CBO 8482-10 - Queijeiro na fabricação de laticínio - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios

O profissional no cargo de Queijeiro na fabricação de laticínio CBO 8482-10 realiza fabricação de queijos de diferentes tipos – tais como queijo prato, queijo minas frescal, entre outros -, recebendo leite e medindo seu volume, fazendo testes iniciais e coletando amostras do leite para análises laboratoriais, executando processo de pasteurização do leite, adicionando fermento, cloreto de cálcio e coalho, executando corte, retirada do soro, agitação e cozimento da massa, fazendo a enformagem, envasando, embalando e efetuando o armazenamento dos queijos em condições e temperatura adequadas Efetua processos específicos a determinados queijos, como acréscimo de corante e execução de etapa da cura na produção do queijo prato.

Cumpre legislação sanitária, normas técnicas, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de prevenção contra incêndios e de preservação ambiental

CBO 8482-10 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios que pertence ao grupo dos trabalhadores da fabricação de alimentos, bebidas e fumo, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Queijeiro na fabricação de laticínio, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios CBO 8482-10 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8482-10

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios.
      • Trabalhadores da fabricação de alimentos, bebidas e fumo.

O que faz um Queijeiro na fabricação de laticínio

O Queijeiro na fabricação de laticínio CBO 8482-10 prepara-se para o processo de fabricação de queijo, cuidando da higiene pessoal Seleciona os equipamentos e os utensílios necessários, inspecionando-os para conferir ausência de defeitos de fabricação que possam levar ao acúmulo de resíduos e à decorrente contaminação por micróbios.

Realiza limpeza e sanitização de instalações, equipamentos e utensílios.

Faz o recebimento do leite, medindo e registrando o volume recebido Executa a filtragem do leite, para retirar sujidades.

Realiza testes iniciais no leite recebido, avaliando temperatura, acidez e densidade Coleta amostras do leite, enviando-as para laboratório, para realização das análises de rotina necessárias à seleção do leite.

Realiza processo de pasteurização do leite, submetendo-o a aquecimento e resfriamento, a fim de eliminar microrganismos - como bactérias e fungos - que possam ser prejudiciais à saúde humana.

Pode executar processo rápido de pasteurização – usando equipamento, como o pasteurizador de placas – para volumes maiores de leite Pode adotar processo lento de pasteurização, aquecendo o leite em tanque de parede dupla, mantendo a temperatura por tempo predefinido, e fazendo o resfriamento até a temperatura necessária para a fabricação de queijo.

Define os insumos a serem adicionados ao leite de acordo com a receita do queijo a ser fabricado.

Como, durante a pasteurização, ocorre a destruição também dos microrganismos favoráveis à produção de queijo, faz a reposição da perda por meio da adição de fermento Adiciona, ainda, cloreto de cálcio e coalho Acrescenta corante, no caso do queijo prato.

Acompanha a coagulação do leite, após a adição do coalho a partir do momento em que é identificado o final da coagulação, inicia o tratamento da massa adequado a cada tipo de queijo Identifica o ponto de corte da massa.

Faz o corte da massa para promover a retirada do soro Realiza a agitação e o cozimento da massa, na produção do queijo prato e da muçarela.

No caso do queijo muçarela, realiza também a operação de filagem Na produção do queijo minas frescal, realiza agitação, mas não faz o cozimento da massa, para manter a alta umidade Executa a enformagem – com uso formas, como as de plástico - para conferir ao queijo sua aparência característica.

Efetua a salga, para o desenvolvimento do sabor, o controle da umidade, a cura e a conservação do produto No caso do queijo prato, faz seu encaminhamento à etapa da cura, para sofrer maturação e obter sabor, conservação e as características finais do produto Realiza testes sensoriais durante a fabricação dos queijos.

Efetua a embalagem dos queijos fabricados, operando embaladora e rotuladora Prepara as máquinas, abastecendo-as com materiais de embalagem Controla os pesos dos produtos.

Embala os queijos finalizados, identificando e registrando o tipo do produto, o lote, o peso, a data de produção, o prazo de validade, entre outros dados Executa o armazenamento dos queijos em condições e temperatura adequadas, na câmara frigorífica, para futura expedição Mantém-se atualizado em relação às demandas de mercado e às novas tecnologias surgidas em sua área de atuação Monitora o funcionamento de máquinas e equipamentos, identificando falhas e defeitos Aciona a equipe de manutenção, quando necessário.

