CBO 7612-50 - Operador de passador (fiação) - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos operadores da fiação

O profissional no cargo de Operador de passador (fiação) CBO 7612-50 realiza a mistura de várias fitas ou pavios de carda - para uniformizar as fibras em uma fita estirada -, regulando os parâmetros de funcionamento da máquina de acordo com a programação de produção e as características das fibras em processo, alimentando a máquina, operando a máquina passadeira, automática ou semiautomática, e monitorando a padronização da velocidade de estiramento e torção das fitas ou pavios Inspeciona defeitos em fitas e pavios.

Envia amostras para o controle de qualidade Participa na realização de manutenção produtiva na máquina Cumpre normas técnicas, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental.

CBO 7612-50 é o Código Brasileiro da Ocupação de operadores da fiação que pertence ao grupo dos trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Operador de passador (fiação), atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Operadores da fiação CBO 7612-50 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 7612-50

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Operadores da fiação.
      • Trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas.

O que faz um Operador de passador (fiação)

O Operador de passador (fiação) CBO 7612-50 prepara a máquina para misturar várias fitas ou vários pavios de carda, uniformizando as fibras em uma fita estirada Assegura a limpeza da máquina e confere as quantidades e as características de materiais para sua alimentação.

Seleciona utensílios e ferramentas de trabalho.

Ajusta os parâmetros de operação da máquina, de acordo com a programação de produção e as características das fibras - de algodão ou de outras fibras naturais - em processo Faz a programação da máquina por meio do painel de controle, no caso da máquina automática.

Alimenta a máquina Opera a máquina passadeira, automática ou semiautomática, reajustando os parâmetros de operação quando necessário.

Monitora e mantém a padronização da velocidade de estiramento e torção das fitas ou pavios, na máquina.

Inspeciona defeitos em fitas e em pavios, verificando a regularidade e a espessura das fitas produzidas Descarrega a máquina, encaminhando os latões de fitas produzidas para as operações seguintes do processo de fiação.

Assegura a qualidade do produto durante a operação, retirando as amostras solicitadas pelo controle de qualidade.

Conserva o local de trabalho limpo e organizado Mantém ferramentas e utensílios limpos, organizados e acondicionados Realiza manutenção produtiva na máquina, limpando, aspirando e soprando resíduos de fibras.

Identifica defeitos no funcionamento da máquina, acompanhando a manutenção realizada por terceiros Comunica-se com superiores e colegas, fornecendo informações sobre os processos realizados Mantém o menor índice de desperdício possível, atuando de acordo com as normas operacionais.

Descarta os resíduos gerados nos processos, seguindo os procedimentos adotados na empresa Zela pelas condições de segurança, cumprindo normas internas, identificando condições inseguras de trabalho, prevenindo acidentes e fazendo uso correto de equipamentos de proteção individual.

.

Funções do cargo

O funcionário CBO 7612-50 deve comunicar-se, trabalhar com segurança, preparar local de trabalho, operar máquina de fiação, preparar máquinas para produção, assegurar a qualidade do produto durante a operação, patrulhar o funcionamento das máquinas, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho dessas profissões

Operadores da fiação trabalham na condição de assalariados, com carteira assinada na produção de fios para tecelagem. Operam instalações sob supervisão permanente em trabalho diurno ou noturno. Estão expostos à poeira e sujeitos à inspiração de resíduos de fiação.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 7612-50

O exercício pleno das atividades nessas ocupações requer ensino fundamental completo, qualificação no próprio emprego e um ano de prática.

Atividades exercidas por um Operador de passador (fiação) CBO 7612-50

Um Operador de passador (fiação) (ou sinônimo) deve preparar a máquina para arriada, posicionar marcador de produção de acordo com o turno, comprometer-se com os objetivos da empresa, alinhar latões, produzir com menor índice de desperdício de acordo com as normas operacionais, demonstrar asseio e higiene pessoal, demonstrar iniciativa, emendar fios, fitas e pavios, corrigir falhas de operação, demonstrar agilidade manual, comunicar-se de forma clara e objetiva, preservar área de segurança, identificar defeitos no funcionamento das máquinas, interpretar lampadas sinalizadoras das máquinas - cores e sinais, verificar estoque para alimentação da máquina, verificar estoques de utensílios e embalagens, limpar máquinas, participar dos eventos sobre segurança no trabalho, conferir dados técnicos de acordo com o produto em processo, aplicar mistura dinâmica conforme normas e procedimentos do controle de qualidade, demonstrar responsabilidade, utilizar ferramentas manuais, conferir material de trabalho, sugerir melhorias de operação das máquinas, alimentar a máquina com fibras têxteis de acordo com a programação, limpar o local de trabalho, transportar mistura reserva, comunicar irregularidades nos dispositivos de segurança dos equipamentos, trabalhar em equipe, comunicar mudanças de processo, retirar pneumafil das máquinas, retirar amostras solicitadas pelo controle de qualidade, demonstrar segurança, comunicar condições inseguras de trabalho, identificar condições inseguras de trabalho, identificar defeitos nos produtos em processos e acabados, comunicar defeitos no funcionamento das máquinas, verificar padronização da velocidade e estiragem das máquinas, demonstrar acuidade visual, retirar resíduos dos porões e caixas filtrantes, cumprir as normas internas de segurança, seguir as normas de qualidade, classificar embalagens conforme o código de cores, substituir latões vazios por cheios, adequar-se as mudanças operacionais e administrativas, retirar embuchamentos e enrolamentos das máquinas, organizar material de trabalho, registrar períodos - tempo e motivo de parada das máquinas, utilizar equipamentos de proteção individual, arriar a máquina.

Cargos e salários CBO 7612-50 - Operadores da fiação

Salário Operador de Passador (Fiação)

Operador de Passador (Fiação): Brasil

  • 575
  • Brasil
  • 1.649 - 2.771
  • 43h
O profissional no cargo de Operador de Passador (Fiação) CBO 7612-50 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.649 e 2.771 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 575 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7612-50.
Salário Operador Passadista (fiação)

Operador Passadista (fiação): Brasil

  • 575
  • Brasil
  • 1.649 - 2.771
  • 43h
O profissional no cargo de Operador Passadista (fiação) CBO 7612-50 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.649 e 2.771 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 575 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7612-50.
Salário Operador Passadorista (fiação)

Operador Passadorista (fiação): Brasil

  • 575
  • Brasil
  • 1.649 - 2.771
  • 43h
O profissional no cargo de Operador Passadorista (fiação) CBO 7612-50 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.649 e 2.771 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 575 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7612-50.