CBO 6221-15 - Trabalhador da cultura de milho e sorgo - Descrição do cargo, funções, competências e atividades exercidas pelos trabalhadores agrícolas na cultura de gramíneas

O profissional no cargo de Trabalhador da cultura de milho e sorgo CBO 6221-15 cultiva milho e sorgo, planejando as fases da produção, preparando o solo, selecionando sementes, plantando, tratando a cultura, colhendo e armazenando a produção Pode executar manutenção de primeiro nível em instalações, instrumentos, máquinas, equipamentos e veículos agrícolas.

Controla e registra dados do processo de produção Atua em conformidade com as normas de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

CBO 6221-15 é o Código Brasileiro da Ocupação de trabalhadores agrícolas na cultura de gramíneas que pertence ao grupo dos trabalhadores na exploração agropecuária, segundo o Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Confira funções, descrição do cargo de Trabalhador da cultura de milho e sorgo, atividades principais, atribuições, mercado de trabalho, dados salariais oficiais atualizados para a função, bem como o salário pago para os Trabalhadores agrícolas na cultura de gramíneas CBO 6221-15 em todo Brasil.

Divisões de categorias profissionais do CBO 6221-15

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.
    • Trabalhadores agrícolas na cultura de gramíneas.
      • Trabalhadores na exploração agropecuária.

O que faz um Trabalhador da cultura de milho e sorgo

O Trabalhador da cultura de milho e sorgo CBO 6221-15 planeja as fases de produção, definindo as áreas de plantio de milho e sorgo, a variedade e a quantidade de sementes, o espaçamento do plantio e o ponto de maturação para colheita Coleta amostra de solo para análise e verificação da necessidade de correção e/ou adubação.

a partir dos resultados, pode corrigir o pH e incorporar adubo no solo.

Prepara o solo, drenando, arando, nivelando e gradeando Constrói terraços e curvas de nível.

Prepara ou seleciona sementes para o plantio Testa a germinação de sementes.

Semeia a plantação.

Trata a cultura, irrigando e aplicando fertilizantes, manualmente ou com sistemas mecanizados Controla o aparecimento de plantas invasoras e pragas na cultura, pulverizando defensivos agrícolas ou realizando controle biológico.

Colhe a plantação de forma mecanizada, verificando o ponto de maturação dos grãos para silagem ou para debulha dos grãos.

Seleciona, classifica, limpa e seca a produção para armazenamento em silos, em armazéns convencionais ou em estruturas temporárias Controla pragas, animais roedores e insetos, prevenindo e combatendo sua presença nos grãos armazenados Pode operar moagem, peneiramento e pesagem.

Pode utilizar sistema de plantio direto e sistema de cultivo combinado, rotação e sucessão de culturas Pode executar manutenção de primeiro nível em instalações, instrumentos, máquinas, equipamentos, e veículos agrícolas, lavando-os, limpando-os, lubrificando-os, substituindo acessórios e fazendo pequenos reparos Controla e registra dados do manejo e da produção.

Zela pela limpeza, higiene e organização das áreas de cultivo, de beneficiamento e de armazenagem.

Funções do cargo

O funcionário CBO 6221-15 deve colher gramíneas, condicionar solo, demonstrar competências pessoais, realizar atividades de armazenamento e beneficiamento de colheita, plantar gramíneas, executar manutenção de máquinas e equipamentos agrícolas, tratar culturas, preparar sementes, mudas e insumos.

Condições de trabalho dessas profissões

Trabalhadores agrícolas na cultura de gramíneas essas ocupações são exercidas predominantemente por profissionais autônomos, com exceção do trabalhador da cultura de cana-de- açúcar, que trabalha como carteira assinada . Atuam em equipe, com supervisão ocasional, exceto o trabalhador da cultura de cana-de- açúcar . Trabalham a céu aberto e em horário de trabalho diurno. Em algumas atividades, os trabalhadores ficam expostos a materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho para o CBO 6221-15

O exercício dos cargos de Trabalhadores agrícolas na cultura de gramíneas é livre, com aprendizado na prática. O pleno desempenho dessas atividades ocorre aproximadamente com um ano de experiência.

