CBO 2614-15 - Lingüista - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos filólogos, tradutores ,intérpretes

O profissional no cargo de Lingüista CBO 2614-15 Pesquisa e estuda idiomas, linguagens e códigos linguísticos em suas funcionalidades e aplicabilidades comunicacionais diversas Analisa a estrutura e as regras das línguas, documentando e descrevendo características linguísticas, gramaticais, fonético-fonológicas e semânticas, bem como peculiaridades culturais de significação, tendo em vista a preservação de idiomas e a atuação em processos de interação multicultural intersubjetiva.

Coleta dados linguísticos, realiza experimentos e aplica métodos de pesquisa no ensino de línguas, nas traduções e interpretações, bem como no processamento de linguagem natural Aplica conhecimentos de linguística em várias áreas, como saúde, educação, computação, informática e ciência forense, entre outras Realiza pesquisas e estudos, seguindo procedimentos tecnocientíficos da área, assim como legislações e códigos específicos de países e culturas relacionados aos projetos em que atua.

CBO 2614-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de filólogos, tradutores ,intérpretes que pertence ao grupo dos comunicadores, artistas e religiosos, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Lingüista, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Filólogos, tradutores ,intérpretes CBO 2614-15 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 2614-15

  • Profissionais das ciências e das artes.
    • Filólogos, tradutores ,intérpretes.
      • Comunicadores, artistas e religiosos.

O que faz um Lingüista

O Lingüista CBO 2614-15 analisa e investiga a estrutura, o significado e o uso das línguas humanas, aplicando teorias e princípios fundamentais da linguística, em áreas como a fonética, a fonologia, a morfologia, a sintaxe, a semântica e a pragmática Analisa a estrutura e as regras das línguas, identificando e descrevendo os sons, as palavras, as frases e as estruturas gramaticais de uma língua específica ou grupo de línguas relacionadas ou ainda de várias línguas diferentes.

Pesquisa e coleta dados linguísticos de forma sistemática, realizando experimentos, aplicando métodos de pesquisa e analisando os resultados.

Documenta e descreve as características de uma língua, incluindo sua gramática, vocabulário, pronúncia e variações dialetais, atuando em sua preservação e estudando línguas em risco de extinção Realiza pesquisas acadêmicas, aplicando seus conhecimentos em várias áreas práticas, como ensino de línguas, tradução, processamento de linguagem natural, desenvolvimento de software, de algoritmos de busca e estudos de comunicação intercultural.

Na área de saúde, contribui para o entendimento dos distúrbios de linguagem e a relação entre linguagem e função cerebral Na área educacional, desenvolve metodologias, técnicas e materiais instrucionais para instrutores de idiomas de línguas estrangeiras.

Pode identificar padrões de fraudes de falantes ou escritores, para fins forenses.

Atua em equipes multidisciplinares, interagindo com outros profissionais, compartilhando conhecimento, produzindo construção teórica das diferentes disciplinas da linguística, como fonética, fonologia, morfologia, sintaxe, semântica e pragmática, descrevendo princípios subjacentes que governam a estrutura e o funcionamento das línguas Identifica e descreve a estrutura e as regras de línguas, e as propriedades de seus sons, palavras, frases e estruturas gramaticais de forma detalhada, aplicando metodologias e técnicas apropriadas a cada projeto.

Compara e contrasta sistemas linguísticos a fim de compreender as particularidades de idiomas diversos, suas semelhanças e diferenças, formulando compêndios bilíngues ou multilíngues e estabelecendo padrões de proficiência idiomática.

Utiliza tecnologias linguísticas relevantes para o seu campo de atuação, tais como processamento de linguagem natural (NLP), ferramentas de análise linguística e recursos digitais, aplicando-as em suas pesquisas e práticas profissionais a fim de aumentar a eficiência e a precisão de suas análises Pode utilizar a inteligência artificial para apoiar estudos da interação entre humanos e computadores e composição de processamento de linguagem natural, lançando mão de ferramentas de tradução automática, análise linguística, analisadores sintáticos, de anotações linguísticas, dicionários, recursos de busca e análise de fragmentos linguístico Conduz pesquisas linguísticas para o desenvolvimento de metodologias de pesquisa, sistemas de coleta de dados, estratégias de análise estatística e de interpretação de resultados, projetando e realizando estudos linguísticos com rigor científico, contribuindo para a expansão do conhecimento na área.

Atua na resolução de problemas e na construção de pensamento crítico, na abordagem de questões linguísticas complexas, formulando hipóteses, analisando dados, identificando padrões e propondo soluções inovadoras para complexidades relacionadas à linguagem e comunicação na utilização de idiomas Segue procedimentos tecnocientíficos da área, assim como legislações e códigos específicos de países e culturas relacionados aos projetos em que atua.

