CBO 9911-05 - Conservador de via permanente (trilhos) - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos conservadores de vias permanentes (trilhos)

O profissional no cargo de Conservador de via permanente (trilhos) CBO 9911-05 executa atividades de conservação e manutenção de via permanente, percorrendo o local para inteirar-se do trabalho a ser realizado, reparando e substituindo trilhos e outros componentes da via, e fazendo a limpeza da área Comunica-se com o centro de controle operacional, confirmando liberação de via para realização dos serviços.

Realiza a conservação de máquinas, equipamentos e instrumentos de trabalho utilizados Cumpre legislação, procedimentos, normas regulamentadoras de navegação no transporte de pessoas e cargas e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 9911-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de conservadores de vias permanentes (trilhos) que pertence ao grupo dos outros trabalhadores da conservação, manutenção e reparação, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Conservador de via permanente (trilhos), atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Conservadores de vias permanentes (trilhos) CBO 9911-05 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 9911-05

  • Trabalhadores em serviços de reparação e manutenção.
    • Conservadores de vias permanentes (trilhos).
      • Outros trabalhadores da conservação, manutenção e reparação.

O que faz um Conservador de via permanente (trilhos)

O Conservador de via permanente (trilhos) CBO 9911-05 prepara-se para a execução de atividades de conservação e manutenção de via permanente, analisando a programação de atividades e deslocando-se para a via Inteira-se do trabalho a ser realizado, verificando trincas, cavidades e fixação dos trilhos, conferindo o sistema de drenagem da via, examinando os componentes dos aparelhos de mudança de vias (AMV), e observando o funcionamento das caixas de lubrificação de trilhos.

Executa a reparação de componentes da superestrutura e da infraestrutura da via, corrigindo bitola, esmerilhando os componentes do aparelho de mudança de vias (AMV), dos trilhos e das juntas, recompondo lastro, esmerilhando rebarbas e cavidades, nivelando linha, e aliviando tensão térmica dos trilhos.

Realiza a substituição de componentes da via, descarregando materiais diversos Troca trilhos, dormentes e lastros.

Preenche com britas os vãos entre os novos dormentes Substitui a fixação de trilhos e os componentes do aparelho de mudança de vias (AMV).

Remove lastro contaminado e recoloca lastro tratado.

Faz a limpeza da via, lavando-a Poda árvores e roça o leito da via.

Peneira brita para remoção de detritos.

Limpa placas deslizantes e recolhe objetos estranhos da via Retira e ensaca animais mortos, detritos, troncos, galhos e folhas Preenche formulários, informando as atividades desenvolvidas, as horas de trabalho cumpridas e as ocorrências.

Comunica-se com o centro de controle operacional do local do serviço, confirmando liberação de via para manutenção e pedindo autorização para interdição de linha Realiza a conservação de máquinas, equipamentos e instrumentos de trabalho utilizados, examinando suas condições de funcionamento e fazendo sua limpeza Encaminha máquinas, equipamentos e instrumentos de trabalho para aferição.

Solicita serviço de manutenção de máquinas e equipamentos, relacionando os problemas detectados durante o funcionamento Trabalha com segurança, usando equipamentos de proteção individual.

Aplica procedimentos de segurança, sinalizando e isolando área de trabalho na via, interditando linha em caso de emergência, e removendo animais da via.

Funções do cargo

O funcionário CBO 9911-05 deve desguarnecer lastro, comunicar-se, esmerilhar trilhos, reparar componentes da superestrutura e da infraestrutura da via, realizar soldagem aluminotérmica, trabalhar com segurança, inspecionar vias, providenciar manutenção de máquinas e equipamentos, demonstrar competências pessoais, corrigir geometria da via por meio de equipamentos.

Condições de trabalho dessas profissões

Conservadores de vias permanentes (trilhos) trabalham em empresas de transporte terrestre como empregados com carteira assinada. Organizam-se em equipe, em locais abertos, no horário noturno. Porém,o trabalho em horário diurno também é possível, especialmente no caso dos conservadores de vias. Normalmente trabalham em locais subterrâneos e sujeitos a posições desconfortáveis durante longos períodos. O soldador aluminotérmico pode permanecer exposto a ruído intenso e altas temperaturas.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 9911-05

Para o exercício das ocupações de conservador de vias permanentes e soldadores aluminotérmicos requer-se ensino fundamental completo. No caso do operador de máquinas especiais e do inspetor de vias permanentes, exige-se ensino médio completo e curso básico de qualificação com até duzentas horas-aula, ministrado em escola profissionalizante. As empresas dão preferência a trabalhadores que tenham cursos de mecânica geral e ou elétrica, especialmente no caso do inspetor de vias permanentes. O pleno desempenho das atividades ocorre com a prática profissional no posto de trabalho.