Presta apoio à equipe durante o processo de manutenção Faz a destinação dos efluentes dos processos de fabricação de queijos e de limpeza e sanitização de ambientes e equipamentos, seguindo os procedimentos adotados para cumprimento de normas ambientais Zela pelas condições de segurança, utilizando os equipamentos de proteção individual Identifica condições inseguras de trabalho, tomando as providências necessárias para evitar a ocorrência de acidentes.

Funções do cargo

O funcionário CBO 8482-10 deve pateurizar o leite, adicionar insumos para fabricação de queijo e manteiga, preparar equipamentos para pasteurizar e fabricar laticínios, armazenar a matéria-prima: leite, analisar matéria-prima: leite, fabricar o queijo, envasar e embalar laticínios, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios atuam na fabricação de produtos alimentares como empregados com carteira assinada. O trabalho é individual, sob supervisão ocasional, em ambiente fechado e no horário diurno. Podem desenvolver suas atividades por conta própria ou como autônomos (como ocorre com o queijeiro) com total autonomia em relação às condições de trabalho.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 8482-10

Para o exercício dessas ocupações requer-se a quarta série do ensino fundamental e prática profissional no posto de trabalho. O pleno desempenho das atividades ocorre com aproximadamente um ano de experiência profissional.

Atividades exercidas por um Queijeiro na fabricação de laticínio CBO 8482-10

Um Queijeiro na fabricação de laticínio (ou sinônimo) deve enviar amostras de leite para o laboratório, atuar em equipe, coletar amostras do leite, demonstrar criatividade, requisitar insumos, preparar a coalhada, pré-prensar a coalhada, clarificar o leite, medir insumos, resfriar o leite, controlar a maturação do queijo, demonstrar senso de higiene, armazenar os produtos de laticínios, limpar os equipamentos para a pasteurização e fabricação de laticínios, enformar a massa, realizar testes sensoriais, identificar os tipos de insumos, prensar o queijo, atualizar-se com as condições de mercado, abastecer as máquinas com materiais de embalagem, identificar o leite, controlar temperatura do leite, inspecionar insumos, manter-se atualizado tecnologicamente, homogeneizar o leite, mexer a coalhada, demonstrar capacidade de cumprimento de normas e procedimentos, colocar o leite em locais e temperaturas adequados, cortar a coalhada, regular equipamentos conforme especificações, regular pressão e temperatura no equipamento, controlar o recebimento e a expedição do leite, controlar a secagem do queijo, inspecionar visualmente as características físicas - ex.: impurezas, consistências e coloração, filar a massa, salgar o queijo, acondicionar produtos de laticínios, padronizar o leite, preparar as máquinas, controlar os pesos dos produtos de laticínios, dar provas de aptidão sensorial, receber laudo de forma a descarregar ou devolver o leite, verificar registros para distribuição do leite, dessorar a coalhada, emitir informações das características do leite.

Cargos e salários CBO 8482-10 - Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios

Salário Queijeiro na Fabricação de Laticínio

Queijeiro na Fabricação de Laticínio: Brasil

  • 4.018
  • Brasil
  • 1.673 - 2.864
  • 43h
O profissional no cargo de Queijeiro na Fabricação de Laticínio CBO 8482-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.673 e 2.864 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 4.018 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-10.
Salário Ajudante de Queijeiro

Ajudante de Queijeiro: Brasil

  • 4.018
  • Brasil
  • 1.673 - 2.864
  • 43h
O profissional no cargo de Ajudante de Queijeiro CBO 8482-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.673 e 2.864 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 4.018 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-10.
Salário Moldeador de Queijo

Moldeador de Queijo: Brasil

  • 4.018
  • Brasil
  • 1.673 - 2.864
  • 43h
O profissional no cargo de Moldeador de Queijo CBO 8482-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.673 e 2.864 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 4.018 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-10.
Salário Operador de Queijeira

Operador de Queijeira: Brasil

  • 4.018
  • Brasil
  • 1.673 - 2.864
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Queijeira CBO 8482-10 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.673 e 2.864 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 4.018 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-10.
Salário Queijeiro na Fabricação de Laticínio

Queijeiro na Fabricação de Laticínio: Minas Gerais

  • 1.743
  • Minas Gerais
  • 1.600 - 2.490
  • 44h
O profissional no cargo de Queijeiro na Fabricação de Laticínio CBO 8482-10 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.600 e 2.490 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.743 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-10.
Salário Ajudante de Queijeiro

Ajudante de Queijeiro: Minas Gerais

  • 1.743
  • Minas Gerais
  • 1.600 - 2.490
  • 44h
O profissional no cargo de Ajudante de Queijeiro CBO 8482-10 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.600 e 2.490 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.743 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-10.