CBO 4241-30 - Entrevistador social - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos entrevistadores e recenseadores

O profissional no cargo de Entrevistador social CBO 4241-30 realiza levantamento de informações de identificação e de caracterização socioeconômica de famílias de baixa renda, visando a sua inclusão na base nacional do Cadastro Único para programas sociais Prepara-se para realizar levantamento de informações, recebendo treinamento.

Faz a atualização das informações de cada família no Cadastro Único Pode prestar orientações sobre programas sociais e políticas públicas Atua conforme procedimentos de pesquisa e princípio de sigilo de informações e cumpre normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental.

CBO 4241-30 é o Código Brasileiro da Ocupação de entrevistadores e recenseadores que pertence ao grupo dos trabalhadores de atendimento ao público, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Entrevistador social, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Entrevistadores e recenseadores CBO 4241-30 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 4241-30

  • Trabalhadores de serviços administrativos.
    • Entrevistadores e recenseadores.
      • Trabalhadores de atendimento ao público.

O que faz um Entrevistador social

O Entrevistador social CBO 4241-30 prepara-se para realizar levantamento de informações de populações de baixa renda, recebendo treinamento Agenda entrevista domiciliar.

Desloca-se até o domicílio da família, identificando o(a) responsável pela unidade familiar, prestando-lhe esclarecimentos sobre os objetivos do Cadastro Único.

Coleta as informações prestadas pelo(a) responsável pela unidade familiar sobre o domicílio e sobre as pessoas que nele moram Levanta o endereço do domicílio, a renda familiar, o número de componentes na família, a escolaridade dos membros da família, as condições de moradia, as condições de acesso ao trabalho, a presença de pessoas com deficiência, entre outras informações.

Pode registrar as informações coletadas por meio do preenchimento do formulário impresso ou diretamente no Sistema de Cadastro Único Identifica e faz a caracterização, também, de Grupos Populacionais Tradicionais e Específicos (GPTE), que incluem famílias com características diferenciadas – como famílias ciganas, indígenas, quilombolas, ribeirinhas – ou que estão em uma condição específica, como as pessoas em situação de rua.

Faz a atualização periódica das informações.

Para tanto, realiza a entrevista completa, conferindo todos os quesitos de todos os blocos de informações, tendo sempre em mãos as informações da entrevista anterior, para verificar as possíveis mudanças nas condições de vida da família Registra as alterações diretamente no Sistema de Cadastro Único ou preenche novo formulário físico completo.

Pode orientar o(a) responsável pela unidade familiar sobre programas sociais e políticas públicas.

.

Funções do cargo

O funcionário CBO 4241-30 deve cadastrar informantes e famílias, realizar triagem, entrevistar o responsável familiar, aplicar questionários e roteiros de pesquisa, verificar consistência da informação, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Entrevistadores e recenseadores os cargos dessa família CBO podem exercer suas funções em instituições, empresas e organizações de pesquisas amostrais, de opinião, de mercado, de produtos e serviços, de preços, entre outros. Geralmente, atuam na condição de autônomos ou por conta própria. No caso do entrevistador social predomina a posição de empregado com carteira, ou acesso via provimento em concurso público. Trabalham, predominantemente, em equipe, sob supervisão permanente, a céu aberto, em horários irregulares, sob a forma de trabalho presencial. No caso do entrevistador social o trabalho é realizado sob supervisão ocasional, predominantemente em ambiente fechado e em período diurno.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 4241-30

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com escolaridade de ensino médio concluído, não sendo requeridos cursos de qualificação e tempo de experiência profissional. No caso do entrevistador social, além das especificações listadas acima, é exigido curso básico de até 200 horas.

Atividades exercidas por um Entrevistador social CBO 4241-30

Um Entrevistador social (ou sinônimo) deve coletar informações sócio-econômicas, em empresas, instituições e domicílios, demonstrar noções de microinformática, agir com perseverança, atender os grupos populacionaistrdicionais e específicos - aldeias indígenas, quilombolas, pessoas sem documento,entre outros, entrevistar famílias em domicílios, instituições/equipamentos de acolhimento, locais externos, comunidades, cadastrar domicílios, verificar coerência da resposta, atender as famílias, registrar com fidedignidade, apresentar boa dicção, cadastrar famílias, identificar a situação da família, esclarecer para o rf objetivos do cadastro único, recuperar informação não preenchida, coletar informações sócio-demográficas, em domicílios, encaminhar para órgãos competentes, se necessário, apresentar legibilidade de grafia, verificar dados, selecionar o formulário adequado, identificar o responsável familiar com base em documentos, agendar entrevista domiciliar, demonstrar objetividade na coleta de dados, organizar as informações e os documentos para controle interno, manter pontualidade, evidenciar senso de organização, demonstrar capacidade de comunicar-se, realizar busca ativa das famílias, orientar rf sobre programas sociais e políticas públicas, demonstrar discernimento, demonstrar capacidade de trabalhar em equipe, identificar-se junto ao entrevistado/ responsável familiar, indicar exclusão e mudanças em cadastros, atualizar cadastro da família, identificar a composição familiar, demonstrar credibilidade, demonstrar paciência, corrigir informação levantada, preencher questionário/ formulário manual e digitalmente, participar de mutirões e ações itinerantes, verificar cadastro, demonstrar imparcialidade, esclarecer dúvidas, evidenciar cordialidade no trato com as pessoas, verificar erros de preenchimento em questionários/formulários, conferir a veracidade das informações dos rf nas visitas em domicilios, identificar a demanda da família.

Cargos e salários CBO 4241-30 - Entrevistadores e recenseadores

Salário Entrevistador Social

Entrevistador Social: Brasil

  • 2.133
  • Brasil
  • 1.670 - 2.717
  • 41h
O profissional no cargo de Entrevistador Social CBO 4241-30 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.670 e 2.717 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 2.133 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4241-30.
Salário Entrevistador Social

Entrevistador Social: São Paulo

  • 546
  • São Paulo
  • 1.706 - 2.574
  • 41h
O profissional no cargo de Entrevistador Social CBO 4241-30 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.706 e 2.574 para uma jornada de trabalho média de 41h semanais de acordo com dados salariais de 546 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4241-30.
Salário Entrevistador Social

Entrevistador Social: Rio de Janeiro

  • 510
  • Rio de Janeiro
  • 1.599 - 2.306
  • 40h
O profissional no cargo de Entrevistador Social CBO 4241-30 trabalhando em Rio de Janeiro, ganha entre 1.599 e 2.306 para uma jornada de trabalho média de 40h semanais de acordo com dados salariais de 510 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 4241-30.