Atividades exercidas por um Trabalhador da cultura de milho e sorgo CBO 6221-15

Um Trabalhador da cultura de milho e sorgo (ou sinônimo) deve pulverizar fungicidas, irrigar culturas, substituir sementes não germinadas em solo, realizar rotação de lavouras, limpar sementes selecionadas para plantio, verificar disponibilidade de máquinas e equipamentos, demonstrar cuidado no manuseio de produtos químicos, pulverizar herbicidas, definir quantidade de sementes e mudas por hectare, demonstrar atenção no manuseio de máquinas e equipamentos, especificar tipos de adubos, tratar sementes com fungicidas e inseticidas, colher milho e sorgo, arrancar pendões de milho, sulcar solo, pesar grãos, auxiliar em definição de época de plantio, acondicionar grãos em silos, selecionar variedade de sementes, arar solo, lubrificar máquinas e equipamentos, identificar maturação de gramíneas, nivelar solo, gradear solo, drenar solo, manifestar resistência física, irrigar solo, quantificar defensivo agrícola, dessecar solo, incorporar adubo orgânico em solo, transportar colheitas em veículos de tração animal, aplicar fertilizantes, higienizar galpão, limpar canais de irrigação, determinar umidade de grãos, definir tipo de defensivo agrícola, controlar presença de animais roedores, construir terraços, trabalhar em equipe, coletar amostras de solo, moer milho e sorgo, definir espaçamento de plantio, manifestar sensibilidade ao meio ambiente, capinar solo, transportar colheitas em veículos de tração motora, peneirar grãos, definir quantidade de adubo por hectare, construir curvas em nível, monitorar pragas e doenças, substituir peças de máquinas e equipamentos, testar germinação de sementes, cercar áreas de plantio, identificar compradores para produção excedente, pulverizar inseticidas, amolar ferramentas, corrigir ph de solo, regular colheitadeiras, manifestar iniciativa, regular tratores e implementos, expurgar grãos, classificar grãos por tamanho e qualidade, secar grãos, lavar máquinas e equipamentos, conferir funcionamento de máquinas e equipamentos, distribuir sementes em solo, colher amostras de gramíneas, consertar peças de máquinas e equipamentos.

Cargos e salários CBO 6221-15 - Trabalhadores agrícolas na cultura de gramíneas

Salário Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo

Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo: Brasil

  • 36.030
  • Brasil
  • 1.721 - 2.817
  • 43h
O profissional no cargo de Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo CBO 6221-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.721 e 2.817 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 36.030 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6221-15.
Salário Plantador de Milho e Sorgo - Empregador

Plantador de Milho e Sorgo - Empregador: Brasil

  • 36.030
  • Brasil
  • 1.721 - 2.817
  • 43h
O profissional no cargo de Plantador de Milho e Sorgo - Empregador CBO 6221-15 trabalhando no Brasil, ganha entre 1.721 e 2.817 para uma jornada de trabalho média de 43h semanais de acordo com dados salariais de 36.030 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6221-15.
Salário Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo Barueri

Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo: Barueri, SP

  • 45
  • Barueri, SP
  • 1.295 - 1.902
  • 44h
O profissional no cargo de Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo CBO 6221-15 trabalhando em Barueri - SP, ganha entre 1.295 e 1.902 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 45 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6221-15.
Salário Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo

Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo: Minas Gerais

  • 13.157
  • Minas Gerais
  • 1.855 - 2.581
  • 44h
O profissional no cargo de Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo CBO 6221-15 trabalhando em Minas Gerais, ganha entre 1.855 e 2.581 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 13.157 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6221-15.
Salário Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo

Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo: São Paulo

  • 1.306
  • São Paulo
  • 1.842 - 2.445
  • 44h
O profissional no cargo de Trabalhador da Cultura de Milho e Sorgo CBO 6221-15 trabalhando em São Paulo, ganha entre 1.842 e 2.445 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 1.306 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6221-15.
Salário Plantador de Milho e Sorgo - Empregador Uberlândia

Plantador de Milho e Sorgo - Empregador: Uberlândia, MG

  • 2.107
  • Uberlândia, MG
  • 1.991 - 2.997
  • 44h
O profissional no cargo de Plantador de Milho e Sorgo - Empregador CBO 6221-15 trabalhando em Uberlândia - MG, ganha entre 1.991 e 2.997 para uma jornada de trabalho média de 44h semanais de acordo com dados salariais de 2.107 colaboradores registrados em regime CLT. Clique e confira a pesquisa salarial completa do cargo CBO 6221-15.