Funções do cargo

O funcionário CBO 2614-15 deve resgatar a língua como expressão de uma cultura, elaborar textos, pesquisar, interpretar discursos orais, língua de sinais e/ou imagens, traduzir textos, documentos e/ou imagens, prestar assessoria a clientes, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Filólogos, tradutores ,intérpretes trabalham em serviços especializados de eventos, congressos e seminários, de atividades empresariais variadas, da administração pública, em empresas, universidades, fundações, produtoras e outras instituições, de caráter público ou privado. A maioria dos tradutores, intérpretes e audiodescritores trabalham como autônomos, seja de forma individual ou em grupos, por projetos, podendo desenvolver suas atividades também à distância. Os filólogos trabalham de forma individual, predominantemente como empregados. Os profissionais podem trabalhar em horários irregulares e, em algumas atividades, estar sujeitos a permanências prolongadas em posições desconfortáveis, a ruídos intensos, bem como a trabalhos sob pressão de prazos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 2614-15

As ocupações da família requerem formações diferenciadas: o superior completo para filólogos, linguistas e audiodescritores o ensino médio ou o diploma de técnico para tradutores e intérpretes. O desenvolvimento pleno das atividades demanda experiência superior a cinco anos, exeto para os audiodescritores onde a experiencia varia de um a dois anos.

Atividades exercidas por um Lingüista CBO 2614-15

Um Lingüista (ou sinônimo) deve pesquisar fontes, realizar estudos de usos lingüísticos, formatar textos e documentos, demonstrar fluência e proficiência, demonstrar acuidade auditiva, ministrar cursos de formação, adaptar discurso ao público alvo, pesquisar estrutura das línguas, selecionar textos para tradução, descodificar novas expressões linguísticas, interpretar a obra no seu contexto, trabalhar com textos antigos, demonstrar agilidade de raciocínio, utilizar técnicas de orientação e mobilidade, transcrever gravações em diversas línguas, trabalhar sob pressão - do tempo, comparar línguas, fazer resenhas, manter a excelência da crítica, fazer fichas sobre os textos, divulgar conhecimentos da área, pesquisar etimologias, comparar tradução com original, demonstrar erudição, elaborar gramáticas, demonstrar discrição, estudar área diversa para embasamento teórico, organizar coletâneas, consultar especialistas, demonstar capacidade de leitura oral fluente, elaborar notas filológicas, ecdóticas e lingüísticas, escrever obras de referência, cunhar novos termos, descrever conteúdo dos textos, documentos e/ou imagens, elaborar atlas lingüísticos, compreender textos, documentos e/ou imagens, demonstar capacidade de síntese, demonstar capacidade de observação, fazer levantamento bibliográfico, realizar transliteração de textos, trabalhar em equipe, demonstar capacidade de locução/narração, coordenar equipes de trabalho, descrever estrutura interna das línguas, explicitar novas terminologias, trabalhar em registros lingüísticos diversos, descrever legibilidade do texto, descodificar textos, documentos e/ou imagens, ler textos e documentos, revisar textos e documentos, elaborar fontes lexicológicas e terminológicas, abordar textos sob o ponto de vista da pancronia, realizar estudos sobre a história das línguas, demonstrar acuidade visual, editar coletâneas, demonstrar neutralidade, comparar textos de épocas diferentes, demonstrar capacidade de concentração, consultar dicionários, outras fontes escritas e orais e meios eletrônicos, demonstrar flexibilidade, demonstrar capacidade de improvisar, demonstrar pró-atividade, cotejar textos e documentos.

Cargos e salários CBO 2614-15 - Filólogos, tradutores ,intérpretes

Salário Vocabularista

Vocabularista: Brasil

  • 62
  • Brasil
  • 4.171 - 7.665
  • 41h
O profissional no cargo de Vocabularista CBO 2614-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.171 e 7.665 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 62 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2614-15.
Salário Linguista

Linguista: Brasil

  • 62
  • Brasil
  • 4.171 - 7.665
  • 41h
O profissional no cargo de Linguista CBO 2614-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.171 e 7.665 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 62 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2614-15.
Salário Lexicógrafo

Lexicógrafo: Brasil

  • 62
  • Brasil
  • 4.171 - 7.665
  • 41h
O profissional no cargo de Lexicógrafo CBO 2614-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.171 e 7.665 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 62 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2614-15.
Salário Lexicólogo

Lexicólogo: Brasil

  • 62
  • Brasil
  • 4.171 - 7.665
  • 41h
O profissional no cargo de Lexicólogo CBO 2614-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.171 e 7.665 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 62 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2614-15.
Salário Lingüista Dicionarista

Lingüista Dicionarista: Brasil

  • 62
  • Brasil
  • 4.171 - 7.665
  • 41h
O profissional no cargo de Lingüista Dicionarista CBO 2614-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.171 e 7.665 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 62 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2614-15.
Salário Terminógrafo

Terminógrafo: Brasil

  • 62
  • Brasil
  • 4.171 - 7.665
  • 41h
O profissional no cargo de Terminógrafo CBO 2614-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.171 e 7.665 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 62 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2614-15.
Salário Terminólogo

Terminólogo: Brasil

  • 62
  • Brasil
  • 4.171 - 7.665
  • 41h
O profissional no cargo de Terminólogo CBO 2614-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 4.171 e 7.665 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 62 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 2614-15.