CBO 3532-35 - Técnicos em operações e serviços bancários - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 3532-35 é o Código Brasileiro da Ocupação de técnicos em operações e serviços bancários que pertence ao grupo dos técnicos de nível médio em operações financeiras, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Técnicos em operações e serviços bancários CBO 3532-35 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3532-35

  • Técnicos de nível médio.
    • Técnicos de nivel médio nas ciências administrativas.
      • Técnicos de nível médio em operações financeiras.
        • Técnicos em operações e serviços bancários.

Descrição dos cargos da categoria Técnicos em operações e serviços bancários

Os Técnicos em operações e serviços bancários CBO 3532-35 processam operações de crédito, investimento e serviços bancários, obedecendo normas externas, emanadas de órgãos governamentais, e internas, da instituição que os empregam. Controlam as operações de concessão de crédito, investimento e serviços a pessoas físicas ou jurídicas, a fim de cumprir e fazer cumprir as normas e regras internas e de órgãos regulamentadores, tais como: banco central do brasil e secretaria da receita federal, entre outros. Atendem aos demais setores do banco, como seus clientes internos, e a órgãos governamentais, outros bancos e ao público em geral, como clientes externos, prestando-lhes informações sobre assuntos de sua competência. Podem coordenar recursos humanos, sob sua responsabilidade e exercer o monitoramento de serviços prestados por terceiros.

Condições de trabalho

Técnicos em operações e serviços bancários rabalham em bancos e outras instituições de intermediação financeira como empregados assalariados, com registro em carteira, organizam- se em equipe, sob supervisão permanente, em ambientes fechados, nos horários diurnos, sob condições normais de trabalho.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se formação de nível médio, seguida de cursos orientados para o trabalho, nas próprias instituiões. O pleno desempenho das atividades ocorre após um a dois anos de experiência, atuando sob supervisão constante de profissionais mais experientes.

Funções dos Técnicos em operações e serviços bancários CBO 3532-35

Técnicos em operações e serviços bancários devem:

  • processar operações de crédito, câmbio e serviços;
  • gerir sistema de normas internas e externas;
  • demonstrar competências pessoais;
  • coordenar recursos humanos;
  • preparar movimento para compensação;
  • controlar operações de financiamento e de investimento;
  • administrar movimento dos caixas e da tesouraria;
  • atender clientes internos e externos;
  • Atividades dos cargos CBO 3532-35

    Entre as principais atribuições dos Técnicos em operações e serviços bancários CBO 3532-35 estão as de:

    • fechar os caixas;
    • demonstrar comunicabilidade;
    • verificar documentação pendente;
    • recolher numerário à tesouraria;
    • avaliar desempenho de funcionários;
    • suprir caixas;
    • recolher excedente dos caixas;
    • motivar equipe (prêmios, folgas, benefícios);
    • checar documentos recebidos;
    • enquadrar operações às normas internas e externas;
    • separar documentos;
    • encaminhar reclamações de clientes para o setor competente;
    • cobrar cumprimento das tarefas diárias;
    • recolher depósitos e pagamentos em caixas eletrônicos da agência;
    • atualizar sistema de normas e regras;
    • participar do desligamento de funcionários;
    • demonstrar rapidez de raciocínio;
    • demonstrar flexibilidade;
    • administrar situações adversas;
    • zelar pela segurança do numerário da agência;
    • registrar ocorrências no sistema;
    • supervisionar operações dos caixas;
    • transmitir arquivos via sistema;
    • demonstrar comprometimento;
    • sanar dúvidas sobre rotinas;
    • receber malotes;
    • monitorar fluxo de numerário e de cheques;
    • calcular saldos devedores e juros;
    • pesquisar informações sobre operações e documentação de clientes;
    • emitir contratos ou aditivos de financiamento e de prestação de serviços;
    • tutelar objetos e documentos;
    • retirar documentos dos caixas;
    • demonstrar criatividade;
    • montar lotes de documentos;
    • solicitar numerário;
    • demonstrar visão estratégica;
    • demonstrar segurança;
    • instruir funcionários sobre aplicação de normas e regras;
    • demonstrar capacidade de análise técnica;
    • distribuir tarefas;
    • remanejar recursos humanos;
    • cumprir normas e regras internas e externas;
    • disponibilizar funcionários para outras áreas;
    • participar da seleção de funcionários;
    • conciliar movimento físico e contábil;
    • demonstrar persuasão;
    • processar transações dos meios remotos (caixa expresso);
    • prever necessidade de numerário;
    • classificar documentos;
    • conferir documentação de clientes (pessoas física e jurídica) e da operação;
    • assimilar mudanças;
    • proceder lançamentos de acertos;
    • dar suporte para outras áreas;
    • sugerir promoção de funcionários;
    • coordenar trabalhos dos funcionários;
    • efetuar controle contábil;
    • interpretar normas e regras internas e externas;
    • delegar funções;
    • fiscalizar assiduidade e pontualidade;
    • processar borderôs;
    • enviar malotes;
    • suprir caixas eletrônicos da agência;
    • trabalhar em equipe;
    • demonstrar espírito empreendedor;
    • estabelecer horários para entrega de numerário;
    • tomar decisões;
    • inspecionar aplicação de normas e regras;
    • demonstrar dinamismo;
    • orientar clientes;
    • solicitar liberação de recursos para operações de crédito, câmbio e serviços;
    • treinar funcionários;
    • demonstrar equilíbrio emocional;
    • demonstrar iniciativa;
    • devolver cheques irregulares;
    • fornecer troco;
    • efetuar transações entre contas;
    • monitorar caixas eletrônicos da agência;
    • obter autorização de cliente para operações;
    • fechar malotes;
    • monitorar serviços de terceiros (transportadora de valores);
    • abrir caixas;
    • contar numerário;
    • separar numerário em lotes;
    • administrar saldo de reserva (limite para pernoite);
    • atender às solicitações de reserva para saques;

    Cargos e salários CBO 3532-35 - Técnicos em operações e serviços bancários

    Salário Chefe de Serviços Bancários

    Chefe de Serviços Bancários: Brasil

    • 635
    • Brasil
    • 5.212 - 11.019
    • 40h
    O profissional no cargo de Chefe de Serviços Bancários CBO 3532-35 trabalhando no Brasil, ganha entre 5.212 e 11.019 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 635 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3532-35.
    Salário Chefe de Serviços Bancários

    Chefe de Serviços Bancários: São Paulo

    • 358
    • São Paulo
    • 5.444 - 5.715
    • 40h
    O profissional no cargo de Chefe de Serviços Bancários CBO 3532-35 trabalhando em São Paulo, ganha entre 5.444 e 5.715 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 358 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3532-35.