CBO 9922-25 - Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 9922-25 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) que pertence ao grupo dos trabalhadores elementares da manutenção, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) CBO 9922-25 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 9922-25

  • Trabalhadores em serviços de reparação e manutenção.
    • Outros trabalhadores da conservação, manutenção e reparação.
      • Trabalhadores elementares da manutenção.
        • Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos).

Descrição dos cargos da categoria Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos)

Os Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) CBO 9922-25 realizam manutenção geral em vias, manejam áreas verdes, tapam buracos, limpam vias permanentes e conservam bueiros e galerias de águas pluviais. Recompõem aterros e recuperam obras de arte. Controlam atividades de conservação e trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente.

Condições de trabalho

Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) atuam nos serviços de conservação e manutenção de rodovias, estradas, avenidas e ruas, como empregados com carteira assinada. Organizam-se em equipe, com supervisão permanente, em ambiente a céu aberto, no período diurno. No desenvolvimento de suas atividades podem, permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos e expostos à ação de ruído intenso.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino fundamental incompleto (quarta a sétima série). O pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência profissional.

Funções dos Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) CBO 9922-25

Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) devem:

  • realizar manutenção geral em vias;
  • recuperar ´obras de arte´;
  • recompor aterro;
  • trabalhar com segurança;
  • manejar Áreas verdes;
  • controlar atividades de conservação;
  • limpar vias permanentes;
  • conservar bueiros e galerias de Águas pluviais;
  • demonstrar competências pessoais;
  • tapar buracos;
  • Atividades dos cargos CBO 9922-25

    Entre as principais atribuições dos Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos) CBO 9922-25 estão as de:

    • plantar grama e árvores nas rodovias;
    • dar acabamento no concreto;
    • adaptar equipamentos à atividade;
    • ensacar o material varrido;
    • controlar incêndio em beira de pistas;
    • rastelar a massa verde;
    • compactar concreto betuminoso usinado quente (cbuq);
    • lavar passarelas e monumentos;
    • remover materiais velhos, quebrados e sobras;
    • remover troncos, galhos e folhas das vias;
    • coletar lixo dos pedágios;
    • finalizar obra;
    • realizar conservação de aceiro de cercas;
    • pintar mourões, guias, postes, cancelas, tampa de bueiro e chapéu de caixa de captação;
    • remover placas de sinalização;
    • retirar partes de obras de arte avariadas;
    • perfurar solo para colocação dos mourões;
    • pintar ´obras de arte´;
    • trocar o cesto de captação dos bueiros;
    • fechar, com cercas, entradas não autorizadas de propriedades;
    • realizar melhorias em ´obras de arte´ antigas;
    • preparar concreto;
    • trocar tubulação danificada;
    • remover camada asfáltica;
    • demonstrar capacidade de atenção;
    • alinhar mourões;
    • retirar detritos da caixa de captação de água;
    • substituir placas de sinalização;
    • eliminar formigas e cupins;
    • trocar tampa de bueiros;
    • executar limpeza do final de obra;
    • adubar grama;
    • repor cerca nas falhas;
    • lavar praças e cabines de pedágio;
    • realizar acabamento do aterro;
    • identificar, em vias, necessidade de tapar buracos;
    • dar provas de humildade;
    • demonstrar resistência física e psicológica;
    • recolher detritos de córregos;
    • utilizar equipamentos de proteção individual (epi);
    • trocar chapéu da caixa de captação;
    • demonstrar cuidado com sua segurança pessoal;
    • refilar mato na borda da pista;
    • manter características originais dos equipamentos;
    • recortar buraco;
    • evidenciar respeito pelo outro;
    • "lavar dispositivo sinalizador ""olho-de-gato""";
    • realizar revisão preventiva dos maquinários e equipamentos;
    • demonstrar agilidade;
    • lavar defensas metálicas;
    • aplicar concreto betuminoso usinado quente (cbuq);
    • retirar detritos de galerias e bueiros;
    • trocar arame farpado;
    • utilizar equipamentos de proteção preventiva ao usuário;
    • limpar o cesto de captação dos bueiros;
    • colocar, em vias, sinalização de advertência ao usuário;
    • demonstrar disposição;
    • varrer vias;
    • retirar restos de acidentes;
    • remover pichações de monumentos, passarelas e viadutos;
    • demonstrar responsabilidade;
    • trabalhar em equipe;
    • roçar áreas verdes das faixas de domínio das vias;
    • utilizar equipamentos apropriados à atividade;
    • retirar massa verde;
    • recobrir a grama com terra;
    • dar provas de organização;
    • aplicar solo aprovado pelo laboratório;
    • remover árvores;
    • repintar faixas de sinalização;
    • retirar detritos de canaletas;
    • regar a grama;
    • verificar problemas em galerias e bueiros;
    • lavar placas de sinalização;
    • recolher papel e entulho;
    • dar provas de paciência;
    • limpar áreas de construção de cercas;
    • alocar formas de madeira;
    • varrer pedágio;
    • capinar a encosta dos córregos;
    • retirar animais mortos;
    • desviar fluxo de veículos;
    • retirar solo inapropriado;
    • preparar terreno;
    • eliminar causas da erosão;
    • aplicar emulsão asfáltica;
    • retirar ervas daninhas;
    • demonstrar capacidade de observação;
    • trocar mourões de concreto e madeira;
    • distribuir terra em camadas compactadas na erosão;
    • distribuir material em pontos predeterminados;
    • manifestar compreensão;
    • remover animais vivos da pista;
    • selar trinca;
    • podar árvores;
    • aplicar camada de brita;
    • distribuir concreto;
    • retirar material indesejado;
    • demonstrar dedicação;
    • demonstrar força de vontade;
    • substituir peças de concreto armado;
    • identificar necessidade de compra de material;
    • recolocar solo em volta da galeria;

