apresentá-lo para uma banca avaliadora.

Preço médio das faculdades de Serviço Social

O curso de Serviço Social está disponível nas modalidades presencial, semipresencial e a distância (EAD). Como boa parte da formação é teórica, o Ministério da Educação (MEC) aprovou todas essas modalidades.

Contudo, é importante que antes de escolher uma formação do gênero você verifique se a instituição de ensino superior possui certificação do órgão. Somente assim o seu diploma terá validade em todo o território nacional.

Confira abaixo p preço médio do curso de graduação em Serviço Social em alguns instituições de ensino presencial e a distância:

  • Uninter (a distância): preço médio das mensalidades R$ 293,07;
  • Unopar (a distância): preço médio das mensalidades R$ 328,38;
  • Faculdade Dom Pedro II (a distância): preço médio das mensalidades R$ 383,00;
  • UniBrasil (presencial, noturno): preço médio das mensalidades R$ 707,94;
  • PUC-RS (presencial, noturno): preço médio da primeira mensalidade R$ 1.818,88. Preço médio das demais mensalidades R$ 1.687,87;
  • Cesmac (presencial, noturno): preço médio das mensalidades R$ 449,31.

Antes de optar por um curso de Serviço Social, além de verificar se a instituição possui certificação do MEC, também é importante verificar outras questões. O suporto dado ao aluno, por exemplo, é indispensável, principalmente nas graduações EAD onde não há contato pessoal.

Além disso, também é necessário verificar questões como atividades complementares, projetos de extensão e grade curricular. Dessa forma você terá a certeza de fazer uma boa escolha.

Áreas de atuação no mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o assistente social é muito amplo. Isso porque esse tipo de profissional é procurado por empresas dos mais diversos setores e portes.

Contudo, a maioria dos especialistas em Serviço Social está atuando no setor público, em órgãos municipais, estaduais e federais. A demanda por esses especialistas é muito alta por essas entidades, tendo em vista que eles podem ajudam em diferentes aspectos de integração.

Uma das áreas mais populares dentro do setor público é a de assistência infantil. Vários especialistas atuam diretamente em Conselhos Tutelares, prestando orientação em casos onde crianças e adolescentes são expostos a ambientes negativos.

Quem se forma em Serviço Social também tem uma grande gama de oportunidades de atuação no terceiro setor. Isso porque existem várias ONGs e associações que fazem trabalhos visando diminuir a desigualdade ou até mesmo trabalhar com grupos específicos, como jovens em tratamento do vício em drogas.

Com o aumento da preocupação do Governo em promover a inclusão, a demanda por assistentes sociais também cresceu. Por conta disso quem se formar nessa graduação poderá ter uma série de oportunidades.

Salário para assistente social recém-formado

O salário inicial para um Assistente Social recém-formado na faculdade é de R$ 2.392,90 mensais para uma jornada de trabalho de 32h semanais em média.

Profissionais no cargo de Assistente Social também podem almejar um emprego público através de concurso. O salário médio para assistentes sociais concursados é de R$ 3.104,11 para uma jornada de 32 horas semanais.

Sem dúvidas seguir uma carreira concursada de Assistente Social é uma ótima pedida, já que o salário no setor público é cerca de 11% maior do que a média salarial do setor privado.

Veja aqui todas as informações do mercado de trabalho para o cargo de Assistente Social.

Expectativa de Carreira

As expectativas de carreira para quem é graduado em Serviço Social são boas. Levando em conta que boa parte acaba indo para o setor público, os planos de carreira oferecem uma série de benefícios.

Contudo, quem quiser garantir uma vaga em órgãos públicos precisa focar em outras regiões. Isso porque o Sudeste do país possui um número alto de especialistas do gênero.

O Norte e Nordeste, por exemplo, tendem a ter concursos menos concorridos. Isso porque o número de profissionais nessas localidades é relativamente menor.

O mesmo vale para quem deseja atuar no terceiro setor.

Setores com os melhores salários na área social

TotalSegmento da EmpresaSalário
459Administração Pública em Geral11.216,00
38Atividades de Apoio à Educação, Exceto Caixas Escolares6.318,00
87Outras Atividades de Serviços Prestados Principalmente às Empresas não Especificadas Anteriormente6.164,00
58Atividades de Atenção Ambulatorial não Especificadas Anteriormente4.209,00
25Atividades de Fornecimento de Infra-Estrutura de Apoio e Assistência a Paciente no Domicílio4.169,00
59Atividade Médica Ambulatorial Restrita a Consultas3.637,00
39Ensino Médio3.471,00
142Ensino Fundamental3.313,00
33Justiça2.952,00
776Serviços de Assistência Social sem Alojamento2.930,00

Vale lembrar, também, que as Capitais tendem a concentrar mais profissionais do que regiões metropolitanas e interior. Logo, partir para essas duas últimas localidades pode trazer uma gama maior de chances para os profissionais.

Mesmo com a alta demanda por profissionais do gênero, é preciso destacar que aqueles que possuem experiência ou especializações têm mais chances de ter uma carreira melhor.

Salários de Assistente Social Trainee, Júnior, Pleno, Sênior e Master

Metodologia e amostragem: Salários de 3748 profissionais desligados das empresas |
Porte da EmpresaTraineeJúniorPlenoSêniorMaster
MEI e Micro empresa
(Até 4 funcionários)
2.640,132.515,612.288,672.627,333.448,21
Micro empresa
(5 a 9 funcionários)
2.133,352.420,052.467,772.289,633.074,25
Micro empresa
(10 a 19 funcionários)
2.048,302.342,182.551,002.527,232.690,20
Pequena empresa
(20 a 49 funcionários)
2.346,762.441,872.584,922.855,233.400,95
Pequena empresa
(50 a 99 funcionários)
2.532,632.733,003.135,082.851,783.322,76
Média empresa
(100 a 249 funcionários)
2.791,042.597,583.295,003.121,913.930,23
Média empresa
(250 a 499 funcionários)
2.672,613.106,433.175,452.812,444.035,88
Grande empresa
(500 a 999 funcionários)
2.941,203.210,303.353,604.676,336.111,10
Grande empresa
(1000 ou mais funcionários)
3.451,484.070,755.573,783.888,504.252,96

O curso de Serviço Social é uma excelente oportunidade para quem tem familiaridade em ligar com pessoas e a integração delas. Contudo, é preciso ter em mente que o assistente social que quiser garantir melhores empregos e carreiras, precisa focar na especialização constante.

Comente sobre Serviço Social: Saiba tudo sobre o curso e o mercado de trabalho

Regras para os comentários

  • Todos os comentários são moderados antes de publicados.
  • Respondemos todas as dúvidas no prazo máximo de 2 dias úteis.
  • Se postou uma pergunta, volte a essa página para ver a resposta. Não enviamos respostas por email devido ao problema com SPAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Please enter your name here