Atividades exercidas por um Conservador de via permanente (trilhos) CBO 9911-05

Um Conservador de via permanente (trilhos) (ou sinônimo) deve substituir componentes do amv - aparelho de movimentação de via, demonstrar senso de ética, remover lastro contaminado, analisar programação de inspeção, trocar informações com outras áreas, injetar produtos químicos nos dormentes, conferir juntas, lavar vias, comunicar ao centro de controle operacional o local de serviço, trabalhar em equipe, pedir autorização para interdição de linha, descarregar trilhos, sinalizar vias, inteirar-se do trabalho a ser realizado, peneirar brita para remoção de detritos, deslocar-se a pé pela via, isolar áreas, pulverizar produtos químicos na via - capina química, inspecionar materiais recuperados, anotar detalhes do serviço executado, podar árvores, verificar funcionamento das caixas de lubrificação de trilhos, examinar o estado do trilho, recompor lastro manualmente, confirmar liberação de via para manutenção, demonstrar capacidade de concentração, esmerilhar manualmente rebarbas e cavidades, encaminhar para aferição equipamentos, máquinas e instrumentos de trabalho, examinar condições das ferramentas, cortar trilho, aplicar procedimentos de segurança, furar trilhos, atentar para as normas de segurança, relatar horas e atividades desenvolvidas pela equipe, interditar linha em situação de emergência, reciclar-se, demonstrar iniciativa, usar equipamentos de segurança individual, substituir fixação de trilhos, varrer lastro, nivelar linha manualmente, substituir lastros, esmerilhar componentes de amv, trilhos e juntas, preencher com britas vãos entre dormentes, substituir parafusos, relacionar pendências do equipamento, verificar trincas, cavidades e fixação dos trilhos, inspecionar sistema de drenagem da via, demonstrar bom senso, demonstrar responsabilidade, recolocar lastro tratado, relatar falhas detectadas no ato de inspeção, comunicar ocorrências, recolher objetos estranhos da via, substituir trilhos, limpar placas deslizantes, corrigir bitola, roçar leito da via, classificar nível de falhas, aliviar tensão térmica dos trilhos, inspecionar vias conforme normas de segurança, verificar componentes de amv, substituir dormentes, socar lastro manualmente, furar dormentes, carregar materiais diversos, descarregar britas e dormentes, remover animais da via.

Cargos e salários CBO 9911-05 - Conservadores de vias permanentes (trilhos)

Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos)

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Brasil

  • 8.841
  • Brasil
  • 1.526 - 2.410
  • 43h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.526 e 2.410 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 8.841 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea

Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea: Brasil

  • 8.841
  • Brasil
  • 1.526 - 2.410
  • 43h
O profissional no cargo de Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea CBO 9911-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.526 e 2.410 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 8.841 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Trabalhador de Linha Férrea

Trabalhador de Linha Férrea: Brasil

  • 8.841
  • Brasil
  • 1.526 - 2.410
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Linha Férrea CBO 9911-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.526 e 2.410 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 8.841 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) Fortaleza

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Fortaleza, CE

  • 43
  • Fortaleza, CE
  • 1.440 - 2.063
  • 44h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Fortaleza - CE, ganha entre 1.440 e 2.063 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 43 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) São Paulo

Conservador de Via Permanente (Trilhos): São Paulo, SP

  • 420
  • São Paulo, SP
  • 1.853 - 2.923
  • 43h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.853 e 2.923 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 420 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) Hortolândia

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Hortolândia, SP

  • 522
  • Hortolândia, SP
  • 1.363 - 1.754
  • 43h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Hortolândia - SP, ganha entre 1.363 e 1.754 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 522 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) Curitiba

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Curitiba, PR

  • 1.133
  • Curitiba, PR
  • 1.598 - 2.248
  • 43h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 1.598 e 2.248 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.133 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) Belo Horizonte

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Belo Horizonte, MG

  • 1.310
  • Belo Horizonte, MG
  • 1.482 - 2.038
  • 43h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Belo Horizonte - MG, ganha entre 1.482 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.310 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) São Luís

Conservador de Via Permanente (Trilhos): São Luís, MA

  • 42
  • São Luís, MA
  • 1.658 - 2.561
  • 42h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em São Luís - MA, ganha entre 1.658 e 2.561 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 42 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos)

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Paraná

  • 1.392
  • Paraná
  • 1.584 - 2.216
  • 44h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Paraná, ganha entre 1.584 e 2.216 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.392 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) Rio de Janeiro

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Rio de Janeiro, RJ

  • 280
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 1.598 - 2.416
  • 43h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.598 e 2.416 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 280 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos) Nova Iguaçu

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Nova Iguaçu, RJ

  • 21
  • Nova Iguaçu, RJ
  • 1.485 - 2.294
  • 44h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Nova Iguaçu - RJ, ganha entre 1.485 e 2.294 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 21 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos)

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Rio de Janeiro

  • 635
  • Rio de Janeiro
  • 1.499 - 2.154
  • 44h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 1.499 e 2.154 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 635 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Conservador de Via Permanente (Trilhos)

Conservador de Via Permanente (Trilhos): Minas Gerais

  • 3.039
  • Minas Gerais
  • 1.452 - 1.974
  • 44h
O profissional no cargo de Conservador de Via Permanente (Trilhos) CBO 9911-05 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.452 e 1.974 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 3.039 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea São Luís

Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea: São Luís, MA

  • 42
  • São Luís, MA
  • 1.658 - 2.561
  • 42h
O profissional no cargo de Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea CBO 9911-05 trabalhando em São Luís - MA, ganha entre 1.658 e 2.561 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 42 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea São Paulo

Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea: São Paulo, SP

  • 420
  • São Paulo, SP
  • 1.853 - 2.923
  • 43h
O profissional no cargo de Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea CBO 9911-05 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.853 e 2.923 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 420 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea Belo Horizonte

Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea: Belo Horizonte, MG

  • 1.310
  • Belo Horizonte, MG
  • 1.482 - 2.038
  • 43h
O profissional no cargo de Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea CBO 9911-05 trabalhando em Belo Horizonte - MG, ganha entre 1.482 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.310 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.
Salário Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea Rio de Janeiro

Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea: Rio de Janeiro, RJ

  • 280
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 1.598 - 2.416
  • 43h
O profissional no cargo de Auxiliar de Manutenção de Linha Férrea CBO 9911-05 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.598 e 2.416 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 280 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9911-05.