CBO 6127-40 - Produtor da cultura de soja - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas

O profissional no cargo de Produtor da cultura de soja CBO 6127-40 produz soja, planejando processo de cultivo, preparando solo para plantio, realizando semeadura, executando irrigação, adubação e outros tratos culturais, identificando e controlando pragas e doenças, realizando colheita, fazendo limpeza, triagem, secagem, pesagem e outras atividades de beneficiamento inicial dos grãos, providenciando transporte e armazenagem, e comercializando a produção Pode utilizar ferramentas da agricultura de precisão.

Gerencia as atividades, administrando recursos Supervisiona equipes de trabalho, avaliando desempenho e treinando trabalhadores Mantém-se atualizado em relação às novas tecnologias de produção agrícola.

Cumpre legislação, normas técnicas e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 6127-40 é o Código Brasileiro da Ocupação de produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas que pertence ao grupo dos produtores na exploração agropecuária, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Produtor da cultura de soja, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas CBO 6127-40 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 6127-40

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.
    • Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas.
      • Produtores na exploração agropecuária.

O que faz um Produtor da cultura de soja

O Produtor da cultura de soja CBO 6127-40 planeja o cultivo de soja, estimando a área para plantio, calculando o volume de produção, e prevendo os recursos humanos, financeiros e materiais necessários Define qual a sequência a ser adotada no sistema de rotação de culturas.

Pode implementar Sistema de Plantio Direto (SPD).

Adota sistemas de cultivo tradicionais ou manuais, semimecanizados, ou mecanizados, fazendo uso, inclusive, de máquinas automatizadas Avalia riscos climáticos e de mercado.

Estima custo da produção Seleciona a área de plantio, considerando topografia, disponibilidade hídrica e temperatura.

Examina profundidade e textura de solo.

Demarca área para plantio Coleta amostras do solo para análises laboratoriais.

a partir dos resultados, aplica corretivos – tais como calcário e gesso agrícola – e protege o solo.

Define fórmulas de adubação Prepara o solo para plantio, limpando, manejando restos culturais, arando e gradeando Descompacta o solo.

Faz a abertura de covas e sulcos, adubando-os Controla e combate o aparecimento de plantas daninhas Executa a integração dos campos de cultivo com canais e sistemas de captação de chuvas e recursos hídricos locais, para contar com sistemas de irrigação por aspersores.

Define espaçamento de plantio Seleciona as sementes, realiza testes de sua germinação, efetua processo para sua inoculação, e faz seu tratamento com fungicidas, micronutrientes e outras substâncias.

Realiza o plantio, definindo a época da semeadura e monitorando a umidade do solo Executa a distribuição das sementes, geralmente com máquina semeadora Acompanha o desenvolvimento da plantação de soja, monitorando os tratos culturais.

Pode inspecionar o campo com uso de imagens de satélite e drones, inclusive para sensoriamento termal, com identificação de escassez hídrica na área plantada Controla o processo de irrigação Pode utilizar adubos foliares e técnicas híbridas de fertilização.

Identifica e controla pragas – como lagarta-da-soja e percevejos – e doenças causadas por fungos, bactérias, vírus e nematoides Adota várias estratégias para o combate, com base nos princípios do manejo integrado de pragas e do manejo integrado de doenças Define o ponto de colheita, quando a maior parte das vagens apresentam coloração marrom ou cinza.

Realiza geralmente a colheita mecanizada Pode usar equipamentos autopropelidos, que realizam, ao mesmo tempo, corte, recolhimento, trilha, separação, limpeza e armazenamento dos grãos Afere o índice de perdas Faz o beneficiamento inicial da soja colhida Realiza a limpeza.

Tria e separa os grãos, conforme integridade, cor e tamanho Executa processo de secagem Pesa, embala e transporta a produção para sistemas de silagem ou para armazéns Comercializa a produção, negociando preços e prazos de pagamento, e realizando a venda Gerencia as atividades de produção, administrando recursos materiais, financeiros e humanos Elabora relatório da produção Avalia e contrata linhas de crédito e financiamento Controla fluxo de caixa Providencia as documentações legais e a regularização do empreendimento Supervisiona atividades das equipes, distribuindo tarefas, orientando os trabalhos e avaliando o desempenho dos trabalhadores Proporciona programas de treinamento às equipes de trabalho, inclusive referentes à segurança no trabalho Desenvolve atividades de preservação ambiental Realiza o descarte de embalagens de defensivos agrícolas conforme normas ambientais Mantém-se atualizado em relação às novas tecnologias aplicadas no setor agrícola, como melhoramento genético de sementes-cultivares Implanta a infraestrutura necessária, contratando serviços técnicos para sua montagem Monitora limpeza, higiene e organização nos locais de trabalho, em especial nas áreas de armazenagem Adquire veículos, máquinas, equipamentos e implementos, orientando sua conservação e providenciando sua manutenção Consulta assistência técnica sobre melhorias para o processo de cultivo da soja e comercialização da produção.

