CBO 3250-15 - Perfumista - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos enólogos, perfumistas e aromistas

O profissional no cargo de Perfumista CBO 3250-15 desenvolve fragrâncias para produtos - de higiene pessoal, cosméticos, perfumes, entre outros -, interpretando demandas de consumidores, avaliando perfis olfativos das matérias-primas e dos produtos, estudando formulações para composição de matérias-primas, e definindo a dosagem (peso e quantidade) dos componentes naturais e sintéticos das formulações Testa diferentes formulações, para criação das fragrâncias que atendam às expectativas de consumidores.

Examina estabilidade das fragrâncias após aplicação nos produtos Desenvolve atividades de pesquisa de novas formulações e novas matérias-primas Coordena ações para cumprimento de normas legais.

Presta suporte técnico a clientes internos e externos Cumpre legislação, normas técnicas e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 3250-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de enólogos, perfumistas e aromistas que pertence ao grupo dos técnicos de nível médio das ciências biológicas, bioquímicas, da saúde, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Perfumista, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Enólogos, perfumistas e aromistas CBO 3250-15 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3250-15

  • Técnicos de nível médio.
    • Enólogos, perfumistas e aromistas.
      • Técnicos de nível médio das ciências biológicas, bioquímicas, da saúde.

O que faz um Perfumista

O Perfumista CBO 3250-15 planeja atividades para encontrar soluções em fragrâncias para cada tipo de produto - perfumes, produtos de higiene pessoal, cosméticos, produtos de limpeza, entre outros -, que passam a ser diferenciais no mercado Seleciona, limpa e esteriliza instrumentos e equipamentos de laboratório.

Prepara matérias-primas e demais insumos necessários.

Interage com outros departamentos da empresa – tais como pesquisa e desenvolvimento, produção e marketing – para levantar informações preliminares sobre o produto em estudo Analisa a evolução das demandas de consumidores, no sentido das novas tendências e da configuração do mercado.

Interpreta e identifica as necessidades específicas (“briefing”) para o produto em estudo Pode realizar reuniões com cliente, para identificar claramente o pedido.

Pode fazer uso de banco de dados acerca de preferências e hábitos de consumidores do produto em estudo.

Pode usar inteligência artificial para coletar dados diretamente de consumidores sobre temas - como fragrâncias com maior aceitação -, por meio de pesquisa feita em aplicativos digitais ou por meio do monitoramento de postos de venda Analisa os perfis olfativos das matérias-primas e do produto.

Avalia a compatibilidade entre matérias-primas e a compatibilidade das matérias-primas com o produto.

Recorre a conjunto memorizado de matérias-primas básicas, para selecionar as que podem entrar na composição Pode utilizar software para a obtenção de informações e combinações de novos componentes Estuda formulação para composição de matérias-primas, analisando seu impacto no meio ambiente e na saúde humana.

Define quantidade e peso dos componentes naturais e sintéticos, em laboratório Testa diferentes formulações, combinando a percepção sensorial aos conhecimentos sobre as matérias-primas, para criação da fragrância que atenda às expectativas de consumidores Examina estabilidade da fragrância após aplicação no produto.

Executa análise sensorial do produto finalizado e dos produtos concorrentes Acompanha o lançamento do novo produto no mercado e interpreta os resultados de pesquisa de mercado junto a consumidores.

Realiza atividades de divulgação do produto com a nova fragrância, proferindo palestras e conferências e ministrando cursos e treinamentos, a fim de colaborar com o fortalecimento da marca, aumentar as vendas e estabelecer um canal de comunicação com consumidores Pode fazer avaliação de fragrâncias em congressos Desenvolve atividades de pesquisa, fazendo experiências com novas tecnologias para formulação de fragrâncias e testando novas matérias-primas – como novas substâncias aromáticas extraídas por destilação de flores, folhas, frutos ou raízes de certos vegetais -, para lançar produtos com novas fragrâncias para consumidores.

Coordena ações para o cumprimento de normas legais, elaborando processos para registro de produtos e avaliando resultados de controles analíticos realizados em laboratórios Presta suporte técnico a clientes internos e externos, rastreando falhas e sugerindo modificações nas fragrâncias e na base (produto finalizado) Sugere a utilização das fragrâncias desenvolvidas.

Qualifica pessoal nas atividades de laboratório de criação e de aplicação Elabora documentos com descrição técnica dos componentes naturais e sintéticos presentes nas fragrâncias Presta consultoria técnica à área industrial e à área comercial no atendimento a clientes.

Observa a organização do local de trabalho Prepara plano de manutenção de máquinas e equipamentos Contribui para a redução dos impactos ambientais, promovendo o tratamento e o destino adequado de resíduos e efluentes Zela pela segurança, prevenindo situações de risco Utiliza e monitora o uso de equipamentos de proteção individual.

Presta primeiros socorros.

Funções do cargo

O funcionário CBO 3250-15 deve desenvolver atividades de divulgação, coordenar ações para o cumprimento de normas legais, desenvolver atividades de pesquisa, prestar suporte técnico a clientes internos e externos, demonstrar competências pessoais, desenvolver aromas e fragrâncias.

