CBO 8233-15 - Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 8233-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção que pertence ao grupo dos trabalhadores de instalações e equipamentos de material de construção, cerâmica e vidro, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção CBO 8233-15 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 8233-15

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores de instalações siderúrgicas e de materiais de construção.
      • Trabalhadores de instalações e equipamentos de material de construção, cerâmica e vidro.
        • Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção.

Descrição dos cargos da categoria Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção

Os Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção CBO 8233-15 preparam moldes, fôrmas e pisos, massas para fabricação de peças de concreto armado, cimento amianto e pedras artificiais. Moldam, realizam acabamento, classificam e acondicionam peças de concreto armado, pedras artificiais, cimento amianto e tijolos refratários. Preparam fornos e realizam a queima de peças de cerâmica vermelha, tijolos, telhas e pisos. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e preservação ambiental.

Condições de trabalho

Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção atuam na fabricação de produtos de minerais não metálicos e de materiais de construção como empregados com carteira assinada. Organizam-se de forma individual ou na forma de trabalho corporativo, sob supervisão permanente, em ambiente fechado no período diurno e em turnos fixos. Podem permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos, realizar atividades em grandes alturas ou em ambiente subterrâneo. No desenvolvimento de algumas atividades podem permanecer expostos a materiais tóxicos, ruído intenso, altas temperaturas, poeira e umidade.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se entre a quarta a oitava séries do ensino fundamental. A qualificação profissional ocorre com a experiência prática no próprio local de trabalho e o pleno desempenho das atividades é alcançado, no máximo, em dois anos de experiência profissional.

Funções dos Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção CBO 8233-15

Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção devem:

  • realizar queima de peças de cerâmica vermelha (tijolos, telhas e pisos);
  • demonstrar competências pessoais;
  • realizar acabamentos em peças de concreto armado, pedras artificiais e cimento amianto;
  • preparar fornos para queima de cerâmica vermelha (tijolos, telhas e pisos);
  • Atividades dos cargos CBO 8233-15

    Entre as principais atribuições dos Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção CBO 8233-15 estão as de:

    • demonstrar habilidade manual (coordenação motora);
    • instalar queimadores;
    • demonstrar assiduidade;
    • examinar amostras, quanto a cor e brilho;
    • efetuar o resfriamento gradativo de fornos para descarga;
    • medir temperatura dos fornos;
    • limpar forno;
    • agir com responsabilidade;
    • adaptar-se a circunstâncias e situações variadas (flexibilidade);
    • comunicar-se;
    • abastecer fornos com combustível;
    • tomar iniciativa;
    • posicionar instrumentos para controle de temperatura;
    • retirar rebarbas;
    • evidenciar dinamismo;
    • lacrar forno;
    • acender queimadores a gás combustível e óleo;
    • aplicar produtos para dar o vitrificado e brilho da peça;
    • desligar queimadores;
    • relacionar-se com outras pessoas;
    • posicionar amostras no forno;
    • regular chamas dos queimadores;
    • pré-aquecer fornos, aumentando a temperatura gradativamente;
    • inspecionar disposição das peças no forno;
    • adaptar-se a situações novas;

    Cargos e salários CBO 8233-15 - Operadores de instalações e equipamentos de fabricação de materiais de construção

    Salário Forneiro (Materiais de Construção)

    Forneiro (Materiais de Construção): Brasil

    • 3.450
    • Brasil
    • 1.444 - 2.635
    • 43h
    O profissional no cargo de Forneiro (Materiais de Construção) CBO 8233-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.444 e 2.635 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.450 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8233-15.
    Salário Forneiro de Material de Construção (telhas e Tijolos)

    Forneiro de Material de Construção (telhas e Tijolos): Brasil

    • 3.450
    • Brasil
    • 1.444 - 2.635
    • 43h
    O profissional no cargo de Forneiro de Material de Construção (telhas e Tijolos) CBO 8233-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.444 e 2.635 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.450 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8233-15.
    Salário Operador de Forno de Cerâmica (materiais de Construção)

    Operador de Forno de Cerâmica (materiais de Construção): Brasil

    • 3.450
    • Brasil
    • 1.444 - 2.635
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Forno de Cerâmica (materiais de Construção) CBO 8233-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.444 e 2.635 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 3.450 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8233-15.
    Salário Forneiro (Materiais de Construção)

    Forneiro (Materiais de Construção): São Paulo

    • 701
    • São Paulo
    • 1.931 - 2.027
    • 44h
    O profissional no cargo de Forneiro (Materiais de Construção) CBO 8233-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.931 e 2.027 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 701 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8233-15.
    Salário Forneiro de Material de Construção (telhas e Tijolos)

    Forneiro de Material de Construção (telhas e Tijolos): Goiás

    • 429
    • Goiás
    • 1.283 - 1.347
    • 43h
    O profissional no cargo de Forneiro de Material de Construção (telhas e Tijolos) CBO 8233-15 trabalhando em Goiás, ganha entre 1.283 e 1.347 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 429 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8233-15.
    Salário Operador de Forno de Cerâmica (materiais de Construção)

    Operador de Forno de Cerâmica (materiais de Construção): Minas Gerais

    • 400
    • Minas Gerais
    • 1.414 - 1.484
    • 43h
    O profissional no cargo de Operador de Forno de Cerâmica (materiais de Construção) CBO 8233-15 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.414 e 1.484 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 400 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 8233-15.