CBO 7242-25 - Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos - Salário, Piso Salarial, Descrição do Cargo

CBO 7242-25 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos que pertence ao grupo dos trabalhadores de montagem de tubulações, estruturas metálicas e de compósitos, segundo a tabela CBO divulgada pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo MTE - Ministério do Trabalho).

Nesta página você pode ver as funções desempenhadas pelo cargo, descrição de atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, piso salarial médio, jornada de trabalho, faixa salarial, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário médio pago para os Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos CBO 7242-25 em todo Brasil ou categorizados por estados e cidades brasileiras.

Divisões de categorias profissionais do CBO 7242-25

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores da transformação de metais e de compósitos.
      • Trabalhadores de montagem de tubulações, estruturas metálicas e de compósitos.
        • Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos.

Descrição dos cargos da categoria Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos

Os Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos CBO 7242-25 confeccionam gabaritos e modelos de peças de estruturas metálicas diversas, incluindo estruturas de embarcações e aeronaves, preparam peças da estrutura, montam, instalam e recuperam estruturas metálicas. Realizam manutenção produtiva de máquinas e equipamentos. Organizam o local de trabalho para executá-lo conforme normas e procedimentos técnicos, de qualidade, segurança e preservação do meio ambiente.

Condições de trabalho

Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos atuam na indústria de transformação, na construção civil, em estaleiros e na indústria aeronáutica. São empregados com carteira assinada, trabalham de forma individual, com supervisão ocasional, em ambiente fechado e em horário diurno. Eventualmente, trabalham expostos a radiação e a ruído intenso. A ocupação preparador de estruturas metálicas vem sendo substituída por operadores de máquinas. A fixação por rebites tanto na construção civil quanto nas embarcações está sendo substituída pela soldagem.

Exigências do mercado de trabalho

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino fundamental e curso básico de qualificação profissional com até duzentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre com a prática no próprio local de trabalho.

Funções dos Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos CBO 7242-25

Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos devem:

  • instalar estruturas metálicas;
  • demonstrar competências pessoais;
  • organizar local de trabalho;
  • realizar manutenção produtiva de máquinas e equipamentos;
  • preparar peças de estruturas metálicas;
  • montar estruturas metálicas;
  • confeccionar gabaritos e modelos;
  • Atividades dos cargos CBO 7242-25

    Entre as principais atribuições dos Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos CBO 7242-25 estão as de:

    • requisitar a manutenção corretiva de máquinas e equipamentos;
    • demonstrar coordenação motora;
    • interpretar codificação das peças;
    • selecionar ferramentas, materiais e equipamentos de proteção;
    • alinhar peças;
    • regular máquinas e equipamentos;
    • limpar máquinas e equipamentos;
    • substituir ferramentas em máquinas e equipamentos;
    • ajustar componentes de máquinas e equipamentos;
    • rebitar peças;
    • acondicionar materiais;
    • trabalhar em equipe;
    • demonstrar capacidade de liderança;
    • limpar o local de trabalho;
    • delimitar o local de trabalho;
    • demonstrar visão sistêmica;
    • demonstrar conhecimento de termos técnicos em outros idiomas;
    • interpretar desenho técnico mecânico;
    • demonstrar atenção concentrada;
    • lubrificar máquinas e equipamentos;
    • agir com criatividade;
    • medir peças;
    • nivelar peças;
    • afiar ferramentas de corte manual e de traçagem;

    Cargos e salários CBO 7242-25 - Trabalhadores de traçagem e montagem de estruturas metálicas e de compósitos

    Salário Riscador de Estruturas Metálicas

    Riscador de Estruturas Metálicas: Brasil

    • 510
    • Brasil
    • 1.845 - 3.762
    • 43h
    O profissional no cargo de Riscador de Estruturas Metálicas CBO 7242-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.845 e 3.762 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 510 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7242-25.
    Salário Riscador de Estruturas de Aço

    Riscador de Estruturas de Aço: Brasil

    • 510
    • Brasil
    • 1.845 - 3.762
    • 43h
    O profissional no cargo de Riscador de Estruturas de Aço CBO 7242-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.845 e 3.762 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 510 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7242-25.
    Salário Traçador de Estruturas Metálicas

    Traçador de Estruturas Metálicas: Brasil

    • 510
    • Brasil
    • 1.845 - 3.762
    • 43h
    O profissional no cargo de Traçador de Estruturas Metálicas CBO 7242-25 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.845 e 3.762 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 510 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 7242-25.