Biomedicina: Saiba tudo sobre o curso, preço, mercado de trabalho

A área de Biomedicina está bastante em alta no mercado. O biomédico, é um profissional cada vez mais requisitado tanto por empresas privadas, como por órgãos públicos.

E isso não acontece por acaso, Afinal de contas, esse profissional pode atuar em várias áreas ligadas aos cuidados com a saúde, seja no estudo de doenças, ou no tratamento para elas. Além disso, esse especialista também realiza estudo e desenvolve alternativas para prevenir e melhorar a qualidade de vida da população.

Quem se gradua nesse curso se forma como biomédico. Esse é um especialista focado em pesquisa, ou seja, você não poderá realizar procedimentos cirúrgicos, atendimentos em hospitais, muito menos prescrever remédios.

Os principais locais de atuação desse especialista são: laboratórios, clínicas, institutos de pesquisa, indústria de medicamentos, dentre outros.

Para atuar como biomédico, você precisa se formar em um curso de Biomedicina reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, também é necessário contar com o registro do Conselho Regional de Biomedicina (CRBM).

Grade curricular

biomedicina modifiedO curso de Biomedicina está presente na categoria de cursos bacharelados. Ele traz tanto matérias gerais, que também são exigidas em outros cursos, como matérias específicas dessa área.

Aprender essa grade curricular na integra é fundamental para formar sua base de conhecimento e, assim, permitir que você atue na área sem dificuldades.

A grande curricular é repleta de disciplinas teóricas, bem como práticas realizadas em laboratórios totalmente preparados. Um ponto importante é que as matérias mudam drasticamente de nome e ordem de uma faculdade para outra.

Entre as disciplinas mais comuns dentro do curso de Biomedicina estão: bioquímica, química geral, ecologia e saúde ambiental, toxicologia, biologia molecular, bioinformática e modelagem molecular.

Duração do curso de Biomedicina

A duração média do curso de Biomedicina é de 4 a 5 anos. Mas, esse tempo pode variar conforme a modalidade de ensino escolhida (presencial, semipresencial ou EAD), bem como a faculdade.

Durante a formação, você precisará, obrigatoriamente, passar por um período de estágio supervisionado. Além disso, para a conclusão do curso e entrega do diploma, você precisará entregar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Preço médio das faculdades

O preço da mensalidade do curso de Biomedicina também pode variar muito. As modalidades de educação a distância (EAD) têm um valor mais baixo, por conta de redução de custos com infraestrutura.

Em compensação, as faculdades que possuem cursos presenciais tendem a ser mais reconhecidas. Principalmente levando em conta que essa é uma formação que exige bastante atuação dentro de laboratórios.

Confira abaixo os valores médios de biomedicina presenciais e EAD.

  • PUC-RS (Presencial): Preço médio da primeira mensalidade R$ 2.634,29. A partir da 2ª mensalidade, R$ 2.509,96.
  • Universidade Anhembi Morumbi (Presencial): preço médio de R$ 1.090,00 a R$ 1.445,36 por mês (conforme o turno);
  • UniBrasil Curitiba (presencial): preço médio de R$ 1.297,81 por mês.
  • FAM (EAD): preço médio entre R$777,00 e R$971,00.
  • Universidade Positivo (EAD-Semipresencial) preço médio entre R$ 540,00 e R$ 687,78 (conforme o polo).
  • Universidade Brasil (EAD): preço médio da primeira mensalidade R$259,00. Demais mensalidades R$ 759,05.

Uma coisa muito importante na hora de escolher o seu curso é não deixar que o preço seja o fator de decisão. Isso porque ele não é sinônimo de um ensino de qualidade.

Você também precisa avaliar outros aspectos importantes, tais como corpo docente e grade curricular. Além disso, também é interessante avaliar as atividades extracurriculares e projetos de extensão.

Áreas de atuação no mercado de trabalho

Quem se formar em Biomedicina vai se deparar com várias áreas de atuação dentro do mercado de trabalho. Esse curso consegue abrir uma série de portas, tanto para quem deseja atuar dentro de empresas privadas, como em órgãos públicos.

biomedicina

Entre as áreas de atuação mais em alta na atualidade podemos destacas a indústria farmacêutica, meio ambiente e de alimentos. E isso apenas para profissionais que possuem apenas graduação.

Atualmente, cerca de 37 especializações estão aprovadas pelo Conselho Federal de Biomedicina (CFBM). Profissionais especializados tem um leque ainda maior de oportunidades dentro do mercado de trabalho.

Uma das áreas de especialização que mais tem crescido no Brasil é a de reprodução humana. Isso porque, a cada ano que passa a taxa de infertilidade entre homens e mulheres cresce.

As clínicas de reprodução assistida, por exemplo, têm registrado uma alta procura por diversos tratamentos de aumento da fertilidade. Desde o congelamento de óvulos até a inseminação artificial.

A área de desenvolvimento de medicamentos e vacinas também tem registrado um alto crescimento na demanda de biomédicos. Com o surgimento de novas doenças, bem como a demanda por medicamentos mais eficazes, essa é uma área que pode oferecer excelentes oportunidades.

O setor de análises clínicas também é uma área do mercado de trabalho que demanda constantemente por profissionais de Biomedicina. A realização de testes e exames é muito alta em todo o Brasil.

Não podemos deixar de citar o setor de pesquisas de Biomedicina, que também está em alta, principalmente com o desenvolvimento de novas tecnologias que podem facilitar a mensuração de dados e criação de soluções.

A constante evolução dentro dos setores biologia e medicina tendem a abrir cada vez mais oportunidades para biomédicos, principalmente especializados.

Expectativa de Carreira

A carreira de biomédico tem excelentes expectativas. Um estagiário de Biomedicina ganha, em média R$ 908,00. Já as remunerações para nível pleno dependem da quantidade de horas semanais que o profissional atua.

Para uma carga horária de 44 horas semanais, por exemplo, a remuneração média é de R$ 2.376,01. Contudo, outros fatores também precisam ser levados em conta, como porte da empresa e nível de experiência do especialista.

Além disso, também é necessário ressaltar que essas remunerações são para graduados em Biomedicina sem qualquer especialização. Profissionais com mestrado, doutorado ou outro tipo de formação completar tendem a ter remunerações superiores.

Áreas mais específicas, como a de reprodução humana assistida e pesquisas também oferecem remunerações maiores. Além disso, o plano de carreira da maioria dos profissionais é excelente, com benefícios diferenciados.

Se você deseja cursar Biomedicina, saiba que esse é um curso que pode oferecer excelentes oportunidades. Com as demandas do setor de saúde crescendo cada vez mais, profissionais que se formarem nesse segmento terão carreiras promissoras dentro do mercado de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Please enter your name here