CBO 3116-25 - Técnico têxtil de tecelagem - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos técnicos têxteis

O profissional no cargo de Técnico têxtil de tecelagem CBO 3116-25 coordena processos produtivos têxteis, adequando o leiaute e o fluxo de produção, monitorando e orientando processos de preparação à tecelagem, engomagem e uso de fios e teares na tecelagem, acompanhando transferência de tecidos planos produzidos para beneficiamento e acabamento, e controlando qualidade de processos e produtos Planeja processos produtivos têxteis, prevendo recursos para cumprimento de metas de produção.

Participa da administração de custos e recursos Desenvolve novos métodos e produtos Pesquisa inovações na área têxtil.

Supervisiona equipes de trabalho, avaliando desempenho e promovendo treinamentos Cumpre normas e procedimentos técnicos, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de prevenção contra incêndios e de preservação ambiental

CBO 3116-25 é o Código Brasileiro da Ocupação de técnicos têxteis que pertence ao grupo dos técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Técnico têxtil de tecelagem, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Técnicos têxteis CBO 3116-25 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 3116-25

  • Técnicos de nível médio.
    • Técnicos têxteis.
      • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia.

O que faz um Técnico têxtil de tecelagem

O Técnico têxtil de tecelagem CBO 3116-25 planeja os processos produtivos têxteis, prevendo meios e recursos para o cumprimento das metas de produção Analisa laudos técnicos.

Avalia a capacidade produtiva dos equipamentos, monitora estoques de materiais e de insumos, e dimensiona o quadro de pessoal necessário nos vários setores de produção.

Elabora cronograma de atividades operacionais Coordena os processos produtivos têxteis, analisando e adequando o leiaute e o fluxo de produção.

Identifica e soluciona possíveis “gargalos” nos processos de produção Controla os processos automatizados, avaliando a produção e providenciando os ajustes nos processos em função dos desvios apresentados.

Elabora fichas técnicas de produtos e processos de produção.

Atua na área de tecelagem, efetuando estudos e cálculos para otimizar processos e ampliar a produtividade Faz a programação das atividades.

Acompanha o recebimento dos fios têxteis.

Controla as operações de preparação da tecelagem e engomagem Monitora e orienta a utilização correta dos fios e dos teares, de acordo com os tipos de tecidos a serem produzidos Orienta o operador no caso de falhas no funcionamento do tear.

Acompanha a transferência dos tecidos planos produzidos para a área de beneficiamento e acabamento Emite relatório da produção da tecelagem Controla a qualidade dos processos e produtos, monitorando indicadores e utilizando ferramentas da qualidade.

Realiza testes de controle de qualidade químico e físico para assegurar as características e a qualidade dos produtos fabricados Elabora sistema de auditoria por amostragem, identificando e tratando não conformidades.

Analisa reclamações, críticas e sugestões dos clientes Desenvolve fornecedores Emite parecer de qualidade.

Mantém-se atualizado em relação às inovações na área têxtil Desenvolve novos métodos de produção de tecidos planos, identificando - inclusive entre tecnologias emergentes - a tecnologia adequada ao processo em análise Avalia novos equipamentos.

Elabora fichas técnicas e procedimentos referentes ao novo processo de tecelagem Identifica possíveis impactos ambientais Verifica relação custo-benefício.

Desenvolve novos tecidos e novas padronagens, analisando tendências de mercado Utiliza softwares para desenvolvimento de padronagem Elabora ficha técnica de novos produtos e define o fluxo para sua produção Analisa viabilidade técnica e econômica dos novos produtos Coordena equipes de trabalho, participando de processo de seleção e de administração de pessoal.

Distribui tarefas, controla absenteísmo e programa férias das equipes Supervisiona equipes de trabalho, avaliando desempenho e levantando as necessidades de treinamento Viabiliza a realização de programas de aperfeiçoamento e atualização profissional Controla conflitos nas equipes Participa da administração dos custos e recursos, acompanhando a execução do orçamento e avaliando o custo dos produtos Pode utilizar softwares especializados - como ERP-Planejamento de Recursos Empresariais (Enterprise Resource Planning) - para agilizar análise de informações e aumentar eficácia na tomada de decisões Monitora a limpeza e a organização do local de trabalho Zela pela manutenção de máquinas e equipamentos, elaborando plano de manutenção preventiva e preditiva, providenciando manutenção de primeiro nível e solicitando serviços de manutenção corretiva Contribui para a redução dos impactos ambientais do processo produtivo, monitorando a aplicação das normas ambientais no tratamento de efluentes e no descarte de resíduos Sensibiliza e conscientiza as equipes de trabalho quanto à importância da preservação ambiental Trabalha com segurança, fazendo uso dos equipamentos de proteção individual Identifica situações de risco e colabora para sua eliminação Elabora procedimentos em conformidade com as normas de segurança, realizando sua divulgação e controlando seu cumprimento pelas equipes de trabalho .