Condições de trabalho dessas profissões

Enólogos, perfumistas e aromistas trabalham na fabricação de produtos alimentares e bebidas (enólogo) e na fabricação de produtos químicos (aromista e perfumista). São empregados com carteira assinada e trabalham sem supervisão. O enólogo trabalha de forma individual e os demais em equipe. Os especialistas cumprem suas funções em ambiente fechado e em horário diurno. Eventualmente, o aromista e o perfumista estão expostos a materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 3250-15

Para o exercício dessas ocupações requer-se escolaridade de nível médio (aromistas e perfumistas). No caso do enólogo, a formação pode se ampliar até o nível pós-secundário de tecnologia. O desempenho pleno das atividades ocorre após cinco anos de experiência profissional. É fundamental aptidão para análise sensorial.

Atividades exercidas por um Perfumista CBO 3250-15

Um Perfumista (ou sinônimo) deve demonstrar capacidade de tomar iniciativa, demonstrar capacidade de concentração, avaliar compatibilidade entre matérias-primas - compostos químicos, naturais e sintéticos, realizar análise sensorial dos produtos de mercado e lançamentos, avaliar perfil degustativo das matérias-primas, do produto final e das primeiras produções, avaliar vinhos e derivados da uva e do vinho, aromas e fragrâncias em congressos nacionais e interna, avaliar estabilidade de fragrâncias após aplicação na base - produto final, pesquisar matérias-primas e tecnologias para fórmulas de aromas e fragrâncias, avaliar resultados de controles analíticos realizados nos laboratórios, autocontrolar-se, avaliar perfil olfativo das matérias-primas, do produto final e das primeiras produções, demonstrar espírito de liderança, elaborar descrição técnica dos componentes naturais e sintéticos presentes nos aromas e fragrâncias, elaborar processos para registro da empresa, definir quantidade de matérias-primas em cada fórmula, demonstrar criatividade, manter-se atualizado quanto a legislação específica do setor, qualificar pessoal nas atividades de laboratório de criação e de aplicação, demonstrar capacidade de trabalhar em equipe, interpretar resultados de pesquisa de mercado, avaliar compatibilidade das matérias-primas com a base - produto final, demonstrar capacidade sensorial aguçada, comunicar-se em língua estrangeira, interpretar briefing - necessidades do cliente, pesar fórmulas em laboratório para avaliação, ministrar cursos, treinamentos, palestras e conferências em sua área de atuação, prestar assessoria técnica a área comercial no atendimento a clientes, prestar consultoria técnica a área industrial, sugerir modificações nos aromas, nas fragrâncias e na base - produto final, rastrear falhas nos aromas, nas fragrâncias e na base - produto final, sugerir utilização de aromas e fragrâncias desenvolvidas.

Cargos e salários CBO 3250-15 - Enólogos, perfumistas e aromistas

Salário Perfumista

Perfumista: Brasil

  • 3.723
  • Brasil
  • 1.540 - 2.518
  • 43h
O profissional no cargo de Perfumista CBO 3250-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.540 e 2.518 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.723 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.
Salário Criadores de Perfumes

Criadores de Perfumes: Brasil

  • 3.723
  • Brasil
  • 1.540 - 2.518
  • 43h
O profissional no cargo de Criadores de Perfumes CBO 3250-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.540 e 2.518 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.723 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.
Salário Perfumista São Paulo

Perfumista: São Paulo, SP

  • 106
  • São Paulo, SP
  • 2.530 - 5.214
  • 43h
O profissional no cargo de Perfumista CBO 3250-15 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 2.530 e 5.214 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 106 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.
Salário Perfumista Brasília

Perfumista: Brasília, DF

  • 620
  • Brasília, DF
  • 1.338 - 1.744
  • 43h
O profissional no cargo de Perfumista CBO 3250-15 trabalhando em Brasília - DF, ganha entre 1.338 e 1.744 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 620 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.
Salário Perfumista Rio de Janeiro

Perfumista: Rio de Janeiro, RJ

  • 224
  • Rio de Janeiro, RJ
  • 1.504 - 1.986
  • 42h
O profissional no cargo de Perfumista CBO 3250-15 trabalhando em Rio de Janeiro - RJ, ganha entre 1.504 e 1.986 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 224 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.
Salário Perfumista

Perfumista: São Paulo

  • 481
  • São Paulo
  • 2.121 - 3.874
  • 43h
O profissional no cargo de Perfumista CBO 3250-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 2.121 e 3.874 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 481 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.
Salário Perfumista

Perfumista: Rio de Janeiro

  • 509
  • Rio de Janeiro
  • 1.483 - 1.973
  • 43h
O profissional no cargo de Perfumista CBO 3250-15 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 1.483 e 1.973 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 509 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.
Salário Criadores de Perfumes Brasília

Criadores de Perfumes: Brasília, DF

  • 620
  • Brasília, DF
  • 1.338 - 1.744
  • 43h
O profissional no cargo de Criadores de Perfumes CBO 3250-15 trabalhando em Brasília - DF, ganha entre 1.338 e 1.744 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 620 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3250-15.