CBO 6323-60 - Trabalhador da exploração de pequi - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos extrativistas florestais de espécies produtoras de fibras, ceras e óleos

O profissional no cargo de Trabalhador da exploração de pequi CBO 6323-60 realiza exploração não madeireira do pequizeiro - espécie nativa do cerrado brasileiro -, mapeando árvores produtivas numa área, coletando e selecionando frutos (pequis), executando lavagem, higienização e descascamento dos frutos, extraindo óleo da polpa do fruto e da amêndoa, e comercializando óleo, para uso na fabricação de biodiesel e aplicações em indústrias, tais como farmacêuticas e cosméticas Programa coleta e beneficiamento de frutos, selecionando instrumental e recursos manuais, semimecanizados ou mecanizados.

Pode realizar plantio de pequizeiros Cumpre legislação, normas técnicas, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de prevenção de incêndios e de preservação ambiental

CBO 6323-60 é o Código Brasileiro da Ocupação de extrativistas florestais de espécies produtoras de fibras, ceras e óleos que pertence ao grupo dos pescadores e extrativistas florestais, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Trabalhador da exploração de pequi, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Extrativistas florestais de espécies produtoras de fibras, ceras e óleos CBO 6323-60 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 6323-60

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.
    • Extrativistas florestais de espécies produtoras de fibras, ceras e óleos.
      • Pescadores e extrativistas florestais.

O que faz um Trabalhador da exploração de pequi

O Trabalhador da exploração de pequi CBO 6323-60 programa a colheita do pequi, no período de pico da safra na região onde trabalha Seleciona instrumental e recursos manuais, semimecanizados ou mecanizados.

Faz o reconhecimento geral da área para localizar concentração de pequizeiros produtivos.

Desenha mapa da área de coleta, identificando pontos que possam servir de referência - como rios e estradas – e, se possível, fazendo levantamento das coordenadas geográficas com uso do GPS-Sistema de Posicionamento Global (Global Position System) Estima a capacidade produtiva da área de extração.

Registra os dados Realiza a colheita, abrindo caminho pela área de extração.

Recolhe os frutos maduros no solo.

Pode escalar as árvores, usando plataformas ou escadas, para coleta de pequis Utiliza caixas plásticas para transportar os frutos.

Pode realizar o plantio de pequizeiros, para recuperação de áreas desmatadas, em reflorestamento e para proteção de nascentes, margens de rios e lagos.

Prepara o terreno, drenando, dessecando e destocando o solo para abertura de covas e sulcos Faz a integração com canais e sistemas de irrigação e drenagem, quando necessário Prepara e aplica fórmulas de adubação, correção e proteção do solo.

Pode utilizar sementes extraídas de frutos - colhidos em árvores selecionadas pelo seu vigor, produtividade, qualidade dos frutos e ausência de pragas - ou obtidas por processo de melhoramento genético Deixa as sementes secarem à sombra, em lugar ventilado, durante uma ou duas semanas Distribui as sementes em viveiro.

Transplanta as mudas em campos de cultivo, com espaçamento para o desenvolvimento das árvores Tutora e direciona o crescimento vegetal.

Realiza tratamento contra fungos e doenças, como antracnose e podridões das raízes e dos frutos Maneja pragas, como brocas, lagartas e formigas Identifica o ponto de colheita e maturidade das plantas e dos frutos.

Colhe os frutos diariamente no pico da safra e alterna os dias de coleta em outros períodos Seleciona pequis, observando se estão completamente desenvolvidos e maduros Elimina frutos estragados e malformados.

Lava, higieniza, enxágua e faz o descascamento dos frutos selecionados Extrai óleo da polpa do fruto e da amêndoa, que é obtida após o corte do caroço com instrumento denominado guilhotina ou outro similar Produz óleo da polpa, fazendo seu cozimento por longo período – cerca de oito horas - com água e separando o óleo sobrenadante.

Aquece o óleo em fogo baixo, para a retirada de umidade remanescente, até que ele perca a opacidade Filtra o óleo usando malha ou crivo finíssimo Pode adotar método alternativo, fazendo a extração do óleo de polpa por centrifugação, de forma mais segura, rápida e com maior rendimento Produz óleo da amêndoa, podendo utilizar os caroços descartados no fim da extração do óleo da polpa Executa o envasamento e o armazenamento do óleo de pequi.

Pode fazer aproveitamento do fruto para obtenção de outros produtos Embala a parte comestível do pequi em sacos plásticos, realizando sua venda Produz, ainda, doces, sorvetes e licores Comercializa a produção, negociando preços Conserva a limpeza e a organização dos locais de trabalho Mantém ferramentas, utensílios e instrumentos de trabalho limpos, organizados, acondicionados e em plenas condições de uso e funcionamento Faz a conservação e providencia os serviços periódicos de manutenção de máquinas e equipamentos Executa práticas para mitigação de danos ambientais, como manutenção de algumas árvores sem coleta na área de extração, para que possam servir de alimento aos animais e propiciar renovação dos pequizeiros Trabalha com segurança, usando equipamentos de proteção individual, como luvas e botas ou perneiras Pode prestar primeiros socorros .

Funções do cargo

O funcionário CBO 6323-60 deve demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Extrativistas florestais de espécies produtoras de fibras, ceras e óleos trabalham predominantemente em silvicultura, exploração florestal, agricultura, pecuária e serviços relacionados a essas atividades. O trabalho é desenvolvido em equipe, com supervisão ocasional, a céu aberto, no período diurno. No exercício das atividades, os trabalhadores estão sujeitos a ruídos intensos, altas temperaturas e posição desconfortável por longos períodos. Os trabalhadores da exploração de andiroba, piaçava e coco-da-praia desenvolvem suas atividades em alturas elevadas expondo-os a riscos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 6323-60

O acesso ao trabalho é livre, sem exigência de escolaridade ou formação profissional.

Atividades exercidas por um Trabalhador da exploração de pequi CBO 6323-60

Um Trabalhador da exploração de pequi (ou sinônimo) deve apresentar força física para subir em árvores, adaptar-se a ambientes silvestres, apresentar resistência física, demonstrar concentração em manuseio de equipamentos cortantes e máquinas, suportar trabalhos em alturas elevadas.

Cargos e salários CBO 6323-60 - Extrativistas florestais de espécies produtoras de fibras, ceras e óleos

Salário Trabalhador da Exploração de Pequi

Trabalhador da Exploração de Pequi: Brasil

  • 1
  • Brasil
  • 1.373 - 0
  • 40h
O profissional no cargo de Trabalhador da Exploração de Pequi CBO 6323-60 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.373 e 0 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 1 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6323-60.
Salário Pequizeiro

Pequizeiro: Brasil

  • 1
  • Brasil
  • 1.373 - 0
  • 40h
O profissional no cargo de Pequizeiro CBO 6323-60 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.373 e 0 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 1 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6323-60.