CBO 7683-25 - Seleiro - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos trabalhadores artesanais da confecção de calçados e artefatos de couros e peles

O profissional no cargo de Seleiro CBO 7683-25 confecciona selas utilizadas para montaria, verificando com cliente tamanho, modelo e a finalidade - trabalho, cavalgada ou prática de esporte, escolhendo a armação, cortando e costurando o couro, fazendo a decoração, executando o acabamento, e conferindo cor e brilho com a aplicação de tinta, verniz e outros produtos Pode confeccionar cabrestos, rédeas, correias, chicotes e outros acessórios.

Pode reparar selas e acessórios de couro Cumpre normas técnicas e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de combate a incêndio e de preservação ambiental

CBO 7683-25 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores artesanais da confecção de calçados e artefatos de couros e peles que pertence ao grupo dos trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Seleiro, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Trabalhadores artesanais da confecção de calçados e artefatos de couros e peles CBO 7683-25 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 7683-25

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores artesanais da confecção de calçados e artefatos de couros e peles.
      • Trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas.

O que faz um Seleiro

O Seleiro CBO 7683-25 prepara-se para as atividades, identificando a necessidade de cliente e verificando o tamanho, o modelo e a finalidade – trabalho, cavalgada ou prática de esporte - da sela a ser confeccionada Seleciona ferramentas, instrumentos de trabalho e materiais.

Escolhe a armação feita em madeira, revestindo-a com couro molhado, que é fixado em toda a sua extensão.

Pode utilizar armação feita em fibra, que deixa a sela mais leve Prepara couro ou material similar que será utilizado na confecção da sela, colocando-o sobre a mesa de corte e eliminando os defeitos identificados.

Distribui os moldes das partes da sela sobre o couro, de modo a obter o melhor aproveitamento do material Corta o couro ou material similar, usando facas ou estiletes.

Chanfra as partes, para melhor acabamento.

Alisa e suaviza as partes, fazendo uso de instrumentos de madeira ou outros apropriados, para uniformizar as superfícies Faz as marcações e os furos necessários, utilizando martelo e vazador, para possibilitar a adaptação dos acessórios, a colocação de rebites, a passagem de correias, entre outros procedimentos similares.

Ornamenta a peça com bordados, desenhos, ilustrações ou estampas.

Costura as partes da sela, à mão ou à máquina, selecionando linhas e agulhas e utilizando técnicas adequadas a unir partes em couro Faz o arremate da costura, cortando excesso de linhas Recheia as diferentes partes - fazendo uso de materiais de acolchoamento -, para conferir-lhes as formas desejadas.

Tinge e lustra a sela, aplicando-lhe tinta, verniz e outros produtos, para conferir a cor e o brilho desejados Instala as partes metálicas e demais guarnições, fixando-as nos orifícios, bordas e outros pontos, para embelezar e reforçar a sela Realiza a entrega para cliente, informando-lhe os cuidados para limpeza e conservação da sela.

Pode confeccionar cabrestos, rédeas, correias, chicotes e outros acessórios, utilizando ferramentas, materiais e moldes apropriados Pode reparar selas e demais produtos de couro utilizados para montaria.

Conserva o local de trabalho limpo e organizado Mantém as ferramentas e os instrumentos de trabalho limpos, acondicionados e em plena condição de uso Seleciona resíduos para reaproveitamento e faz o descarte dos demais, de acordo com as normas ambientais.

Controla o estoque de couros e demais materiais, adquirindo-os para reposição, quando necessário Trabalha com segurança, adotando postura ergonômica correta, prevenindo acidentes e utilizando equipamentos de proteção individual.

Funções do cargo

O funcionário CBO 7683-25 deve confeccionar bolsas e carteiras, cortar couro a mão, costurar calçados a mão, confeccionar cintos de couro, realizar acabamento - calçados e artefatos de couro, confeccionar selas e arreios de couro, demonstrar competências pessoais, montar calçados de couro a mão.

Condições de trabalho dessas profissões

Trabalhadores artesanais da confecção de calçados e artefatos de couros e peles essas ocupações são exercidas por profissionais com carteira assinada, empregados na indústria de preparação de couros e fabricação de artefatos de couro. O trabalho é presencial, individual com supervisão permanente, realizado em ambiente fechado, no período diurno. Em algumas atividades, os profissionais estão sujeitos a materiais tóxicos e a permanecerem em posições desconfortáveis durante longos períodos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 7683-25

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com o ensino fundamental concluído, exceto o artífice do couro do qual não é exigida nenhuma escolaridade. A experiência para os profissionais é de menos de um ano e a qualificação profissional ocorre na prática.

Atividades exercidas por um Seleiro CBO 7683-25

Um Seleiro (ou sinônimo) deve forrar peças, separar peças de calçados, demonstrar sociabilidade, cortar peças para selas e arreios, trançar rabichos e cião, fixar capas, fixar lóreos, rabichos e estribos, aplicar enchimento, demonstrar criatividade, costurar peças, confeccionar facas, fixar aviamentos, pintar bordas dos cintos, fixar acessórios, pespontar cintos, demonstrar coordenação motora, demonstrar dinamismo, cortar peças de bolsas e carteiras, separar peças de bolsas e carteiras, tomar iniciativa, selecionar linhas e agulhas, cortar linha, cortar tiras, vazar cintos, lustrar peças acabadas, selecionar moldes, selecionar o couro, cortar placas de couro, posicionar moldes, fixar fivelas, virar peças, furar palas, esmerilhar facas, fixar alças, aparar pontas de linha, aplicar acessórios, costurar selas, demonstrar responsabilidade, cortar peças do forro, fixar passadores, montar peças de couro na armação, armar selas, encaixar o pique, demonstrar auto-organização, cortar ponteiras, entretelar placas de couro, demonstrar autocrítica, montar peças, chanfrar peças.

Cargos e salários CBO 7683-25 - Trabalhadores artesanais da confecção de calçados e artefatos de couros e peles

Salário Correeiro (peças Para Animais)

Correeiro (peças Para Animais): Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Correeiro (peças Para Animais) CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Seleiro (equipamentos Para Equitação)

Seleiro (equipamentos Para Equitação): Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Seleiro (equipamentos Para Equitação) CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Seleiro na Fabricação

Seleiro na Fabricação: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Seleiro na Fabricação CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Seleiro

Seleiro: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Seleiro CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Trabalhador de Fabricação de Arreios

Trabalhador de Fabricação de Arreios: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador de Fabricação de Arreios CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Arreeiro de Couro - na Fabricação

Arreeiro de Couro - na Fabricação: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Arreeiro de Couro - na Fabricação CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Trançador de Couro

Trançador de Couro: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Trançador de Couro CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Arreeiro na Fabricação

Arreeiro na Fabricação: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Arreeiro na Fabricação CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Bainheiro - em Selaria

Bainheiro - em Selaria: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Bainheiro - em Selaria CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Cabresteador

Cabresteador: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Cabresteador CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Cangalheiro - na Fabricação

Cangalheiro - na Fabricação: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Cangalheiro - na Fabricação CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Colador de Couro - Exclusive Calçados

Colador de Couro - Exclusive Calçados: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Colador de Couro - Exclusive Calçados CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.
Salário Confeccionador de Cabrestos

Confeccionador de Cabrestos: Brasil

  • 362
  • Brasil
  • 1.598 - 2.559
  • 43h
O profissional no cargo de Confeccionador de Cabrestos CBO 7683-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.598 e 2.559 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 362 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7683-25.