Funções do cargo

O funcionário CBO 3116-25 deve demonstrar competências pessoais, assegurar a qualidade, desenvolver novos produtos, administrar processos de produção, desenvolver novos métodos, gerenciar orçamentos, assegurar a produção.

Condições de trabalho dessas profissões

Técnicos têxteis trabalham em indústrias de produção de fibras naturais, artificiais e sintéticas, fios, tecidos de malha, estamparias, tinturarias e, em indústrias de produtos químicos para a área têxtil e de confecções. Atuam, também, nas áreas de marketing têxtil e de compras, no ensino e na pesquisa aplicada. Os trabalhadores têxteis são empregados registrados que geralmente trabalham em equipes multifuncionais, em células de produção, sob supervisão ocasional. Algumas das atividades exercidas podem estar sujeitas a ruídos, material tóxico e aerodispersóides.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 3116-25

As ocupações são exercidas por trabalhadores com formação técnica de nível médio na área têxtil e afins que qualifica o egresso a atuar no controle da qualidade e, em todas as fases do processo industrial, desde a aquisição de matéria-prima até o produto final, em vistorias, avaliações técnicas dos produtos e laudos técnicos, dentro de seu campo profissional. O pleno exercício das atividades demanda pelo menos de um a dois anos na de experiência na área.

Atividades exercidas por um Técnico têxtil de tecelagem CBO 3116-25

Um Técnico têxtil de tecelagem (ou sinônimo) deve controlar absenteísmo, analisar reclamações dos clientes, realizar testes físicos e químicos, demonstrar linha de raciocínio lógico, programar despesas, cumprir as normas de segurança, analisar testes físicos e químicos, elaborar ficha técnica, elaborar a programação, analisar viabilidade técnica e econômica, definir fluxo de produção, demonstrar criatividade, especificar as características dos insumos e suprimentos, emitir parecer de qualidade, conduzir treinamento de pessoal, analisar despesas anteriores, controlar suprimentos, monitorar os indicadores de produção, cumprir o orçamento, padronizar processos, analisar tendências de mercado, cumprir a programação, administrar conflitos, eliminar as causas de não conformidade, propor alternativas, desenvolver fornecedores, registrar parâmetros do processo, padronizar novos métodos, identificar a tecnologia adequada, demonstrar segurança e flexibilidade na tomada de decisões, demonstrar percepção de cores, identificar necessidades de melhoria, desenvolver amostras, monitorar os itens de controle e verificação de processos e produtos, acompanhar programa de manutenção, delegar tarefas, promover treinamento, identificar não conformidade, analisar críticas e sugestões, elaborar procedimentos, disseminar informações sobre orçamento, demonstrar liderança, controlar custos e despesas, adequar processos, verificar relação custo-benefício, validar novos métodos, pesquisar tempos e métodos, elaborar sistema de auditoria por amostragem, adequar novas tecnologias, monitorar indicadores, elaborar mistura de fibras, validar produtos, trabalhar em equipe, incentivar equipe, demonstrar perceptividade, prever investimentos, buscar aperfeiçoamento profissional, pesquisar insumos e suprimentos, determinar parâmetros de processo - velocidade, temperatura etc, analisar leiaute, testar novos métodos, aplicar novos métodos, utilizar ferramentas da qualidade.

Cargos e salários CBO 3116-25 - Técnicos têxteis

Salário Técnico Têxtil de Tecelagem

Técnico Têxtil de Tecelagem: Brasil

  • 70
  • Brasil
  • 3.213 - 7.937
  • 43h
O profissional no cargo de Técnico Têxtil de Tecelagem CBO 3116-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 3.213 e 7.937 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 70 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 3116-25.