Funções do cargo

O funcionário CBO 6127-40 deve preparar solo, realizar tratos culturais, programar colheita, demonstrar competências pessoais, plantar mudas e sementes, administrar produção, selecionar Área de plantio, produzir mudas e sementes, beneficiar colheita.

Condições de trabalho dessas profissões

Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas o trabalho é exercido por proprietários e arrendatários que trabalham em plantações de portes variados. As culturas de dendê e coco são produzidas em pequenas propriedades, a soja é cultivada em pequenas, médias e grandes plantações. O trabalho é exposto a variações climáticas, a riscos de acidentes na manipulação de instrumentos, máquinas e agrotóxicos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 6127-40

O acesso ao trabalho é livre, sem exigência de escolaridade ou formação profissional. O desempenho pleno das atividades dessas ocupações requer cinco anos de experiência.

Atividades exercidas por um Produtor da cultura de soja CBO 6127-40

Um Produtor da cultura de soja (ou sinônimo) deve demarcar área, definir métodos de conservação de solo, identificar fauna e flora, aplicar produtos fitossanitários químicos e biológicos, regular semeadeira, roçar plantas invasoras, pesquisar mercado e preços, gradear solo, padronizar soja, canola, amendoim, girassol, linho e dendê, definir espaçamento de plantio, manejar restos culturais - trituração, roçagem, retirada etc, investigar profundidade e textura de solo, inocular sementes, capinar plantas invasoras, demonstrar poder de decisão, limpar terreno, aplicar corretivos em solo - calcário, fosfato, gesso agrícola etc, verificar ponto de colheita, consorciar culturas, expurgar pragas de grãos armazenados, identificar topografia, abrir covas ou sulcos, demonstrar persistência, irrigar culturas, verificar perdas de colheita, regular equipamentos de colheita, retirar impurezas da soja, canola, amendoim, linho e girassol, definir épocas de plantio, estabelecer periodicidade de colheita, elaborar relatório de produção, testar germinação e vigor, arar solo, induzir polinização, adubar covas ou sulcos, pesar produtos, selecionar mudas e sementes, demonstrar força física, tratar semente com fungicidas, inseticidas, nematicidas, micronutrientes e outros, demonstrar capacidade de liderarança, orçar produção, coletar amostras de solo, armazenar colheita, monitorar umidade do solo, dessecar área de plantio, peletizar sementes, administrar custos, enviar amotras para laboratório, transportar produção, romper camada compactada do solo, monitorar estado fitossanitário da cultura, solicitar interpretação da análise do solo, divulgar produtos em meios de comunicação, inspecionar área, colocar iscas e armadilhas para captura de insetos, pesquisar técnicas, captar recursos financeiros, escolher equipamentos de colheita, comercializar produtos, demonstrar visão empreendedora, arrancar plantas atípicas, manifestar sensibilidade com a terra, homem e animais, providenciar secagem de soja, canola, amendoim, linho e girassol, comunicar-se.

Cargos e salários CBO 6127-40 - Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas

Salário Produtor da Cultura de Soja

Produtor da Cultura de Soja: Brasil

  • 29
  • Brasil
  • 2.367 - 5.449
  • 42h
O profissional no cargo de Produtor da Cultura de Soja CBO 6127-40 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.367 e 5.449 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 29 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6127-40.
Salário Produtor de Soja

Produtor de Soja: Brasil

  • 29
  • Brasil
  • 2.367 - 5.449
  • 42h
O profissional no cargo de Produtor de Soja CBO 6127-40 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.367 e 5.449 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 29 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6127-40.
Salário Sojicultor

Sojicultor: Brasil

  • 29
  • Brasil
  • 2.367 - 5.449
  • 42h
O profissional no cargo de Sojicultor CBO 6127-40 trabalhando no Brasil, ganha entre 2.367 e 5.449 para uma jornada de trabalho média de 42h semanais de acordo com dados salariais de 29 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6127-40.