CBO 9111-35 - Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 9111-35 é o Código Brasileiro da Ocupação de mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão que pertence ao grupo dos mecânicos de manutenção de máquinas e equipamentos industriais, comerciais e residenciais, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão CBO 9111-35 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 9111-35

  • Trabalhadores em serviços de reparação e manutenção.
    • Trabalhadores em serviços de reparação e manutenção mecânica.
      • Mecânicos de manutenção de máquinas e equipamentos industriais, comerciais e residenciais.
        • Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão.

Descrição dos cargos da categoria Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão

Os Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão CBO 9111-35 realizam manutenção em bombas, redutores, compressores, turbocompressores, motores a diesel (exceto de veículos automotores), bombas injetoras e turbinas industriais. Reparam peças, ajustam, lubrificam, testam e instalam equipamentos industriais. Elaboram documentação técnica, inclusive registros de ocorrências. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos, de segurança, qualidade e de preservação ambiental.

Condições de trabalho

Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão trabalham em serviços de manutenção de indústrias de extração de petróleo, química e petroquímica, celulose e papel, metalurgia básica e de fabricação de máquinas e equipamentos, dentre outras. São empregados assalariados, com carteira assinada, organizados em equipe sob supervisão. Trabalham em locais fechados, em rodízio de turnos e em regime de sobre-aviso. Podem permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos, estão sujeitos à exposição de material tóxico, ruídos e altas temperaturas e trabalho sob pressão, podendo levá-los ao estresse.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino fundamental mais curso profissionalizante de mais de quatrocentas horas-aula, oferecidos por instituições de formação profissional e pelas próprias empresas. O pleno desempenho das atividades ocorre após três ou quatro anos de experiência na área.

Funções dos Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão CBO 9111-35

Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão devem:

  • testar equipamentos industriais;
  • instalar equipamentos industriais;
  • realizar atividades de acordo com normas de qualidade, segurança e preservação ambiental;
  • realizar manutenção em equipamentos industriais;
  • lubrificar equipamentos industriais;
  • demonstrar competências pessoais;
  • reparar peças de equipamentos industriais;
  • elaborar documentação técnica;
  • ajustar equipamentos industriais;
  • Atividades dos cargos CBO 9111-35

    Entre as principais atribuições dos Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão CBO 9111-35 estão as de:

    • emitir parecer técnico;
    • assegurar o funcionamento de equipamentos instalados;
    • alinhar conjuntos;
    • realizar testes de desempenho;
    • buscar autodesenvolvimento;
    • comunicar-se de forma clara e objetiva;
    • avaliar resultados de testes;
    • restabelecer funcionamento de equipamentos;
    • detectar falhas, por meio de instrumentos de medição e inspeção visual, tátil, olfativa e auditiva;
    • interpretar mapa de riscos;
    • realizar reparos de emergência;
    • conferir medidas, de acordo com especificações técnicas;
    • destinar resíduos para descarte e reciclagem;
    • testar estanqueidade e vedação de equipamentos;
    • analisar necessidade de troca de lubrificante e óleo, no período estabelecido pelo fornecedor;
    • substituir equipamentos e componentes;
    • recompor níveis de óleos e graxas;
    • montar bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão;
    • interpretar diagramas eletroeletrônicos;
    • manter limpo o local de trabalho;
    • registrar ocorrências de manutenção;
    • preparar equipamentos para manutenção;
    • analisar riscos da atividade;
    • conferir vazão, pressão e temperatura;
    • demonstrar sensibilidade visual, tátil, auditiva e olfativa;
    • conferir especificações e qualidade de peças fornecidas;
    • interditar máquinas e equipamentos para manutenção;
    • propor melhorias de processos de manutenção;
    • regular motores, bombas, compressores e equipamentos de transmissão;
    • interpretar relatórios de análises e de desempenho de óleos e graxas;
    • analisar periodicidade de manutenção;
    • organizar o local de trabalho;
    • definir materiais, ferramentas e equipamentos para instalação;
    • interpretar especificações do fabricante e do projeto;
    • compartilhar informações e conhecimentos;
    • desmontar bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão;
    • limpar sistemas de equipamentos;
    • participar de ações de prevenção de acidentes;
    • elaborar relatórios;
    • realizar melhorias em equipamentos;
    • preparar ferramental e dispositivos;
    • detectar anormalidades nas características de óleos e graxas;
    • descrever processos e padrões de manutenção de serviços;
    • detectar anormalidades no consumo de fluidos e lubrificantes;
    • reparar falhas;
    • efetuar ajustes em peças de montagem;
    • selecionar óleos e lubrificantes especificados;
    • analisar leiaute da área de instalação e do equipamento;
    • preencher ordem de serviço;
    • utilizar equipamentos de proteção individual;
    • verificar a existência de equipamentos de proteção coletiva em máquinas e ambientes;
    • trocar óleos, graxas e filtros;
    • identificar necessidade de atualizações de equipamentos;
    • realizar testes de funcionamento;
    • trabalhar em equipe;
    • interpretar desenhos mecânicos, hidráulicos e pneumáticos de conjuntos e partes;
    • analisar desgastes de peças;
    • detectar causa de aumento no consumo de fluidos e lubrificantes;
    • realizar alterações não previstas no projeto inicial;
    • registrar início e encerramento da manutenção expressa na ordem de serviço;
    • sinalizar área para manutenção;
    • requisitar material e suprimentos;
    • trabalhar com criatividade;
    • demonstrar habilidades manuais;
    • nivelar equipamentos;

    Cargos e salários CBO 9111-35 - Mecânicos de manutenção de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão

    Salário Mecânico de Manutenção de Turbocompressores

    Mecânico de Manutenção de Turbocompressores: Brasil

    • 61
    • Brasil
    • 2.152 - 4.251
    • 44h
    O profissional no cargo de Mecânico de Manutenção de Turbocompressores CBO 9111-35 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.152 e 4.251 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 61 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 9111-35.