CBO 8482-05 - Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 8482-05 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios que pertence ao grupo dos trabalhadores artesanais na agroindústria, na indústria de alimentos e do fumo, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios CBO 8482-05 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8482-05

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores da fabricação de alimentos, bebidas e fumo.
      • Trabalhadores artesanais na agroindústria, na indústria de alimentos e do fumo.
        • Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios.

Descrição dos cargos da categoria Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios

Os Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios CBO 8482-05 analisam o leite, inspecionando visualmente e emitindo informações das suas características físicas, coletando e enviando amostras para análises laboratoriais. Armazenam o leite, identificando e controlando a temperatura adequada. Preparam equipamentos para pasteurização e fabricação de laticínios, verificando registros para distribuição do leite, regulando pressão e temperatura de equipamentos e limpando e regulando equipamentos. Pasteurizam o leite, clarificando, padronizando, homogeneizando e resfriando. Adicionam insumos para fabricação de queijo e manteiga, fabricam queijo e esterilizam leite. Envasam e embalam laticínios. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.

Condições de trabalho

Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios atuam na fabricação de produtos alimentares como empregados com carteira assinada. O trabalho é individual, sob supervisão ocasional, em ambiente fechado e no horário diurno. Podem desenvolver suas atividades por conta própria ou como autônomos (como ocorre com o queijeiro) com total autonomia em relação às condições de trabalho.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se a quarta série do ensino fundamental e prática profissional no posto de trabalho. O pleno desempenho das atividades ocorre com aproximadamente um ano de experiência profissional.

Funções dos Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios CBO 8482-05

Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios devem:

  • envasar e embalar laticínios;
  • analisar matéria-prima: leite;
  • esterilizar o leite;
  • preparar equipamentos para pasteurizar e fabricar laticínios;
  • adicionar insumos para fabricação de queijo e manteiga;
  • demonstrar competências pessoais;
  • armazenar a matéria-prima: leite;
  • pasteurizar o leite;
  • Atividades dos cargos CBO 8482-05

    Entre as principais atribuições dos Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios CBO 8482-05 estão as de:

    • emitir informações das características do leite;
    • demonstrar criatividade;
    • medir insumos;
    • abastecer as máquinas com materiais de embalagem;
    • regular pressão e temperatura no equipamento;
    • inspecionar insumos;
    • controlar o recebimento e a expedição do leite;
    • acondicionar o leite embalado;
    • regular equipamentos conforme especificações;
    • controlar temperatura e pressão da esterilização;
    • requisitar insumos;
    • atualizar-se com as condições de mercado;
    • homogeneizar o leite;
    • inspecionar visualmente as características físicas (ex.: impurezas, consistências e coloração);
    • acondicionar produtos de laticínios;
    • coletar amostras do leite;
    • demonstrar senso de higiene;
    • identificar os tipos de insumos;
    • receber laudo de forma a descarregar ou devolver o leite;
    • demonstrar capacidade de cumprimento de normas e procedimentos;
    • verificar registros para distribuição do leite;
    • preparar as máquinas;
    • envasar o leite com assepsia;
    • identificar o leite;
    • padronizar o leite;
    • armazenar os produtos de laticínios;
    • resfriar o leite;
    • clarificar o leite;
    • controlar os pesos dos produtos de laticínios;
    • manter-se atualizado tecnologicamente;
    • dar provas de aptidão sensorial;
    • colocar o leite em locais e temperaturas adequados;
    • atuar em equipe;
    • enviar amostras de leite para o laboratório;
    • realizar testes sensoriais;
    • controlar temperatura do leite;
    • limpar os equipamentos para a pasteurização e fabricação de laticínios;
    • preparar o equipamento de esterilização;

    Cargos e salários CBO 8482-05 - Trabalhadores artesanais na pasteurização do leite e na fabricação de laticínios

    Salário Pasteurizador

    Pasteurizador: Brasil

    • 362
    • Brasil
    • 1.544 - 2.779
    • 43h
    O profissional no cargo de Pasteurizador CBO 8482-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.544 e 2.779 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-05.
    Salário Operador de Máquina de Pasteurizar

    Operador de Máquina de Pasteurizar: Brasil

    • 362
    • Brasil
    • 1.544 - 2.779
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Máquina de Pasteurizar CBO 8482-05 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.544 e 2.779 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8482-05.