    Cargos e salários CBO 9922-25 - Trabalhadores operacionais de conservação de vias permanentes (exceto trilhos)

    Salário Servente de Serviços Gerais na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos)

    Servente de Serviços Gerais na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos): Brasil

    • 86.125
    • Brasil
    • 1.259 - 2.038
    • 43h
    O profissional no cargo de Servente de Serviços Gerais na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.259 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 86.125 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Varredor na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos)

    Varredor na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos): Brasil

    • 86.125
    • Brasil
    • 1.259 - 2.038
    • 43h
    O profissional no cargo de Varredor na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.259 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 86.125 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos)

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Brasil

    • 86.125
    • Brasil
    • 1.259 - 2.038
    • 43h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.259 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 86.125 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Asfaltador na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos)

    Asfaltador na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos): Brasil

    • 86.125
    • Brasil
    • 1.259 - 2.038
    • 43h
    O profissional no cargo de Asfaltador na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.259 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 86.125 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar de Jardinagem na Conservação de Vias Permanentes

    Auxiliar de Jardinagem na Conservação de Vias Permanentes: Brasil

    • 86.125
    • Brasil
    • 1.259 - 2.038
    • 43h
    O profissional no cargo de Auxiliar de Jardinagem na Conservação de Vias Permanentes CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.259 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 86.125 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Buerista na Conservação de Vias Permanentes

    Buerista na Conservação de Vias Permanentes: Brasil

    • 86.125
    • Brasil
    • 1.259 - 2.038
    • 43h
    O profissional no cargo de Buerista na Conservação de Vias Permanentes CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.259 e 2.038 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 86.125 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Podador de Árvores na Conservação de Vias Permanentes

    Podador de Árvores na Conservação de Vias Permanentes: Brasil

    • 88.260
    • Brasil
    • 1.27 - 2.061
    • 43h
    O profissional no cargo de Podador de Árvores na Conservação de Vias Permanentes CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.27 e 2.061 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 88.260 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos)

    Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos): Brasil

    • 88.260
    • Brasil
    • 1.27 - 2.061
    • 43h
    O profissional no cargo de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.27 e 2.061 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 88.260 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) Curitiba

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Curitiba, PR

    • 2.234
    • Curitiba, PR
    • 1.444 - 2.093
    • 44h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Curitiba - PR, ganha entre 1.444 e 2.093 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 2.234 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) Manaus

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Manaus, AM

    • 1.170
    • Manaus, AM
    • 1.192 - 1.744
    • 43h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Manaus - AM, ganha entre 1.192 e 1.744 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 1.170 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) Brasília

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Brasília, DF

    • 997
    • Brasília, DF
    • 1.239 - 1.805
    • 44h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Brasília - DF, ganha entre 1.239 e 1.805 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 997 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) São Paulo

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): São Paulo, SP

    • 9.473
    • São Paulo, SP
    • 1.283 - 1.918
    • 44h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em São Paulo - SP, ganha entre 1.283 e 1.918 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 9.473 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) Salvador

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Salvador, BA

    • 717
    • Salvador, BA
    • 1.152 - 1.595
    • 44h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Salvador - BA, ganha entre 1.152 e 1.595 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 717 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos)

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Santa Catarina

    • 2.310
    • Santa Catarina
    • 1.359 - 1.427
    • 44h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Santa Catarina, ganha entre 1.359 e 1.427 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 2.310 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) Londrina

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Londrina, PR

    • 419
    • Londrina, PR
    • 1.389 - 2.107
    • 44h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Londrina - PR, ganha entre 1.389 e 2.107 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 419 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos)

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Minas Gerais

    • 9.739
    • Minas Gerais
    • 1.205 - 1.265
    • 43h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.205 e 1.265 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 9.739 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) Porto Alegre

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Porto Alegre, RS

    • 331
    • Porto Alegre, RS
    • 1.246 - 1.809
    • 43h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Porto Alegre - RS, ganha entre 1.246 e 1.809 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 331 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.
    Salário Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) Recife

    Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos): Recife, PE

    • 1.037
    • Recife, PE
    • 1.169 - 1.685
    • 44h
    O profissional no cargo de Auxiliar Geral de Conservação de Vias Permanentes (Exceto Trilhos) CBO 9922-25 trabalhando em Recife - PE, ganha entre 1.169 e 1.685 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.037 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9922-25.